Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: O Enigma do Medalhão *AyA*Ponny* | Tema: Ponny, AyA


Capítulo: Cap 6

69 visualizações Denunciar


A mulher de meia-idade franziu a testa, parecendo não gostar de ter sido contrariada.


A seguir, declarou:


— Mas eu ouvi dizer que o gângster Pretty Boy Floyd matou um homem aqui na mansão por causa de um jogo de pôquer, e depois arrastou o corpo através dos túneis e o jogou num dos lagos.


— Isso não passa de mero boato. — explicou Betty. — E se todos os boatos aos quais Pretty Boy Floyd está ligado fossem verdadeiros, ele precisaria ter sido mágico para poder estar em mais de um lugar ao mesmo tempo.


— Podemos conhecer os túneis? — perguntou um rapaz.


— Infelizmente, não. As entradas para os túneis foram fechadas por ordem do serviço municipal de prevenção contra incêndios. — explicou a guia turística, indicando o cadeado que mantinha trancada a porta dentro da lareira. — Mas ainda temos mais um item de interesse para ver antes do final da visita. É um retrato de Mia, a segunda mulher de Carlos. O quadro foi encontrado esta semana, guardado no sótão da mansão.


Anahí sentiu um calafrio ao lembrar que Carlos Tremayne a confundira com Mia.


Trêmula de expectativa, seguiu o grupo até a extremidade oposta da sala, onde havia um quadro apoiado num cavalete de metal, coberto por um retângulo de veludo preto.


— A tal de Mia foi assassinada. — afirmou a mulher de meia-idade que adorava boatos. — Dizem que a polícia acredita que foi Carlos que a matou.


— Na verdade, o mistério do assassinato jamais foi esclarecido, e Carlos nunca entrou na lista de suspeitos. — retrucou Betty, com uma nota de impaciência na voz. — Mais uma vez, isso não passa de boato. A única coisa que se sabe de concreto sobre o caso é que Alfonso Herrera, sócio de Carlos na Ferrovia Tremayne-Herrera, foi interrogado pela polícia. Diziam, na época, que Alfonso era amante de Mia Colucci. Ele desapareceu logo depois que o corpo de Mia foi encontrado numa caverna dentro dos limites da propriedade, e nunca mais foi visto de novo.


— Se o tal Alfonso desapareceu logo depois de encontrarem o corpo, então é óbvio que ele que cometeu o crime! Como foi que ele matou Mia? Ouvi dizer que...


— Mia Colucci foi estrangulada. — declarou Betty com certa rispidez, perdendo a paciência com a mulher. — E agora, antes do retrato de Mia, quero mostrar-lhes outra coisa especial que existe nesta sala. Carlos Tremayne, que nasceu na costa leste dos Estados Unidos, interessava-se bastante pela história do Estado onde veio morar quando já era adulto. Por isso, mandou pintar um mural representando essa história. — ao terminar de falar, Betty apontou para o alto.


Anahí e os outros turistas olharam para cima e ficaram boquiabertos.


No teto da imensa sala estava pintada a história do Estado de Oklahoma, desde a época em que os índios ocupavam a área até a chegada das estradas de ferro.


Era óbvio que o mural fora um projeto do qual Carlos se ocupara durante a vida toda.


Os eventos históricos não estavam misturados numa grande colagem, e sim dispostos em ordem cronológica. Qualquer um que os visse podia acompanhar sem problemas a sequência dos acontecimentos.


— E agora, como prometi, vou mostrar-lhes o retrato da segunda esposa de Carlos. — anunciou Betty, conduzindo o grupo para mais perto do retrato e removendo a cobertura de veludo negro. — Aqui está ela, a Sra. Mia Colucci.


Anahí arregalou os olhos e levou as mãos ao peito.


— Como podem ver — disse a guia turística. —, Mia foi retratada usando o vestido que está em exposição no quarto que lhe pertencia. É fato corrente que a segunda esposa de Carlos gostava de ser fotografada e retratada em quadros, e não é difícil entender por quê. Afinal, Mia era bastante atraente, não acham?


