Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro

Fanfic: Fuego (Vondy) [1ª/2ª temporada]


Capítulo: Capítulo 364

1837 visualizações Denunciar


Christopher saiu de casa antes de Dulce e dirigiu o mais rápido e mais atento que pôde. Chegando na empresa, passou correndo pela secretaria e entrou no escritório para se arrumar para a reunião. Pegou uma pasta, umas folhas que estavam numa gaveta e foi para a sala de reuniões. Jack já havia ligado um pouco antes para dizer que já o esperavam.


Dulce chegou ao escritório levemente enjoada. Tentava não se concentrar no enjôo, pois sabia que não agüentaria. Encontrou Maite mostrando alguns papéis ao seu ajudante, em frente aos escritórios.
[Maite] Dulce! Que saudade! (disse deixando os papéis nas mãos de seu ajudante, que educadamente saiu, e foi em direção à amiga).
[Dulce] (abraçando-a) Que saudade mesmo, Mai! Como está?
[Maite] Estou ótima e imagino que você também!
[Dulce] (riu) Nem me fale! Me sinto mais renovada.
[Maite] Por que será. (brincou). E a barriga? O Christopher já sabe, não?
[Dulce] Já, claro. E posso afirmar que sou a mulher mais feliz do mundo! (suspirou) Ai, vamos ao meu escritório. Quero lhe contar tudo.
[Maite] Ta, vamos! (disse animada).
Elas entraram no escritório e se acomodaram, antes de Dulce começar a falar.
[Maite] E o que ele achou da gravidez?
[Dulce] Ele amou! Fica o tempo inteiro me paparicando, me beijando, beijando a minha barriga... Está como quando engravidei da Lalau. E está me tratando como se eu fosse de porcelana. ‘Dulce, não faz isso! Dulce, não faz aquilo!’
Maite riu.
[Maite] Ele é muito preocupado.
[Dulce] Muito! (passou as mãos pelo cabelo) E Christan como está?
[Maite] Oh, o mesmo palhaço de sempre. Quando chega em casa, fica o tempo inteiro brincando com Lipe e fazendo-o rir. 
[Dulce] Adoro esse jeitão dele. 
[Maite] (suspirou apaixonada). Sim, ele é único.
Dulce riu. 
[Dulce] E Any, como está?
[Maite] Está ótima. Saímos umas três vezes durante essa semana. Ela está com quase dois meses e meio de gravidez já.
[Dulce] A barriga logo vai começar a aparecer.
[Maite] Ela disse que aumentou uns centímetros já.
[Dulce] Ai, não vejo a hora que minha barriga comece a crescer, crescer... 
[Maite] É tudo e Any. Nem parece aquela mesma mulher que estava em duvida se queria essa gravidez ou não. Está toda entusiasmada e me disse que Poncho também está, além de estar mais apaixonado.
[Dulce] (sorrindo) Estou feliz por eles, sabia? O Poncho sempre teve vontade de ter um filho.
[Maite] É verdade, mas Any quer uma menina, para encher de laços, babados e tudo mais. (elas riram).
[Dulce] E Poncho quer um menino, não? (Maite assentiu). Ele sempre disse que iria jogar muito futebol com o filho, lembra?
[Maite] É claro que me lembro.
As duas continuaram a conversar sobre o passado e sobre a viagem. 
Após conversar com Maite, Dulce entregou a ela os esboços que fizera em casa, desenhou mais alguns e continuou a sentir os enjôos, o que a forçou ir ao banheiro. Isso era o que ela mais odiava da gravidez.
Deitada no sofá, ficou pensando enquanto esperava o enjôo passar. Estava entediada e só queria falar com Christopher. Não, mas não iria atrapalhá-lo. Estava trabalhando e agora não tinha tempo para ela, pensou chateada.
Dulce ficou perdida em pensamentos e apenas acordou quando ouviu seu celular tocando. Levantou-se, pegou o aparelho e sorriu ao ver que era Christopher. O atendeu com um sorriso enorme nos lábios.
[Dulce] Oi Bebê!
[Christopher] Oi pequena! (disse carinhoso) Como você ta?
[Dulce] To um pouquinho enjoada, mas daqui a pouco melhoro. 
Não havia pensado nisso há um tempo já?
[Christopher] Tem certeza? (Dulce disse que ‘sim’) Você não quer vir aqui? Não estou fazendo nada de importante.
[Dulce] Tem certeza? Não quero te atrapalhar, amor.
[Christopher] Pequena, você não atrapalha. Muito pelo contrário! (Dulce sorriu do outro lado da linha) Vem pra cá.
[Dulce] Ta bom, eu vou! Mas se eu estiver atrapalhando alguma coisa, me avisa, ouviu?
[Christopher] Ta bom. To te esperando, ouviu?
[Dulce] Ta, já estou indo.
[Christopher] Te amo! 
[Dulce] Também te amo! Beijo!
[Christopher] Um beijo, minha linda.
E desligaram.
Dulce pegou sua bolsa, colocou algumas coisas dentro dela e saiu do escritório, avisando Maite que iria ao de Christopher. Enquanto ia em direção ao elevador, ouviu a amiga dizer: “Acho que agora ninguém consegue desgrudar vocês!”. Com certeza, pensou. Ninguém conseguirá separa-los... Nunca mais! 
Durante o caminho, Dulce ouvia rádio e cantarolava quando seu celular começou a tocar. O pegou no banco e após olhar no visor, atendeu.
[Dulce] Fala bebê!
[Christopher] Pequena, ocorreu um imprevisto. O Jack teve que marcar uma reunião agora...
[Dulce] Oh! (disse frustrada) Tudo bem.
[Christopher] Sinto muito, meu amor. (disse ao perceber a frustração da esposa). 
Pelo tom de voz dele, Dulce percebeu que também estava chateado. Uma tentativa de sorriso brotou em seus lábios, mas sem sucesso, o que a fez agradecer Christopher não estar junto para ver como a frustrara essa noticia.
[Dulce] Ta tudo bem, bebê.
[Christopher] Onde você está? Já saiu do escritório? Se já, eu falo com Jack e...
[Dulce] Não, não, amor. Ainda não saí daqui. (mentiu para tranqüilizá-lo).
Sabia que se dissesse a verdade, ele falaria com Jack por não querer que ela perdesse tempo em indo até lá e ter que voltar.
[Christopher] Ah que bom, meu amor. (suspirou). O que você vai fazer agora? Voltar a trabalhar?
[Dulce] Acho que não. (consultou o relógio de pulso rapidamente para não se distrair do trânsito). Acho que vou convidar a Any e a Mai para irem ao shopping comigo.
[Christopher] (sorriu) Para fazerem compras?
[Dulce] É claro. (sorriu ao ouvi-lo rir). E também vou passar na loja para ver como anda tudo.
[Christopher] Você não quer o meu cartão?
[Dulce] (pensativa) Não é uma péssima idéia, Sr. Uckermann. (brincou).
[Christopher] (sorrindo) Ok, Sra. Uckermann. Pegue elas e venha pra cá. Me ligue quando estiver chegando que peço a Jack para lhe entregar, está bem?
[Dulce] Está ótimo!
[Christopher] Te amo, meu amor.
[Dulce] Eu também te amo. Um beijo...
[Christopher] Outro. 


