Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Ser Ou Parecer • Portinon • Terminada | Tema: A&D


Capítulo: 9 ✡ Encontro Parte.1✡

187 visualizações Denunciar


Dulce P.O.V



Acordei já era pouco mais de nove horas, porque demorei a dormir ontem. Depois do meu ataque no elevador eu não quis tomar nenhum calmante para dormir. Agora estou aqui realizando minha higiene pessoal e, para variar, extremamente nervosa por almoçar sozinha com Anahí hoje. Espero que ela goste da minha comida. Saio do meu quarto e Poncho e May estavam na sala assistindo alguma coisa. 


Ontem eles se sentiram culpados pelo o que aconteceu, mas eles não tiveram culpa e eles sabem, mas eles ficam com medo de decepcionar meus pais.




  • Bom dia! – digo indo para a cozinha. – Já tomaram café?


  • - Bom dia! – respondem em uníssono e May continua – Já sim senhora! Como você esta? Você conseguiu dormir?


  • - Estou bem obrigado! – volto com um copo de suco e uma torrada – E sim, eu consegui dormi um pouco!


  • - Esta nervosa?- Poncho pergunta divertido e eu o olho confusa – Para o seu encontro!


  • - Pode ir parando! – reviro meus olhos – Não é um encontro! Você vai almoçar com o Christopher é um encontro?


  • - Sim! – ele responde simples e eu engasgo com o suco – Estou pensando em investir em nós, então aproveitei a deixa para conhecê-lo melhor!


  • - Wow... Por essa nem eu esperava! – diz May surpresa com a informação – Fico muito feliz por vocês dois! Mesmo que eu não fale muito vocês sabem que eu amo vocês e desejo toda a felicidade do mundo para vocês, vocês são a família que eu não tive!


  • - Awn... Obrigado monstrinho! – diz Poncho a abraçando e eu me junto ao abraço – Vocês também são a família que eu não tive e, eu também torço muito por vocês! Eu amo vocês minhas irmãs postiças!


  • - Eu também amo vocês! – falo ainda os abraçando – Vocês sabem que não são apenas meus seguranças, vocês são parte da minha família e meus pais também os consideram assim!


  • - Obrigado! – May diz se desfazendo do abraço – Eu não sei o que seria de mim sem vocês!


  • - Nem eu! – responde Poncho – Provavelmente teríamos crescido naquele orfanato e hoje estaríamos lutando para sobreviver! – vejo os olhos dos meus amigos encherem de lagrimas – Se não fosse pelo Big Rob nos apresentar ao seu pai não sei o que teria acontecido conosco!


  • - Ai para! – falo me levantando – Para antes que eu comece a chorar, e vocês não devem nada a ninguém tudo o que são hoje é graças unicamente a vocês mesmos. Vocês estudaram comigo, cursaram uma das melhores universidades do mundo com seus próprios esforços, minha família não teve nada haver com isso, vocês poderiam ter se desvirtuando no caminho, mas isso não aconteceu! Muito pelo contrario vocês lutaram para estar aqui, então vocês merecem tudo o que possuem hoje e muito mais!


  • - Obrigado Candy! – Poncho agradece se levantando – Você esta certa hoje é um dia de alegria não vamos chorar agora! – diz se recompondo – E aí o que você ira preparar para a Anahi?


  • - Ainda não sei! – digo meio desesperada – Eu não a conheço direito ainda, não sei os seus gostos!


  • - Epa, epa, epa! – May fala levantando-se - Demi disse que ela gosta de tudo, sendo comida ela come! E ela não tem nenhuma alergia!


  • Depois da nossa breve troca de carinho entramos em uma discussão sobre o que eu deveria preparar para Anahi, o que não foi de muita ajuda já que Poncho queria uma coisa e May outra, mas vamos lá, espero não decepcionar.


  • [...]


  • Já eram 12:00 eu já tinha terminado de preparar tudo, Poncho já tinha ido para a casa de Christopher e May estava se trocando em seu quarto, coloquei a Lasanha a Bolonhesa para assar enquanto tomava um banho rápido para esperar Anahí que disse que viria as 12:30. Após o banho optei por vestir um short jeans branco que possuía alguns desfiados e uma regata vermelha com uma frase #Eh nois# que deixava uma parte da minha barriga à mostra nos pé optei por um converse branco, uma maquiagem leve quase natural, nada muito produzido porque não era bem um encontro. Agora vamos lá! Seja o que os Deuses quiserem.