Aturdida, Anahí mal ouviu as palavras da guia.


Momentos mais tarde, quando o grupo de turistas se dispersou, ela permaneceu paralisada no lugar.


Ao sentir que alguém a tocava no ombro, deu um pulo de susto.


— Você se manteve meio escondida no meio do grupo, mas não pude deixar de notar a semelhança. — comentou Betty, com um sorriso curioso. — Vocês têm algum laço de parentesco?


— Não. Não temos. — murmurou Anahí, em resposta.


— Tem certeza? Não existem registros de nenhum descendente vivo, mas a semelhança é tão marcante que cheguei a pensar que...


— Não, não temos nenhum laço de parentesco. — reafirmou Anahí, interrompendo a guia.


— Que esquisito... Mas, como se costuma dizer, todos nós temos um gêmeo perdido no mundo, não é mesmo?


— Sim, é o que se costuma dizer.


Logo que Betty se afastou, deixando-a sozinha na sala, Anahí voltou a fitar o retrato, incrédula.


Esquisito?


O caso podia parecer meramente "esquisito" para a guia turística, mas isso era porque ela não sabia de nada sobre o que acontecera antes.


A visão que Anahí tivera na escada de entrada da mansão, o fato de Carlos tê-la chamado de Mia e depois tê-la chamado pelo nome verdadeiro, sem nunca tê-la visto antes. E agora havia o retrato...


Balançando a cabeça num gesto de negação, Anahí reparou nos olhos azuis de Mia, nos cabelos castanhos, no rosto ovalado...


Não, esta não podia ser Mia Colucci! Era impossível!


A pele da segunda esposa de Carlos não podia ser tão clara, do tipo difícil de bronzear. O maxilar não podia ser ligeiramente quadrado, e o queixo não podia ter uma covinha no centro.


Estas não podiam ser as feições de Mia Colucci, por uma razão muito simples, estas eram as feições de Anahí!


"Pode me perdoar, Mia? Nunca tive a intenção de magoá-la..."


"Não, eu estava errado! Você não é Mia! Você é a outra, e seu nome é Anahí."


Anahí fechou os olhos e cobriu a boca com as mãos trêmulas.


Rezou para estar tendo uma alucinação, rezou para que quando tornasse a abrir os olhos a imagem de Mia Colucci fosse diferente.


Mas suas preces foram em vão.


Quanto mais olhava para o retrato da segunda mulher de Carlos, mais semelhanças encontrava.


O sorriso era igual. Também era igual o nariz ligeiramente arrebitado na ponta.


Tensa, Anahí apalpou seu rosto como se quisesse certificar-se de que as suas feições não haviam sido roubadas para criar a imagem de Mia.


Em seguida, aproximou-se mais do retrato a fim de examiná-lo melhor.


Foi então que notou um detalhe que a deixou ainda mais assustada.


O medalhão que Mia usava era idêntico ao que sua mãe lhe dera poucas horas antes.


Não, não podia ser possível!


Anahí puxou o medalhão para fora do decote da camisa. Acompanhou com a ponta dos dedos o desenho gravado na superfície de ouro, igualzinho ao desenho no medalhão usado por Mia no retrato.


Ao ganhar a jóia da mãe, Anahí a abrira e vira que estava vazia. Ao abri-la agora, porém, teve a sensação de que encontraria algo ali dentro.


Para seu alívio, o medalhão continuava vazio.


Mas o que esperara encontrar dentro dele, afinal?


Uma pequena e antiga foto de Carlos quando jovem?


A foto de Alfonso Herrera, um dos supostos amantes de Mia?


Ou a foto do homem misterioso que surgira na visão que tivera na escada, cuja imagem a havia compelido a visitar a mansão?


Voltando a sentir-se assaltada por uma forte compulsão, Anahí estendeu uma das mãos para tocar o retrato.


