Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro

Fanfic: Volvere Junto a Ti | Tema: Portiñon


Capítulo: Capitulo 164

1024 visualizações Denunciar


O dia amanheceu, todos estavam na mesa, Anahi foi a última a chegar dando bom dia e se juntou a eles, ela e Dulce se olharam rápido. Dulce não manteve seu olhar no dela e evitou fazer isso o café da manhã todo, não queria que Luciano desconfiasse de nada e nem que Anahi achasse que as coisas iam ser tão simples assim. Depois do café da manhã Daniel chamou Dulce para conversar no escritório. Estavam sentados no pequeno sofá que havia ali, Dulce olhava pra mesa se lembrando do que aconteceu ali na noite passada, seu coração disparava com esses pensamentos e aquela vontade de fazer tudo de novo não passava.


Dulce: E então papai, o que o senhor quer conversar?


Daniel: Bom filha, desde que chegou não tivemos a oportunidade de ficar a sós, com o casamento, a festa e por ficar aqui poucos dias todo mundo ficou por perto pra matar a saudade. 


Dulce: Verdade, foi tudo muito corrido. Queria poder ficar mais.


Daniel: E porque não fica?


Dulce: Não posso papai, tenho que trabalhar. Hoje é segunda e já to perdendo um dia.


Daniel: Nas próximas férias venha pra cá.


Dulce: Venho sim. (sorriu)


Daniel: Mas não queria falar só disso.


Dulce: Do que mais?


Daniel: Filha, você ta certa desse casamento com o Luciano?


Dulce: Como assim papai?


Daniel: Ele é um bom homem, gostei muito dele. Mas percebi os olhares trocados entre você e a Any, ainda gosta dela?


Dulce ficou muda, até seu pai percebeu.


Daniel: Pode responder filha, não vou te julgar nem nada.


Dulce: Como o senhor percebeu isso? 


Daniel: Porque eu te conheço e já passei tempo o suficiente convivendo com Any pra conhece-la também. 


Dulce: Não é nada demais papai, isso são coisas do passado.


Daniel: Não respondeu minha pergunta.


Dulce: Papai ..


Ela deu um suspiro longo.


Dulce: Não quero ficar mexendo nessa ferida.


Daniel: Se dói é porque ainda sente algo.


Dulce: Hoje to indo embora e tudo vai passar.


Daniel: E ela ta disposta a deixar passar? 


Dulce: Vamos ver se o que ela diz é mesmo verdade, se ela senti tudo o que diz sentir.


Daniel: Filha Any te ama.


Dulce: Ama? Da onde tirou isso papai?


Daniel: Ela me disse. E antes mesmo dela me dizer eu já sabia, desde que você foi embora ela namorou, mas não tava feliz de verdade, não se entregava de verdade as suas relações, e quando os caras queriam algo mais concreto e falavam de casamento ela terminava. Vivia perguntando por você, não havia um único dia sequer que ela não falava de você e não me perguntava como você estava. Seu olhar era cheio de saudade e tristeza quando falava de você, porque estava com muita saudade mas nem se falar se falavam mais. Ela abriu o coração pra mim, e acredite, ela ainda sofre pela sua ida.


Dulce não podia negar o quanto isso mexia com ela.


Dulce: E o que mais?


Daniel: Falava sempre de ir lá ver você. Mas tinha medo, medo de não recebe-la, medo do que ia ver, porque aparentava que você estava muito feliz com sua vida lá e com Luciano.


Dulce: E se ela pensava dessa forma, que eu estava feliz com minha vida lá, porque agora ela faz essas coisas? Fica atrás de mim.


Daniel: Porque ela te viu, vocês se encontraram novamente e ela sentiu em você que talvez não tenha mudado o que sentia por ela. É fácil fingir e disfarçar estando longe e sem contato, mas cara a cara não da pra enganar o coração.


Dulce: O senhor fala como se eu ainda a amasse.


Daniel: E to mentindo?


