Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Uma linda mulher Vondy (finalizada)


Capítulo: 164° Capítulo

1524 visualizações Denunciar


Belos e belas leitoras está acabando ai que tristeza!!!


Comentem!!!!!!!!




 



Christopher percorreu o bar olhando as pessoas que ali se reuniam, alguns tomavam cerveja, outros esperavam por suas namoradas ou amantes, empresários conversavam em outras mesas, o lugar iluminado estava movimentado, como de praxe o gerente lhe cumprimentou com cortesia, lhe cedendo a mesa afastada no canto do bar, sabia que Christopher sempre se reunia ali com algum outro empresário, pediu uma água ao garçom, pegou seu celular esperando dar o horário, um minuto a mais e se levantaria daquela mesa, estava cansado, com a cabeça em Dulce , e com saudades de seus filhos...


Fechou os olhos e a imagem de Luis veio em sua cabeça, arrogante, calculista, frio como um gelo, totalmente controlador e com um ar de superioridade em seu olhar e em seu nariz, proferia palavras que poderiam destruir uma pessoa, assim como haviam destruído sua mãe antes de morrer...Cerrou os punhos mordendo os lábios com raiva até que sentisse o gosto de sangue em sua boca, e pela primeira vez, deixou as lembranças se libertarem em seu coração...

Chris - Não quero ser que você mandar que eu seja, quero ser o que eu quiser que eu seja...


Luis - Você se acha muito esperto com esse rostinho bonitinho e com esse corpinho de homenzinho né seu muleque ? E vai viver do que ? De brisa ou da merreca do dinheiro que o pé rapado do seu avô deixou para a sua mãe ? Liga-se Christopher, o mundo é de quem pensa grande, eu sou grande, e você é meu filho, e um dia também será grande, está no seu sangue... - Christopher sacudiu a cabeça -


Chris - Não gostaria de passar meus dias me empenhando em destruir as pessoas como você faz...


Luis - Eu destruir ? Responda-me uma coisa filho, tenho mais de 15 anos de carreira, e meus inimigos jamais me derrubaram, sabe porquê ? - Christopher cerrou o maxilar e negou com a cabeça...Virou se de costas desejando que Luis saísse e não voltasse durante dois dias como estava acostumado fazer - Porque eu sou forte... - se aproximou do filho o encarando nos olhos, o devorando com os mesmos - Porque construí meu Império com o meu próprio suor Christopher...Quem não se mantém de pé é fraco, e no mundo que vivemos os fracos servem os fortes, e você é um Uckermann seu moleque mimado, e um Uckermann jamais servirá alguém... Não sendo filho legítimo meu...


Pegou Christopher pelos braços com força - Agora vista se, meus amigos já vão chegar, e diga para sua mãe para que ela não se atrase, e não me faça passar ainda mais vergonha... - Christopher o mirou de cima a baixo com os olhos cheios de lágrimas, mordeu os lábios apertando os olhos...


Chris - Minha mãe não vai descer... - Luis ergueu a sobrancelha e o mirou - Não se sente bem...


Luis - Ótimo, ela sabe que vou achar alguém que me acompanhe...Vista se Christopher, eu não vou falar de novo...


Chris - Eu nunca serei igual a você... - Luis soltou uma gargalhada irônica -


Luis - A não, então me diga espertão... - arrumou a gravata do Smoking impecavelmente passado - Como eu sou ?


Chris - Você... Você é um filho da mãe que nunca se importou comigo ou com a Mai, você é uma bosta de marido que sai e deixa minha mãe sozinha todos os dias sabe lá Deus até que horas, e sabe Deus com que mulheres, você é um péssimo homem, um fiasco de pai, e eu jamais trocarei a minha família por tudo pelo que você trocou a sua... Eu espero que se acabe sozinho Luis, porque esse otário, esse otário DO SEU FILHO pode viver da merreca da herança da SUA MULHER, mais com o seu dinheiro, eu jamais vou comer um único prato de comida... - O tapa que levou foi firme e duro, analisou a expressão perturbada de Luis, os olhos vermelhos e arregalados, seu coração batia depressa, levou a mão no rosto sentindo o mesmo latejar, cerrou o maxilar novamente...