No mesmo instante ouviu um zumbido alto e foi tomada pelo mesmo mau pressentimento que tivera no dia da morte de Carlos Tremayne.


Sem saber por que, apertou com força o medalhão que a mãe lhe dera.


E quando finalmente seus dedos tocaram o medalhão do retrato, a escuridão a envolveu e ela perdeu os sentidos.


 


 


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Mila Puente Herrera ®

Este autor(a) escreve mais 76 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

Capítulo 3 Anahí voltou a si num lugar mal iluminado, frio e úmido. Pelo cheiro que pairava no ar, parecia que ela estava perto de um lago, ou do mar. Mas não havia qualquer movimento, nenhuma brisa marinha soprava. O chão, onde estava deitada, era duro e gelado. Uma única lâmpada acesa, ao longe, mal e mal dissipava a escur ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 46



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • lara_rbd Postado em 27/12/2017 - 04:53:52

    Caramba, não sei nem o que falar dessa fanfic, que história maravilhosa, realmente estou sem palavras. Que pena que a história já acabou foi tão rápida, parabéns a história é perfeita e também combinou perfeitamente com Los A.!

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 27/12/2017 - 20:57:12

      Uou fico muito contente :3 Eu digo que os livros me escolhem, sempre leio e acho a cara deles :3

  • Nandacolucci Postado em 27/12/2017 - 01:41:59

    NOSSAAAAAAA UMA DAS MELHORES ESTÓRIA QUE JÁ LI <3 sério não sei nem o que dizer desses últimos cap's cada um traz um mistério e um segredo revelado diferente, e a Mia é a avó da Anny por isso a semelhança agora tá explicado, e eu fiquei com a cara no chão QUANDO O ALFONSO VAI PARA O FUTURO NOSSA MANO NÃO TÔ ACREDITANDOOO eles ficaram juntooos <3 TÕ SURTANDO SÉRIÃOOOOOOO. e agora não odeio mas tanto o Carlos e agora gosto da Mia <3. Não queria que a estória terminasse :( AMEEEEEEEEEEI MUITÃO AQUI VOU SENTIR SAUDADES DE FICAR SUPER CURIOSA PRA VER O QUE IA ACONTECER NO PRÓXIMO CAP. </3 <3

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 27/12/2017 - 20:56:07

      Fico MUITO feliz :3 Sim, são muitas revelações... KKKKKKKKKKKKK Mas é CLARO que eles tem que ficar juntos no fim u.u KKKKKKKKKKKK Essa história deixa a gnt bipolar :3 Tmb vou sentir falta de ver vocês surtando KKKKKKKKKKKK

  • ponnyforever10 Postado em 26/12/2017 - 21:11:45

    O que dizer dessa história? Simplesmente amei !!!, adorei ficar morta de curiosidade a cada capítulo, tentando descobrir pq Anahi parecia com Mia. Amei a história fazer eu sentir raiva de Mia e no fim ficar do lado dela <333. Poncho e Anahi juntos no futuro aaaa *-----*

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 27/12/2017 - 20:54:15

      Ainnnnnnnn fico super feliz <3

  • ponnyforever10 Postado em 26/12/2017 - 12:41:14

    Estou chocada e com mais ódio do Carlos. Mia vó da Anahi :0. Por isso tão parecidas. Ai que história triste dos avôs da Anahi :(, final trágico o dos dois :(. Anahi vai ter que voltar para o futuro quero Poncho indo junto.

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 26/12/2017 - 20:28:00

      KKKKKKKKKKK Do Carlos a gnt só acrescenta o ódio a cada página KKKKKKKKKKK Exatamente :3 Pois é, pelo menos se amaram :/ Veremos...

