Fanfics Brasil - 14° - Reconciliação Complicado Am💔r!! — Contém Intersexualidade.

Fanfic: Complicado Am💔r!! — Contém Intersexualidade. | Tema: Anahí, Dulce **Portiñón**


Capítulo: 14° - Reconciliação

245 visualizações Denunciar


 


Olá como estão? Desculpem pela ausência todo esse tempo.


Boa leitura.♥️


 


*


 


Duas semanas depois


 


Pov. Autora**


 


Durante essas duas semanas muita coisa aconteceu, Alfonso finalmente conseguiu se vingar de William e colocá-lo atrás das grades, todas as provas recolhidas foram mais que suficientes para deixar o Levy em uma situação complicada.


Anahí conversou seriamente com Chandelly que apesar de saber que não adiantaria chegou a negar ter conhecimento da gravidez de Dulce, e acusou a ruiva de usar o bebê para prender a Portilla.  Anahí nunca pensou que poderia sentir raiva e decepção pela pessoa que dizia amá-la, a loura respirou fundo e esclareceu que nem tinha ido conversar com Dulce ainda, e que soube da gravidez através da Perroni. Chandelly ficou muito envergonhada, pediu perdão, porém Anahí preferiu romper o noivado e a amizade que ambas tinham.


O próximo passo seria ir atrás da mulher por quem ela é perdidamente apaixonada, a loira sabe que precisam conversar principalmente por causa do bebê que estão esperando. E era justamente isso que Anahí estava indo fazer, pediu que Maite cuidasse de tudo até que ela voltasse para a delegacia.


– Espera Any não desliga, eu preciso te contar uma coisa. — A voz de Maite estava um pouco aflita.


– Que foi Perroni? Eu tô muito ansiosa preciso encontrar logo a Dul e vê como resolvemos as coisas. — Disse já entrando em seu carro e colocando o cinto de segurança.


– Eu sei Any, mas o que tenho para falar é mega urgente... — May suspirou mordendo os lábios, tentando encontrar uma maneira de falar.


– Por favor seja rápida Perroni, quero logo encontrar aquela ruiva ingrata e linda pra c/aralho, ela me deve uma explicação por ter escondido a gravidez por tanto tempo.


– É justamente sobre a Dul o que tenho para falar.


– Não vai me dizer que ela voltou a morar com os pais dela?  Cê sabe que não tenho nada contra o seu Theo, mas a dona Blanca, aquela mulher é um poço de preconceito e falta de empatia. — May fez um simples hum rum e Anahí suspirou. – Tá, me fala logo o que é.


– Eu tentei convencê-la a não fazer isso, juro que tentei, mas a Dul tá irredutível demais, disse que não quer mais estragar sua vida.


– Como assim não quer estragar mais minha vida? Ela me rejeitou isso já não é o suficiente?


– Não Any... — Maite que estava em pé puxou uma cadeira para sentar. – Você vai pirar, só que nesse exato momento a Dulce tá indo embora do país, eu ainda não contei pra ela que você ficou sabendo da gravidez, deixei que fizesse isso porque é um momento de vocês duas. Enfim, a Dul me falou que não ia aguentar viver no mesmo lugar que você sabendo que por escolhas erradas dela, vocês não estão juntas.


– Que caralho você está me dizendo? Como assim tá indo embora? Ela não pode fazer isso, não pode afastar meu filho de mim!


– Eu falei isso pra ela, seu Theo também, porém a Dul não quer ouvir ninguém.


– Então quer dizer que a Dulce Maria já está no aeroporto? — Socou o volante, deixou o celular sobre o banco do carona no viva voz e ligou o carro em seguida.


– Sim Any, o vôo dela tá marcado para as 11:30. — May mordeu a unha aflita, torcia que tudo terminasse bem.


