Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: - Mentiras | Tema: AyA


Capítulo: Capítulo - CDXXXIX

319 visualizações Denunciar


Embora para Alfonso os dias em que ele estava na Alemanha tenham passado correndo, para Anahí pareciam uma eternidade, já que Alfonso não lhe ligara nenhum dia, apenas lhe enviara mensagens rápidas, nem mesmo quando as crianças pediram sem parar para falar com Alfonso antes de dormirem, ele pode atender, preso a reuniões longas e cansativas.


Anahí estranhara quando recebera aquela mensagem em seu celular, ela sabia que isso deixaria Alfonso furioso com seu chef, já que ambos não pareciam se entender bem.


“Bom dia Anahí, como você está?


Espero que se lembre de mim, sou o Dr. Harris, chefe do Alfonso, consegui seu número de telefone no hospital, espero que não se importe.


Só estou escrevendo para que você saiba que se precisar de algo enquanto o Alfonso não estiver por perto, será um prazer poder lhe ajudar.”


Anahí leu novamente a mensagem, e decidiu que o melhor seria não responder ao dr. Harris e esperar que Alfonso retornasse da Alemanha para lhe contar sobre a mensagem.


Quando Alfonso chegara em casa já era quase 10 horas da manhã, o que o fez pensar que apenas Helena estaria em casa, mas assim que ele entrou em seu quarto, encontrara Anahí deitada em sua cama.


- Está de folga hoje? – Ele perguntou, se inclinando para beijar sua testa.


- Não estava me sentindo muito bem, por isso acabei pedindo o dia de folga. – Ela respondeu.


- O que você está sentindo? – Perguntou preocupado, se sentando a cama ao lado dela.


- Não precisa se preocupar, só estou um pouco enjoada. – Ela respondeu tentando tranquilizá-lo, embora sentisse que a qualquer momento fosse desmaiar.


- Tem certeza? – Perguntou desconfiado.


- Tenho. – Ela forçou um sorriso e por sorte, Alfonso que parecia observá-la, foi despertado pelo toque do seu celular.


A conversa de Alfonso fora rápida, mas Anahí logo entendeu que ele teria que ir até o centro médico e a deixaria sozinha, já que haviam conseguido um transplante para um de seus pacientes e por isso o chefe da cardiologia o havia chamado, mesmo estando fora do seu horário.


- Tenho uma hora para chegar no hospital, vou tomar um banho rápido e correr. Tem certeza que você está bem? – Ele voltou a perguntar.


- Tenho, não precisa se preocupar. – Ela disse, o observando enquanto ele caminhava em direção ao banheiro.


Alfonso já havia saído de casa quando Anahí fora até a cozinha, horas mais tarde, cansada de ficar em seu quarto, sem encontrar uma posição confortável e sentindo seu enjoo e tontura ficar cada vez mais forte.


Anahí não se lembrava de como aquilo havia acontecido, mas quando dera por si, estava caída no chão da cozinha, ela pegara seu celular em seu bolso e tentara ligar para Alfonso, assustada, mas em nenhuma das vezes que tentara Alfonso lhe atendera, provavelmente porque já estava dentro da sala de cirurgia.


Helena também não estava em casa, já que levara as crianças para o futebol e balé, deixando Anahí sozinha, já que a mesma lhe garantiu que estava bem.


Sem saber direito o porquê estava fazendo isso e preocupada com a queda que tivera, Anahí acabara ligando para o chefe de Alfonso, depois de se lembrar da mensagem que ele havia lhe enviado e ele prontamente a atendera.


Assim que Anahí explicou o que havia acontecido e não aceitou que uma ambulância fosse buscá-la, Harris prontamente se oferecera para ir buscá-la, e poucos minutos depois ele estava ajudando Anahí a entrar em seu carro.


- É possível que tenha sido uma queda de pressão arterial, não há com o que se preocupar. – Ele explicou gentilmente, tentando tranquilizá-la.


Assim que chegaram ao hospital, Dr. Harris pedira prioridade no atendimento de Anahí, que pouco tempo depois já estava deitada em um leito do hospital, medicada, se sentindo melhor e mais tranquila depois de ter feito o ultrassom.


- Anahí, tenho uma cirurgia marcada agora, lamento não poder ficar aqui com você, mas qualquer coisa que você precisar, peça para que me chamem. – disse Harris, que só agora se afastara de Anahí.