  • - Wow... Boa escolha! – diz vero pegando seu celular na mesa – Estou indo, chamei a Angel para almoçar e nós vamos a um restaurante aqui perto junto com a Demi e a Ari!


  • - Okay, divirtam-se! – falo me sentando no sofá – Juízo!


  • - Eu que deveria te falar isso! – diz já próxima a porta sorrindo – Arrasa gata, até mais!


  • Confiro a hora no meu celular e já são 12:25 um nervosismo toma conta de mim. Repito mentalmente “Não é um encontro, não é um encontro...”. A Campânia toca e eu salto do sofá, respiro fundo tentando manter a calma “É agora” penso comigo, e abro aporta para babar em Anahí mais uma vez, ela vestia um Macaquinho rosa claro de alças finas, nos pés um slipper num tom de rosa um pouco mais claro, cabelos soltos levemente ondulados e maquiagem leve. Linda, simplesmente linda!


  • - Boa tarde! – diz sorrindo e eu volto a mim – Posso entrar?


  • - Oh... D-desculpe-me! – falo com o rosto queimando de vergonha – Entra Narrí!


  • - Narrí? – pergunta confusa e eu me estapeio mentalmente pelo apelido.


  • - É um a-apelido! – é sério desde que cheguei a Miami descobri que sou meio gaga – Por quê? Não gostou?


  • - É diferente, geralmente me chamam de Annie! – sorri para mim e eu devolvo o sorriso – Eu adorei é único!


  • - Que bom! – estendo a mão para irmos para a cozinha – Porque ele é exclusivo, só eu posso usa-lo!


  • - Hum possessiva! – diz divertida e eu coro – Por mim tudo bem, mas terei de inventar um para você!


  • - É justo! – puxo uma cadeira para ela se sentar – Eu não sabia do que você gostava, nem se tem alguma alergia então não pude inventar muito, mas espero que goste!


  • - Ah... Eu gosto de tudo! – entrelaça as mãos sobre a mesa – Precisa de ajuda em alguma coisa?


  • - Não obrigado! – falo retirando a travessa do forno – Já está tudo pronto estava apenas lhe esperando!


  • - Hum, o cheiro esta divino! – fala com os olhos brilhando – O que temos para hoje Chef? 


  • - Temos uma Lasanha a Bolonhesa! - coloco-a sobre a mesa e pego o prato de Anahí para servi-la - Espero que esteja do seu agrado! Se você quiser eu posso abrir um vinho para você eu não coloquei na mesa porque eu não bebo!


  • - Eu amo Lasanha! – diz batendo palminhas enquanto eu coloco o prato servido a sua frente – Não precisa de vinho, obrigado!


  • - Okay, você prefere refrigerante ou suco? – pergunto indo até a geladeira.


  • - Refrigerante está ótimo! – responde me esperando para começar a comer.


  • - Eu vou de suco! – volto à mesa com uma garrafa de coca-cola e uma jarra de suco de laranja, encho seu copo e sirvo meu prato – Vamos lá, prove!


  • - Okay! – diz levando o garfo a boca – Hum... Ai meu Deus... Você já pode casar... Isso esta divino!


  • - Ufa! Estava com medo de não lhe agradar! – digo com sinceridade – Que bom que você acha que estou pronta para casar!


  • Anahí P.O.V


  • Ela não quis flertar comigo, certo?! Ela não pode sair falando essas coisas para as pessoas, não quando ela é perfeita. Mesmo assim resolvo entrar no jogo.


  • - Por quê? Por acaso esta pensando em se casar? – ela cora, acho que não tinha percebido o que havia falado.


  • - Ah... E-eu pen-penso, mas não agora! – ela gagueja de maneira tímida, tão fofa. – Daqui mais alguns anos, não sei!


  • - Você já tem o noivo? – pergunto como quem não quer nada – Porque é preciso duas pessoas para casar, você deixou alguém em Londres?


