Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: - Mentiras | Tema: AyA


Capítulo: Capítulo - CDXIV

2577 visualizações Denunciar


Alfonso estava deitado em sua cama, ainda pensando sobre como sua vida mudaria agora que teria mais dois filhos, e em como seria difícil abrir mão de sua pesquisa, quando Anahí saiu do banheiro depois de um longo banho e entrou no quarto vestindo um conjunto vermelho de calcinha e sutiã rendados, e rapidamente se ajeitou na cama, puxando o braço de Alfonso para que ele a abraçasse, e ele logo o fez, colando seu corpo ao dela, a puxando para ele.


- Poncho... - ela chamou quando Alfonso já estava começando a se sentir sonolento. - Você me acha gostosa? - ela perguntou, virando seu rosto para encará-lo.


- Você é maravilhosa, pequena. - ele respondeu sonolento.


- Não estou perguntando isso. - ela bufou, pegando na mão de Alfonso e a deslizando por seu corpo. - Estou perguntando se você me acha gostosa, não quero saber se você me acha linda, quero saber o que você pensou quando me viu pela primeira vez... - ela levara a mão de Alfonso até sua intimidade, que mesmo sob o fino pano da calcinha já dava para sentir o quanto estava úmida.- Quero saber se me achou gostosa, se quis transar comigo logo que me viu... Quero me sentir desejada. - disse soltando a mão de Alfonso, que já sabendo o que ela queria, colocara sua mão dentro da calcinha dela, tocando em sua intimidade.


- Você tem alguma duvida do quanto eu te acho gostosa e do quanto eu te desejo? - Alfonso perguntou, tornando seus movimentos na intimidade de Anahí mais precisos, a fazendo soltar um gemido baixo enquanto mordia seus lábios. - Não acha que eu te desejo e te amo o suficiente?


- Ama, mas hoje eu não quero saber do seu amor. - ela se ajustou, roçando sua bunda no membro de Alfonso. - Quero saber o que você sente ao me ver, e eu não estou falando da parte romântica, eu quero saber o quanto eu te excito, quero saber se eu te deixo tão louco quanto você me deixa. - ela disse, puxando a mão de Alfonso e chupando seus dedos, sentindo seu gosto, antes de se virar e sentar sobre ele, olhando em seus olhos, que a essa altura já a queimavam de tanto tesão.


- Talvez eu precise te mostrar o quanto você me deixa excitado. - ele disse, assim que Anahí começara a ensaiar um rebolado no colo de Alfonso.


- Era isso o que eu queria. - ela disse antes de beijá-lo, sabendo o quanto aquela noite seria longa.


           Anahí já estava dormindo quando Alfonso pegara seu maço de cigarros e saíra de seu quarto depois de muito tentar pegar no sono, ele estava preocupado, não conseguia parar de pensar que teria que abrir mão de sua pesquisa se quisesse formar uma família com Anahí e estar ao lado dela durante a gravidez dos gêmeos.


Alfonso se sentou em uma das cadeiras a beira da piscina, e antes que pudesse ascender seu cigarro Helena se aproximara dele, lhe repreendendo com o olhar, já que não gostava de quando ele começava a fumar.


- O que tem tirado o seu sono? - Helena perguntou se sentando ao lado dele, com a paciência que apenas uma mãe teria.


- Você é sempre a primeira pessoa a saber as coisas mais importantes da minha vida. - ele sorriu se lembrando de seu desespero quando contara para ela que Angelique estava grávida.


- Você não sabe o quanto eu sou grata por você confiar tanto assim em  mim. - ela sorrira. - Você sempre será como um filho para mim.


- Você sabe que eu sempre vou te considerar minha mãe, e é por isso que você é a primeira pessoa que eu quero que saiba que a Anahí esta grávida. - ele preferira desabafar logo.


- Isso eu já sabia. - seu sorriso se expandira alcançando seus olhos.


- Já? - ele perguntara e Helena assentira. - Nós soubemos hoje que são gêmeos.


- Isso é maravilhoso! Mas por que é que parece que isso está te preocupando tanto?


- Eu consegui o patrocínio que eu precisava para a minha pesquisa, mas pra isso eu preciso me mudar para a Alemanha por pelo menos 06 meses...


- Isso é maravilhoso!


- O problema é que a Anahí não quer se mudar e eu não posso deixá-la sozinha. Agora eu estou em duvida se priorizo minha família e permaneço ao lado da Anahí durante a gravidez, ou se fico durante esses seis meses na Alemanha e priorizo minha carreira.


- Você está em duvida entre sua carreira e sua família porque são duas coisas que você deseja, ou porque uma dessas coisas te fizeram acreditar que era o melhor para você?  - Helena perguntou, acariciando seu rosto carinhosamente, como se de fato fosse sua mãe.


- O que me fizeram acreditar que era o melhor para mim? - perguntou Alfonso.


- Você foi educado... Educado não, você foi treinado desde pequeno para chegar longe na sua carreira, mas ninguém nunca te perguntou o que é que você realmente queria, eles apenas te ensinaram que o melhor para você seria ter uma carreira de sucesso. - Ela o olhou da mesma forma que lhe olhava quando ele era apenas uma criança. - O que você quer Alfonso? Quais são os seus planos?


