Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: - Mentiras | Tema: AyA


Capítulo: Capítulo - CDXX

1015 visualizações Denunciar


Quando finalmente chegou em casa, já de madrugada, Alfonso tentou entrar na mesma em silencio, mas assim que passara pela sala encontrara Anahí acordada, o esperando com um enorme sorriso no rosto, e isso era sem dúvidas muito melhor do que ter aceitado qualquer proposta para se mudar para a Alemanha.


- Senti sua falta. – Ela disse caminhando até Alfonso, antes de se jogar em seus braços, logo depois dele ter largado suas malas no chão.


- Eu fiquei longe só por uma semana. – Ele sorriu, depois de selar seus lábios aos de Anahí.


- Foi o suficiente para eu sentir sua falta. – Ela disse, voltando a abraçá-lo.


- Trouxe uma coisa para os gêmeos. – Alfonso disse empolgado, se afastando de Anahí para ir até a sua mala, deixando Anahí curiosa.


E fora inevitável para Anahí não chorar ao ver o que Alfonso tirava de sua mala animado, afinal, esse sempre fora o seu sonho, uma gravidez tranquila, onde ela pudesse dividir com quem estava ao seu lado sua empolgação, sua ansiedade, seus medos, sem se sentir insegura e aflita, como fora em sua primeira gravidez.


- O macacão tem orelha de urso. – explicou Alfonso, empolgado, mostrando o mesmo para Anahí, que sorriu, tentando enxugar suas lagrimas.


- Isso é mais do que eu imaginei que teria um dia. – Ela voltou a abraça-lo. – Eu te amo.


- Eu também te amo, pequena. – disse, após depositar um beijo em sua testa. – Mais do que você imagina.


Anahí fora deitar pensando em como sua vida havia mudado em tão pouco tempo, ela agora se sentia completa, estava construindo uma família como sempre sonhara em ter e, saber que tinha ao seu lado um homem que a protegia e era um ótimo pai, só fazia com que ela se sentisse ainda mais completa, tão diferente de como se sentia quando estava com Rodrigo, e sentia medo a todo instante.


Anahí não demorou a pegar no sono, pensando em como se sentia uma mulher de sorte por estar ao lado de Alfonso e saber que agora teria uma gravidez tranquila, como sempre sonhara em ter.


- Rodrigo, por favor. – Ela pediu, levando sua mão até sua barriga, com medo que Rodrigo voltasse a lhe agredir.


- Você me tira do sério com facilidade, Anahí, parece até que faz isso de propósito. – Ele a segurou pelo braço, a apertando e a puxando, até empurrá-la no sofá, onde ela se encolheu amedrontada.


Anahí podia ver a raiva no olhar de Rodrigo, e era tão desesperador a forma como ela se sentia pequena e frágil ao lado dele, com medo e insegurança, sem saber como faria para se proteger e proteger o filho que que agora carregava, caso Rodrigo decidisse levantar a mão pra ela mais uma vez.


- Saia da minha frente! – Ele mandou, tentando manter a calma, mas quando Anahí não conseguiu se mexer, tremendo, encolhida no sofá, ele voltou a puxá-la, fazendo com que ela caísse no chão.


- Eu mandei você sair da minha frente. – Ele a puxou pelo cabelo, fazendo com que ela se levantasse, ainda tremendo, apavorada.


- Por favor. – Ela voltou a pedir, não se lembrava o momento exato em que Rodrigo havia deixado de ser gentil com ela para tratá-la como a estava tratando ultimamente.


- Cale a boca. – Ele gritou, batendo com as costas da sua mão no rosto de Anahí.


- Não, por favor. – Ela pediu se mexendo na cama, ainda dormindo. – Por favor, não.


Alfonso acordou assustado ao escutar Anahí gritar “Não” repetidas vezes, e fora difícil fazer com que ela despertasse de seu pesadelo.


