Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: El cuento de la Mariposa - Portiñon. | Tema: Portiñon dyc


Capítulo: Largate de aquí!

680 visualizações Denunciar


    Nesse momento, enquanto eu era completamente arrasada por um sentimento totalmente contrario a fúria, ela voltou a roçar meus lábios, dessa vez com os seus, eu fiquei entorpecida, não existia mais ninguém, a não ser ela, minha Farfalha, minha borboleta de asas lindas, não pude mais resistir, a empurrei contra a parede e a beijei com total desespero, ela se enroscou no meu pescoço e eu podia sentir sua língua decifrando cada canto da minha boca, tirando de mim aquilo que eu não sabia mais sentir, amor... por isso fechei  os punhos e comecei a golpear a rugosa superfície dessa parede que nos encontrávamos, eu não tinha mais forças, eu não sabia de mais nada...


Ela me afastou um pouco, levou suas mãos ao meu rosto e me fez olhar pra ela, nos seus olhos pela primeira vez eu pude ver a uma imensidão de calmaria, ela não precisava de palavras para dizer que tudo ia ficar bem, eu só podia acreditar...


Me levou até um velho edifício a poucas ruas da onde estavamos, subimos por uma estreita e velha escada até chegarmos ao apartamento de numero 4, ela abriu sem me soltar, me fez ir até o seu quarto, mandou que eu me sentasse numa cadeira velha que tinha ali enquanto ela saiu do quarto e logo depois voltou com um rolo de papel higiênico e uma garrafa de álcool.


- Me da a mão -fiquei a olhando e me mesmo sem entender lhe estendi a mão direita- olha o que você fez, por que isso, bichinho? -fechei os olhos ao sentir o álcool cair queimando na minha pele- ja vai passar -assoprou- agora me da a outra -e assim continuou limpando os machucados, de uma maneira que chegava perto da ternura, ao terminar, deixou tudo de lado e me olhou- O que eu vou fazer com você, bichinho?


Não respondi, permaneci com meus olhos fixos nos seus, um pouco aturdida pela situação, pela sua proximidade. Ela se aproximou e beijou meus lábios enquanto ia desabotoando minha blusa, ao abri-la por completo, deslizou suas mãos até meu ventre, acariciando, eu fechei os olhos tentando disfrutar ao máximo o contato, ela continuou a tirar minha roupa até que não restou mais nada, eu estava exposta a ela... me levou até a cama, se deitou ao meu lado e ficou me olhando, cada pedaço do meu corpo, com uma atenção notável, com seus dedos tocava meus seios, a linha entre meu ventre e minha bu/ceta, começou a massagear meu clitóris, eu gemia baixo, nos olhavamos, por um instante senti que fugiamos da realidade, que não existia nada além de nós, dois personagens buscando viver um conto de fadas...Começamos a nos beijar com desespero, língua com língua, gostos misturados, perdendo-nos facilmente no desejo que nos assolava...


Me virei e me deitei sobre ela, com certa dificuldade fui tirando peça por peça até que a deixei nua, não pude deixar de olhar com certa adoração o corpo que eu tinha junto ao meu, cobri novamente seu corpo com o meu, comecei a acaricia-la, beija-la, naveguei entre seus seios, redondos e rosados, ela agarrou com força a cabeceira da cama, me pedindo entre gemidos que não parasse, em questão de um segundo eu senti ela me empurrar, me dizendo de um modo ofegante:


- Por que cara/lho tu me faz isso?


Eu a olhei sem entender enquanto tentava alcançar sua boca com a minha e penetrar meus dedos na sua buce/ta...


-Mer/da, saiiii -me empurrou com mais força- sai Dulce!


- O que? - tentava entender- o que houve?


- Eu não quero, sai daqui, por favor.


- Eu te machuquei? -perguntei preocupada-


- Vai a merda, sai daqui! - começou a gritar com certo desespero-.


-Por que? - perguntei nervosa- não me manda embora, por favor, por favor -supliquei-.


Me aproximei e tentei beija-la novamente, entretanto ela voltou a me empurrar, me deu um tapa na cara, seguido por vários socos nos meus braços, para conseguir escapar tive que saltar para longe da cama, eu a olhava desconcertada, ela se cobriu com os lençóis e me deu as costas...eu nunca tinha me sentindo tão frustrada na vida, comecei a recolher minha roupa e a me vestir, ela nem se quer se mexia, perguntei:


- Por que?Não entendo...


- O QUE VOCÊ NÃO ENTENDE SUA MERDA! -me disse furiosa-.


 - Não entendo por que tu se comporta assim comigo -estava tentando me manter calma- por que tu faz isso? O que eu te fiz? - sentia meus olhos húmidos-.


