Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: - Mentiras | Tema: AyA


Capítulo: Capítulo - CDXXXIV

1537 visualizações Denunciar


Anahí acordou cedo para dar o remédio para o Enzo e depois que não conseguiu voltar a dormir, acabou indo até a cozinha, onde os funcionários da mansão logo lhe prepararam um café da manhã, mesmo ela insistindo que poderia se virar sozinha.


- Bom dia. – Disse Manuela entrando na cozinha sonolenta e se sentando a mesa, onde logo lhe serviram sua xicara de café.


- Bom dia. – Disse Anahí.


- Alfonso ainda está dormindo? – Perguntou Manuela pegando um pedaço de bolo, já que seu irmão sempre acordava cedo.


- Acredito que hoje ele vá demorar a acordar. – Comentou Anahí.


- Por quê? Ele demorou para dormir por causa da briga com o Alex? – Perguntou Manuela.


- Não, digo isso porque ontem ele acabou tomando alguns remédios para dormir. – Respondeu Anahí.


- Pesadelos de novo? – Perguntou Manuela preocupada e Anahí a encarou assustada, já que não sabia se podia conversar sobre isso com a Manuela. - Ele só tomava remédios para dormir quando tinha pesadelo. – Ela a encarou. – Isso foi apenas hoje ou é recorrente?


- É a segunda vez em pouco tempo. – Respondeu Anahí. – Mas não fale pra ele que eu te contei isso, por favor. – Pediu, sabia como Alfonso era e sabia que ele ficaria furioso se descobrisse que Anahí havia contado para Manuela sobre os pesadelos que ele vinha tendo sempre que encontrava Marcelo.


- Eu não vou falar nada. – Ela respirou fundo, se dando por vencida. – Ele não gosta de conversar sobre esses pesadelos, isso faz com que ele se sinta vulnerável e ele odeia se sentir vulnerável.


- Eu sei, e isso é tão frustrante. - Ela respirou fundo, sabia que Manuela o conhecia melhor do que ninguém. – Eu só queria que ele se abrisse comigo, ou com qualquer outra pessoa, queria que ele não carregasse esse peso nas costas.


- Bom dia. – disse Marcelo, entrando na cozinha, e embora ele não quisesse deixar transparecer, era nítido que ele não havia dormido nada durante a noite, depois da pequena discussão que tivera com Alfonso.


- Eu sei que eu prometi para mim mesma que eu não me intrometeria nisso, mas eu realmente preciso entender que merda você tinha na cabeça quando decidiu fazer com que o Alfonso pensasse que não pertencia a essa família. – Disse Manuela, séria, se levantando da mesa, demonstrando que também podia ser imponente quando queria.


- Esse não é um assunto seu, Manuela. – Marcelo se limitou a dizer, a ignorando, enquanto se virava para pegar a xicara de café que um dos empregados lhe servia, junto com o seu jornal.


- Isso é um assunto meu! Tudo o que diz respeito ao Alfonso é um assunto meu! O que você fez foi baixo demais até mesmo para você. – Ela o fuzilava com o olhar, estava prestes a explodir.


- Você quer uma explicação para isso, o Alfonso quer uma explicação para isso, Ruth me pediu durante anos uma explicação para isso, mas não tem! Eu falhei, e acredite, eu estou pagando um preço alto por isso agora! – Desabafou Marcelo.


Marcelo sabia o porque de sempre ter jogado seus planos nos ombros de Alfonso, ele sabia que seu orgulho sempre falara mais alto, mas não sabia descrever exatamente quando fora o momento exato que se deixara cegar, colocando sua ambição a frente de sua família, fazendo com que Alfonso precisasse aguentar mais do que podia suportar.


- Você acha um preço alto? – Perguntou Manuela dando um passo para frente. – Eu paguei um preço alto quando fui internada naquela merda de clínica. – Ela disse, sabendo que se não falasse agora, nunca mais teria coragem de tocar naquele assunto. – Alfonso ainda paga um preço alto sendo incapaz de demonstrar seus sentimentos. Agora você, você só está colhendo o que você plantou.


Anahí queria se levantar da mesa, se afastar e deixar que Marcelo e Manuela resolvessem suas desavenças, mas suas pernas pareciam que não iriam lhe obedecer, a obrigando a permanecer sentada enquanto ambos se enfrentavam.


- Eu sei disso. – Assumiu Marcelo depois de um tempo em silencio. – Eu mereço isso, mas não é porque eu mereço, que é fácil aceitar o quanto eu errei.


- Porque é que você resolveu voltar nesse assunto agora, como você pensou que ele reagiria ao saber a verdade?