Dulce: E se sabia de tudo isso que ela dizia sentir, porque não me disse nada?


Daniel: Porque você convenceu até a mim que tinha a esquecido. Mas agora com você perto dela, não da pra negar Dul.


Dulce se levantou passando as mãos nos cabelos.


Dulce: Papai porque o senhor ta falando essas coisas pra mim? Ela que pediu? Eu to noiva, o senhor esqueceu?


Ele se levantou e foi até ela.


Daniel: Só quero que pense bem, não quero que minha filha viva uma vida desejando outra, que viva uma vida de mentira, um casamento que não é tão real quanto parece.


Dulce: Mas eu gosto do Luciano, ele me faz bem, cuida de mim.


Daniel: E você? Cuida dele? Ta disposta a cuidar pra sempre? Não vai perder a paciência e enjoar? Até amando alguém de verdade requer paciência e compreensão pra tudo dar certo, as vezes até amando é complicado Dul, e não amando a pessoa então? A paciência é bem menor. As vezes acontece tantas coisas difíceis e complicadas no relacionamento, e sabe o que faz dar certo? O que faz durar? É o amor, mesmo quando você ta cansado ele te faz lutar e tudo fica bem. Só que você tem que ver se sente esse amor pelo Luciano. Você não merece um casamento vazio e nem ele, pense nele também.


Dulce: Mas eu to pensando.


Daniel: Tem que pensar muito mais além. Sei que não quer machucá-lo de forma alguma, mas pode machucá-lo muito mais lá na frente por falta de amor. Não é justo pra uma pessoa, ter alguém ao seu lado só por pena.


Dulce: Não é só pena, eu gosto dele.


Daniel: Pra passar a vida toda com uma pessoa a gente tem que amar, e não gostar Dulce. 


Dulce: O senhor quer que eu termine tudo com ele pra ficar com a Any? 


Daniel: Não é isso. Só não quero que se afogue em um compromisso pra fugir de algo. Mas se o ama vá em frente, case. Quero que tenha segurança no que esta fazendo.


Daniel falava serenamente a olhando nos olhos. 


Dulce: Esse algo que o senhor diz é a Any né?


Daniel: Me diz você.


Dulce respirou fundo.


Dulce: Ta papai, eu ainda a amo, satisfeito?


Daniel: Aconteceu algo entre vocês? Seja sincera.


Dulce: Aconteceu.


Daniel: O que aconteceu entre vocês?


Dulce: Como assim o que?


Daniel: Qual o nível de profundidade.


Dulce: Papai?


Dulce disse o repreendendo e ele riu.


Daniel: O que?


Dulce: Ai o senhor já ta querendo saber demais.


Daniel: Já até posso imaginar.


Dulce: Olha foram só dois beijos ta?


Daniel: Uhum, sei.


Dulce riu envergonhada.


Dulce: Olha e já falei demais ta.


Daniel: E o que Any disse a você?


Dulce: Que sente minha falta, essas coisas.


Daniel: E acredita nas coisas que ela diz?


Dulce: Sim, acredito que sinta minha falta, mas sentir saudade dos velhos tempos é uma coisa, agora me amar é outra. E o senhor? Acredita nas coisas que ela diz?


Daniel: Eu não só ouvi as coisas que ela disse, eu vi Dul. Vi todos esses dias como ela tava sentindo sua falta.


Dulce: Sentir saudade todo mundo sente papai, querer estar junto é algo normal, mas não é só isso. Um relacionamento entre duas mulheres requer muita força de vontade, tem muitos obstáculos, o preço é alto. E você tem que amar muito pra pagar esse preço, será que ela quer mesmo isso?


Daniel: E o que seria esse preço alto?