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): dulyuckerforervondy

Este autor(a) escreve mais 2 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)



Loading...

Autor(a) ainda não publicou o próximo capítulo



Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 6667



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • Una Vondy Loca Postado em 09/10/2016 - 01:07:03

    Continuuaaa

  • anny_freitas Postado em 22/09/2016 - 15:47:48

    continuaa

  • Postado em 07/09/2016 - 21:03:38

    continuaaa

  • anacarla Postado em 03/09/2016 - 12:41:47

    Quero a suas salsicha kkkk morri de rir com essa. Continuaaaaa!!!

  • anacarla Postado em 03/09/2016 - 12:32:47

    Quero a suas salsicha kkkk morri de rir com essa. Continuaaaaa

  • anacarla Postado em 31/08/2016 - 15:09:51

    continuaaa esses dois sao puro fogo!!!

  • anacarla Postado em 23/08/2016 - 20:17:00

    continuaaaa

  • Postado em 22/08/2016 - 21:06:01

    maldade parar logo agora ein? Continuaaa to amando!

  • cmsvondy Postado em 22/08/2016 - 10:43:00

    Ahhh amo essa fic !!!!!!

  • dulcemariaeclp Postado em 20/08/2016 - 20:26:56

    Olá, Amores! Gosta de Vondy? Então tenho um fanfic para você. Se puder conferir eu agradeço muito. Obrigada desde já. https://fanfics.com.br/fanfic/54739/alguns-anos-depois-vondy



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

Não conseguimos todo o dinheiro necessário para pagar o DataCenter.


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...