Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: - Mentiras | Tema: AyA


Capítulo: Capítulo - CDXIX

218 visualizações Denunciar


Na manhã seguinte, depois de ter ficado até as 2 horas da manhã conversando com Anahí, Alfonso estava passeando pelas ruas de Berlim quando encontrou uma pequena loja de roupas infantis e sorriu entrando na mesma, as vezes lhe surpreendia o quanto estava ansioso pela chegada dos gêmeos.


Alfonso saiu da loja com três enormes sacolas de roupas infantil, sabia que havia exagerado, mas queria que Anahí soubesse o quanto ele estava animado em aumentar sua família com ela.


Ele aproveitou que ainda tinha algumas horas livres antes da reunião que definiria seu futuro e foi até seu restaurante favorito no mundo todo, pediu um prato leve, já que embora não gostasse de admitir, estava realmente ansioso com o caminho que aquela reunião tomaria.


As cinco horas da tarde Alfonso já estava pronto, finalizando apenas o nó em sua gravata, então escreveu uma rápida mensagem para Anahí antes de sair do quarto do hotel.


“Me deseje sorte.”


Anahí logo lhe respondera, torcendo para que desse tudo certo, já que ela não queria se sentir culpada caso Alfonso precisasse desistir de sua pesquisa.


“Boa sorte, vai dar tudo certo.”


Alfonso entrou na sala de reunião do enorme centro cirúrgico de Berlim sentindo suas mãos suarem, ele se sentia novamente um adolescente entre aqueles senhores que lhe olhavam como se ele fosse jovem demais para estar ali, e era isso o que Alfonso mais detestava no fato de ser tão novo, já que não importava o quão bom ele fosse, ninguém nunca lhe levava a sério como deveria ser.


- Seremos breves. – disse o Dr. Frank, que estava representando todos os investidores sentados à mesa. – Me dê um motivo pelo qual devemos investir em você, me convença de que mesmo de longe você será imprescindível para essa pesquisa. – Ele disse, depois de Alfonso apresentar novamente sua pesquisa, agora apontando o que mudaria pelo fato dele comandar a pesquisa de longe.


- Porque eu sou o melhor! – ele respondera, não era hora para falsa modéstia. – E vocês sabem disso, dediquei muito do meu tempo a essa pesquisa, e descobri em poucos meses mais do que vocês conseguiram em anos, vocês precisam de mim, e sabem que não encontrarão ninguém bom o suficiente para me substituir e ficar à frente dessa pesquisa. Eu sou o único capacitado para isso, e se eu não estiver a frente dessa pesquisa, ninguém mais estará!


- Há exatos vinte anos, quando você era só uma criança, eu estava nessa sala, assim como estou hoje, reunido com meus principais investidores, e eu fiz essa mesma pergunta para um médico, pedi para ele me convencer do porquê que eu deveria escolhê-lo entre tantos cirurgiões cardiovasculares, e a resposta dele foi exatamente a mesma, “porque eu sou o melhor”, você é igual ao seu pai Herrera, a diferença é que além de ter herdado o talento e a modéstia dele. – ele riu da sua própria piada. – Você também puxou a competência e a dedicação da sua mãe. Você será grande Herrera, é por isso que essa pesquisa é sua, não importa onde você esteja. – disse o Dr. Frank, e por fim Alfonso pode respirar aliviado, já que não queria imaginar ter que abrir mão de sua pesquisa.


Alfonso sabia que enquanto durasse essa pesquisa sua vida seria corrida, já que pelo menos uma vez por mês ele teria que ir até a Alemanha apresentar os avanços obtidos, assim como os relatórios mensais de sua pesquisa, mas ele estava pronto para isso, estava pronto para deixar de ser apenas o filho de Ruth Herrera e Marcelo Rodriguez e se tornar Alfonso Herrera, um cirurgião cardiovascular respeitado por suas descobertas e avanços em sua área.


Alfonso olhou em seu relógio e se surpreendeu que aquela reunião tivesse durado longas 3 horas, então logo chamou um taxi, apressado para o seu próximo compromisso, um jantar com a dona de uma das mais importantes editoras, especializada em medicina, que estava disposta a assinar um contrato com ele para publicar seus artigos.


Alfonso a viu sentada em um baco próximo ao enorme balcão do mesmo restaurante onde ele se encontrara com ela da primeira vez, Alfonso analisara Antonella antes de se aproximar, ela estava igual a dois anos atrás, quando ele a conhecera na divulgação de um dos livros de Ruth, ele não podia negar que Antonella era uma mulher atraente, alta, cheia de curvas, cabelos escuros e pele bronzeada, se Anahí já achava um absurdo a diferença de idade entre ele e Claudia, ela ficaria horrorizada ao saber que ele havia saído com uma mulher quinze anos mais velha do que ele.


- Herrera. – Antonella sorriu, se levantando ao vê-lo se aproximar.


- Antonella. – Ele a cumprimentou.


- Você está incrível. – Ela disse, voltando a se sentar.


- Você também. – Ele disse se sentando ao lado dela. – Um whisky puro, por favor. – pediu Alfonso.


- Você não se acha muito novo para pedir um whisky puro? – ela perguntou erguendo uma sobrancelha, fazendo Alfonso rir.


- Tem idade para isso? – ele perguntou?


- Você é jovem, deveria ter um paladar mais infantil. – Concluiu, e Alfonso voltou a rir, balançando a cabeça. – E então, como foi a sua reunião? – Ela perguntou curiosa, já que Alfonso havia comentado sobre a importante reunião que teria antes de se encontrar com ela.


- Melhor do que eu imaginava. – Ele disse, após beber um gole de seu whisky.