  • - Não! – responde rapidamente – Não tenho Noiva, ainda! – da ênfase no noiva – E não, não deixei ninguém em Londres! – suspira e volta a falar de maneira envergonhada – E-eu nunca namorei!


  • - Mentira! – minha boca se abre em espanto – Por quê? Você é tão linda, educada, inteligente, pretendentes não devem faltar!


  • - Eu não sou isso tudo! – respira fundo – Eu tenho meus defeitos e problemas, você presenciou um ontem!


  • - O que aconteceu ontem não diminui suas qualidades! – tomo um gole do meu refrigerante – E muito menos seu caráter!


  • - Não sei! – toma seu suco – Acho que só não encontrei a pessoa certa ainda!


  • - Você vai encontrar! – falo com sinceridade – Todo mundo merece ser feliz e você não é diferente Dul! – ela me olha confusa – Ah... Achei seu apelido!


  • - Obrigado! – ela sorri – Eu acho que já achei a pessoa! – sinto uma leve tristeza, não sei por quê! – Adorei o apelido ele é fofo igual a você!


  • - Ah... E-eu n-não sou fofa! – corei e gaguejei com força – Mas obrigado mesmo assim.


  • - Disponha! – diz sorrindo – Você já terminou?


  • - Sim estava excelente! – ela retira os pratos e a travessa, vai até a geladeira e retira duas taças – Você Fez até sobremesa?


  • - Sim! – ela coloca na minha frente – É um Petit Suisse Tradicional, espero que goste!


  • - Nossa, desse jeito você ira me acostumar mal! – provo do Petit Suisse Tradicional – Hum... Jesus... Tem algo em que você não seja boa?


  • - Varias! – leva a colher a boca, como é possível a pessoa ser tão linda – Namorar é uma delas!


  • - Ah, mas isso você aprende na pratica! – ela parece triste – Eu também não sou boa por isso fui enganada e humilhada! – sorrio sem vontade – Então não se preocupe você não é a única!


  • - Eu sinto muito! – assinto em concordância – Ele não te merecia!


  • - Eu sei! – suspiro – Mas nem por isso deixa de doer!


  • - Vo-você a-ainda o a-ama? – pergunta envergonhada – Não precisa responder se não quiser!


  • - Não! – digo com sinceridade – Eu nunca o amei, eu gostava dele, mas não era amor sabe? Este amor o verdadeiro amor, eu ainda não encontrei.


  • - Entendo! – responde assentindo – Mas então porque dói?


  • - A humilhação que a mãe dele me fez passar! – abaixo meu olhar e ela pega em minha mão por cima da mesa – Ela me falou coisas que não são verdade, e o pior ela chegou a dar um tapa no meu rosto! No meu rosto, nem meus pais nunca nem levantaram a mão para mim!


  • - Eu sinto muito! – ela aperta minha mão levemente – Se eu pudesse apagar as palavras e ações que te machucaram! – suspirou - Se você quiser eu dou na cara dela para você!


  • - Não é preciso! – respondo sorrindo – Não vale a pena! E ela lhe processaria e provavelmente arrancaria até as roupas do seu corpo! Eles são da alta sociedade e no mundo em que vivemos hoje quem tem dinheiro pode tudo, inclusive humilhar os outros!


  • - Não concordo! – ela parece... Nervosa?! – Não é todo mundo que é rico que age desta forma! Caráter não tem nada a ver com dinheiro. A falta de escrúpulos deles foi proporcionada por seus desvios de caráter! – suspira passando as mãos pelos cabelos – Não se basei na atitude deles ao julgar outras pessoas você poderá estar cometendo uma injustiça!


  • - Eu sei! – suspiro frustrada – Eu só não quero me meter nesse mundo! – nego com a cabeça – Não daria certo, eu não tenho nada a oferecer e como ela disse que “eu estava dando um golpe do baú” eu tenho certeza que outras pessoas pensariam da mesma forma! Sempre me olhariam torto achando que eu estava realmente dando um golpe.


