Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Child Star (Terminada) | Tema: Vondy (Adaptação)


Capítulo: Capítulo 11 part.1 3°Temporada

505 visualizações Denunciar



Christopher.

Entrando no quarto do hospital, não senti nada.
Eu não precisava
pensar sobre isso.
Eu precisava que isso acabasse.


— Christopher! O que é isso? — Bo lutou, puxando contra as algemas. — Irmão, me ajude a sair dessa.


Andando até sua cabeceira, me sentei, olhando para ele enquanto ele estava amarrado na cama.


— Christop-


— Ela estava no carro no maldito acidente, machucada, e você a sequestrou para Víctor, — eu sussurrei, sentando na beira do meu assento. — Você sabe que eu a amo. Que ela é minha. E você fez isso de qualquer maneira.


— Eu não ia machucá-la, eu juro. Eu estava tentando fazer você fazer a coisa certa.


— Em que universo salvar Víctor. depois de tudo que ele fez com
a gente, depois que ele quase matou sua mãe, é a coisa certa? Quando
você parou de odiá-lo?


Ele ficou quieto, caindo para trás contra a cama e olhando para mim, lágrimas nos olhos, como se isso fosse salvá-lo.


— Você me deixou, Christopher, — ele sussurrou. — Você foi embora e me deixou para sua grande vida fabulosa. Você nunca olhou para trás. Eu não quero o seu dinheiro... Víctor fødeu tudo, mas na maioria das vezes, eu e ele começávamos tudo de novo. Ele não é perfeito, e ele ainda é um bêbado, mas ele estava tentando, e você só nos chutava para fora. Nós somos uma família, e você nos odeia. Você acha que ele não está triste? Eu não podia te deixar apenas jogar Víctor aos lobos. Nós ainda somos sangue. Você iria se arrepender.


— Não, — eu balancei minha cabeça. Ele realmente não entendia. — Eu não me arrependeria, eu não me arrependo. Com Víctor longe, eu estou tão feliz, Bo. Eu estou tão feliz que eu estou falando sério quando digo que quero chorar.


— O que você fez? — ele perguntou, tentando se sentar.


— Os Callahans o tem. A história oficial é que ele morreu no ataque, mas o que os Callahans escolheram fazer com ele depois é da conta deles.


— Christopher! Como você po-


— Nada que você diga vai mudar o destino dele. Eu só queria saber se você tinha quaisquer últimas palavras.


— O quê?


— Você me ouviu.


— Você vai me matar agora?


— Não importa o que, você vai ser meu irmão, Bo, mas você escolheu Víctor e não eu. E então eu vou escolher as pessoas que nunca pediram nada de mim. Desde que eu era criança, Bo, eu estive cuidando de você. Meu irmão mais velho. Deveria ter sido o contrário. Mas eu nunca poderia te olhar como outra coisa senão alguém que rouba carros e føde mulheres. Estou cansado de aguentar você, Bo. Estou cansado de você egoisticamente querer ser o centro do universo quando você não oferece nada para mim. Pelo amor por sua mãe, respeito pelo nosso passado, e a filha você tem, eu não vou matar você, mas eu não vou chamar isso de viver também, — eu disse, puxando a seringa que me foi dada pelos Callahans do meu bolso.


— Noah, por favor, eu juro que eu vou mudar a minha vida. Eu juro que eu vou-


— Você levou a minha menina. Não há como mudar isso, — me levantei e injetei a droga na sua bolsa de soro.


— Christopher. Christopher, por favor, não!


Quando terminei, me sentei de novo, — Eu vou ficar aqui até o resto de sua família aparecer. Infelizmente, você não será capaz de se mover ou falar. Você vai passar o resto de sua vida apenas observando os outros viverem. Vou visitar. Prometo cuidar de sua filha e da mãe dela. Mas você... é isso.


— Não...


Ele parou quando sua boca abriu e fechou. No entanto, ele não disse nada, e enquanto cada minuto se passava, seu corpo relaxou mais e mais antes dele parar de se mover por completo, a única prova de que ele estava vivo era o sinal sonoro da máquina bem ao meu lado.


— ...


Eu exalei olhando para o teto.
Tinha acabado.
Foi tão fácil.
E no entanto, ainda era doloroso e feio.
Ouvindo a batida na porta, eu parei quando uma mulher magra segurando uma menina de nove meses de idade em um vestido de babados rosa entrou, os olhos colados em Bo.


— Ele está vivo.


Eu disse, me movendo para ela. Seus olhos se voltaram para os meus, surpresa. Como se ela realmente não acreditasse que eu estaria aqui. Eu acho que isso provou que ponto eu tinha deixado Bo. Ignorando isso, eu sorri para sua filha, minhas mãos estendidas.


— Posso?


Ela assentiu com a cabeça e me deu.


