Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: - Mentiras | Tema: AyA


Capítulo: Capítulo - CDXV

1486 visualizações Denunciar


Alfonso voltava para casa pensando em como falar para Anahí que ele ficaria uma semana fora para tentar salvar sua pesquisa, já que por mais que ele estivesse feliz em construir sua família com Anahí, ele não podia negar que não queria ter que abrir mão de seu trabalho, embora agora soubesse qual era sua prioridade em sua vida.

Assim que Alfonso chegara em casa, quisera ir direto procurar Anahí para que ambos pudessem conversar sobre sua viagem para a Alemanha, mas parara quando chegara na ponta da escada e vira Enzo calçando seus sapatos – que ficavam extremamente enormes em seus pés –, e usando uma de suas gravatas, e Clara que estava com o rosto todo pintado, e provavelmente havia mexido nas maquiagens de Anahí, que saíra do quarto furiosa.

- Enzo! Eu não acredito que eu não posso deixar vocês um minuto sozinhos. - Ela disse tentando se acalmar, mas cada vez que se lembrava da bagunça que estava em seu quarto queria gritar tanto com Enzo quanto com Clara, embora ainda tivesse receio de brigar com Clara, como medo do que Alfonso pensaria sobre isso.

- Mas eu não fiz nada. - Ele disse arrumando a gravata que estava em seu pescoço.

- Helena e eu só deixamos vocês sozinhos por um minuto e vocês reviraram o quarto todo!

- Mas foi a Clara que jogou tudo no chão. - Contou Enzo.

- Eu queria a maquiagem de ficar bonita. - explicou Clara.

- Enzo... - ela voltou a dizer tentando se acalmar para não dar uma bronca em Clara.

- Relaxa pequena. - disse Alfonso subindo as escadas. - A bagunça não deve ter sido tão grande assim.

- Suas coisas também estão jogadas no chão Herrera! - disse Anahí.

- A Clara estava procurando uma gravata pra mim. - explicou Enzo.

- Fale com eles! - disse Anahí descendo as escadas bufando.

- Me ajudem a arrumar a bagunça. - disse Alfonso, dando as mãos para os pequenos.

- Porque a mamãe está tão brava? - Enzo perguntou, não gostava quando sua mãe brigava apenas com ele.

Alfonso arrumou o quarto – que não estava tão bagunçado –, com a ajuda das crianças, depois descera carregando os dois no colo e fora procurar Anahí, que estava na cozinha comendo um pedaço bem generoso de queijo.

- Já está tudo em seu devido lugar. - Dissera Alfonso, colocando as crianças no chão.

- Ótimo, espero que você tenha aproveitado para conversar com eles para que isso não volte a acontecer.

- Eu já conversei com eles, eles sabem que da próxima vez terão que pedir se quiserem pegar alguma coisa no nosso quarto, não sabem? - ele perguntara olhando para as crianças.

- Sim. - responderam os pequenos.

- Cadê a Helena? - perguntou Alfonso.

- Foi ao mercado, disse que queria fazer sua comida favorita. - Ela dissera antes de morder seu queijo. - Ela te mima demais Alfonso.

- Isso é ruim? - ele perguntou.

- Não, já que sua mãe não... Me desculpa. - Ela parara de falar quando percebera o que estava dizendo. - Eu realmente não queria ter dito isso.

- Hoje está difícil conversar com você, Anahí.

- Eu estou nervosa, estou irritada, não sei o que está acontecendo, me desculpe, eu não quis falar isso.

- Tudo bem, esqueça isso. – Ele disse dando as mãos para as crianças, seria melhor se afastar um pouco de Anahí.

Anahí aproveitou que Alfonso estava no quintal brincando com as crianças, para descansar um pouco, deitada no sofá, ela estava estressada, a gravidez estava mexendo com sues hormônios, fazendo com que ela oscilasse entre irritada, triste e feliz com estrema facilidade.

- A janta está pronta. – Helena gritou indo até o quintal, quase uma hora depois de ter chegado do mercado.