Dulce: A família, os amigos, as pessoas, o preconceito. Eu tenho sorte que o senhor me aceita assim, mas e a mamãe? Acha que se eu ficasse com a Any ela ia gostar? Ia se revoltar, e a mãe da Any então? A família dela? Essa tradição e costumes todos que eles tem, quero nem pensar. Capaz de deserdar ela. E esse foi um dos grandes motivos dela não ter ficado comigo a 6 anos atrás. É disso que eu to falando, não é fácil assumir um relacionamento homossexual, e eu não vou ficar com ela escondido de ninguém. 


Daniel: Então ta considerando a hipótese de voltar pra ela?


Dulce: Não. Quer dizer .. a papai foram só suposições, o senhor já ta confundindo a minha cabeça.


Daniel: Desculpa, não quero fazer isso. Só quero que entenda que antes do seu casamento, ainda há tempo pra muita coisa, e depois dele, vai ficar cada vez mais tarde. Vai ser um passo muito grande Dul, confesso que fiquei surpreso quando recebi a noticia que estava noiva, eu gosto muito do Luciano, mas pense bem, não precisa de pressa pra se casar, enfim, aproveita esse reencontro com Any e coloca tudo na balança e pensa bem no passo que vai dar em sua vida.


Ele se aproximou dela segurando suas mãos.


Daniel: E mesmo que a história sua e da Any realmente fosse algo do passado para as duas e hoje não sentissem mais nada uma pela outra. Eu estaria te dando o mesmo conselho, porque casamento é algo muito sério, você tem que estar 100% entregue a tudo.


Dulce ficou pensativa e ele deu um beijo em sua testa com carinho. Depois os dois chegaram na sala, Maite, Angelique, Poncho e Sindy estavam lá.


Dulce: Ah vocês estão ai. (sorriu)


Maite: Já estamos com saudade.


Dulce foi até ela, se sentando no braço do sofá ao lado dela a abraçando.


Dulce: Ta perto das suas férias, e a Angel também, ai vão poder ir pra lá e ficar comigo.


Poncho: E você assim que tirar as suas venha pra cá.


Daniel: Acabei de dizer isso a ela.


Luciano foi para perto de Dulce, ficando em pé ao seu lado a abraçando. Anahi olhou a cena e o olhar das duas se encontraram, Dulce como sempre desviou o seu primeiro.


Luciano: Nós vamos sim, gostei muito daqui, quero poder conhecer mais.


Christian chegou lá.


Christian: Chegou quem faltava.


Todos riram e ele se juntou a eles.


Sindy: Que horas é o voo de vocês?


Dulce: Daqui uma hora temos que ir pro aeroporto, é as 11:30.


Marichelo: Podiam ter conseguido uma folga maior, pra ficar mais.


Blanca: Eu disse a eles pra fazerem isso, mas Dulce não queria faltar ao trabalho, eu dei uma semana pra ela lá na empresa.


Dulce estava trabalhando na mesma empresa que a mãe, havia se formado em publicidade e trabalhava na parte de marketing e publicidade da empresa.


Maite: Não nos contou isso Dul.


Anahi a olhava entendo bem o porque de não querer ficar muito tempo lá no Brasil.


Dulce: Exagero da mamãe, eu não podia passar uma semana longe e além do mais não quero privilégios e favorecimentos por ser a filha da diretora da empresa.


Blanca: Não ia ser favorecimento, você trabalha demais, ia ser merecido.


Todos ficaram conversando enquanto ia se aproximando a hora de Dulce ir embora. Quando chegou próximo a hora dela ir, Dulce estava em seu quarto, Luciano já estava lá em baixo com as malas. Dulce pegou sua bolsa de mão e antes de sair do quarto deu uma última olhada nele, sentia saudade dele, do tempo que passou ali, várias lembranças vinham a sua mente, assim como vinham quando andou por cada canto daquela casa e fazenda. Ela suspirou e fechou a porta, quando ia sair Anahi abriu a porta do quarto dela, em frente. Ficaram paradas se olhando.


Anahi: Já ta indo então né?


Dulce: Sim, chegou a hora.


Anahi: Cade o Luciano?


Dulce: Ta lá em baixo, foi arrumar as malas no carro.