  • - Todo mundo acha que dinheiro trás apenas felicidade! – sorri sem humor – Mas não é assim, realmente se torna difícil separar quem esta perto de você por gostar de você de quem esta atrás de algum benefício ou vantagem, mas nem por isso você deve julgar uma pessoa, se você se apaixonasse de verdade por uma pessoa milionária, você desistiria por causa da opinião de pessoas de fora que não tem conhecimento do seu sentimento? Sabendo que ali poderia estar o amor da sua vida?


  • - Não sei! – falo a verdade – Como eu disse, eu ainda não encontrei um amor verdadeiro então não sei como é o sentimento e também não é como se eu fosse encontrar um milionário ali na esquina! Eu nem frequento os mesmo tipos de lugares que essas pessoas!


  • - Mas às vezes o destino prega peças! – sorri para mim e eu sorrio de volta – E em uma dessas uma pessoa milionária poderá aparecer quando você menos esperar!


  • - Eu sei, mas – olho em seus olhos – Se isso acontecesse eu faria de tudo para não me apaixonar pela pessoa! – ela baixa o olhar e parece... Magoada?! – Eu o evitaria, não gostaria de arriscar.


  • - Mas e se você não soubesse? – volta a me olhar – Se você se apaixonasse antes de saber que a pessoa era milionária?


  • - Significa que a pessoa me enganou! – ela desvia o olhar novamente – E como algo que começa com uma mentira poderia dar certo?


  • - Você já terminou? – pergunta apontando para minha taça eu assinto, e ela retira a taça – Você gostaria de assistir algum filme ou você tem algum compromisso?


  • - Um filme seria ótimo! – digo me levantando da cadeira – Eu não tenho nenhum compromisso hoje!


  • - Vamos para a sala então! – ela começa a se retirar depois da nossa conversa ela ficou meio estranha – Você tem alguma preferência? – pega o controle da TV e eu nego com a cabeça – Você se importa se for uma animação?


  • - Não, eu amo animação! – falo sorrindo – Sempre assisto com minha Irmã!


  • - Ótimo! – ela termina de selecionar o filme no netflix e volta para o sofá sentando um pouco afastada, não muito, mas o suficiente para deixar claro que não quer contato. – Vamos de Wall-E, eu amo esse filme!


  • - Eu também! – respondo com sinceridade, eu realmente o acho lindo – Ele é lindo, fora o gráfico e toda a fotografia do filme!


  • - Concordo com você! – sorri sem mostrar os dentes e se volta para a TV.


  • O filme começou e ela se sentou abraçando os próprios joelhos colocando o queixo sobre os mesmos parecendo uma criança. Tão linda! Volto-me para a TV para prestar atenção no filme também. Após uns trinta minutos de filme percebo que ela dormiu, pois começa a tombar para o meu lado, provavelmente não dormiu bem ontem após o susto do elevador. Chego um pouquinho mais perto a fazendo deitar-se e colocar a cabeça em meu colo. O filme acabou e ela ainda dormia com uma expressão serena no rosto, fiquei admirando-a enquanto selecionava outro filme para assistir, escolho Procurando Nemo que por sinal é um dos meus favoritos. Cerca de vinte minutos depois ela começa a se mexer como se estivesse acordando, olho para baixo e a vejo abrir os olhos com certa dificuldade devido à claridade do ambiente, ela se assusta assim que seus olhos encontram os meus.


  • - Eu dormi? – pergunta ainda com a cabeça em meu colo e eu assinto – M-me Des-desculpa Anahi!


  • - Hey, esta tudo bem! – respondo sorrindo – Você não deve ter dormido direito noite passada! – Ela coça os olhos com as costas da mão direita parecendo uma criança – Não se preocupe eu não me importo!


  • - Mesmo assim! – ela começa a se sentar novamente – Eu te chamei e fui uma péssima anfitriã dormindo em cima de você!


  • - Para com isso! – falo divertida – Eu sei que sou um ótimo travesseiro!


  • Ela gargalha antes de responder.


  • - Isso eu tenho que concordar! – olha para a TV – Você já esta assistindo outro filme? Quanto tempo eu dormi?


  • - Uma hora e meia mais ou menos! – respondo incerta – Agora estou vendo Procurando Nemo!


  • - Isso nunca aconteceu! – parece falar mais para si mesma – Eu não consigo dormir na presença de estranhos mesmo que eu esteja caindo de sono!


