Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Os Opostos Se Completam | Tema: AyA Rebelde Opostos


Capítulo: Capítulo 142

188 visualizações Denunciar


Anahí narrando:




Assim que Alfonso saiu de casa, corri para o meu quarto e deitei na cama, querendo esquecer o que tinha acontecido naquele dia todo. Meu coração doía, meus olhos ardiam de tanto chorar, e eu já desejava fugir de casa, morrer, sumir. Sentia-me presa em uma teia. Cada vez mais longe de sair daquela realidade que me consumia e que me doía no fundo da alma. Não conseguia ver saída, não conseguia enxergar uma única luz que fosse, me indicando que eu estaria no lugar certo, no caminho correto para ser feliz. Eu simplesmente não conseguia mais nadar contra a maré. Parecia que toda vez que tentava escapar daquela teia, a presa me impedia, deixando-me cada vez mais estática e agoniada. Dessa vez, nem mesmo Alfonso poderia me consolar, porque a minha dor, também era a sua dor. Não poderíamos nos salvar. Não dessa vez.



Respirei fundo, mas as lágrimas caiam cada vez mais forte. Eu já sentia falta de ar, mas não conseguia me recuperar. Doía. Doía tudo, não só fisicamente, mas na alma. Me sentia uma criança indefesa deitada em posição de feto, desprotegida. Não podia correr para a barra da saia da minha mãe. Nem mesmo meu pai que sempre me deu tudo, não poderia me ajudar. Nem mesmo ele que era considerado o rei dos advogados, não poderia me tirar daquele poço que me levava cada vez mais ao fundo.



As palavras de Alfonso cravaram em minha pele de tal forma, que toda vez que me lembrava daquela cena, era como se eu fosse rasgada por dentro. Poderia ver sangue saindo de dentro de mim. Poderia ver a dor sair pelo meu suor. Ele havia entendido somente o que quis, o próprio lado, mas não se colocou um segundo no meu lugar para saber como eu me sentia tendo que escolher entre o amor da minha vida, e a mulher que me colocou no mundo. Tudo bem que ela traiu meu pai e causou dor desnecessária em muita gente, mas ainda assim era minha mãe, e eu não poderia negar um pedido daqueles.



“Acredite em mim, filha...” O que poderia fazer? O que poderia dizer a ela? Era apenas um pedido inocente de alguém que estava perdido também de certa forma. Ao meu ver, se sentia traída por eu querer fazer DNA ao invés de acreditar em suas palavras. Talvez eu fizesse a mesma coisa, e também me sentiria mal se estivesse em seu lugar. Não poderia negar aquilo, não dava para simplesmente ignorar minha mãe. Alfonso tinha que entender, mas preferiu sair da minha casa depois de soltar palavras que jamais se quer imaginei que fosse ouvir de sua boca. “A partir de hoje não somos mais nada além de irmãos...” Nossa como doía! Como aquilo quebrava meu coração como se fosse uma britadeira. Pior do que se estivesse levado um tapa na cara ou recebido uma estaca no peito. Doía de forma que ninguém poderia imaginar, acho que nem mesmo Alfonso poderia sentir o tamanho da dor que eu sentia naquele momento.



Nada poderia me deixar alegre, nada poderia me fazer parar de chorar. Nem mesmo os abraços doces que Christopher me oferecia, ou o consolo de Ricardo. Nada. Eu me sentia sozinha, mesmo rodeada de pessoas. Me sentia perdida, mesmo que papai tentasse me indicar o caminho. E ele tentou. Junto com o Christopher, conversaram comigo algumas horas depois que Alfonso foi embora, mas eu ainda chorava tanto que não conseguia se quer raciocinar direito. Não conseguia identificar mais se havia feito a coisa certa, ou não. Eu só queria que aquilo tudo passasse. Queria que meu peito parasse de doer. Apenas isso. Porque eu já não suportava mais. E o pior foi olhar a minha volta e perceber que Alfonso não estava mais lá como na minha última crise. Não estava, e nem chegaria correndo para me acolher em seus braços. Foi duro ter que aceitar isso.



Tudo bem, de certa forma fiz a minha escolha. Tudo poderia sim ser diferente se eu fizesse o bendito exame como o combinado, mas também, jamais pude esperar um pedido tão inusitado de minha mãe. Alfonso poderia me entender. Não foi por falta de querer ou por não amá-lo, como fui acusada, mas sim por estar perdida. Fui colocada em uma sinuca de bico nos últimos minutos do segundo tempo. Mas, consegui pensar, e minha única saída, foi a fuga. Foi voltar para casa e dar por encerrado toda angústia, aceitando que Poncho e eu éramos irmãos.



