Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro

Fanfic: Volvere Junto a Ti | Tema: Portiñon


Capítulo: Capitulo 186

1029 visualizações Denunciar


Marichelo: To entregando minha vida nas suas mãos.



Dulce: Pode deixar Marichelo, ela vai ser a mulher mais feliz do mundo.
Vou continuar dando a ela todo o meu amor, carinho, respeito, lealdade,
fidelidade, cuidado, tudo que há de melhor nesse mundo.



Marichelo: Eu sinto que fará isso, acho que por ver isso, eu to
conseguindo aceitar, desde que a faça feliz.



Anahi: Disso a senhora não precisa ter medo mamãe, Dulce me faz muito
feliz.


 
Anahi e Dulce se olharam.


 
Marichelo: Ah por favor, só não vão se beijar comigo aqui né?


 
Marichelo disse num tom bem humorado e elas riram.


 
Marichelo: To me acostumando ainda, não abusem.


 
Elas riram novamente.


 
Anahi: Nós vamos respeitar isso.



Dulce: Bom, mas pra tomar café com a gente você fica né?



Anahi: É mesmo mamãe.



Dulce: A gente promete que nem se toca.


 
Marichelo riu.


 
Marichelo: Se é assim eu aceito.


Marichelo: Bom meninas, podiam aproveitar e passarem o fim de semana na
fazenda. Deve ta morrendo de saudade de lá né filha?



Anahi: Demais mamãe. Nós vamos né amor?



Dulce: Mas claro, também to com saudade de lá.



Marichelo: Bom, então ta combinado. Eu vou ter que resolver umas coisas
sobre a fazenda, então vou chegar na hora do almoço lá, mas podem ir na frente.



Anahi: Vamos daqui a pouco então mamãe, no almoço a gente se vê lá.



Marichelo: Ta bom.


 
Marichelo acabou o café, se despediu delas e foi embora. Ao fechar a
porta depois da mãe sair, Anahi se virou pra Dulce euforica, correu pulando no
colo de Dulce.


 
Anahi: Amor, ta tudo se acertando.


 
Elas riram e se beijaram.
                
Dulce: Ta feliz né?
 


Dulce sorria boba fazendo carinho no rosto da amada.


 
Anahi: Feliz é pouco, to radiante. Finalmente mamãe voltou a falar
comigo, nossa relação ta voltando ao normal, vou poder ir na fazenda de novo,
porque não aguentava mais de saudade de lá, ela ta aceitando a gente, não
poderia ser melhor.



Dulce: E eu além de estar feliz pela situação, to feliz em ver você
sorrir assim de verdade de novo, de ver esse brilho nos seus olhos. Nada me faz
mais feliz do que ver você feliz.



Elas sentaram no sofá, abraçadas.


 
Anahi: Linda! Como consegui passar 6 anos longe de você hein?



Dulce: Eu também vivo me fazendo a mesma pergunta, como fiquei tantos
anos longe de você.
 


Elas se olhavam nos olhos enquanto falavam, fazendo carinhos uma na
outra.



Anahi: Agora será pra sempre.



Dulce: E mais um dia.


 
Elas sorriram, aproximaram seus lábios iniciando um beijo cheio de amor.
Depois de namorarem um pouquinho, tomaram banho, se arrumaram e já estavam de
saida.
 


Dulce: A gente vai de que amor?



Anahi: Moto? Como nos velhos tempos, por aquelas estradas.


 
Elas sorriram, Dulce a abraçou pela cintura.
 


Dulce: Agarradinha em mim?



Anahi: Muito agarradinha.


 
Deram um selinho, depois sairam. Algum tempo depois já estavam na
fazenda. Ao chegarem todos já sabiam do namoro delas, mas foram tratadas
normalmente, afinal, ninguém se atreveria a fazer algum tipo de comentário da
herdeira da fazenda, e além do mais, todos gostavam muito das duas. Ao descerem
da moto Anahi olhou tudo em voltam suspirando feliz.



Anahi: Como amo esse lugar!


 
Dentro da casa foram recebidas por Antônia, mãe de Christian.


 
Anahi: Tonha!



Antônia: Minha menina!


 
Elas se abraçaram apertado.