– Mas já são 11:00, merda! Aquela ruiva não vai fugir de mim!  — Anahí encostou o carro na guia rapidinho colocou a sirene em cima do veículo, voltou para dentro do carro ligou a sirene e o arrastou com tudo.


– Any por favor, cuidado. — Pediu a amiga receosa.


– Você sabe como sou boa no volante Perroni. Vou desligar aqui se tudo sair bem eu te aviso.


– Tá bom. E vai com calma com a Dul, ela anda meio tristinha demais esses dias.


– Não se preocupe Perroni, eu posso tá muito magoada e decepcionada com ela, mas ainda amo aquela idiota. Até mais. — Depois de escutar a resposta da amiga Anahi desligou pisando fundo no acelerador em seguida.


Não tão distante dali Dulce estava saindo do carro de seu pai, e o ajudando a tirar suas malas. Blanca nunca mais quis saber da filha, a única coisa que sempre fala é que Dulce é uma decepção para ela. Se fosse antes a ruiva se importaria muito, mas agora ela entendeu que as pessoas são o que são, não adianta querer mudá-las se elas não se permitirem.


– Filha tem certeza que quer mesmo fazer isso? — Théo suspirou tristonho.


Dulce que tinha apenas colocado uma calça jeans de lavagem clara, vans preto e uma camiseta também preta com estampa de fada, deixou o cabelo preso em um coque e tinha os olhos inchados de tanto chorar, deu um sorriso forçado para o pai enquanto acariciava a pequena barriga beirando os cinco meses.


– Vai ser melhor assim papai. A Any me odeia, mamãe me odeia, não faz sentido continuar aqui.


– Minha filha nenhuma das duas te odeiam, Anahí está magoada, e sua mãe age assim por não ter conseguido controlar sua vida por muito mais tempo como fez com a minha. Mas tenho certeza que essa situação se resolverá, e que você conseguirá fazer as pazes com elas. — Dulce negou deixando escapar um suspiro em seguida.


– Minhas esperanças já acabaram papai.  Vamos indo? — Segurando sua bolsa no ombro puxou uma mala, enquanto seu pai trancou o carro e em seguida pegou as outras duas que ficaram.


Enquanto isso Anahi corria contra o tempo, sorte que conseguiu pegar um atalho e não estava tão longe assim do aeroporto. Ela só esperava não ser tarde demais quando chegasse lá.


Dez minutos depois, a Portilla estacionou seu carro o mais certo que pôde e entrou correndo no aeroporto, Maite mandou por mensagem que Dulce tinha comprado passagem para ir pra Itália, sabendo disso a loura foi direto para o setor de embarque com destino a Roma.


Assim que encontrou, Anahi correu os olhos caçando pela ruiva, e por sorte a avistou entregando o passaporte para ser verificado, antes de embarcar. Anahi não pensou muito apenas gritou por Dulce, esta que virou o rosto na direção da voz e sua expressão foi de espanto ao ver os olhos azuis de quem tanto ama. Théo sorriu pequeno e agradeceu muito por Anahi ter chegado a tempo.


A Portilla correu na direção da ruiva, acabando com a distância que existia entre ambas.


– Por que ia embora sem falar comigo? Sem me contar sobre nosso filho?


– Bom... eu...


Théo vendo como a filha ficou nervosa e sem saber o que falar, decidiu interferir.


– Meu bem, vai conversar com Anahi que eu resolvo as coisas por aqui filha. — A Portilla sorriu pequeno agradecida.


– Mas pai eu... eu não... — Dulce olhou seu pai quase suplicando que não a deixasse sozinha, seus olhos estavam marejados e o lábio inferior deu uma leve tremida, ela estava segurando o choro engasgado na garganta.


– Chega de fugir meu amor, está na hora de acertar as coisas. — Théo piscou para a filha beijando-a na testa em seguida. Ele encarou Anahi deixando um suspiro escapar. – Eu sei que a Dul errou  em muitas coisas, mas por favor Anahi tenha paciência com minha filha, ela não vem tendo uma gravidez fácil, quase sempre está triste e chorando, eu sei que isso não é justificativa, porém a minha filha sofreu muito também. — Anahi assentiu.


