Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro

Fanfic: Reino dos Contos Hots *AyA*Ponny* | Tema: Ponny,AyA


Capítulo: Comi a Bundinha da Minha Mulher - Parte 2

1464 visualizações Denunciar


Poncho se posicionou atrás de mim e tascou a beijar minha bundinha e passou a massagear aquela parte mais escura com seu dedo indicador. De repente passou a introduzi-lo em mim, bem devagarinho, ao mesmo tempo que ia lambendo minha coluna e descia em direção a bunda.


Eu estava gostando, embora temendo pelo que ainda teria de encarar. O dedo entrou mais, uns três centímetros, e ele iniciou movimentos giratórios, amaciando minha musculatura.


Aquilo durou alguns instantes até que ele ficou na posição de ataque. Senti aquela carne do seu pau encostar no meu orifício, já pedindo passagem.


- Bota, meu amor, bota a cabeçinha do teu pau pra dentro. Vê se tá quentinho como você gosta? - disse a ele.


O pau do Poncho estava como uma flecha. Ele passou a forçar a entrada. Agarrei forte no lençol porque eu imaginava que a dor viesse em seguida. Ele empurrou mais forte. Meu puxou pela cintura com vigor.


- Gostosa, gostosa. - ele repetia.


E foi empurrando, entrou só a cabeça neste primeiro momento. Mas entrou. E ele estava gostando.


- Nossa, que maravilha. - dizia meu marido.


Eu finalmente estava dando a bunda pro meu marido. Só aquilo já justificaria o que ele tanto queria. O Alfonso estava comendo minha bunda. E eu estava também feliz porque estava realizando meu primeiro anal.


Até aquela hora a dor era mínima. Ele colocou uns quatro ou cinco centímetros para dentro e parou. Foi exatamente a cabeça que entrou, parando naquela parte mais grossa, onde começa o pau propriamente dito.


Eu estava parada. Ele fazia movimentos bem leves, mínimos. E gemia. Gemia muito. Vi meu marido feliz. E então ele se agarrou novamente na minha bunda e disse:


- Vou comer tua bunda, vou botar pra dentro e vou me acabar todo.


E passou a empurrar. A cabeça invadia meu ânus, o pau deslizava para dentro, carne com carne, até que ele parou. Acho que foram mais uns seis ou sete centímetros do seu pau que levei. Ali passei a sentir dor, com prazer, mas dor.


Ousei dar uma reboladinha, ele gemeu. Joguei um pouquinho meu corpo para frente, quase deixando escapar o membro, e voltei engolindo-o novamente.


Foi um delírio para Alfonso. Passei a repetir o movimento. Com mais ritmo, com mais força, com freqüência.


- Nossa. - ele suspirou. - Que coisa mais boa isso. - disse.


Eu provocava.


- Ué, você queria minha bundinha, então agora aguenta, bota pra dentro, faz anal comigo como tu sempre quis, me come toda, me come de quatro, traça tua mulherzinha e depois diz pra todo mundo que tu me enrabou, vai.


Alfonso estava delirando. Me deu uns tapinhas, apertou minha bunda, me elogiou.


- Você é muito gostosa, você é boa pra caralho, isso aqui tá demais, eu quero te comer e me acabar aqui dentro, vou te encher de esperma.


Gostei de ouvir aquelas sacanagens.


- Então mete, mete e te acaba todo na minha bundinha. Deixa tua porra aqui dentro, vai, deixa teu esperma.


Putz! Poncho ficou maluco. Intensificou o ritmo, fez um vai-e-vem já enfiando boa parte do seu pau na minha bundinha, me agararou com força.


Não dava pra entrar mais, já devia ter uns 15cm de pau dentro de mim e eu estava no limite.


- Para aqui Poncho, não bota mais, assim já ta bom.


Ele aceitou. Intensificou o vai-e-vem, ritmou os movimentos, às vezes quase saindo de dentro, deixando a ponta da cabecinha na minha portinha e entrando novamente.


Aquilo durou uns cinco minutinhos. Senti que ele já ia gozar. Acelerei minhas provocações.


- Goza, goza Poncho, crava teu pau e goza tudinho bem no fundo, vai?


E ele fez. Me deu uma trancada forte, cravou o pau até onde eu conseguia aceitar, e gozou. Tive a impressão de sentir o pau dele pulsando e soltando os jatos com enorme força. 