Mal sabia eu, que no final da angústia era na verdade o começo dela. Pois tudo piorou de forma brusca. Alfonso levou meu coração ao sair da minha casa, sem nem pedir permissão. Deixou-me sangrando, sem olhar para trás. Ele foi... e eu fiquei. Eu queria ir atrás, mas não pude. Ele mesmo havia dito, que não queria mais saber do exame. Não pude fazer mais nada. Só chorar e chorar.



Não o julgo, apenas me senti triste porque ele poderia procurar me entender. Porém, meu coração o desculparia de qualquer jeito. Se ele voltasse me pedindo desculpas, ou outra chance, eu o daria. Porque o amor que eu tenho no peito, é maior que eu. É tão grande, que eu simplesmente sentia o seu peso sobre o meu corpo inteiro. E a cada segundo que passava, parecia que meu coração transbordava ainda mais amor. Não tinha fim. Aumentava sem permissão, sem aviso. Apenas crescia, mais e mais.



Aquele dia foi complicado dormir, comer, sorrir, abrir os olhos, e conversar. Foi difícil tudo, na verdade, pois tinha que aceitar minha realidade e não sabia como. Meu coração ainda estava aberto. E isso continuou nos próximos dias da semana. Emagreci 5 kg em uma semana. Meus olhos estavam inchados, pois ainda chorava a todo momento. Tinha olheiras e já não tinha ânimo para sair de casa. Angelique tentava, mas nada, nem mesmo Bingo com suas brincadeiras ou Cris... Me faziam sentir melhor. Nada. A única pessoa que poderia, não queria me ver, nem falar comigo por outro meio. Ele excluiu meu Facebook e parou de me seguir nas outras redes sociais. Isso doeu ainda mais, mas como sempre, não pude protestar. Alfonso não me ouviria, e eu acho que não teria forças para novos foras. Ainda sentia o gosto amargo que ele havia me deixado.


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): anyeponcho

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).

Prévia do próximo capítulo

Bingo narrando: Ultimamente todos os meus sábados são iguais. Passo agoniado o dia todo, pois sei que a noite, Victória me ligara dizendo que vai sair com seus amigos. Era sempre assim. O final de semana, eram os únicos dias que tínhamos para aproveitarmos juntos, mas não tinha jeito. Sua palavra sempre prevalecia. Algumas vezes por ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 246



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • degomes Postado em 16/08/2019 - 07:06:00

    Contínua 🙏

    • anyeponcho Postado em 27/08/2019 - 11:29:34

      Continuei =)

  • AnaCarolina Postado em 11/08/2019 - 18:54:57

    Mas como assim gente? Me diz que esse exame foi alterado

    • anyeponcho Postado em 27/08/2019 - 11:30:28

      Será? Vamos saber o que aconteceu daqui a alguns capítulos... Só digo uma coisa: a história é AyA, então....

  • AnaCarolina Postado em 30/07/2019 - 09:17:33

    Aaaaah esse momento é todinho meeeeu Continua

    • anyeponcho Postado em 04/08/2019 - 16:52:08

      =) Foi pequenininho o poste, mas, mais tarde tem mais ;)

  • luananevess Postado em 28/07/2019 - 21:35:41

    Continua

    • anyeponcho Postado em 04/08/2019 - 16:51:23

      Continuando.... =)

  • AnaCarolina Postado em 07/07/2019 - 22:19:16

    Continuada <3

    • anyeponcho Postado em 18/07/2019 - 23:37:48

      Postei 2 vezes hoje &#128512;

    • AnaCarolina Postado em 07/07/2019 - 22:19:44

      Continua* hehehe

  • AnaCarolina Postado em 10/06/2019 - 18:36:10

    Caramba, que merda! Não vejo a hora de tudo se resolver de vez :'(

    • anyeponcho Postado em 14/06/2019 - 17:07:20

      Eu também :) Mas, infelizmente vai demorar um pouquinho pra acontecer

  • AnaCarolina Postado em 10/06/2019 - 13:59:58

    Oláaaa já já vou ler os capítulos e volto pra comentar <3

  • AnaCarolina Postado em 04/05/2019 - 00:05:27

    Cadê você?

    • anyeponcho Postado em 14/05/2019 - 20:49:51

      Volteiiiii!!! Passei por uns momentos ruins, mais agora estou de volta =)

  • AnaCarolina Postado em 09/04/2019 - 21:51:48

    Tadinha da Mai :(

  • AnaCarolina Postado em 31/03/2019 - 22:43:19

    Que bom que apesar de tudo o Ricardo entendeu e não demitiu ele... Continua



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...