– Fica em paz seu Théo, será uma conversa tranquila. — Trocou um aperto de mão com o pai de Dulce, em seguida levou a ruiva para um lugar onde pudessem conversar tranquilamente.


Any encontrou uma cafeteira onde não tinha quase ninguém, lá puderam sentar e ela pediu dois cafés. Cinco minutos depois os cafés já tinham sido servidos.


– Dulce... — Ela começou sendo interrompida pela ruiva em seguida.


– Por que você veio? — Anahi arregalou os olhos. – Eu não queria ter estragado sua vida mais uma vez, juro que não queria. Foi por isso que ainda não tinha falado da gravidez, eu não ia escondê-la, mas só contaria depois do seu casamento com Chandelly.


– Aí sim você teria estragado minha vida. — A Portilla segurou as mãos de Dulce que estavam sobre a mesa. – Eu só estava prestes a me casar porque você tinha me falado tudo aquilo dias atrás, e negado meu pedido de casamento. — A ruiva engoliu em seco, lembrar daquele episódio lhe deixa muito mal. – Eu saí da sua casa magoada e decidida a te esquecer, porém nunca consegui. Você simplesmente se tornou parte de mim, fiquei muito brava quando soube que estava escondendo a gravidez, mas fiquei mais ainda assim que descobri que Chandelly sabia de tudo e mesmo assim não me contou.


Dulce mordeu levemente o lábio inferior e aquele ato deixou Anahi hipnotizada.


– Olha Any se você quiser eu falo com sua noiva e... — Disse aquilo com dor no coração, mesmo que significasse perder Anahi para sempre, Dulce faria de tudo para não estragar mais a vida da amada. Foi a vez da Portilla interrompê-la negando com a cabeça.


– Não há nada que você possa fazer, não existe mais noiva porque aqui — Apontou para o lado esquerdo do peito. – Só tem lugar para uma mulher, e essa mulher é você Dulce, sempre foi e sempre será. Eu não amo a Chandelly eu amo você.


Dulce suspirou e não conseguiu impedir que as lágrimas rolassem junto com o sorriso que saía de seus lábios, saber que ainda é amada pela mulher por quem está perdidamente apaixonada é maravilhoso demais, parece até um sonho.


– Eu sei que fui muito cabeça dura e demorei demais para admitir — Fungou, soltou suas mãos das de Anahi para que pudesse secar as lágrimas. – Mas eu também te amo Anahi, te amo muito. — Encarou a loura que também tinha lágrimas escorrendo pelas bochechas e um sorriso bobo, esperou tanto por isso que mal podia acreditar que estava mesmo acontecendo. – E tudo aquilo que te falei sobre estar arrependida de me envolver com você é mentira, eu nunca me arrependi, na verdade eu sempre fui apaixonada por você desde a adolescência, mas não tinha coragem de assumir e lutar por esse sentimento, porém agora eu tenho. Eu tenho Any, e te quero para a vida toda se você também me quiser.


Anahi suspeitou estar sonhando, claro que já tinha imaginado namorar, casar e ter filhos com Dulce, apenas nunca pensou que esse sonho pudesse um dia se tornar realidade. Era surreal demais, surpreendente demais.


A Portilla beijou as mãos da ruiva, sentindo mais lágrimas banhar seu rosto, quando seu olhar encontrou ao da mulher da sua vida, viu que Dulce estava do mesmo jeito, e que ela também sorria, um sorriso lindo, um sorriso capaz de fazê-la apaixonar-se mais e mais.


Então Anahi apenas fez, ela afastou-se, metendo uma das mãos no bolso da calça retirou de lá uma caixinha, Dulce suspirou e sua expressão foi de surpresa, não acreditava que ela ainda guardasse, em seguida a mulher mais velha ajoelhou, abriu a caixinha e logo seu olhar foi de encontro ao da ruiva.


