Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: I Won't Let You Go (AyA) | Tema: AyA, Ponny, Rebelde, Anahi e Alfonso, Hot, Amor


Capítulo: Capítulo 361

1453 visualizações Denunciar


Capítulo 361

 

Meu aniversário de 40 anos começou comigo pulando cedo da cama. Quando Poncho acordou para me fazer um café da manhã de aniversário eu já estava na pia do banheiro procurando cabelos brancos. Poncho só conseguia rir que não parava mais. Não é que eu não goste de fazer aniversário, pelo contrário, me orgulho de cada ano vivido, mas você também precisa admitir que QUARENTA ANOS para mim, pesam um pouco. É como olhar para as marcas de expressão e para os futuros cabelos brancos e ver que a minha vida passou por seus altos e baixos e agora eu estou seguindo meu caminho de forma calma e segura. Madura! Sempre me falavam dessa tal maturidade, mas hoje vendo meus filhos crescendo e eu envelhecendo, descobri que ela realmente existe, e é muito boa. Ela aparece para modificar sua visão sobre a vida, para te ensinar a dar valor ao que realmente importa, a ter malícia, saber extrair um lado bom de cada coisa ruim. É saber viver. Mesmo assustada, apavorada e curiosa, enfrentei essas primeiras horas de 40 anos. Maite já me mandou mensagem com links para comprar bengala e dentadura na internet e logo na sequencia uma montagem minha com cabelos brancos e verruga. 

 

Anahi: Eu odeio ela, já disse isso? - Poncho ri

 

Poncho: Eu sei o quanto odeia. - sorrio - Não liga para isso, você está mais gostosa que nunca. - ele me beija 

 

Anahi: Estou é?

 

Poncho: Melhor que qualque uma de 20. - eu lhe abraço 

 

Anahi: Mesmo não estando nada feliz com essa nova idade, eu estou curiosa para saber o que vem por ai.

 

Poncho: Vem muita coisa por ai e vamos viver tudo isso juntos. Dois quarentões apaixonados.

 

Anahi: É nessa fase que nossos filhos nos chama de cafonas e o nosso vocabulário começa a ser ultrapassado? - ele ri

 

Poncho: Exatamente! Seja bem vinda. - rimos - Feliz aniversário, meu amor.

 

Maite e Neni resolveram organizar juntas uma festona para comemorar meus 40 anos. Maite disse para eu não me preocupar com nada que essa festa ela arrumava com prazer e pela satisfação que ela disse isso eu tenho absoluta certeza que vem merda a caminho. 

 


A festa foi em um salão enorme. Estava lotado de amigos e familiares, amigos que a seculos eu não via, inclusive. Eu estava belíssima! Um vestido longo e decotado vermelho. Maite passou video meu no telão como momentos engraçados, eu quis matar ela! Afinal, ela e Poncho são os loucos da câmera, vivem filmando tudo todo o tempo e eu sempre sou o alvo dele, então o tanto de mico meu que eles tem registrado não dá nem para escrever.

 

Maite: Eu queria aproveitar o momento para dizer umas palavrinhas. - ela chama Poncho com as mãos e ele sobe ao palco - Há muitos anos atrás Anahi entrou em nossas vidas se fazendo um presente. E vocês não imaginam o quanto ela se faz presente. - ela sorri - O bom de aniversário é poder lembrar aqueles que amamos o quanto eles são importantes em nossas vidas e a Anahi é, em nossas vidas, um pilar. Ela se faz presente em meio aos meus melhores sorrisos e todas as minhas lágrimas, ela é o abraço que me consola e aquela que não apenas diz "vai ficar tudo bem", aquela que levanta comigo e me ajuda a fazer ficar. Ela me dá a mão em qualquer desafio que eu enfrente e faz qualquer coisa para me ver feliz e realizando meus sonhos. Você sabe que é minha melhor amiga, minha irmã e eu nunca vou esquecer tudo que você já fez e faz para me ver feliz. - ela começa a chorar no palco e eu na platéia, a ouvindo - Quero que saiba que a minha vida é muito mais especial, porque você existe nela e que dividir todos esses anos de amizade e convivência com você é um presente que a vida me deu. Espero que possamos estar sempre assim como somos, unidas, mãos dadas e uma pela outra. Te amo! - eu seco minhas lágrimas e digo que a amo também, ela entende pela leitura labial e me manda um beijo

 

Poncho pega o microfone de suas mãos, Maite desce do palco e me abraça, quando Poncho começa a falar.