- Para de bater na mesma tecla! Por que eu fiz isso? -Se virou pra mim e me olhou furiosa, eu via sangue no seus olhos- EU SOU ASSIM, SOU ASSIM, VÊ SE ENTENDE DE UMA VEZ, BICHO ESTRANHO -gritava e tremia sem parar- eu não vivo, eu sobrevivo, entende? Essa é a merda da minha missão na vida, sub-existir!!!!!!! -me dizia totalmente fora de si-.


-Então essa noite enquanto estava ai, nessa cama, você fingia como finge com aquele monte de homens que te fo/dem? Você fingia? -gritei- RESPONDE! -Ela deixou de me olhar, me aproximei novamente da cama e me ajoelhei na sua frente a pegando pelos braços- Me responde Caralho! Fingias também?


- Sim! -gritou com toda alma- O QUE VOCÊ ACHA? Que é alguém especial? Não, você não é, VOCÊ NÃO É NINGUÉM E DEIXA DE INVENTAR CONTOS DE FADAS ONDE NÃO TEM!!!


Apertei seus braços com força, busquei em seus olhos a verdade, mas dessa vez eu não encontrei nada, o azul dos seus olhos eram escuros, frios, inertes, vazios... apertei a mandíbula com força para não gritar, a soltei bruscamente, me levantei novamente e quando senti que me afogava, que não podia mais respirar, aguentei o que pude, mesmo sentindo o mundo cair em cima de mim, o meu peito se esmagar, a olhei pela ultima vez e finalmente sai...


 


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): mariposa

Este autor(a) escreve mais 2 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

           Apertei seus braços com força, busquei em seus olhos a verdade, mas dessa vez eu não encontrei nada, o azul dos seus olhos eram escuros, frios, inertes, vazios... apertei a mandíbula com força para não gritar, a soltei bruscamente, me levantei novamente e quando senti que me afogava, que ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 32



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • Nix Postado em 16/03/2017 - 00:11:25

    Que bom que volto

  • siempreportinon Postado em 05/01/2017 - 18:31:19

    Eeeee aleluia!!! To esperando kkk

  • les2015 Postado em 02/08/2016 - 00:24:20

    gente mas cadeeeeeeeeeee

  • claricenevanna Postado em 10/07/2016 - 16:59:35

    Sinto cheiro de merda pra acontecer. Relacionamento sem cobrança? Pelo jeito sa Dulce ficará enlouquecida quando ver a Anahí com os clientes. Isso não acabará bem, o caminho será a autodestruição, prevejo muitas brigas. E não por ser pessimista ou por amar um barraco. Mas porque acho que esse relacionamento torto (Anahi não conhece vida de mão dupla, pelo jeito) vai dá uma grande confusão.

  • luh_perronita Postado em 06/07/2016 - 15:01:16

    Espero que ela nao comece a sumi por muito tempo

  • les2015 Postado em 06/07/2016 - 11:34:22

    uma das melhores coisas que já li na vidaaaaaaaaa

  • claricenevanna Postado em 06/07/2016 - 08:57:29

    Que estado deplorável de Anahí. Nem tenho comentário sobre isso porque a minha mente deu uma travada depois que li que ela estava deitada na mesa do restaurante. Deveria está muito drogada, e sabe-se lá o que estava fazendo nesse meio período. Eu tenho pena, muita pena mesmo. E sobre a Dulce, pode até tentar... mas com essa obsessão que ela tem por Anahí, muito me admira que ela tenha a ilusão que não viver sem. AHUAHUAHUAHUAHU

  • Julia Klaus Postado em 04/07/2016 - 17:06:27

    Gesuis do céu...q confusão destas duas... =/

  • Ana Silva Postado em 04/07/2016 - 17:03:50

    Oiii!!! Cheguei! Já vou começar a ler <3

  • ThamyPortinon Postado em 04/07/2016 - 01:24:53

    VIADA TU NÃO ME ARRASA NÃO. Velho. Estou frustradíssima, me perguntando que merda foi essa que acabou de acontecer. Isso ultrapassa as regras da bipolaridade. Estou entre amar muito e odiar muito essa fic ao mesmo tempo. Sobre Anahi até achei que ela estava de boa que iria rolar um romancinho bem amorzinho, aí acontece isso. Mas acho que é uma maneira de auto proteção. Melhor afastar do que sentir, só que isso fode mais com a cabecinha de Dulce e não é esse tipo de foda que eu curto. AHUAHUAHU. Como assim 1 cap? Só 1? Mana, assim tu enfraquece a amizade. Tava até pensando em postar 3 cap na minha, Mass diante disso... percebo que la vida no es esto.



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...