- Eu queria que ele soubesse que tudo o que eu disse sempre foi da boca pra fora, eu queria que ele soubesse que eu sempre me preocupei com ele, eu queria que ele soubesse que eu o amo. – disse Marcelo e Anahí se segurou para não chorar, já que a gravidez a estava deixando emotiva.


- A única coisa que ele vai pensar com isso é que você quer compra-lo, que você acha que com o seu dinheiro você pode faze-lo se aproximar de você.


- Isso jamais se passou pela minha cabeça, conheço o meu filho...


- Você precisa dar um jeito de consertar isso. – Disse Manuela o interrompendo para encerrar aquela discussão.


Minutos depois de Marcelo sair da cozinha, fora possível escutar Ruth furiosa, gritando com o mesmo, o que fez Anahí se perguntar se o clima naquela casa era sempre assim, pesado, e entender ainda mais o porquê de Alfonso ter saído de casa tão novo.


Quando Anahí voltou para o quarto de Alfonso, o mesmo já não estava mais na cama, e ela pode ouvir o barulho do chuveiro ligado e embora tivesse tentada a se juntar a ele, achou que depois da noite anterior, seria melhor lhe dar um espaço.


O celular de Alfonso que estava no pequeno móvel ao lado da cama vibrara, deixando Anahí curiosa, ela havia prometido para si que não invadiria sua privacidade e não mexeria nas coisas dele, mas tomada de uma curiosidade descomunal, ela pegou o celular na mão e destravou o mesmo, que não pedia senha, foi então que ela leu o nome de Cláudia no visor do celular e tomada pela raiva, abriu o e-mail, curiosa para saber se Alfonso continuava mantendo contato com ela. 


De: Cláudia Alvarez


Para: Alfonso Herrera


Assunto: Bons momentos


Sei que você respondeu ao meu último e-mail dizendo que não quer se encontrar comigo, mas pense na minha proposta, estarei na Alemanha no final do mês e você também estará, nós poderíamos repetir nossa primeira viagem para Berlim, lembra como foi bom o tempo em que passamos juntos? Ou apenas podemos nos ver para conversarmos como sempre fazíamos, não estou te pedindo nada que vá irritar a Dra. Herrera.


Estou orgulhosa de onde você está chegando com a sua pesquisa, sempre soube que você seria grande.


 Não me chame de senhora.


Espero sua resposta.


Carinhosamente, Cláudia.


 Anahí ficará furiosa ao ler o e-mail, já que Alfonso não havia mencionado que Cláudia havia voltado a procurá-lo, então, tomada por seu ciúme e sua curiosidade, ela começou a procurar nos e-mails de Alfonso a conversa que ele tivera com Cláudia. 


De: Cláudia Alvarez


Para: Alfonso Herrera


Assunto: Convite 


Alfonso,


Soube que você estará no jantar do Dr. Stein no final do mês, eu também irei, pensei que seria uma boa oportunidade para te ver, talvez pudéssemos fazer alguma coisa juntos durante os dias em que estivermos em Berlim.


Estou com saudades.


Carinhosamente, Cláudia. 


E logo abaixo Anahí encontrara a resposta de Alfonso, já sentindo seu estomago revirar.


De: Alfonso Herrera


Para: Cláudia Alvarez


Assunto: Re: Convite


Dra. Alvarez, pensei que tivesse ficado claro para a senhora que eu não tenho mais nenhum interesse em te encontrar, pensei também que você tivesse um pouco de bom senso e amor a sua carreira, já que se a Ruth descobrir que você me procurou ela acaba com você.


Agradeço o seu convite, mas não tenho interesse em te ver, e agradeceria se você não falasse comigo durante o jantar do Dr. Stein. 


Herrera. 


Antes que Anahí pudesse perceber o que estava fazendo, ela começara a digitar furiosa, uma resposta para Claudia, sem se perguntar se Alfonso ficaria zangado com isso.


- Esse é o meu celular? – Perguntou Alfonso, minutos depois, quando ao sair do banheiro com uma toalha enrolada em sua cintura, vira Anahí digitar algo em seu celular, enquanto mantinha seu semblante sério.


- Você pretendia me contar que estava trocando e-mails com a Cláudia? – Ela perguntou o encarando.


- Eu não acredito que você está fuçando o meu celular. – Ele disse, puxando o seu celular da mão de Anahí, fora quando ele leu na tela “E-mail enviado”. – Que merda você fez? – Ele perguntou, enquanto buscava o último e-mail enviado de seu celular, o que ele logo encontrara. 


