Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Minha irmã adotiva {vondy}


Capítulo: 329

1194 visualizações Denunciar


 Chris: Isso nunca vai dar certo.(disse remedando Christopher) Eu sabia que daria . “101 maneiras de entender o pensamento feminino” nunca me deixa na mão.(sorriu vitorioso)


Ucker: E você acredita mesmo que Alfonso está conseguindo conviver com a Anahi por conta desse livro?(arqueou uma das sobrancelhas)


Chris: Christopher querido (se sentou em sua cama) Você anda muito insensível.(revirou os olhos)


Poncho: O importante é minha Anahi está sendo mais flexível comigo.(disse saindo do banheiro com uma toalha branca enrolada no quadril)


Ucker: E o que você fez pra isso acontecer?(indagou fazendo careta pra Christian que levantara as duas mãos aos céus)


Poncho: Primeiro fiz ela contar para os pais dela, e não mudei meu jeito de trata-la. Ela “faz”(gesticulou aspas com as mãos) o que quiser com o próprio corpo , porém deixo bem claro que se ela fizer qualquer coisa contra nosso filho ela estará matando alguém indefeso e que eu nunca a perdoaria por isso.(deu de ombros) Ah! E me mudei pra casa dela.


Chris: Era exatamente isso que o livro fala.(disse satisfeito)


Ucker: Como assim se mudou pra casa dela? (franziu o cenho)


Poncho: Alguém precisa cuidar ela.(disse como se fosse obvio) E esse alguém sou eu, preciso acompanhar sua rotina e se anda tomando todos os remédios necessários.


Chris: Grande Alfonso, (bateu duas palmas) Christopher, já pensou ler “101 maneiras de entender o pensamento feminino” pra ver se consegue conquistar Dulce de vez?(indagou com um tom de voz provocante)


Ucker: Não preciso de seu livro idiota pra conquistar a mãe do meu filho.(arremessou um travesseiro no rosto de Christian) Ela já é minha faz muito tempo.


Poncho: Nossa “Senhor Segurança”, vejo que finalmente estão juntos e a noite rendeu.(gargalhou divertido enquanto caminhava rumo ao seu guarda-roupa)


Ucker: Mais respeito com a Dulce por favor.(disse sério)


Poncho: E o que eu disse demais?(o encarou por alguns lentos segundos) Já vi que daqui a pouco temos mais um casamento pra irmos.


Ucker: Se dependesse de mim eu já estava casado com ela.(sorriu bobo) Mas ela está insegura.


Chris: Insegura??(negou com a cabeça) Mulher insegura é fo/da . Longe de querer ser chato, mas no “101 maneiras de entender o pensamento feminino” tem um capítulo inteiro destinado a mulheres inseguras.(disse certo)


Ucker: (inspirou e expirou lentamente) E em algum lugar desse capítulo diz como ganhar a confiança da mãe de seu filho, depois de você ter sido um idiota com ela? Pra ser mais especifico , depois  de fazer da sua vida um inferno , trai-la e demorar a aceitar o necessidade especial de seu filho.(cruzou os braços)


Que droga de livro era esse? Christian já estava lhe enchendo a paciência.


Chris: O livro não ensina a ganhar a confiança, ensina você entender.(disse em um tom mais baixo) Christopher a Dulce está insegura, porque você mostrou seu digno dessa sua insegurança.(deu de ombros)


Ucker: Eu sei disso.(revirou os olhos)


Chris: Já pensou que você vai ter que correr atrás dela?(arqueou uma das soas sobrancelhas) Antes que ela resolva seguir sua vida sem você.


Ucker: Mais do que eu já to correndo?(arregalou os olhos)


Chris: “Orgulho da mamãe” ,você precisa provar que mudou.(deu de ombros)


Poncho: Christian para de colocando as coisas na cabeça do Ucker.(fuziou Christian com os olhos)


----


Dul: Anahi saia do banheiro agora.(ordenou)


Any: Não quero.(disse com a voz chorosa e abafada)


Dul: Temos aula , você está me atrasando.


Any: Vão sem mim, eu não tenho roupa.(choramingou)


May: Se você não tem ninguém mais aqui tem. Para de histeria e sai logo dai.(disse séria)


Any: Não.( disse em meio aos soluços)


May: Olha aqui Anahi, se você não sair em dois minutos eu vou arrebentar essa porta.(advertiu)


Em resposta só se ouviu os soluços da loira, que parecia não estar em seus melhores dias.


Dul: Ela tomou o remédio?(indagou em um sussurro)


May: Tomou.(disse enquanto calçava suas pantufas de pandinha) Anahi abra a porcaria dessa porta ou vou chamar o Poncho pra te tirar daí.


Any: Pode chamar, quero minhas roupas de volta, quero meu corpo de volta.(disse com a voz falha devido ao choro)


May: Pode usar minhas roupas se quiser, são dois números maiores que as suas mesmo.(deu de ombros)


Any: Nunca.(se limitou a dizer)


May: Ta bom então.(caminhou até ao seu guarda roupa e em uma bolsinha rosa pegou um grampo de cabelo)


Dul: O que você vai fazer?(franziu o cenho)


May: Anahi está muito enganada se acha que é mais esperta que eu.(se agachou e encaixou o grampo na fechadura da porta) Ela vai ter que sair de lá querendo ou não.