— O nome dela é-


— É Katie, eu sei, — eu respondi, balançando levemente, trazendo seu rosto carnudo perto do meu. — Oi, Katie. Eu sou seu tio, Christopher.


Ela riu, batendo a mão no meu nariz, e eu beijei a mãozinha dela.


— O que está errado com ele? — a mãe dela sussurrou atrás de mim, colocando a mão sobre a cabeça de Bo.


— Não tenho certeza. Mas eu queria que você soubesse, as duas, — eu peguei o rosto de Katie novamente quando ela sorriu, — que não importa o que, se e quando vocês precisarem de mim, eu estarei lá. É claro que eu vou ter certeza que a casa que eu dei para Bo seja transferida para o seu nome, juntamente com a mesada dele. Mas Megan, isso também vem com um aviso.


— Um aviso?


Caminhando de volta para ela, coloquei Katie em seus braços. Os olhos castanhos de Katie nunca olharam para longe dos meus.


— Se eu descobrir que você está usando drogas, eu não vou simplesmente pegar Katie, mas eu vou te destruir. Você nunca vai encontrar trabalho nesta cidade ou neste estado de novo. Quando eu te pegar, você vai querer morrer. Katie é uma Uckermann, a menina do meu irmão, minha sobrinha. Se ela não pode ter ambos os pais, ela vai ter a melhor mãe possível. Estamos entendidos?


Segurando Katie firmemente, ela balançou a cabeça.


— Eu não vou. Eu juro. Eu vou cuidar dela.


— Isso é tudo que eu peço. Eu vou entrar em contato.


Eu respondi, os deixando. Quando cheguei à porta, eu não podia evitar, mas virei para olhar para ele uma última vez.


— Me desculpe. Este é o melhor que posso fazer, — eu disse a ele.


— O que? Você fez muito, — disse Megan, olhando para mim de forma estranha.


Balançando a cabeça, saí, fechando a porta atrás de mim. Do outro estava Daniel, todo o seu corpo rígido, enquanto ele esperava.


— Você o viu?


Eu perguntei a ele, e ele acenou com a cabeça, incapaz de falar.
Sem dizer nada mais, eu o segui enquanto nós caminhávamos em
direção ao elevador. Eu odiava os hospitais e as memórias que eles
trouxeram com eles, sempre por causa de Víctor. Mesmo como um
adulto, era o mesmo sentimento.


— Senhor, o seu telefone.


Disse Daniel, quando esperávamos o
elevador.
Eu claramente não tinha percebido que estava tocando.Vendo quem era, eu não queria atender. Mas eu fiz de qualquer maneira.


— Uckermann, — eu disse ao telefone.


— Seu pai já não será um problema para nenhum de nós, —disse Liam. Mesmo que eu não pudesse ver seu rosto, eu tinha certeza que ele estava sorrindo.


— Entendido.


— Eu não estava esperando um ‘muito obrigado’, mas você poderia soar um pouco alegre? Você não acha?


Não, eu acho que não.


— Como? — o meu processo de pensamento parece que abrandou
no momento em que o elevador chegou, e nós entramos.


— Você quer detalhes, ou como se tornar-


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Dultchi

Este autor(a) escreve mais 6 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

  — Como você faz tudo que você faz e ainda conseguem se sentar para desfrutar de carnes e piadas com sua esposa como se nada tivesse acontecido? Melhor ainda, como posso fazer isso? Ele riu em resposta. — E aqui eu pensei que nós éramos da mesma espécie. Isso não era reconfortante. — Para responder à s ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 201



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • Madelaine Postado em 30/01/2019 - 02:02:23

    Amei e chorei nesse final, apesar de certos acontecimentos a história foi linda, parabéns.

  • stellabarcelos Postado em 27/09/2016 - 01:36:53

    Parabéns! Amei muito

  • stellabarcelos Postado em 27/09/2016 - 01:35:32

    Muito apaixonada por esse final

  • stellabarcelos Postado em 27/09/2016 - 01:32:23

    Que filhos lindos!

  • stellabarcelos Postado em 27/09/2016 - 01:24:58

    Muito lindos esses dois

  • stellabarcelos Postado em 27/09/2016 - 01:23:59

    Que lindooos

  • stellabarcelos Postado em 27/09/2016 - 01:19:31

    Tô amando como eles estão sendo fortes

  • stellabarcelos Postado em 27/09/2016 - 01:16:48

    A dul tá sendo tão forte!

  • stellabarcelos Postado em 27/09/2016 - 01:13:38

    Eles ainda têm que aguentar isso tudo! Que droga

  • stellabarcelos Postado em 27/09/2016 - 01:09:40

    Muito triste



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

Não conseguimos todo o dinheiro necessário para pagar o DataCenter.


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...