- Laura. – Harris chamara a enfermeira quando ela passara apressada por ele. – Faça com que esse prontuário chegue até o dr. Herrera o quanto antes. – Ele disse, entregando o prontuário para Laura, que esperara por Alfonso do lado de fora do centro cirúrgico.


- Dr. Herrera. – Laura o chamou assim que Alfonso passou pelas portas do centro cirúrgico.


- É urgente? – Ele perguntou, estava exausto, mal chegara de viagem e já tivera que correr até o centro médico.


- O dr. Harris pediu para eu te entregar esse prontuário. – Ela disse, entregando o mesmo para Alfonso, que assim que vira o nome escrito no começa das páginas, saíra correndo, em direção ao leito marcado no prontuário.


- Como você está? – Perguntou Alfonso, entrando no leito onde Anahí estava e ela sorriu ao vê-lo.


- Agora estou bem. – Ela respondeu.


- Você estava sozinha quando desmaiou? – Ele perguntou preocupado e ela assentiu. – Você veio dirigindo? – Ele perguntou, já a repreendendo.


- Não! Eu liguei para o dr. Harris e ele foi me buscar. Eu tentei te ligar várias vezes, mas eu sei que você nunca atende quando está em cirurgia, por isso eu liguei para o seu chefe, me desculpe. – Ela se justificou.


- Você não precisa se desculpar, mas como você conseguiu ligar para ele? – Perguntou confuso.


- Quando você estava na Alemanha, o dr. Harris me enviou uma mensagem, por isso eu sabia o número dele. – Ela disse, pronta para que Alfonso explodisse a qualquer momento.


- Ele te mandou uma mensagem? – Ele perguntou incrédulo e Anahí novamente assentiu. – Posso ver essa mensagem? – Ele perguntou e Anahí entregou seu celular para Alfonso, depois de buscar a mensagem.


Alfonso ficara furioso com seu chefe ao ler a mensagem, era obvio que ele havia buscado pelo número de Anahí nos arquivos do centro médico e Alfonso não deixaria isso passar.


- Onde você vai? – Ela perguntou quando Alfonso se virou para sair do quarto em que ela estava.


- Preciso resolver uma coisa, volto logo. – Ele disse antes de sair apressadamente.


Alfonso fora direto até o diretor do hospital, que dissera que só poderia tomar alguma atitude se Anahí reclamasse pelo ocorrido, Alfonso tentara argumentar, mas ao ver que não adiantaria, resolvera ligar para Ruth, que aceitou apenas aplicar uma advertência ao chefe de Alfonso.


- Você tem noção do que aconteceu? – Alfonso perguntou furioso, ele sabia que Anahí não reclamaria pelo ocorrido.


- Sim Alfonso, eu entendi o que aconteceu, mas se a Anahí não reclamar nós não podemos fazer nada. – Respondeu Ruth.


- Então você vai permitir que ele pegue dados pessoais de pacientes? – Ele perguntou.


- Alfonso, ele não pegou os dados de nenhum paciente, ele só pegou o telefone da sua namorada e quis ajudar. – Ela respirou fundo. – Eu vou solicitar a advertência...


- Me deixe falar com o Marcelo. – Ele pediu a surpreendendo.


- Alfonso, a opinião do seu pai não será diferente da minha. – Ela disse, antes de passar seu celular para Marcelo.


Assim que Alfonso explicara o ocorrido para Marcelo, o mesmo se prontificou a solicitar a suspenção do dr. Harris, o que deixou Ruth furiosa e a fez querer falar novamente com Alfonso.


- Alfonso, você sabe o porquê dele estar fazendo isso, não sabe? – perguntou Ruth, mas Alfonso nada respondeu, ele não podia acreditar que Ruth jogaria isso na sua cara. – Ele está fazendo isso para ficar do seu lado, foram tantos anos perdidos entre vocês dois que agora qualquer coisa que você pedir ele fará, só para que vocês dois não briguem mais, inclusive suspender um funcionário.


- Então agradeça que eu não tenha pedido a demissão do dr. Harris. – disse Alfonso, antes de desligar seu celular.