  • - Então isso quer dizer que eu não sou uma estranha! – digo divertida – Isso é bom não é?


  • - Acho que sim! – ela parece em duvida – Para que eu possa dormir assim na presença de outra pessoa eu preciso tomar remédio!


  • - Você toma remédios para dormir? – pergunto preocupada.


  • - Não mais! – suspira – Eu já consigo dormir sem eles, mas na presença de outras pessoas ainda não consigo, pelo menos não até agora!


  • - Vou me dar ao luxo de sentir-me lisonjeada! – pisco um olho para ela – Não estou querendo ser intrometida, mas você passou por algum trauma?


  • - E-eu é-é s-sim! – responde num fio de voz – Mas não gosto de falar a respeito não me leve a mal!


  • - Ah claro, sem problemas! – me sinto mal em saber que ela sofreu alguma coisa – Acho que já vou indo! Você deve estar querendo descan...


  • -Não! – me interrompe – Quer dizer não precisa ir por minha causa eu já dormi o suficiente!


  • - Ah... Tudo bem ent...- sou interrompida pelo toque de seu celular que era uma musica japonesa, eu acho muito bonitinha a cara dela! Ela pega o celular.


  • - Só um segundo Narrí! – ela pede para atender – Oi amor... – ela atende e eu sinto algo estranho... Ciúmes? Não. - Não eu estou bem... Não precisa se preocupar... Eu estou assistindo um filme com a Anahí... Para de palhaçada... Pode deixar... Até, beijos! – ela coloca o celular em cima da mesa de centro – Desculpa, era a Miley ela ficou preocupada com o episodio de ontem!


  • - Ela e a Angelique assim como Poncho e May se preocupam muito contigo! – ela assente – É muito bonita a amizade que eles têm por você! - sorri de forma envergonhada – O toque do seu celular é bem... Interessante!


  • - Oh... Você achou? – assenti em concordância – É uma opening de um anime que eu assisto! Twin Star Exorcists, você gosta de anime?


  • - Eu não assisto nenhum! – dou de ombros – Mas não tenho nada contra, você parece gostar muito!


  • - Ah, eu amo! – seus olhos brilham ao falar a respeito – Acompanho alguns, eu e o Poncho também lemos mangás e Hq’s, May não é tão fã quanto à gente ela curte mais jogos online, por isso fica possessa se eu chego perto do seu computador, ela o montou especificamente para isso!


  • - Interessante! – sorrio para ela que sorri de volta – Não imaginava que vocês fossem fãs dessas coisas!


  • - Porque não? – ela parece pensar – O que tem demais?


  • - Ah sei lá! – dou de ombros – Você não tem cara de quem vai a eventos fantasiada!


  • - Eu acho que você tem uma visão errada sobre mim! – ela parece pensar – Acho que você precisa ver o meu quarto! – arregalo meus olhos – Muita coisa ainda esta em Londres, mas dá para você ter uma ideia melhor sobre mim! – Levanta-se e me estende a mão – Vem, vou lhe mostrar um pouco da minha personalidade!


  • Assinto aceitando sua mão e ela começa a me conduzir para um dos quartos do apartamento. Confesso que estou nervosa, não que eu ache que ela vá me atacar lá dentro, mas nervosa por conhecer um pouco mais sobre ela.


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Lern Jauregui

Este autor(a) escreve mais 19 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

Dulce P.O.V Ao chegar de frente à porta do meu quarto lembrei-me de que possuo um porta retrato em minha escrivaninha com uma foto em que estou com meus pais, parei bruscamente e Anahí se assustou. Ah... Espera aqui só um pouquinho Narrí! – solto sua mão – Eu só vou conferir se meu quarto está apresentável! - Tudo bem! Fique a vontade. Assinto e entro, guardo o porta r ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 73



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • Nix Postado em 13/12/2017 - 21:00:17

    Que final incrível chorei e ri bastante, vou sente saudade de todos principalmente da Mai ta de parabéns meu amor até a proxima

  • Nix Postado em 12/12/2017 - 21:16:54

    So não te mato porque primeiro quero que salve a juh e segundo temos um projeto a se fazer amor