- Está tudo bem. – Ele a aninhou quando ela começou a chorar, assim que despertou, percebendo que aquele havia sido apenas mais um de seus pesadelos. – Está tudo bem. – Ele disse, e ela se permitiu chorar aliviada, por saber que o que vivera com Rodrigo, agora eram apenas lembranças, e essa não voltaria mais a ser sua realidade.


- Quer conversar sobre isso? – perguntou Alfonso, minutos depois, quando Anahí já estava mais calma, ainda abraçada a ele, que a afagava.


- Não, foi só mais um pesadelo, só mais uma lembrança que não vai voltar a acontecer. – Ela o abraçou com força. – Eu te amo.


- Não mais do que eu te amo. – Ele respondeu, antes de depositar um beijo carinhoso em sua testa.


Anahí dormiu nos braços de Alfonso, já mais tranquila, se sentindo protegida e segura ao lado dele.


Alfonso acordou e tateou o lado esquerdo buscando por Anahí, que já havia acordado e agora saia do banheiro, enxugando seus cabelos loiros e, sorrindo ao vê-lo acordar.


- Bom dia. – Ela sorriu ao vê-lo se sentar na cama.


- Bom dia. – Ele sorriu, observando Anahí.


- Eu sei que você está certo quando diz que eu preciso me organizar, que eu nunca te aviso com antecedência quando tenho algo importante no meu trabalho, e eu prometo que vou tentar ser uma pessoa mais organizada, mas hoje eu preciso que você leve as crianças para a escola, por que eu tenho uma reunião importante e já estou atrasada. – Ela disse, caminhando em direção ao sofá, onde havia deixado suas roupas.


- Tudo bem, eu os levo, hoje eu estou de folga. – respondeu Alfonso tranquilamente, colocando as mãos para trás de sua cabeça, já que recebera o dia de folga, por ter ficado fora durante uma semana para cuidar dos assuntos relacionados a sua pesquisa.


- Você está de folga hoje? – ela abriu um amplo sorriso, e Alfonso assentiu. – Ótimo, então por favor me dê uma carona até o ateliê, meu carro está na revisão e eu não quero ter que chamar um taxi.


- Você é tão organizada, que me enche de orgulho. – Ele disse ironicamente, e ela riu, enquanto se vestia. – Vou acordar as crianças enquanto você termina de se arrumar. – Ele disse se levantando da cama.


Assim que Alfonso acordou Enzo e Clara, quando ambos já estavam arrumados, e desciam as escadas junto com Alfonso, Clara viu as malas do mesmo e se lembrou que ele havia ido viajar, então, assim como sempre fazia, começou a perguntar se Alfonso havia trazido algo para ela.


- O que você me trouxe de presente? – ela perguntou animada, pulando os degraus da escada, já que sempre que viajava, Alfonso lhe trazia presentes, mesmo que ele raramente viajasse para evitar ficar longe dela.


Alfonso foi até sua mala e pegou a pequena caixa com a parte que faltava para montar do castelo que ela tinha de Legos, e a mesma começou a pular animada, até que viu dois pequenos macacões no braço do sofá.


- São dos bebês? – ela perguntou curiosa e Alfonso afirmou. – Eles vão nascer tão pequenos assim?


- Vão. – Alfonso sorriu com a pergunta, enquanto procurava em sua mala o avião que havia comprado para Enzo.


- Você trouxe presente pra mim também? – perguntou Enzo surpreso, quando Alfonso lhe entregou uma caixa, já que ele imaginava que Alfonso não lhe daria nada, já que ele não era seu filho. – Eu adorei. – Ele disse animado, e Anahí que já estava parada há algum tempo, perto da escada, sorriu, já que adorava ter momentos como esse, em família.


- Você está linda. – Disse Alfonso, selando seus lábios aos lábios de Anahí, assim que a viu.


- Tem certeza, essa saia não está muito curta? – perguntou, já que amava usar saias com salto alto, mas evitava, já que sempre se lembrava de Rodrigo lhe dizendo o quanto ela parecia vulgar.


- Você está maravilhosa, e suas pernas são lindas, - ele disse, a fazendo sorrir.