  • Nandacolucci Postado em 24/12/2017 - 01:04:37

    essa estória me deixa numa montanha russa de sentimentos tá tudo lindo e fofo maravitop com a Anahi e Alfonso, ai depois quero matar esse idiota do Carlos, não sei se gosto ou não da Mia tá complicado kkkkk, quem diria que a paixão da Mia era um garoto religioso CONTINUAAAAAAAAAAAAAAAA

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 25/12/2017 - 23:18:32

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Ficamos assim mesmo... Carlos a gnt fica arrependida de ter ficado com dó dele lá no começo, e Mia a gnt gosta, só tirando oq ela fez com o Poncho :/ Pois é, como ela contou no diário ngm acreditaria nela com um religioso :3

  • lara_rbd Postado em 23/12/2017 - 04:51:35

    Que história maravilhosa, louca para ler o próximo capítulo. Leitora nova, Posta mais!

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 25/12/2017 - 23:17:12

      Bem vindaaaaa 0/ Sim, a história é muito boa e ficamos vidradas a cada capítulo :3

  • ponnyforever10 Postado em 22/12/2017 - 22:07:25

    Ai que lindo Anahi e Poncho dizendo que se amam <3333. Ele chamou ela de Anahi nem acredito :))). Que nojo do Carlos, ele odiava a Mia mesmo hein, coitadinha :(, ele acha q fez um favor para o Poncho !!, raiva dele. Ai tbm me emocionei igual Anahi pelo menos mia pode ter o prazer de encontrar alguém q valorizasse ela *---* .

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 25/12/2017 - 23:16:32

      Lindos demais né? <3 A gnt tem muita raiva dele quando descobre a versão da Mia :/ Pois é, a bichinha pode ser feliz por um curto período :/

  • Nandacolucci Postado em 21/12/2017 - 23:01:24

    nossa pelo que está escrito no diário o Carlos era péssimo pai para a Mia e vejo que a esposa dele não fazia nada tava nem ai também, mas a Mia fez uma péssima escolha usando o Alfonso pra chamar a atenção do Carlos, adoreeeeei essa cena que Z Anahi fez kkkkkk. ai alguém para esse Nico CONTINUAAAAAAAAAAAAAAAA

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 22/12/2017 - 21:37:39

      Eles eram péssimos pra ela, e pior foi ela ter se apaixonado pelo Carlos... Claro, Poncho não merecia, teve uma vida difícil tmb :/ Todas amamos ela *vingando* a Mia :3 Será que alguém para ele? :x

  • ponnyforever10 Postado em 21/12/2017 - 21:09:06

    Bom agora não odeio mais a Mia, claro tenho raiva pelo que ela fez com Poncho: (, mas ódio eu to do Carlos, a mia era só uma criança tadinha, fez ela se sentir um nada :0,. Amei a Anahi fazendo Carlos passar vergonha pelo menos vingou um pouco a Mia :)). Anahi entendeu pq veio para o passado, e a gente tbm né kkk

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 22/12/2017 - 21:35:55

      Pesado a vida dela né? Um criança... Isso não passa pq apesar de tudo Poncho é bolinho KKKKKKKKKKK Exatamente, é tudo culpa dele u.u SIM <3 CLAROOOOOO

  • Nandacolucci Postado em 21/12/2017 - 00:00:52

    eles ficaram juntos <3 AAAAA. menina a Anahi tá só o Clay de Os Treze Porquês nunca vai cicatrizar a testa e acaba se machucando mais coitada kkkk . CHOCADA que o babado da Mia é que ela fico gravida será que era do Alfonso?? :O .que empregada entrometida já tinha demitido essa fofoqueira fica se metendo onde não é chamada. CONTINUAAAAAAAAAAAAAA (desculpa o sumiço fiquei um pouco ocupada com esse final de semestre escolar mas já estou de volta e agora pra ficar, finalmente já estou de férias)

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 21/12/2017 - 20:41:19

      Ficaram <3 KKKKKKKKKKKK Pelo menos a dela não muda de lugar igual a dele KKKKKKKKKKKK Veremos... Não é? MUITO sem noção ZzzzZzz Nem me fale, graças a Deus tô de férias da Universidade :3


- Links Patrocinados -