E em um click a porta destravou, Maite sustentou um sorriso vitorioso adentrando o banheiro, enquanto Dulce ouvira duas batidas consecutivas na porta.


---: Olá! Dulce?(indagou o rapaz que já era familiar para a ruiva, o rapaz das flores)


Se bem que Christopher parecia ter se adiantado esse mês, ainda não tinha dado um intervalo de um mês desde o ultima aparição desse rapaz com as flores.


Dul: Eu mesmo.(sorriu carismática)


Any: Maite me deixe.(berrou saindo do banheiro)


May: Anahi roupa você compra outra.(disse levando as duas mãos a cintura e indo atrás da loira)


Any: E o que eu vou vestir hoje, hein?(afundou sua cabeça no travesseiro)


---: Está tudo bem?(o rapaz das flores indagou constrangido)


Dul: Mal humor matinal.(argumentou envergonhada, enquanto esperava a entrega do buquê de flores rosas)


---: Bom, aqui estão as flores que me pediram para te entregar.(afofou o buque nos braços da ruiva) Até.(se virou e saiu pelos corredores da faculdade)


May: Christopher sempre romântico.(comentou se sentando na cama)


Any: Dulce essas não são as flores que o Christopher te manda.(se levantou em um pulo enxugando as lágrimas e analisando o buquê) Não são mesmo.(negou com a cabeça)


Dul: Ele deve ter resolvido mudar.(deu de ombros)


Any: Ele não iria mudar a quantidade de flores, parece que tem menos .(levou uma mão ao queixo) Não tem cartão?


Anahi estava paranoica, não tinha nada de diferente no buquê, Christopher só havia pedido para alterar a cor das flores. Que mal a nisso? O buquê ainda estava maravilhoso.


Dul: Tem sim.(capturou o cartão azul marinho que se encontrava entre as flores)


Any: Christopher usa cartão vermelho.(arqueou uma das sobrancelhas)


Dulce franziu o cenho e abriu o cartão que e olhou boquiaberta para as amigas.


May: O que foi Dulce?(indagou preocupada)


Dul: Foi o Rodrigo que mandou o buquê.(disse por fim)


Any: Sabia que não era o Christopher.(sustentava um sorriso satisfeito nos lábios)


 


Olá Dulce!


Cheguei de viagem ontem a noite e pensei poderíamos sair para tomar um café hoje a tarde.


Aguardo resposta.


Rodrigo


Abraço


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


Gente lindaaa, vou dar um coque em vocês , sério mesmo kkkk


Vamos lá! Eu não me importo nenhum um pouquinho que repostem essa web em outro site ou que adaptem ela pra outro trauma, não me importo de verdade. Eu autorizo todoooos ,sem nenhuma exceção, mas não custa nada me avisarem que vão resposta-la em algum lugar ,mesmo que me deem os créditos eu queria ser avisada que estão a repostando. É só mandar uma mensagem avisando que está postando ela em algum lugar e por favor não alterem nada da web ao não ser os personagens e os erros de português. Bom gente é isso, é que eu vi essa web em um site e levei um susto, a pessoa colocou os créditos porém não me avisou e mudou algumas coisinhas.Espero que me entendam.


 


Comentem


Capítulo dedicado à millamorais_


millamorais_: Foi fofo, néh?! :)


Beijo


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): robertaa

Este autor(a) escreve mais 5 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

Any: Não gosto quando mente para o Christopher.(admitiu enquanto adentrava o shopping) Dul: Não estou mentindo.(disse certa) Eu realmente vim ao shopping com você. Any: Não veio por causa de mim, veio por causa do Rodrigo.(fuzilou a amiga com os olhos) Dul: Claro que eu vim por causa de você.(disse analisando a vitrine de uma loja para cri ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 7401



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • Magda Postado em 27/03/2019 - 22:42:45

    oii! Queria só divulgar minha fic, caso alguém se interesse. Obrigada! https://fanfics.com.br/fanfic/58951/100-razoes-pra-amar-voce-vondy-ponny-rebelde -drama-sobrenatural-familia

  • raylane06 Postado em 21/02/2019 - 11:26:47

    Anne histérica e um máximo..

  • raylane06 Postado em 09/02/2019 - 18:11:30

    Continua..

  • leninha123 Postado em 31/10/2018 - 02:00:30

    posta mais!!!!!

  • Love_S2_Eternity Postado em 09/08/2018 - 19:42:38

    leitora nova to amando continua

  • raylane06 Postado em 07/08/2018 - 22:19:16

    Victor tinha que chegar e estragar o momento..

  • anacaroline98 Postado em 02/04/2018 - 15:40:48

    Continuaaaa

  • vondy.portinon Postado em 03/02/2018 - 17:49:48

    Aaaaaaai me seguraaaa. Não tinha reparado que você tinha voltado a escrever. Ai q tudo. Continuaaaa e volta logooo

  • raylane06 Postado em 17/01/2018 - 20:15:09

    Continua...

  • fabiane Postado em 16/01/2018 - 01:37:58

    Socorro continuaaa



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

Não conseguimos todo o dinheiro necessário para pagar o DataCenter.


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...