- Eu quero ficar com a Anahí, quero estar por perto enquanto meu filhos crescem. - ele respondeu sem precisar pensar muito.


- Então fique por perto. - dissera Helena.


           Assim como já vinha acontecendo há algumas semanas, Alfonso acordara atrasado para ir trabalhar, e assim que entrara de baixo do chuveiro, percebera que Anahí havia entrado no banheiro e quando ela começara a tirar sua roupa, Alfonso soube que se atrasaria.


Alfonso chegara 30 minutos atrasado, depois de tomar um banho quente e se entregar ao desejo naquela manhã, como já estava sendo de praxe ultimamente, e se xingara quando ao chegar no centro médico descobrira que ficara fora de uma cirurgia importante por causa do seu atraso.


Depois de muito pensar na conversa que tivera com Helena na noite anterior, Alfonso acabara se reunindo com o diretor do centro medico para abrir mão de sua pesquisa, assim como de sua transferência para a Alemanha, já que agora sua prioridade seria sua família, pois ele não teria como deixar Anahí grávida cuidando de mais duas crianças.


- Você está jogando uma grande oportunidade no lixo. - disse o Dr. Martin, diretor do centro médico. - Essa é a sua chance de ser grande, a sua chance de mostrar que você é muito mais do que o seu sobrenome, não a desperdice só porque sua namorada está grávida.


- Eu lamento muito ter que desistir dessa pesquisa, mas agora não é o momento certo para isso, não posso deixar a Anahí aqui, grávida e cuidado de duas crianças, eu preciso decidir o que é prioridade na minha vida.


- Quando se é médico, o trabalho sempre é prioridade. - disse o Dr. Martin. - Eu não posso deixar que você abra mão dessa pesquisa, conversarei com Dr. Frank que está a frente das novas pesquisas na Alemanha e nós veremos o que podemos fazer.


Exatamente três horas depois o Dr. Martin chamara Alfonso em seu escritório, com um sorriso de orelha a orelha, sabendo que havia encontrado a solução perfeita para Alfonso.


- Eu conversei com o Dr. Frank, e conversei com os patrocinadores da pesquisa, ninguém está disposto a concordar com essa sua ideia maluca de abandonar a pesquisa.


- Encontraram alguma forma de continuar essa pesquisa aqui? - perguntara Alfonso, que não queria continuar a escutar o Dr. Martin dizendo que ele estava desperdiçando uma grande oportunidade.


- Eles querem falar diretamente com você, eles estão te esperando para uma reunião no próximo sábado e você vai, não vou deixar você desistir antes de tentar negociar com eles, eu vou te dar uma semana para você ir até a Alemanha e tentar convencê-los de que essa pesquisa só dará certo se você estiver nela.


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): alinerodriguez

Este autor(a) escreve mais 4 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

Alfonso voltava para casa pensando em como falar para Anahí que ele ficaria uma semana fora para tentar salvar sua pesquisa, já que por mais que ele estivesse feliz em construir sua família com Anahí, ele não podia negar que não queria ter que abrir mão de seu trabalho, embora agora soubesse qual era sua prioridade em sua vida ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 3924



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • tatah_gioherrera Postado em 18/02/2019 - 19:09:51

    Por essa eu não esperava. Nunca imaginei essa reação da Rtuh. Tomara que nada aconteça nesse caminho da Annie até lá. Estou com medo já. Sinto que vem coisa por aí.

  • daicavalcante Postado em 18/02/2019 - 16:26:05

    Sinto cheiro de confusão e lágrimas 😭 Anahí vai atrás dele o que será que vai acontecer ? #PostaLogoSdds #QueremosMAratona PLIS

  • hittenyy Postado em 18/02/2019 - 16:01:42

    Porra Ruth eu não esperava isso de vc ,vc está sendo muito ganacioda está pensando só na carrera vc não está pensando na felicidade do seu filho.

    • daicavalcante Postado em 18/02/2019 - 16:27:20

      Né isso a Ruth virou Marcelo é isso produção ?

  • julia_loveponny_aya Postado em 18/02/2019 - 03:17:21

    Go any go any goooo

  • julia_loveponny_aya Postado em 18/02/2019 - 03:16:57

    Ruth merece una tapas pra acordar pra vida zzzz

  • linda1 Postado em 18/02/2019 - 00:30:59

    Você, não me decepciona dona Ruth, eu não te criei pra isso. Voltei viu e já quero mais.

  • lila Postado em 17/02/2019 - 22:51:50

    Posta mais, please.

  • lila Postado em 17/02/2019 - 22:50:26

    Continuaaaaaaaaaaa, por favor. Não demore tanto para postar 😭😭😭. Amo essa história.

  • karla_rafaela Postado em 07/02/2019 - 00:43:00

    Amooooooo a Clarinha!!!!!!

  • vicunhawebs Postado em 04/02/2019 - 16:22:36

    Nova leitora. Ainda tô no início da história, mas já tô.amando

    • daicavalcante Postado em 06/02/2019 - 21:53:46

      Tua vai amar , já li mil vezes e li denovo e denovo rsrsrs



AVISO

Vocês conhecem o Blog do Fanics Brasil? Lá tem dicas, tutoriais e matérias de como escrever bem uma fanfic.


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...