- O cheiro está maravilhoso. – disse Alfonso entrando na cozinha com as crianças.

- Vá acordar a Anahí, ela está dormindo na sala. – disse Helena.

- Não sei se é uma boa ideia acordar a fera. – disse Alfonso, deixando as crianças com a Helena e indo até a sala acordar a Anahí.

Anahí acordara com um humor muito melhor do que como estava quando Alfonso chegara em casa, agora ela já estava rindo com as crianças e esquecera até da bagunça que os pequenos haviam feito.

- Estava tudo uma delícia. – disse Alfonso, agradecendo Helena.

- Estava tudo maravilhoso. – disse Anahí, terminando seu segundo prato, ela nunca havia comido tanto quanto vinha comendo ultimamente.

- Agora eu posso tomar um banho na banheira? – pediu Clara.

- Eu também quero. – disse Enzo.

- Mas eu pedi primeiro. – disse Clara.

- Mas você já tomou banho na banheira da última vez. – Retrucou Enzo.

- Não importa, eu pedi primeiro! – ela voltou a dizer.

Anahí queria gritar que nenhum dos dois tomaria banho na banheira, que cada um tomaria banho no chuveiro do seu quarto e iriam direto para cama, mas ela ainda não se sentia confortável para dar ordens ou brigar com a Clara, já que não sabia qual seria a reação de Alfonso se um dia ela o fizesse.

- Enzo, você vai tomar banho no chuveiro do seu quarto e vai dormir, não quero bagunça na banheira! – ela disse seria.

- Isso não é justo, porque a Clara pode e eu não posso? – ele perguntou chateado.

- Clara também não pode. – disse Alfonso, achando melhor não permitir que Clara fizesse bagunça no banheiro, para que depois Anahí não começasse mais uma briga sem motivos.

- Mas eu só quero tomar banho se for na banheira. – Bufou Clara.

- Você vai tomar banho no seu chuveiro, e acabou a conversa. – disse Alfonso, que não estava acostumado a dizer não para Clara.

Depois de muita insistência as crianças acabaram tomando banho no chuveiro e dormiram com facilidade, depois de Alfonso colocá-los na cama e contar uma história para cada um.

- Por que você está tão nervosa pequena? – perguntou Alfonso, assim que entrou em seu quarto, abraçando a Anahí por trás, que se olhava no espelho, vendo se sua barriga já estava começando a crescer.

- Eu estou gravida Alfonso, tenho o direito de ficar nervosa. – Ela respondeu, se virando de frente para ele.

- Mas você não precisa brigar tanto com as crianças, eles são pequenos, é normal que façam bagunça.

- Fique um dia inteiro com eles brigando e gritando o tempo todo e você também perderá a calma. – Ela disse passando suas mãos pelo pescoço de Alfonso.

- Pequena, preciso conversar com você sobre uma coisa importante. – Ele disse sério, precisava contar para ela que passaria uma semana na Alemanha.

- O que? – perguntou ficando na ponta dos pés, antes de selar seus lábios nos dele.

- Acho melhor a gente sentar para conversar. – Ele disse, mas Anahí não se moveu.

- Precisamos conversar agora? – ela perguntou, levantando a blusa de Alfonso.

- Agora não pequena. – Ele deu um passo para trás. – Primeiro a gente precisa conversar.

- Agora? – ela perguntou manhosa.

- Agora. – Ele afirmou, a puxando até que ela se sentasse na cama.

- O que aconteceu? Você parece sério. – Ela perguntou, começando a se preocupar.

- Eu estava decidido a abrir mão da pesquisa, eu sei o que é mais importante pra mim, e eu quero estar do seu lado durante a gravidez, mas os investidores me deram uma chance de conversar e tentar achar alguma alternativa pra eu não precisar abrir mão da pesquisa. – disse, se sentando de frente para ela.

- Isso é ótimo, porque eu não me perdoaria se você abrisse mão dessa pesquisa.