Antonia: Quanta saudade.



Anahi: Também Tonha.
 


Anahi apertou ela, a enchendo de beijos.


 
Anahi: Agora voltei pra te pertubar Tonha. (rindo)



Dulce: E eu não ganho abraço?



Anahi: Ih, ta com ciumes.



Antonia: Mas é claro meu amor.
 


Elas se abraçaram com muito carinho também.


 
Antonia: Deixa eu da uma olhada em vocês duas, to achando que
emagreceram. Não tavam comendo direito né? Aposto que só besteiras.
                


Analisando as duas dos pés a cabeça.
 


Antonia: Já tomaram café? Vou fazer um café reforçado pra vocês.



Anahi: A gente já tomou café Tonha. Obrigada! (beijou a bochecha dela)



Antonia: Mas vão almoçar aqui né?



Dulce: Mas claro, a melhor comida que já comi, tava com saudade dela.
Antonia: Mas venham pelo menos comer um pedaço de bolo, assim mato a
saudade de vocês.


 
Antonia arrastou elas pra cozinha, e como sempre as entupiram de coisas
pra comer. Depois subiram para seus quartos, antes de entrarem cada uma no seu,
conversavam no corredor.
 


Dulce: Ai, minha barriga encheu.



Anahi: Tonha como sempre entupindo a gente de comida. (rindo)



Dulce: Como diz ela mesma, gosta de ver suas meninas alimentadas.



Anahi: Bom amor, vou guardar minhas coisas e descemos pra andar a cavalo,
ta?



Dulce: Ta amor, também vou guardar as minhas e descemos.
 


Elas deram um selinho e entraram cada uma em seu quarto. Anahi abriu a
porta olhando em volta, quanta saudade estava sentindo dali, seu canto, e logo
veio a sua cabeça os momentos com Dulce, de quando se conheceram, as brigas, os
beijos, as brincadeiras. E dos seus momentos particulares ali.
No seu quarto Dulce também se lembrava de tudo, era bom poder estar ali
de volta, na verdade era sempre bom. Ajeitava suas coisas na cama quando bateram
na porta.


 
Dulce: Entra!
 


Anahi abriu a porta entrando.



Anahi: Sou eu amor.


Dulce: Porque não entrou sem bater?



Anahi: Sei lá.



Elas riram.
 


Dulce: Doida!



Anahi: Tive que vir logo, deu saudade já.
 



Dulce deixou suas coisas na cama a abraçando.


 
Dulce: Que linda, deixa eu te encher de beijo.
 


Dulce distribuia beijos pelo rosto dela, que sorria entregue aos
carinhos da amada.


 
Anahi: Eu te amo muito, sabia?



Dulce: Amo mais!


 
Elas se beijaram, depois desceram para andar a cavalo. Cada uma montou
no seu e Anahi matava a saudade do seu cavalo.



Anahi: Sentiu saudade da mamãe?
 


Ela falava passando a mão no pescoço dela, fazendo carinho. Dulce olhava
sorrindo, vendo a satisfação dela. Depois foram andando pelo fazenda, depois de
muitas voltas, pararam pra descansar um pouco e pra namorar. Sentaram de baixo
de uma árvore, Dulce escorada na árvore e Anahi entre as pernas dela de costas,
encostada nela, as duas brincavam com os dedos uma da outra, fazendo carinhos.



Anahi: Quem diria a 6 anos atrás que a gente iria estar aqui assim, um
dia.



Dulce: Não imaginava nunca, que isso fosse acontecer quando vim pra cá.
Anahi: Até porque a gente se odiava né.
 


Elas riram.


 
Dulce: Mas por trás desse ódio todo, tinha outra coisa.



Anahi: Desejo ..



Dulce: Paixão ..
 


Anahi a olhou.
 


Anahi: Amor.


 
Elas sorriram, dando um selinho longo.


 
Anahi: Apesar que eu quis te matar muitas vezes. (rindo)



Dulce: E eu? As vezes te achava tão insuportavel. (rindo mais)



Anahi: E você me tirava do sério.



Dulce: A gente entrava em guerra, te achava uma fresca, caipira
certinha.



Anahi: E eu, achava você uma chata, rebelde que achava que mandava em
tudo.