    • Lern Jauregui Postado em 13/12/2017 - 13:38:30

      Isso amor, não me mate não rs... Vc vai gostar dos próximos capítulos... Então vamos a eles. Bjs nega'h

  • candy_mai Postado em 12/12/2017 - 07:46:09

    Não mate ela por favor, eu imploro, não fassa isso

    • Lern Jauregui Postado em 13/12/2017 - 13:37:08

      Relaxa bêh.... O que tiver de ser será.... Então vamos aos últimos capítulos,espero que goste,... Bjs

  • Nix Postado em 11/12/2017 - 10:54:53

    Que casamento fofo lindo tô amando com toda certeza ele vai me emocionar

    • Lern Jauregui Postado em 11/12/2017 - 23:55:28

      Foi perfeito amor,do jeito que elas merecem.... E espero sinceramente que vc não me mate nos próximos capítulos... Bjs amor

  • Nix Postado em 10/12/2017 - 14:34:58

    Que top casamento da juh. Heee

  • livia_thais Postado em 05/12/2017 - 22:39:30

    Tô amando essa web 😍😍😍 CONTINUAAAA

    • Lern Jauregui Postado em 08/12/2017 - 21:46:11

      Continuei linda... Espero que goste.. Beijinhos.

  • Nix Postado em 01/12/2017 - 18:23:39

    Dul não foi pior que meu pai quando eu era pequena dizia que eu só ia namorar quando completasse 15 depois dos 15 ele dizia que eu só ia namorar com 18 depois que completei 18 disse que só ia namorar com 30 ai eu disse que nessa idade eu já ia está casada ele dizia se eu casasse com 30 eu ia apanhar Vamos ver como Dul vai se sair trocando faldas

  • Nix Postado em 30/11/2017 - 23:15:40

    Bebes portiñón a caminho heee é tão bom ver Dul bem espero que ela não tenha mas crises. Claro que eu vou vim comenta amor também tava com saudade, hummm então eu já sei o que quero mas deixa em off por enquanto bjs

    • Lern Jauregui Postado em 01/12/2017 - 08:58:29

      Sim amor,agora a família delas vai ficar completar...A Dul não vai ter crises mas não vida,pode ter certeza.agora só vai ter felicidade,eu acho rsrs... Que bom que tava com sdds tbm amor...Sério que msm que vai me deixar curiosa amor..me conta aí vai... Bjs amor.

  • Nix Postado em 30/11/2017 - 16:51:20

    Dul é que nem eu não sabe lhe dar com as emoções, as pessoas tem que ter paciência lógico que é difícil de lhe dar com esse problema mas não impossível só eu sei o que minha mãe ja passou e as vezes ela passa. Pessoas como esse problema sempre tem que está no psicólogo. Se eu errar ja ganho um selinho imagina se eu acerta

    • Lern Jauregui Postado em 30/11/2017 - 21:28:17

      É vdd amor, é difícil controlar nossas emoções,eu sou assim tbm.... Aí amor,eu já tava com sdds de vc oh..pensei que não fosse mas comentar aqui... Se vc errar ganhar um selinho,e vc acertar,ae vc escolhe o que quer amor. Bjs vida

  • Nix Postado em 29/11/2017 - 06:10:35

    Pedido de casamento lindo amei, realmente foi desnecessário aquela cena da Dul, mas entendo ela não é fácil você dar de cara con ex da sua noiva até porque ninguém esquece ninguém apenas as pessoas ficam no passado e a vida segue, continua amor. Heeee vou amar ter aulas com você S2 verdade somos um belo casal

    • Lern Jauregui Postado em 29/11/2017 - 14:29:10

      Que bom amou o pedido de Casamento da Dul amor...vc vai amar mas ainda o casamento delas....Realmente o ataque de ciúmes da Dul foi desnecessário,mas quem controla né,ainda mas com uma Ex linda como a Shay,até eu ficaria... Sera um prazer te ensinar amor...cada erro seu eu te roubaria um selinho RS... Bjs Amor..


- Links Patrocinados -

AVISO

Participe do primeiro sorteio do Fanfics Brasil no Facebook e concorra prêmios incríveis www.Facebook.com/FanficsBrasil e desenvolva uma obra original com personagens originais