- Acho que nem eu me perdoaria. – Ele fora sincero, não queria abrir mão de sua carreira, agora que tudo parecia estar dando certo. – Só tem um pequeno detalhe, eu preciso ir para a Alemanha no próximo sábado, tenho uma reunião com os investidores para tentar encontrar uma solução.

- E quanto tempo você vai ficar na Alemanha? – perguntou Anahí, que não queria ficar afastada de Alfonso.

- Uma semana. – Ele respondera, não era muito tempo, era apenas o necessário para que ele conseguisse encontrar outra saída que não fosse ele abandonar a pesquisa.

- Uma semana? – ela perguntara tentando assimilar a notícia.

- Não é muito tempo...

- É tempo o suficiente para eu sentir sua falta. – disse Anahí se levantando da cama e se sentando no colo de Alfonso.

- Eu vou dar um jeito nisso, vou encontrar uma solução para não precisar abandonar a pesquisa, eu vou ficar do seu lado durante a gravidez.

- Você promete? – ela pediu insegura.


- Eu prometo. – Ele disse antes dela selar seus lábios aos dela e dar inicio a um beijo calmo, que logo foi se transformando, até que as roupas de ambos já estivessem jogadas no chão, enquanto Alfonso invadia Anahí, demonstrando o quanto seu corpo precisa dela, e ela gemia em seu ouvido, arranhando suas costas, do jeito que sempre o deixava louco.


 

Compartilhe este capítulo:

Autor(a): alinerodriguez

Este autor(a) escreve mais 4 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

- Amor. – Ela disse percorrendo um caminho com suas unhas no abdômen de Alfonso, e ele se virou para encará-la. – Eu estava pensando, e acho que queria contar para as crianças que eles vão ter dois irmãozinhos. Como você acha que eles vão reagir? - Eu não sei, tenho medo da Clara ficar enciumada. – Fora ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 3924



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • tatah_gioherrera Postado em 18/02/2019 - 19:09:51

    Por essa eu não esperava. Nunca imaginei essa reação da Rtuh. Tomara que nada aconteça nesse caminho da Annie até lá. Estou com medo já. Sinto que vem coisa por aí.

  • daicavalcante Postado em 18/02/2019 - 16:26:05

    Sinto cheiro de confusão e lágrimas 😭 Anahí vai atrás dele o que será que vai acontecer ? #PostaLogoSdds #QueremosMAratona PLIS

  • hittenyy Postado em 18/02/2019 - 16:01:42

    Porra Ruth eu não esperava isso de vc ,vc está sendo muito ganacioda está pensando só na carrera vc não está pensando na felicidade do seu filho.

    • daicavalcante Postado em 18/02/2019 - 16:27:20

      Né isso a Ruth virou Marcelo é isso produção ?

  • julia_loveponny_aya Postado em 18/02/2019 - 03:17:21

    Go any go any goooo

  • julia_loveponny_aya Postado em 18/02/2019 - 03:16:57

    Ruth merece una tapas pra acordar pra vida zzzz

  • linda1 Postado em 18/02/2019 - 00:30:59

    Você, não me decepciona dona Ruth, eu não te criei pra isso. Voltei viu e já quero mais.

  • lila Postado em 17/02/2019 - 22:51:50

    Posta mais, please.

  • lila Postado em 17/02/2019 - 22:50:26

    Continuaaaaaaaaaaa, por favor. Não demore tanto para postar 😭😭😭. Amo essa história.

  • karla_rafaela Postado em 07/02/2019 - 00:43:00

    Amooooooo a Clarinha!!!!!!

  • vicunhawebs Postado em 04/02/2019 - 16:22:36

    Nova leitora. Ainda tô no início da história, mas já tô.amando

    • daicavalcante Postado em 06/02/2019 - 21:53:46

      Tua vai amar , já li mil vezes e li denovo e denovo rsrsrs



AVISO

Vocês conhecem o Blog do Fanics Brasil? Lá tem dicas, tutoriais e matérias de como escrever bem uma fanfic.


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...