 

Poncho: Como a Maite disse, ela chegou como um presente nas nossas vidas há muitos anos atrás e quando ela apareceu na minha vida eu não imaginava que fosse capaz de amar tanto alguém assim. Não pensava que fosse capaz te viver tudo o que eu vivi ao lado dela. Com o passar dos anos eu descobri que não existe jeito certo ou errado de amar você, eu simplesmente te amo de todas as formas e maneiras possíveis e impossíveis, porque nosso amor ele é algo além do que as pessoas dizem ou do que olhos vêem, ele vem de dentro, do lugar mais verdadeiro das nossas almas e dos nossos corações e se escancara na forma como nos olhamos, em nossos sorrisos ou toques. Nosso amor ele não é sempre calmo e perfeito, ele é amizade, briga, ele é intensidade e entendimento, ele é juntos ou separados, amigos, com raiva, ou aos beijos, verdadeiro em sua essência, por não dá para se ocultar o sentir, não dá para atuar com o coração, não dá para mentir para um olhar. O que você é para mim, nenhuma pessoa nunca conseguiu, nem conseguirá ser. Você me tem por completo e eu te amo em seus melhores e piores dias, mesmo quando sua teimosia fala mais alto e meu orgulho me cega, eu te amo em dias de verão ou de inverno, de janeiro à janeiro por todas as vidas que virão. Você é o melhor de mim e me salva todos os dias com a reciprocidade do seu carinho. Você é meu ponto de partida e de chegada, meu porto seguro. Eu sou completamente apaixonado por você e essa é a maior verdade que eu tenho dentro de mim. - eu choro tanto abraçada a Maite, mais tanto que ela apenas faz carinho em meu braço sem saber o que dizer - E hoje estamos aqui, para comemorar a vida dela, todos vocês aqui presentes, nossos amigos, pessoas que amam a Any e que conhecem nossa história, obrigado por estarem. Obrigada por compartilharem desse momento. Tenho certeza que assim como comigo e com Maite, Anahi tem sua forma ímpar de se fazer presente no coração de cada um aqui. - ele volta a me olhar - Seu sorriso ilumina meu mundo inteiro, eu amo você. - eu saio correndo e subo no palco, o puxando para um beijo super apaixonado e envolvente. Ele me abraça e seca minhas lágrimas sorrindo, repetindo "te amo", enquanto eu choro emocionada em seu ombro


 

Compartilhe este capítulo:

Autor(a): jadepegas

Este autor(a) escreve mais 2 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

Capítulo 362   Depois que eu retoquei a maquiagem e voltei para festa eu estava tão emocionada por tudo que eles me disseram que eu quase, repito quase, esqueci do vídeo que a Maite mostrou. No fim da festa Poncho some, procuro ele por todos os cantos possíveis, mas nada.    Anahi: Maite, viu o Poncho?   Maite: Anahi, eu ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 2088



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • pahfranco Postado em 26/09/2019 - 13:47:30

    Meu Deus!! Que história linda!!! Estou em 2019 lendo uma história escrita em 2016 e mesmo por tudo q aconteceu e acontece na vida deles sigo acreditando! Traumada uma vez, traumada sempre. Los A's ❤️

  • ari.grega Postado em 18/07/2018 - 15:11:03

    Leitoraisa Nova... Meu Deus! ! Que história eh essa... Santo Cristo. .. Poncho é muito perfeito.... Estou na segunda parte no capítulo 110, a raiva de fato me consome com AyA..... Com Alfonso a bem da verdade....A última postagem foi em 2016,, lá se vão 2 anos e eu ainda não tinha lido essa web... oh Senhor, antes tarde do que nunca... ela nos prende de uma forma que só por deus viu.... Vou continuar lendo até o final e espero não pirar com AyA nesse meio da história deles....kkkkk...Parabéns para a autora...

  • Ana_clara Postado em 25/05/2016 - 15:27:32

    Que fic maravilhosa ,não sei o que falar .. .feita com muito amor com toda a paciência do mundo ! Nos proporcionou o que nós ,traumadas , queríamos lê ou acontecesse . Nos proporcionou :alegria ,tristeza ,lágrimas -e muitas - raiva, ódio, e principalmente amor, muito amo ... Me deixou mais traumada -que seria impossível ;que é possível ! Melhor fic ... Melhor muitos lágrimas ...Eu simplesmente amo ,absurdamente ,essa Web <3

  • Valéria_Traumadinha Postado em 20/02/2016 - 03:46:39

    QUE FANFIC FODA PRA CARALHOOOOOO!!!!

  • Gaby Postado em 12/02/2016 - 17:54:20

    Melhor fanfic, pra sempre! Eu chorei desde o começo em inúmeros momentos, e agora, com esse fim, chorei mil vezes. Continuei te acompanhando, Jade! Hahaha você tem um talento gigante! Parabéns, por não desistir, e por fazer da I Won't Let You Go a nossa Fanfic. Obrigada mesmo, e parabéns por essa magnifica história!

  • dudalandim Postado em 11/02/2016 - 00:00:16

    Estou tal emocionada, que não sei oq escrever. Menina tu tem un talento extraordinário, tenho orgulho de dizer que passei esses anos te acompanhando em cada capítulo mesmo eu não comentando. Parabéns, essa foi a primeira fic que eu li, ela sempre terá um lugar especial no meu coração. (sim, estou chorando)

  • franmarmentini♥ Postado em 10/02/2016 - 19:44:52

    Muito linda essa história....amei ler ela...

  • franmarmentini♥ Postado em 10/02/2016 - 17:38:49

    Que lindo o nascimento da Giovanna :) chorrei

  • franmarmentini♥ Postado em 09/02/2016 - 23:09:56

    Colocando.leitura em dia...

  • Isa Pereira Postado em 09/02/2016 - 15:17:13

    Me coloca no grupo please, meu número é 11 95947-5966



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...