fanfic
Capítulo : Ao Extremo  




Pov Jake:



Eu estava sendo um filho da puta do fodido, eu sabia disso, não tinha nada do que comprar um anel e pedi a Nessie em noivado, mas a Carla a minha secretária havia me informado que um recibo de uma loja femina havia chego e que a Nessie não só assinou a nota como ficou desconfiada com a mesma. Tudo ficou ainda mais claro quando ela me fez perguntas as quais deram a entender que ela estava desconfiada de alguma coisa.


 


Como uma raposa eu agi o mais rápido do que conseguir bolando toda a encenação do noivado, encenação em termos, mas eu já tinha essa intenção, eu estava certo do meu amor por ela, e que era com ela que eu queria passar o resto da minha vida, mas eu planejava tudo de uma forma diferente, não tendo que pedi-la sobre pressão.


 


Por mais que eu estivesse fazendo tudo aquilo para engana-la, tinha uma coisa que eu não conseguia esconder, o meu olhar de preocupação e culpa, eu não conseguia manter o meu olhar no dela por mais de cinco minutos, e aquilo ainda ia acabar me entregando.


 


Acordamos pela manhã depois da noite maravilhosa que tivemos e a Nessie estava com um sorriso enorme nos lábios, mas algo no brilho de seus olhos me dizia que tinha coisa errada ali.


 


– Bom dia amor. A cumprimentei com um beijo nos lábios que foi bem retribuído.


 


– Bom dia meu noivo. Não sei por que, mas o tom da sua voz me causou um arrepio. – Vai para casa ou vai direto para a empresa? Ela perguntou servindo café para mim.


 


– Vou passar em casa. Respondi tomando o café. – Vejo voce lá então. Respondi depositando um beijo em seus lábios e deixando o seu apartamento com uma sensação estranha.


 


[...]


 


– Bom dia Carla, tudo bem? Pelo o olhar dela não estava nada bem. – O que aconteceu?


 


– Senhorita Clearwater está aí de novo lhe esperando. Seus olhos pareciam está como medo.


 


– Ih? Perguntei sabendo que tinha mais coisa naquela história.


 


– Ih senhorita Cullen está na sala com ela. “Aí havia fodido tudo, Leah e Nessie na mesma sala". Apertei o passo em direção da minha sala e entrei que nem um louco na mesma. Fiquei surpreso em ver que as duas estavam somente caladas uma olhando na direção da outra.


 


– O que você está fazendo aqui Leah? Coloquei um tom de desprezo na voz.


 


– Você assinou errado umas coisas do divorcio e eu vim trazer para que você assine de novo. Ela respondeu na maior cara de pau, eu sabia que não era aquilo.


 


– Okay, pode deixar aí que depois eu peço para o meu advogado enviar para o seu. “ Eu queria que aquela mulher saísse logo dali ".


 


– Não tenho tempo, você precisa assinar agora. Ela colocou um tom autoritário em sua voz e eu peguei os papéis de sua mão sobre o olhar espantado da Nessie.


 


– Desde quando ela fala com você desse jeito e você acata? Nessie perguntou brava.


 


– Por favor amor. Era uma suplica, que não foi atendida.


 


 Se eu aceitar, você vai ter que prometer que será sincero comigo, eu odeio mentiras Jake, e eu não quero descobrir algo que possa acabar com o nosso relacionamento. - Prometo.. – Isso lhe lembra alguma coisa Jacob? Ela perguntou ficando de pé.


 


– Lembra Nessie, mas não tem haver com nada que está acontecendo aqui, suas desconfianças já estam me tirando do sério. Falei nervoso.


 


– Minhas desconfianças estão lhe tirando do sério? Voce falou isso mesmo? Seus olhos faiscavam ódio.


 


– Nessie. Ela me enterrompeu.


 


– Não Jake, escute você, pois será a primeira e última vez que eu ire falar, se você está escondendo qualquer coisa de mim, saiba que você pode contar, eu não sou do tipo que não compreende as coisas, eu lhe amo. Ela disse com os olhos com um pouco de lágrimas. “ Aquilo fez eu me sentir mau”. Nessie deixou a minha sala sem olhar na minha cara de novo.


 


– O que você está fazendo aqui? Perguntei olhando para Leah com um vontade imensa de quebrar a cara dela.


 


– Eu quero um carro. Ela falou como se pedisse uma bala.


 


– Carro? Perguntei espantado. – Isso deve ser brincadeira, só pode.


 


– Não é, eu quero um carro, eu já queria quando nos separamos.


 


– Quando que isso vai acabar?