- Christopher...


Ainda podia ouvir os gritos de Luis o colocando para fora do escritório a tapas, lhe dizendo milhões de impropérios e lhe jogando mil pragas, Alexandra havia descido as escadas ,aquele rosto belo com os cabelos loiros pelos ombros estava assustado, ainda podia ouvir a voz suave gritando a pleno pulmões, o rosto pálido, o corpo magro, Luis havia caminhado até à porta após olhar nos olhos de sua esposa, sua mente bloqueava algumas coisas, só se lembrava de ela ter murmurado algo e de Maite correndo assustada até onde a confusão se fazia presente, Luis bateu a porta...


- Christopher...


Havia sido a última vez em que havia se falado...


- Christopher... - abriu os olhos respirando ofegante, observou Christian de pé em sua frente com o semblante sério, alguns envelopes na mão, sua mão e fechou novamente até que em seus punhos faltassem sangue, se levantou ficando frente a frente a Christian, levantou a cabeça o mirando com um olhar de superioridade e Christian respondeu o encarando da mesma forma...


Chris - Você pode ser filho daquele homem, mais o sangue e o nome que correr por minhas veias, você jamais terá...

Christian ergueu a sobrancelha cerrando o maxilar...


Christian - Não estou pedindo a sua permissão...


Chris - Eu nunca esperei que o fizesse... - em fim se afastaram, observando o tanto de gente que os observavam na espera de que algo acontecesse, Christopher voltou a se sentar e Christian fez o mesmo, recusou o garçom que anotaria se pedido, olhou Christopher nos olhos...


Christian - Eu não entreguei as fotos àquela maluca...


Chris - Que quero que se foda você ela e as fotos Christian, conheço te bem... - negou com a cabeça - Só Deus sabe como estou me controlando para não acabar com você aqui, agora, nesse bar...


Christian - O injustiçado aqui sou eu Christopher... - abriu um sorriso tremulo de nervoso, jogou o envelope na frente de Christopher que o mirou com repulsa para depois abri-lo - Eu fui o filho rejeitado... - Christopher abriu o envelope encontrando dezenas de documentos, fotos, uma certidão de nascimento, cheques e depósitos bancários, feitos por Luis Uckermann no nome de uma mulher que na certa seria a mãe de Christian, todo mês, no mesmo dia... - Surpreso não é ? Pena que não pude desfrutar de todo o dinheiro que poderia... - olhou Christopher com desprezo - Era tudo seu não era ? Tudo o que Luis deixava em vida e após dela era para ti e para Maite...


Chris - Eu jamais toquei em um se quer centavo daquele homem Christian, se é o dinheiro dele que quer, desfrute do meu... - Christopher abriu a carteira tirando uma folha de cheque em branco, jogou na cara de Christian que apertou os olhos mordendo os lábios - Quando você acha que vale ser filho de Luis Uckermann ? - negou com a cabeça soltando um sorriso irônico - Para mim nunca valeu bosta nenhuma... - Christian amassou o cheque abrindo os olhos, Christopher podia negar, mais estava tão surpreso como ele quando havia descoberto.


Christian - Pode negar Christopher, mais você e Luis tem algo muito em comum... Poder, arrogância e esse olhar que fere e que pode destruir alguém... E é tudo o que jurou jamais ser ao seu pai...


Chris - Não, eu sou tudo o que eu desejei que eu fosse... - quase gritou afastando os envelopes de perto de si - Porque tudo o que tenho é meu Christian, o meu poder, a minha empresa, o meu dinheiro, o meu nome... - Christian não respondeu - Eu não precisei dele para ser alguém na vida, não precisei dele para ter tudo o que tenho agora... - sentiu seus olhos de umedecerem - Por que Christian ? Porque depois de tanto tempo decidiu trazer isso à tona, o que quer ? Porque se for dinheiro para se manter calado você perdeu a viagem, pode dizer a vontade que é, filho ilegítimo de Luis Uckermann, tenho certeza que os jornais lhe darão muita atenção...