– Amor não acredito que... — Parou quando viu Anahi balançar a cabeça positivamente.


– É exatamente isso que está pensando meu anjo, eu nunca conseguiria me desfazer, é como se soubesse que ela acabaria no seu dedo de qualquer maneira. — Dulce sorriu com lágrimas nos olhos sussurrando um eu te amo. – Te amo muito mais, é tão bom ouvir você falar isso vida, e é por esse e muitos outros motivos que quero repetir meu pedido. — Sorriu ladino ao ver a ruiva morder os lábios nervosa. – Casa comigo meu amor, quero que fique ao meu lado para sempre.


Dulce sorriu apaixonada fazendo carinho na barriga em seguida, se sentia tão feliz, tão realizada que até esqueceu do enjôo que estava começando a sentir.


Anahi abriu a caixinha e deslizou pelo dedo anular esquerdo de Dulce, o anel de noivado banhado a ouro branco.


– Claro que eu caso amor! Claro que eu caso! — Respondeu a ruiva empolgada e muito feliz.


Anahi levantou do chão e estendeu a mão para que Dulce fizesse o mesmo, já que a ruiva ainda estava sentada. Ambas se encararam por alguns minutos para então selar a reconciliação com um beijo apaixonado, repleto de saudade e muito alívio por enfim poderem viver esse amor.


 


 *


Até o próximo.😘



Compartilhe este capítulo:

Autor(a): @Jhamy_22

Este autor(a) escreve mais 6 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)



Loading...

Autor(a) ainda não publicou o próximo capítulo



Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 114



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • nanda_reys Postado em 14/02/2022 - 20:02:46

    Continuaaaaaaaa!!

  • nanda_reys Postado em 14/02/2022 - 20:02:20

    AAHHHH que lindas!!!

  • siempreportinon Postado em 12/02/2022 - 18:51:48

    Nem acredito que essa história vai continuar!!! Que maravilha!!! Não para por favor

  • Precious💎 Postado em 28/01/2022 - 19:50:44

    Maravilhosa!! Posta mais**

    • @Jhamy_22 Postado em 11/02/2022 - 17:28:32

      Muito obrigadaaa, continuando<3

  • Bia_Fagundes Postado em 28/01/2022 - 13:51:40

    Putz! Que capítulo hein, continuaaaaaaa

    • @Jhamy_22 Postado em 11/02/2022 - 17:28:04

      obrigadaaa. Continuando<3

  • Bia_Fagundes Postado em 23/05/2020 - 12:30:50

    AAHHH como eu quero elas juntassss

    • @Jhamy_22 Postado em 23/05/2020 - 12:51:16

      Kkkk sou suspeita para falar, mas eu também.

  • Bia_Fagundes Postado em 12/05/2020 - 23:06:09

    Aaaahhhh eu preciso demais!!!

    • @Jhamy_22 Postado em 23/05/2020 - 12:49:16

      Postado amore.

  • Precious💎 Postado em 09/04/2020 - 01:17:13

    Capítulos maravilhosos! Pena que já tá no fim.

    • @Jhamy_22 Postado em 23/05/2020 - 12:47:52

      Aaah obrigada, sim tá no finalzinho.

  • universo☆webs Postado em 09/04/2020 - 01:12:06

    Logo quando tá fikando bom!!!! Volta logo.&#128153;

    • @Jhamy_22 Postado em 23/05/2020 - 12:47:12

      Postado mulher kk

  • hunter1d Postado em 09/04/2020 - 01:05:51

    Uhuuuu vc voltou!!!!

    • @Jhamy_22 Postado em 23/05/2020 - 12:43:49

      Sim kkkk, demorei, mas voltei.


- Links Patrocinados -

Nossas redes sociais