Pouco depois de Alfonso voltar para o leito onde Anahí estava, a mesma recebera alta, já que só estava de observação, mas assim que Alfonso chegara ao estacionamento do centro médico com Anahí, o dr. Harris aparecera furioso.


- Dr. Herrera. – Ele o chamou, caminhando em direção a Alfonso, que sabia que Marcelo fora rápido em pedir a suspenção do dr. Harris. – Vim agradecer a suspenção, é bom saber com quem estou lidando.


- Agradeça mesmo, porque eu poderia ter pedido a sua demissão. – Respondera Alfonso.


- Parece que eu não estava enganado ao acreditar que você é só mais um filhinho de papai, tudo o que você conseguiu até agora foi porque seus pais são donos dos centros médicos e porque você fodia com a sua chefe. – Acusou Harris.


- Nos vemos no próximo mês dr. Harris, aproveite sua suspensão. – disse Alfonso ironicamente, destravando as portas do seu carro.


- Eu não acredito que você fez isso! – Dissera Anahí, já dentro do carro.


- Eu não fiz nada, ele só teve o que mereceu, as informações sobre os pacientes são sigilosas, se ele fez isso com você pode fazer com qualquer outro paciente. – disse Alfonso, dando partida em seu carro.


- Você pediu isso para os seus pais? – Ela perguntou, já sabendo a resposta.


- Pedi para o Marcelo. – Respondeu Alfonso.


- Eu não acredito, Alfonso, o dr. Harris me ajudou, ele foi até a nossa casa me buscar, você não podia ter feito isso.


- Anahí, temos algumas regras que não podem ser quebradas, uma delas é o sigilo com os dados dos nossos pacientes...


- Ele apenas quis me ajudar. – Ela o interrompeu.


- Acredite Anahí, ele queria muito mais do que apenas te ajudar. – Ele disse ironicamente.


- Não seja ridículo! Eu não acredito que você fez isso por ciúmes sem nenhum fundamento.


- Sem fundamentos? Eu não acredito que você não perceba a forma como aquele cara te olha!


- Não vou discutir com você Alfonso, pelo menos não hoje, eu estou cansada, com sono, só quero chegar em casa e descansar. – Ela desistiu de começar uma briga, mesmo sabendo que Alfonso havia exagerado em seus ciúmes.


- Você está bem? – Ele perguntou preocupado.


- Estou, só estou cansada. – Ela respondeu.


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): alinerodriguez

Este autor(a) escreve mais 4 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

Os dias de Alfonso pareciam passar voando, ele mal tinha tempo para ficar com as crianças ou com a Anahí – embora depois do dia em que ela desmaiara, ele vivesse lhe enviando mensagens perguntando se ela estava bem – , precisava com urgência corrigir o que havia dado errado em sua pesquisa, além de dividir seu tempo com os longos plant& ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 4004



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • ginja2011 Postado em 10/10/2019 - 22:52:34

    Ainda bem que ele chegou a tempo!

  • camilaaya Postado em 05/10/2019 - 22:24:39

    Ah, eu sabia

  • ginja2011 Postado em 05/10/2019 - 15:23:03

    Agora o bicho pegou, chega rápido Alfonso!!

  • camilaaya Postado em 03/10/2019 - 23:05:37

    Ñ sei, tenho pra mim que Alfonso ñ vai ver o nascimento dos gêmeos

  • taibm Postado em 03/10/2019 - 08:29:01

    Nao para nao

  • izabelaSpaniColungaPortillaHer Postado em 03/10/2019 - 06:35:26

    fazia tempo que não lia essa fanfic, muito boa. o poncho foi idiota com a Anahí, mas pelo menos ele resolveu mudar e perdoar o Marcelo, esse Lourenço tá mexendo em casa de maribondo, kkkkk.. Posta mais!!!!

  • taibm Postado em 01/10/2019 - 22:08:29

    Amandooo continua

  • daicavalcante Postado em 27/09/2019 - 19:30:14

    Posta mais

  • taibm Postado em 24/09/2019 - 17:32:58

    Por que parou? Parou por que? Continuaaa

  • camilaaya Postado em 23/09/2019 - 21:51:52

    Sdds de ler capítulo novo, ñ acredito que já esteja quase na reta final, ñ estou preparada para o fim dela. Estou relendo ela no momento



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

Não conseguimos todo o dinheiro necessário para pagar o DataCenter.


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...