Christian - Não quero atenção.. - negou com a cabeça - Quero metade, de tudo o que é seu e meu por direito... - então Christopher se calou para logo depois sorrir -


Chris - É surdo Christian ? - recebeu outro olhar carregado de desprezo que não lhe doeu em nada - Você tem toda a razão de exigir seus direitos como filho de Luis... Mais o que você esqueceu de pesquisar, é que a Uckers é minha, não herdei dele, e depois eu mesmo comprei a empresa do meu pai, a estraçalhei em mil pedaços e a vendi pelos cantos mais cretinos do mundo, por um preço de banana... - sorriu irônico - Ele custava dizer que eu era um mau garoto, acho que não se importou ! - voltou a ficar sério - O que é seu, por direito esta em uma conta em um banco, há milhões por lá Christian, como filho dele, fique a vontade para pegar a sua parte a parte da minha irmã e a minha, Maite nunca precisou daquele dinheiro também...Todos os bens que Luis ainda possuir eu passo para o seu nome em 24 horas, e ainda te chamo de irmão uma vez se te deixar mais contente, o garoto quer balas ? - Christian cerrou os punhos - Você foi um bom menino Christian ? Quer doce ? O irmão mais velho cuida disso...


Christian - Você é um filho da mãe Christopher...


Chris - Sou, e você também é, mais a diferença é que é um filho da mãe burro... - negou com a cabeça - Acha que eu nunca pensei na hipótese de que Luis teria algum filho espalhado por aí ? Acha que eu não sabia que era outra mulher que procurava em quanto minha mãe ficava doente e morria ?


Christian - Eu tenho a lei do meu lado, as coisas não vão ser assim...


Chris - Tem razão, eu faço questão de te apresentar a sociedade na qual vivo... - Christian arregalou os olhos - Mais o que foi bom menino ? Sente medo de não ser bem recebido ? Conhece as línguas ferinas não conhece Christian ? Até parece que são tão conservadores como nos séculos passados... Mais então eu faço questão irmãozinho, só que terá um grande problema, porque Maite não dará a mínima para você, eu como pode perceber, "amo te como amo aos meus filhos" e o seu pai, morreu há anos... - Christopher se levantou e Christian fez o mesmo.


Christian - Ainda posso te destruir...


Chris - Faça alguma coisa a minha mulher aos meus filhos e a manchete será maior Christian, irmão que mata irmão... - abriu outro sorriso irônico pegando seu paletó - Não seja tolo, mortos não podem gastar dinheiro, e o seu estará a sua disposição em 24 horas...


Christian - Eu sempre admirei você...- seus lábios tremeram - Mais ao mesmo tempo invejei, em quanto subia na vida eu me matava tentando sustentar minha mãe e a mim, você encontrou uma linda mulher... - Christopher se aproximou - Uma Linda casa, Lindos filhos e um nome falado milhares de vezes por milhares de pessoas em uma única hora... - engoliu o choro em sua garganta - Eu só queria ter tido a chance de ter o mesmo que tem agora Christopher, e já que me negaram isso, o caminho mais fácil era acabar com tudo...


Chris - Minha mulher e meus filhos não tinham nada a ver com isso Christian, foi Luis que engravidou a sua mãe e depois os deixou, não nós... - negou com a cabeça - Espero que um dia pague por tudo o que fez, porque eu não desejo a ninguém mais o que desejo que você passe por todo o dano que causou, sendo você filho de Luis ou não...