Continuaram conversando sobre a reunião de Alfonso e logo a hostess do restaurante se aproximou, os chamando para que ambos se sentassem a mesa que Antonella havia reservado, e assim que ambos escolheram seus pratos e fizeram o pedido para a sorridente garçonete, Antonella fora direto ao ponto, dizendo o quanto queria que Alfonso fechasse o contrato com a sua editora, e que queria aproveitar suas futuras vindas para a Alemanha, para marcar uma reunião formal, onde ela poderia lhe apresentar todas as vantagens que sua editora teria para lhe oferecer.


Alfonso não podia negar que ficara tentado em assinar o contrato com a editora de Antonella, afinal, isso lhe traria um grande retorno financeiro, mas o fato de Ruth também ter um contrato assinado com Antonella, fizera com que ele ficasse em dúvida, já que ele sempre quisera se distanciar de tudo o que lhe fizesse continuar na sombra de sua mãe.


Depois do jantar, Alfonso voltara para o hotel e depois de um banho quente e demorado, se jogara em sua cama, exausto, e assim que pegara seu celular, sorrira ao ver as mensagens que Anahí havia lhe enviado, mas que por ele ter esquecido o mesmo desligado, acabou não vendo na hora.


“Como foi a reunião? Espero que tudo tenha dado certo. Te amo.”


Ele sorrira ao ler a primeira mensagem, Anahí era exatamente a pessoa que faltava na vida de Alfonso, alguém que o incentivasse e que torcesse para que ele chegasse onde sempre quis.


“Sua reunião está sendo tão demorada assim? Me mende uma mensagem assim que você sair.”


Alfonso se xingara mentalmente por não ter visto as mensagens de Anahí, e por ter se esquecido de avisar para ela que ele sairia para jantar com Antonella.


“Não importa a hora que você chegue, me ligue, estou ansiosa para saber sobre a reunião.”


“Acabei de chegar no hotel, fui jantar com uma editora interessada em publicar meus artigos, a reunião foi melhor do que eu imaginava e tudo deu certo. Já está dormindo?”


Não demorou muito para que o celular de Alfonso vibrasse com uma resposta de Anahí.


“Fico feliz que tudo tenha dado certo, as crianças estão na cama comigo, e parece que não vão dormir tão cedo, sendo assim eu provavelmente não conseguirei dormir cedo, por isso me conte sobre o seu dia, quero saber como foi a sua reunião e o seu jantar de negócios.”


Alfonso fizera um breve resumo sobre sua reunião, dizendo quais eram os acordos que havia feito para poder ficar à frente dessa pesquisa, como ter que viajar pelo menos uma vez por mês para a Alemanha, depois, dissera que o jantar com Antonella apenas servira para lhe deixar com ainda mais dúvidas sobre com qual editora ele deveria assinar.


Ambos trocaram mensagens durante quase uma hora, e Anahí lhe mandara fotos de Clara e Enzo pulando na cama animados, fazendo com que Alfonso sentisse ainda mais falta de estar em casa, mesmo que seu voo de volte estivesse marcado para o dia seguinte.


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): alinerodriguez

Este autor(a) escreve mais 4 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

Quando finalmente chegou em casa, já de madrugada, Alfonso tentou entrar na mesma em silencio, mas assim que passara pela sala encontrara Anahí acordada, o esperando com um enorme sorriso no rosto, e isso era sem dúvidas muito melhor do que ter aceitado qualquer proposta para se mudar para a Alemanha. - Senti sua falta. – Ela disse caminhando at&e ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 3925



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • tatah_gioherrera Postado em 18/02/2019 - 19:09:51

    Por essa eu não esperava. Nunca imaginei essa reação da Rtuh. Tomara que nada aconteça nesse caminho da Annie até lá. Estou com medo já. Sinto que vem coisa por aí.

  • daicavalcante Postado em 18/02/2019 - 16:26:05

    Sinto cheiro de confusão e lágrimas 😭 Anahí vai atrás dele o que será que vai acontecer ? #PostaLogoSdds #QueremosMAratona PLIS

  • hittenyy Postado em 18/02/2019 - 16:01:42

    Porra Ruth eu não esperava isso de vc ,vc está sendo muito ganacioda está pensando só na carrera vc não está pensando na felicidade do seu filho.

    • hittenyy Postado em 18/02/2019 - 23:51:39

      Né ,ela falava tanto do Marcelo que agora ela está do mesmo jeito que ele anos atrás ,acho que a Gama subiu na cabeça dela

    • daicavalcante Postado em 18/02/2019 - 16:27:20

      Né isso a Ruth virou Marcelo é isso produção ?

  • julia_loveponny_aya Postado em 18/02/2019 - 03:17:21

    Go any go any goooo

  • julia_loveponny_aya Postado em 18/02/2019 - 03:16:57

    Ruth merece una tapas pra acordar pra vida zzzz

  • linda1 Postado em 18/02/2019 - 00:30:59

    Você, não me decepciona dona Ruth, eu não te criei pra isso. Voltei viu e já quero mais.

  • lila Postado em 17/02/2019 - 22:51:50

    Posta mais, please.

  • lila Postado em 17/02/2019 - 22:50:26

    Continuaaaaaaaaaaa, por favor. Não demore tanto para postar 😭😭😭. Amo essa história.

  • karla_rafaela Postado em 07/02/2019 - 00:43:00

    Amooooooo a Clarinha!!!!!!

  • vicunhawebs Postado em 04/02/2019 - 16:22:36

    Nova leitora. Ainda tô no início da história, mas já tô.amando

    • daicavalcante Postado em 06/02/2019 - 21:53:46

      Tua vai amar , já li mil vezes e li denovo e denovo rsrsrs



AVISO

Vocês conhecem o Blog do Fanics Brasil? Lá tem dicas, tutoriais e matérias de como escrever bem uma fanfic.


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...