 


– Quando eu cansar de brincar com você e com o seu relacionamento, pelo o visto está por um fio não é? Ela estava debochando da minha situação.


 


– Isso tudo é para que eu me separe da Renesmee? Perguntei incrédulo.


 


– Você me abandonou não tínhamos nem um mês de casados, você demorou anos para me pedi em noivado, e o projeto de puta já tem uma aliança no dedo com um mês de namoro, como você acha que eu me sinto ao ver tudo isso?


 


– Não me interressa como você se sente, tudo isso tem uma explicação bem simples, eu nunca lhe amei, diferente do que eu sinto pela a Renesmee, por isso ela tem um anel de noivado com um mês de namoro.


 


– Tem certeza disso? Não é por que sente-se culpado por ter terminado com o relacionamento dela com o McCarty?


 


– Cala boca! Eu me aproximei dela e levantei a mão para lhe bater, mas parei na hora.


 


Ela estava rindo, era exatamente isso que ela queria, que eu a batesse e perdesse a cabeça com ela, Leah não estava normal.


 


– Vamos? Bata-me. Ela pediu virando o rosto na minha direção – Me espanca com vontade, quero ver se você tem coragem.


 


– Saí daqui Leah. Eu ordenei abrindo a porta para que ela saísse.


 


– Quero isso assinado até hoje de tarde, se não sua noivinha receba alguns coisinhas para deixar o relacionamento de vocês um pouco mais apimentado do que já está. Ela depositou um beijo em meu rosto eu a empurrei e ela saiu rindo da minha sala. Bati a porta com força atrás de mim.


 


– Eu acabaria com tudo aquilo hoje de tarde.


 


Pov Nessie:



Saí da sala do Jake segurando as lágrimas, se eu tinha dúvidas com quem ele estava me traindo agora eu tinha certeza. Ao invés de chorar eu fiz o que eu achei que deveria ser feito.


 


_ Pode entrar. Escutei a voz ecoar do outro lado da porta.


 


– Com licença Sam, eu posso falar com você? A principio seu olhar era de espanto, mas ele concordou com um aceno de cabeça.


 


– Em que posso ajuda-la? Ele perguntou parecendo nervoso com a minha presença.


 


– É bem simples, eu sei o quanto você ama a sua esposa e o seu filho.


 


– Espera aí. Ele levantou a mão me interrompendo. – Pensei que você quisesse falar algo sobre a empresa, não sobre a minha vida, não lhe dei direitos para isso, por isso mesmo que eu só aceno a minha cabeça em sua direção.


 


– Sua esposa veio me procurar pedindo ajuda para manter o relacionamento de vocês, pois ela acha que você está a traindo, pois vive no celular quando ela lhe pergunta você desconversa, ela disse que você não a procura mais e que acho que você não tem mais desejo nela. “ Inventei essa parte, ele não precisava ficar sabendo”.


 


– A Emy acha o que? Ele perguntou espantado. – Ela lhe disse isso?


 


– Sim, no dia do aniversário da Rach. Respondi. – O que quero lhe dizer, é que seja lá o que você esteja fazendo você não deve esconder da sua esposa, isso pode acarretar no fim do casamento de vocês dois, e acredito que isso não seja a sua intenção não é? Está nos seus olhos que você ama a sua esposa e seu filho, sei que você passou por muita coisa ultimamente, mas não afaste da sua vida uma pessoa que lhe ama de verdade. Eu disse segurando as lágrimas. – Era isso, peço desculpas se me envolvi em um assunto que não era meu, mas acredite, eu acho perfeito vocês dois juntos e não queria que terminasse de uma forma ruim. Eu falei ficando de pé.


 


– Renesmee. Ele me chamou.


 


– Pois não?


 


– O porquê de tudo isso? Ele perguntou desconfiado.


 


– Porque é horrível descobrir que você está sendo traída por a pessoa que você ama. Falei abrindo a porta.


 


– Cullen. Ele tornou a me chamar. – Obrigado.


 


– Que isso Sam.


 


– Mais uma coisa. Ele disse me interrompendo. – Desculpa. Suas desculpas eram sinceras. – Eu vou falar com ele. Ele complementou. Eu sabia que era do Jake que ele estava falando.


 


[...]


 


Eu estava sentada na minha mesa olhando para o anel em meu dedo quando Kim entrou na sala sem bater me assutando.


 


– Me mata do caração cadela! Falei colocando a mão sobre o peito.


 


– Chegou isso para você. Ela colocou sobre a minha mesa um envelope.


 


Abrir o mesmo e tinha uma foto Jake entrando em um apartamento e outra saindo do apartamento, e um bilhete.