Dulce: Quando a gente é adolescente somos tão bestas né?



Anahi: Achamos que sabemos de tudo, quando ainda temos muito pra viver e
conhecer.



Dulce: Mas hoje estamos aqui juntas, e nada mais me separa da minha
caipira linda!


 
Dulce selou os lábios na bochecha de Anahi, que ria do `caipira`



Anahi: Então vem aqui com sua caipira vem?


 
Anahi se levantou, estendendo a mão pra ela, Dulce segurou e se
levantou.
 


Dulce: Onde?



Anahi: Tomar banho de rio, juntinhas.


 
Anahi a abraçou, dando mordidinhas no pescoço dela, a fazendo arrepiar.


               
Dulce: To sentindo tom de malícia nesse convite.



Anahi: Não viu nada ainda, da minha malícia pra agora.
 


As duas foram para perto do rio, ao se aproximarem Anahi começou a tirar sua roupa, tirou a blusa e começou a desabotoar a calça e abaixá-la. Dulce tirou a blusa e depois ficou babando no corpo da amada.


Anahi: Não vai tirar a sua? (rindo) 


Anahi acabou de tirar a calça, agora estava apenas de calcinha e sutiã, levou as mãos ao feiche do sutiã atrás, o desabotoando, Dulce a olhou um pouco surpresa.


Dulce: Vai tirar tudo?


Anahi: Tudinho! (maliciosa)


Dulce: Mas amor, e se verem a gente?


Anahi: Ta todo mundo de folga, hoje é domingo esqueceu? Ninguém vem pra essas bandas, ta todo mundo passeando.



Anahi sorriu maliciosa e tirou a calcinha, em seguida a deu um selinho nos lábios e correu se jogando no rio, mergulhou e Dulce a olhava fascinada, continuou olhando e viu ela sair na cachoeira do rio, Anahi ficou debaixo dela, deixando a água cair em seu corpo nu.


Anahi: Vai ficar ai só olhando?


Dulce negou com a cabeça e o desejo já estava estampado em seu rosto, desabotoou a calça com rapidez, se livrou dela, em segundos tirou o sutiã e a calcinha, correndo em seguida para dentro do rio, mergulhou até a cachoeira, ao chegar lá foi até Anahi a beijando com vontade, enquanto se beijavam com desejo, a água caia sobre elas e seus corpos nus, juntos um no outro, cheios de tesão.


Dulce sentou Anahi em uma pequena pedra ainda de baixo da cachoeira, sentindo seus corpos quentes e ao mesmo tempo a água fria caindo em suas peles, causando um choque, mas nem mesmo essa água fria era capaz de apagar o fogo que estava as consumindo. Dulce beijava no pescoço dela e depois desceu os lábios para os seios, os sugando e brincando com sua língua no bico deles, Anahi gemia baixinho roçando nela, oferecendo mais seus seios a amada.


Quanto mais Dulce o chupava e passava a língua, mais molhada ficava. Anahi enfiou a mão nos cabelos dela na região da nuca e segurou, puxando com certa força, a fazendo levantar o rosto a beijando nos lábios, levou a outra mão ao bum..bum de Dulce, a fazendo se encaixar entre suas pernas, assim suas intimidades se encaixando, roçando uma na outra.


Anahi: Mexe amor, quero sentir você assim.


Anahi acabou de falar e ao ser atendida pelo pedido que acabou de fazer, gemeu ao sentir Dulce roçando em sua intimidade, ambas molhadas, pelo desejo e pela água da cachoeira. Dulce segurava sua cintura firme, e se movia com desejo, ambas ofegantes e gemendo, Anahi apertava o bum..bum dela e com a outra mão arranhava as costas da amada com cuidado, movida pelo prazer enorme que sentia, e afastava suas pernas a querendo mais e mais. Nesses movimentos ambas go..zaram fortemente.
Depois elas mergulharam na água, ficaram brincando se divertindo. Não demorou muito e resolveram ir embora, estavam famintas e já era hora do almoço. Montaram em seus cavalos e iam conversando.


Anahi: Amor, e sua mãe? 


Dulce: O que tem?


Anahi: Ela não sabe da gente ainda, pretende contar por agora?