Anahi: Pode vir aqui rapidinho?


Ela deu espaço pra Dulce passar na porta e entrar em seu quarto. Dulce sentiu o coração disparar e entrou. Anahi fechou a porta.


Anahi: Quando vou te ver de novo?


Dulce: Não sei Any, não sei quando volto aqui.


Anahi: Vai mesmo vir na suas férias?


Dulce: Acho que sim.


Anahi: E quando vai ser?


Dulce: Mês que vem.


Anahi: Porque não sabe se vai vir?


Dulce: Tenho que ver, tenho coisas pendentes lá.


Anahi: Como faço pra te ver antes?


Dulce: Any, não sei .. er .. como disse não sei se venho nas férias e muito menos poderei vir antes.


Anahi: Não paro de pensar no que aconteceu ontem.


Dulce: A gente fez uma loucura.


Anahi: Se não for loucura não é a gente.


Elas sorriram se olhando.


Dulce: Acho que quando eu fui embora deixei minha falta de juízo aqui e levei o seu.


Agora elas riram.


Anahi: Tava com tanta saudade desse seu jeito assim.


Dulce: Sem juízo?


Anahi: Também, mas eu tava falando desse jeito divertido, engraçado e doce.


Elas ficaram se olhando nos olhos.


Dulce: Confesso que também senti sua falta.


Anahi: O que exatamente?


Anahi sentia o coração bater forte de felicidade, desde que Dulce havia chegado era a primeira vez que ela falava algo assim pra ela.


Dulce: De tudo.


Anahi não se conteve mais e se aproximou dela, segurou seu rosto selando seus lábios. Dulce nada fez, ficou apenas sentindo aqueles lábios macios nos seus.


Anahi: Eu sei que não tem muito tempo e já tem que ir, se não vai se atrasar e Luciano vai subir aqui.


Anahi segurava o rosto dela e Dulce a olhava, escutando, segurando sua bolsa.


Anahi: Mas eu não posso deixar você ir sem dizer uma coisa.


Ela acariciou o rosto de Dulce e depois os cabelos, a olhando nos olhos.


Anahi: Eu te amo!


Dulce sentiu o coração saltar no peito, uma emoção em seu peito que se transmitiu para os seus olhos, foi inevitável não sentir as lágrimas em seu olhos.


Anahi: Sempre te amei e fui uma idiota por não ter notado isso antes, por não ter percebido a 6 anos atrás. 


Anahi também tinha os olhos cheios de lágrimas, Dulce a abraçou apertado, Anahi correspondeu na mesma intensidade. Dulce afastou seu rosto a olhando.


Dulce: Também te amo Any!


Anahi sorriu mais.


Dulce: Mas isso não muda os fatos e a realidade a nossa volta hoje. 


Anahi desfez o sorriso.


Anahi: Eu sei! 


Elas ficaram se olhando e bateram na porta, elas se olhavam assustadas agora.


Daniel: Any.


Dulce: É o papai! (respirou aliviada)


Anahi foi até a porta a abrindo e Daniel viu Dulce lá dentro.


Daniel: Já ta na hora filha, Luciano ia subir pra te chamar mas eu disse que vinha.


Dulce: Obrigada papai!


Ela e Anahi se olharam mais uma vez, não tinha mais jeito, tinha que ir. Dulce saiu do quarto e Anahi pegou sua bolsa e saiu junto, iam pro aeroporto agora.


Todos seguiram para o aeroporto, ao chegarem lá todos se despediram e dizendo pra Dulce e Luciano voltarem lá pra passar as férias. Esse foi o combinado. Dulce se despediu de todos emocionada e na hora do abraço com Anahi foi tenso, tiveram que disfarçar toda a emoção e o abraço não durou muito, pois Luciano estava ao lado de Dulce e olhava. Por fim ela entrou na sala de embarque com Luciano e Anahi ficou parada olhando, segurando as lágrimas. Dulce olhou pra trás a olhando, ambas deram um pequeno aceno com a mão. Poncho a abraçou de lado. 