- Mamãe, olha o que eu ganhei. – disse Enzo animado, erguendo a caixa de seu avião, e se esquecendo que estava chateado, com medo de Alfonso não gostar mais dele.


- Vou me trocar e já desço para levar vocês. – Disse Alfonso, subindo as escadas apressadamente.


Alfonso estacionou seu carro em frente ao ateliê onde Anahí trabalhava, a mesma lhe agradeceu, selou seus lábios aos dele e desceu do carro apressada, já que sua reunião começaria em 5 minutos.


- Saio as 17h, se você não puder me buscar me avise, e eu peço um taxi. – disse, assim que deu a volta no carro.


- Pode deixar, as 17h eu estarei aqui. – respondeu Alfonso, antes de dar partida em seu carro.


- Acho que o meu dia começou a ficar melhor agora que você chegou. – disse um homem alto e moreno, que se aproximara de Anahí, depois de ficar a observando enquanto ela descia do carro.


- Matteo. – Ela sorriu sem jeito, já havia se passado muito tempo desde a última vez em que ela havia se encontrado com ele.


- Vim para a reunião. – Ele sorriu. – Você está linda. – Ele disse depois de abraça-la.


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): alinerodriguez

Este autor(a) escreve mais 4 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

Assim que deixou as crianças na escola e voltou para sua casa, Alfonso passou a manhã toda trancado em seu escritório, relendo alguns artigos e analisando as propostas das editoras, já que ainda estava em dúvida por querer assinar o contrato com a editora da Antonella, mas ao mesmo tempo não querer seguir novamente os passos de sua m ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 3925



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • tatah_gioherrera Postado em 18/02/2019 - 19:09:51

    Por essa eu não esperava. Nunca imaginei essa reação da Rtuh. Tomara que nada aconteça nesse caminho da Annie até lá. Estou com medo já. Sinto que vem coisa por aí.

  • daicavalcante Postado em 18/02/2019 - 16:26:05

    Sinto cheiro de confusão e lágrimas 😭 Anahí vai atrás dele o que será que vai acontecer ? #PostaLogoSdds #QueremosMAratona PLIS

  • hittenyy Postado em 18/02/2019 - 16:01:42

    Porra Ruth eu não esperava isso de vc ,vc está sendo muito ganacioda está pensando só na carrera vc não está pensando na felicidade do seu filho.

    • hittenyy Postado em 18/02/2019 - 23:51:39

      Né ,ela falava tanto do Marcelo que agora ela está do mesmo jeito que ele anos atrás ,acho que a Gama subiu na cabeça dela

    • daicavalcante Postado em 18/02/2019 - 16:27:20

      Né isso a Ruth virou Marcelo é isso produção ?

  • julia_loveponny_aya Postado em 18/02/2019 - 03:17:21

    Go any go any goooo

  • julia_loveponny_aya Postado em 18/02/2019 - 03:16:57

    Ruth merece una tapas pra acordar pra vida zzzz

  • linda1 Postado em 18/02/2019 - 00:30:59

    Você, não me decepciona dona Ruth, eu não te criei pra isso. Voltei viu e já quero mais.

  • lila Postado em 17/02/2019 - 22:51:50

    Posta mais, please.

  • lila Postado em 17/02/2019 - 22:50:26

    Continuaaaaaaaaaaa, por favor. Não demore tanto para postar 😭😭😭. Amo essa história.

  • karla_rafaela Postado em 07/02/2019 - 00:43:00

    Amooooooo a Clarinha!!!!!!

  • vicunhawebs Postado em 04/02/2019 - 16:22:36

    Nova leitora. Ainda tô no início da história, mas já tô.amando

    • daicavalcante Postado em 06/02/2019 - 21:53:46

      Tua vai amar , já li mil vezes e li denovo e denovo rsrsrs



AVISO

Vocês conhecem o Blog do Fanics Brasil? Lá tem dicas, tutoriais e matérias de como escrever bem uma fanfic.


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...