 


“Quer saber o que o seu namorado anda fazendo? Segue o endereço que voce saberá.”


 


– O que é? Kim perguntou curiosa.


 


– Nada. Respondi pegando a minha bolsa e seguindo para o endereço que estava no envelope.


 


[...]


 


Esperei o que seria umas duas horas até que o Jake chegou, estacionou o carro e entrou no prédio sem olhar para os lados. Desci do meu carro e fui até o número que estava no envelope. Cheguei na porta e escutei o Jake gritando com alguém.


 


– Eu não vou mais aceitar essa situação, eu vou contar tudo para a Renesmee, não me importo com nada, ela vai me perdoar, o que eu não posso continuar fazendo é ficar escondendo isso dela.


 


– E abrir mão do amor da sua vida. Escutei a voz da Leah e aquilo fez o meu sangue ferve.


 


Simplesmente abrir a porta em um rompante e dei sorte que a mesma estava aberta.


 


– Na hora certa! Leah exclamou com vitória.


 


– Bom, agora você pode contar para o seu amorzinho Jacob, você disse que queria contar, então como boa amiga que sou, eu trouxe a Renesmee aqui para que você conte o que você anda fazendo comigo esses dias todos. Cada palavra saia com um que de deboche e veneno.


 


Virei o meu corpo na direção do Jacob, ele estava sem entender como eu havia aparecido ali.


 


– Recebi um envelope com o endereço e suas fotos saindo daqui. Joguei o envelope em sua direção, ele pegou e olhou para Leah.


 


– Vai dizer que não foi brilhante a ideia de mandar o Quil tirar fotos suas? – Pena que você nunca me atraiu fisicamente, se não eu teria exigido sexo de você, aí eu teria fotos muito mais comprometedoras, mas acho que essas foram o suficiente.


 


– Voce está me traindo com ela Jacob? Perguntei me segurando para não voar nos dois.


 


– Não. Ele respondeu seguro. – Eu nunca trairia você com a Leah, eu nunca trairia você com ninguém, você foi a única mulher que eu amei na vida, você acha mesmo que eu perderia você para poder ficar com ela? Ele estava apontando para a Leah.


 


– Então o que você está fazendo aqui? Por que ela apareceu na empresa, no restaurante, por que você não saí desse celular?


 


– Porque ele não é tão sincero como você pensa. Foi Leah quem respondeu.


 


– Como é que é? Perguntei olhando em sua direção.


 


– Você confia tanto no seu namoradinho que nem enxerga a verdade em sua cara.


 


– Do que você está falando sua louca?


 


– Que ele armou aquele jantar onde o Emmett viu vocês dois juntos. Ele sabia que o Emmett estaria lá com um cliente, fez tudo de propósito.


 


– Você esta mentindo sua cadela. – Ele não tinha porque fazer isso. Eu virei para encarar o Jake, mas em seus olhos estava claro que ele havia feito.


 


– Você acha que é mentira? Pergunte a ele, ou melhor, pergunte ao Seth porque tenho certeza que ele não mentirá para você, como o seu noivo está disposto a fazer.


 


– Olha para mim. Eu falei para o Jacob. – Olha em meus olhos e me diz que não verdade, por favor?


 


– Desculpe. Ele murmurou andando em minha direção.


 


– Eu só não entendo, o que essa cachorra está fazendo no meio dessa história.


 


– Eu descobrir tudo Cullen, e como o Jacob me humilhou me deixando depois de um mês de casado e o Seth praticamente me ameaçou eu encontrei nesse medo que ele tinha em que você soubessem disso e que todos soubesse o podre que ronda a família dele a minha melhor vingança. Ela respondeu rindo. – Quero ver o amor prevalecer agora. Ela estava adorando tudo aquilo.


 


– Nessie. Jake veio em minha direção e deu dei dois passos para trás.


 


– Preciso pensar um pouco. Eu disse saindo do apartamento arrasada não por ele ter armado com o meu namoro com o Emm, acho que quando estamos apaixonados cometemos erros, afinal somos humanos e estávamos sujeitos a erro, mas o que me deixou com raiva foi a fraqueza dele perante ela. Era só ele ter vindo falar comigo que arrumaríamos um jeito juntos. Isso me fazia pensar se era com aquele tipo de homem que eu queria criar uma vida.


 










Autor(a):
PROMOVA A SUA FANFIC:



Capítulo Anterior  |  Próximo Capítulo

Comentários da Fanfic (189)


Comentários do Capítulo:


® Todos os Direitos Reservados - © Copyright 2011 - Política de Privacidade