Christian - Com tantas mulheres porque ela ? - perguntou antes que Christopher se virasse pronto para partir - Você poderia ter qualquer uma, Dulce vale tanto assim ? - Christopher se aproximou o medindo de cima abaixo - Porque uma mulher como ela ? Tudo bem que é um espetáculo de mulher, mais porque passar por toda a vergonha que passou, correr o risco de perder tudo o que tinha por ela ? - Christopher negou com a cabeça -


Chris - O problema Christian, é que tudo o que você julga por direito seu, é tudo o que eu mandaria para o inferno sem pensar duas vezes pela MINHA mulher...É isso o que ela vale, aliás, Dulce não tem preço... Você tem Christian, e já que sonha tanto em ser um Uckermann, deveria se envergonhar disso...


Christopher abriu a carteira deixando duas notas em cima da mesa, se virou caminhando até a saída sem olhar para trás, Christian cerrou o maxilar e os punhos, negou com a cabeça pegando os envelopes em cima da mesa, olhou a nota em cima da mesma e com um sorriso irônico, de um homem que sabia que havia sido derrotado caminhou para o estacionamento...


Christopher entrou em seu carro pegando seu celular, que se ferrasse à hora, o dia e o quinto do inferno, telefonou para o seu gerente, que por incrível que pareça estava ainda no banco após uma longa reunião administrativa, explicou a situação e disse que precisava com urgência que o dinheiro deixado por Luis Uckermann para seus filhos Maite e Christopher fosse transferido para outra conta, o senhor de mais de 50 anos, experiente e também gerente do falecido Luis, falou que era um procedimento particular e importante demais para ser feito por telefone, Christopher se enfureceu, Donato, o gerente disse que poderia ver o que poderia ser feito se Christopher fosse lá pessoalmente, sem outra alternativa para se ver livre de qualquer coisa que o ligasse a Christian Chavéz, dirigiu até o banco...


Donato - Christopher Uckermann, há tempos esperei até que alguém de sua família viesse reclamar por esse dinheiro... - Christopher cumprimentou o gerente sentando se logo à frente dele...


Chris - Não vim reclamar esse dinheiro Donato, vim transferi-lo para outra pessoa...


Donato se calou, sentou se em sua cadeira ligando novamente seu sistema, Christopher não tinha do que reclamar de seu gerente, eram quase dez horas da noite e iriam fazer uma transação que só poderia ser feita em horário comercial...


Donato - Há vários anos tenho esperado por isso Christopher, seu pai antes de morrer entregou me uma carta... - Christopher franziu a sobrancelha -


 


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): ardillacandy

Este autor(a) escreve mais 7 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

"Um dos piores sentimentos é quando não é concedido o perdão de alguém importante em sua vida, e isso você levará para sempre." Leitores amados obrigada por todos os comentários, e infelizmente está acabado (ai que dor no coração), e essa semana terá o ultimo capitulo dessa web que foi cheia ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 3594



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • lukinhasmathers Postado em 10/09/2020 - 00:20:12

    To pensando em le ela de novo

  • dayanerodrigues Postado em 23/05/2020 - 15:38:16

    Parabéns muito lindo

  • dayanerodrigues Postado em 23/05/2020 - 15:38:03

    A melhor fic que já li. Olha que já li muitas

  • lukinhasmathers Postado em 08/03/2019 - 23:58:52

    melhor história de todas

  • lukinhasmathers Postado em 01/03/2019 - 11:21:09

    ..

  • lukinhasmathers Postado em 17/07/2018 - 13:29:54

    queria puder ter acompanhado essa história

  • lukinhasmathers Postado em 17/07/2018 - 13:29:15

    você sumiu! por onde andas?

  • raylane06 Postado em 22/04/2018 - 04:07:24

    Muito bom a história, nossa senhora, cada capitulo ficava mais ansiosa, curiosa, desesperada. Sério haja coração pra ler achei q no final eles não fosse ficar juntos. Cada obstáculo para atrapalhar eles. Mais realmente no final tudo deu certo. Chorei e rir muito com a história parabéns..

  • lukinhasmathers Postado em 19/03/2018 - 10:24:55

    Amei de mais sua história na moral, a melhor de todas sem comparação, já li 4 vezes e pretendo ler mais kk !!!

  • stellabarcelos Postado em 12/05/2016 - 18:41:33

    Muito muito linda!



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...