Era uma estocada atrás da outra e quando ele me puxava parece que esporrava grandes quantidades de esperma.


- GOSTOSA, GOSTOSA, TOMAAAAAAA, Toma meu esperma. - ele disse, quase desabafando. - To me acabando todo na tua bunda, safada, gostosa. - ele repetia.


E me encheu com seu leite. Parou, seu pau foi amolecendo e eu ainda dava umas reboladinhas, ele tirou de dentro, se jogou do meu lado.


Eu tinha as pernas bambas, meu cuzinho estava dolorido, a porra escorria, e eu cansada e feliz.


- E o que se diz agora, Poncho? - perguntei sorrindo satisfeita.


- Eu amo você, Anny. - disse ele, me beijando carinhosamente.


E hoje o sexo anal está nosso cardápio, com tudo muito mais tranquilo e natural.


 


 


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Mila Puente Herrera ®

Este autor(a) escreve mais 101 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

Vou começar me apresentando, meu nome é Anahí, sou morena cabelos longos, 1,55 de altura 47 kg. Residia em Campo Grande, morava junto a uma amiga e meus pais moravam em uma outra cidade próxima e como morei lá por muitos anos tinha vários amigos. Em um desses fins de semana que fui até a casa de meus pais eu recebi um convit ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 82



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • clara_herrera Postado em 14/11/2015 - 12:42:15

    Ui , que hot ! Devo concorda com a Mikaella : Hot com irmão é mais , digamos ... não sei com descrever ! ^_^=/ Gostei do primeiro foi bem legal , e toda ás vezes que eles são parentes são os melhores .

  • Mikaella Borges Postado em 13/11/2015 - 23:47:19

    Eu? Ñ sou perva ñ, eu só disse (EEREEHHHH IRMÃOS) isso significa q eu acho fofo o fogo.. ops o amor deles Amei essa cena de IRMÃOS. foi tão romântica, pra ñ dizer outra coisa kkkkkkk

  • Mikaella Borges Postado em 11/11/2015 - 17:35:19

    EEEEEHHHHH IRMÃOS

  • clara_herrera Postado em 11/11/2015 - 13:50:25

    Nossa que lindo , além do hot , a história super perfeita , ainda bem que eles não eram irmão de sangue , já que iam se separar ! Mesmo assim fugiram de casa , e tiveram gêmeos já até imagino um de olhos verde e o outro azul . Eu simplesmente amei a história . ! Posta mais , linda !

  • Mikaella Borges Postado em 07/11/2015 - 00:22:00

    JA DISSE Q AMO AS DOS IRMÃOS ? AIII EU QUERIA TER UM IRMÃO FEITO ALFONSO HERRERA , NOSSSA EU SERIA TÃO FELIZ

  • clara_herrera Postado em 05/11/2015 - 18:14:08

    Nossa , quanto fogo . Posta mais, linda . Eu tó gostando muito,muito mesmo , desse contos que você posta ! Sempre com um-gostinho-de-quero-mais . !

  • biia_portilla_herrera Postado em 05/11/2015 - 17:53:21

    Mila vc já postou os 2 últimos contos...posta mais hj

  • Lisa_Cross Postado em 04/11/2015 - 18:23:04

    EU SENTI UMA DOR QUANDO EU VI QUE NÃO TINHA ''PRÓXIMO CAPÍTULO" ME DOEU O CORAÇÃO! AGORA POSTA! POSTA QUE EU PRECISO LER :(

  • marcellarbd Postado em 04/11/2015 - 18:11:36

    Aêêêêê!!!Apareceu a margarida ops a mila vc voltou e voltou com tudo hein sei como é ficar sem tempo mas relaxa é só não abandonar viu kkk

  • clara_herrera Postado em 04/11/2015 - 17:00:35

    Mila , seus contos são alucinantes ! Eu sempre li porém resovir vim posta só a gora ,fato : Tomei vergonha na cara , kkk . Nossa , eu tó mando os contos . Posta mais , fairy !



AVISO

BAIXE O APP PARA ANDROID - https://fanfics.com.br/download/FanficsBrasil.apk

 

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

Não conseguimos todo o dinheiro necessário para pagar o DataCenter.


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...