De: Alfonso Herrera


Para: Cláudia Alvarez


Assunto: Re: Bons momentos


 Dra. Alvarez, agradeço a insistência em querer chamar minha atenção, no entanto, acho triste perceber que você não tem um pingo de amor próprio, o que tivemos já acabou, e não foi nem tão bom assim para você continuar insistindo por mais.


Eu era só um garoto deslumbrado quando ficamos juntos, eu era novo e você era uma mulher experiente, mas para mim sempre foi apenas pelo sexo (o que depois acabei descobrindo que não era dos melhores), então, siga sua vida, seja lá onde você estiver.


Uma mulher na sua idade já não aguenta o ritmo de alguém mais novo, então procure um homem da sua idade para fazer sexo, talvez assim você pare de me procurar. 


Como já mencionei, espero que você não fale comigo durante o jantar do Dr. Stein, até porque não temos nada para conversar e será prazeroso lhe ignorar. 


Herrera.


 - Que merda! – Esbravejou Alfonso.


- Você vai nesse jantar? – Perguntou Anahí, já arrependida por ter enviado o e-mail.


- Que merda se passou pela sua cabeça quando você decidiu enviar esse e-mail? – Ele elevou seu tom de voz.


- Você não respondeu a minha pergunta. – Ela não desvencilhou seu olhar, embora ainda se assustasse quando Alfonso se zangava.


- Merda Anahí! – Ele passou a mão em seus cabelos ainda molhados, querendo gritar com ela, mas tentando se conter. – Merda!


- Você não pode ficar assim tão bravo, quem deveria estar brava sou eu!


- Existe uma coisa chamada privacidade, não importa se moramos juntos ou não, meu celular é meu celular, você não tem o direito de mexer, muito menos responder a Cláudia da forma como você respondeu, isso foi baixo.


- E existe uma coisa chamada confiança! Mas fica difícil confiar em você quando a Claudia volta a te procurar e você não me fala nada!


- Você quer falar sobre confiança? – Ele perguntou ironicamente enquanto mexia em seu celular. – Não é a primeira vez que você faz isso, agora meu celular está bloqueado, tente conseguir a senha da próxima vez. – Ele disse, se virando para pegar sua roupa que estava sobre a cama.


- Você vai nesse jantar? – Ela voltou a perguntar, estava arrependida pelo que havia feito, sabia que o e-mail que enviara à Cláudia fora baixo, mas na hora da raiva ela não conseguira pensar direito.


- Eu vou, e esse assunto está encerrado! – Ele disse sério, sem se virar para olhá-la, enquanto terminava de se vestir.


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): alinerodriguez

Este autor(a) escreve mais 4 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

Anahí saiu do quarto quando percebeu que Alfonso não falaria mais nada e continuaria a ignorando, e quando fechou a porta, caminhando no extenso corredor da mansão, pode escutar Ruth e Marcelo discutindo, então se perguntou como Alex e Manuela aguentavam viver ali, sempre rodeados de brigas e discussões.Anahí foi até o quarto ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 4004



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • ginja2011 Postado em 10/10/2019 - 22:52:34

    Ainda bem que ele chegou a tempo!

  • camilaaya Postado em 05/10/2019 - 22:24:39

    Ah, eu sabia

  • ginja2011 Postado em 05/10/2019 - 15:23:03

    Agora o bicho pegou, chega rápido Alfonso!!

  • camilaaya Postado em 03/10/2019 - 23:05:37

    Ñ sei, tenho pra mim que Alfonso ñ vai ver o nascimento dos gêmeos

  • taibm Postado em 03/10/2019 - 08:29:01

    Nao para nao

  • izabelaSpaniColungaPortillaHer Postado em 03/10/2019 - 06:35:26

    fazia tempo que não lia essa fanfic, muito boa. o poncho foi idiota com a Anahí, mas pelo menos ele resolveu mudar e perdoar o Marcelo, esse Lourenço tá mexendo em casa de maribondo, kkkkk.. Posta mais!!!!

  • taibm Postado em 01/10/2019 - 22:08:29

    Amandooo continua

  • daicavalcante Postado em 27/09/2019 - 19:30:14

    Posta mais

  • taibm Postado em 24/09/2019 - 17:32:58

    Por que parou? Parou por que? Continuaaa

  • camilaaya Postado em 23/09/2019 - 21:51:52

    Sdds de ler capítulo novo, ñ acredito que já esteja quase na reta final, ñ estou preparada para o fim dela. Estou relendo ela no momento



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

Não conseguimos todo o dinheiro necessário para pagar o DataCenter.


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...