Dulce: Não sei amor, acho que sim. Chega de mentiras né? Não quero mais me esconder.


Anahi: E acha que ela vai reagir como?


Dulce: Acho que vai dar um baita chilique, não sei. Mas vou conversar sério com ela, é minha felicidade, ela tem que aceitar.


Anahi: Pensa bem como vai fazer, ela pode reagir igual a mamãe no começo, é doloroso, não quero que você sofra.


Dulce estendeu a mão e Anahi a segurou.


Dulce: Eu sei meu amor, mas estou bem adulta e tenho que enfrentar as coisas.


Dulce sorriu e deu um beijo na mão da amada.


Dulce: Todo mundo aceitou, vai dar tudo certo.


Anahi encostou seu cavalo bem perto do de Dulce, a dando um selinho longo nos lábios.


Anahi: Eu to com você pro que precisar.


Dulce: Eu sei! 


Dulce sorriu mais devolvendo o selinho a Anahi.


Parece que finalmente esta dando certo sera que mais alguma coisa pode atrapalhar?


 



Compartilhe este capítulo:

Autor(a): angelr

Este autor(a) escreve mais 8 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

Na cidade Christian estava na casa de Rafael, ele havia o ligado, pedindo que fosse lá, estavam a sós. Christian: Resolveu dar sinal de vida? Rafael: Chris, eu tive que viajar as pressas, não deu tempo de avisar. Christian: Para Rafael, fala logo a verdade. Poderia muito bem ter me ligado de onde estava. Rafael: Ta bom .. desculpa! Eu precisava desse ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 698



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • ..Peekena.. Postado em 15/01/2018 - 13:58:15

    Amei a fanfic!!!

  • angelr Postado em 09/01/2016 - 22:43:26

    naiara_ - Avisarei por aqui hahaha

  • flavianaperroni Postado em 04/01/2016 - 00:09:07

    Linda, perfeita que roubou meu coração, caraca essa web é tao linda, encantadora e nos prende fácil, amei acompanhar mais um trabalho seu, parabéns, e obrigada a autora que permitiu a postagem da fanfic,e esperarei para ler mais webs suas angelr.

  • babiportinon Postado em 31/12/2015 - 22:23:48

    Mds que final perfeito... web perfeita amei Angel...

  • pekenna Postado em 31/12/2015 - 19:47:38

    Que lindo final! Mto linda a fic <3

  • naiara_ Postado em 31/12/2015 - 09:23:38

    Mto lindo o final..aí um mobte de neném amo mto. Mais como vamos saber da proxima ficvc vai anunciar onde?

  • Furacao Maite Postado em 30/12/2015 - 23:38:05

    Fic lindaaaaa !!! Pena que no final foi rudo tao corrido !!!! Obrigada por postar e obrigada lana por deixar!!!! Feliz ano novoooooo. Beijoooos

  • portinonnessa14 Postado em 30/12/2015 - 01:15:48

    Briga por causa se ciúmes aí que fofo mais a Dulce não precisava ser mal educada também né grosseira sem necessidade isso Que triste que vai acabar Angelr não vai mais postar nada para a gente ?

  • babiportinon Postado em 29/12/2015 - 23:52:30

    Nossaaa perdi muita coisa por aqui :O .. Nossa foi tenso o que a Any passou com a mãe dela mas ainda bem que agora ta melhorando, e agora ela é titia *-* o Fernando deve ser lindo. E a Sindy nossa que vontade de dar uns tapas, mas ainda bem que ela caiu em si e volto atras antes de arruinar seu casanento. E tadiinho do Chris ele ta sofrendo tanto, gosto muito dele. Agora sobre a situação atual que palhaçada é essa Dulce? Confia no seu taco não? Porque você mesma não foi la e esfrego na cara dessa mulherzinha que a Any tem dona? Ai ja vai brigar por causa de quem não vale a pena. Sério mesmo que ja ta acabando? :( que pena gosto tanto dessa fic. Posta mais Angel.

  • Furacao Maite Postado em 29/12/2015 - 23:24:19

    genteeeeee!!! amanhã vai ser quente!!! estou triste porque a fic vai acabar!!!


- Links Patrocinados -

Nossas redes sociais