Poncho: Não fica assim prima, mês que vem ela vem passar férias aqui, vai ser sua chance.


Anahi: Tenho medo de ser tarde demais, e ela nem sabe se vai vir.


Poncho: Se ela ainda te amar ela vem.


Anahi o olhou.


Anahi: Mas não depende só dela, agora ela tem um noivo. Complica muito mais. Eu tenho medo Poncho.


Poncho: De que?


Anahi: Das coisas que aconteceram aqui terem sido uma saudade que bateu nela e chegando lá em Londres, volte ao normal a vida dela e esqueça de tudo.


Poncho: Como eu disse, depois de terem se visto de novo, do que aconteceu, se ela ainda te amar, não vai mais consegui levar a vida dela lá como tava levando.



Compartilhe este capítulo:

Autor(a): angelr

Este autor(a) escreve mais 8 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

Eles foram andando acompanhando os outros. Marichelo e Daniel foram embora pra fazenda e eles foram pro apartamento das meninas, Maite e Angelique.  Maite: Já to com saudade da Dul. Angelique: Ela podia voltar pra cá de vez. Christian: Ela ficou tão pouco. Maite: Mas mês que vem ela ta ai de novo, e passa as férias com a gente. Ana ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 698



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • ..Peekena.. Postado em 15/01/2018 - 13:58:15

    Amei a fanfic!!!

  • angelr Postado em 09/01/2016 - 22:43:26

    naiara_ - Avisarei por aqui hahaha

  • flavianaperroni Postado em 04/01/2016 - 00:09:07

    Linda, perfeita que roubou meu coração, caraca essa web é tao linda, encantadora e nos prende fácil, amei acompanhar mais um trabalho seu, parabéns, e obrigada a autora que permitiu a postagem da fanfic,e esperarei para ler mais webs suas angelr.

  • babiportinon Postado em 31/12/2015 - 22:23:48

    Mds que final perfeito... web perfeita amei Angel...

  • pekenna Postado em 31/12/2015 - 19:47:38

    Que lindo final! Mto linda a fic <3

  • naiara_ Postado em 31/12/2015 - 09:23:38

    Mto lindo o final..aí um mobte de neném amo mto. Mais como vamos saber da proxima ficvc vai anunciar onde?

  • Furacao Maite Postado em 30/12/2015 - 23:38:05

    Fic lindaaaaa !!! Pena que no final foi rudo tao corrido !!!! Obrigada por postar e obrigada lana por deixar!!!! Feliz ano novoooooo. Beijoooos

  • portinonnessa14 Postado em 30/12/2015 - 01:15:48

    Briga por causa se ciúmes aí que fofo mais a Dulce não precisava ser mal educada também né grosseira sem necessidade isso Que triste que vai acabar Angelr não vai mais postar nada para a gente ?

  • babiportinon Postado em 29/12/2015 - 23:52:30

    Nossaaa perdi muita coisa por aqui :O .. Nossa foi tenso o que a Any passou com a mãe dela mas ainda bem que agora ta melhorando, e agora ela é titia *-* o Fernando deve ser lindo. E a Sindy nossa que vontade de dar uns tapas, mas ainda bem que ela caiu em si e volto atras antes de arruinar seu casanento. E tadiinho do Chris ele ta sofrendo tanto, gosto muito dele. Agora sobre a situação atual que palhaçada é essa Dulce? Confia no seu taco não? Porque você mesma não foi la e esfrego na cara dessa mulherzinha que a Any tem dona? Ai ja vai brigar por causa de quem não vale a pena. Sério mesmo que ja ta acabando? :( que pena gosto tanto dessa fic. Posta mais Angel.

  • Furacao Maite Postado em 29/12/2015 - 23:24:19

    genteeeeee!!! amanhã vai ser quente!!! estou triste porque a fic vai acabar!!!


- Links Patrocinados -

Nossas redes sociais