Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Os Opostos Se Completam | Tema: AyA Rebelde Opostos


Capítulo: Capítulo 150

217 visualizações Denunciar


Anahí narrando:



Aquela semana, assim como as anteriores, para mim, passaram rastejantes. Eu não tinha notícias do Alfonso, e por mais que perguntasse para o meu pai sobre ele, tudo o que eu conseguia arrancar do Doutor Ricardo era “o Alfonso está bem. Muito trabalho, sabe como é, filha.” Raiva! Ninguém colaborava com minha preocupação e saudade. Nem mesmo Bingo respondia minhas mensagens quando eu perguntava sobre Poncho. O Cris desconversava e a Angelique já me repreendia com o olhar, como se eu tivesse procurando um motivo para sofrer, era saudade. Muita. Uma sufocante saudade!



Aquela semana, fui com a Angelique fazer minha rematrícula no terceiro colegial. Eu cairia na classe de Victória, e Angel, já iria se formar naquela semana e já tinha passado no vestibular para medicina veterinária. Ah, como eu queria estar na faculdade... Mas por culpa do meu pai com sua grande ideia de ir à Londres, acabei perdendo um ano. Fui obrigada a fazer novamente.



Teve um dia daquela semana, que vi papai saindo do meu quarto com as mãos nas costas, e não entendi absolutamente nada. Seu olhar foi de constrangimento e algo mais que não soube definir. Ele parecia surpreso ao me ver, e até meio amedrontado. Eu tinha saído com Angelique e voltei mais cedo do que o esperado. Acho que ele também não esperava por isso. Simplesmente sorriu sem graça e foi para o quarto de hospedes onde estava dormindo, como se tivesse roubado alguma suma importância para mim. Coisa estranha, eu hein!



Era um sábado. Angelique me convidou para dormir em sua casa. De tarde fomos dar uma volta no shopping, almoçamos por lá, assistimos à um filme e voltamos para sua casa por volta das 16h. Somente nós duas como antes de conhecermos Alfonso e Christian. Somente nós. Rindo de tudo, comentando sobre os garotos lindos que encontrávamos pelo caminho. Claro que os assuntos principais era sobre nossos amores. Mas evitei falar sobre Poncho o máximo que consegui, para não borrar meu rímel e sair de lá como um panda.



Angelique contou tudo sobre Chris, estavam realmente apaixonados. O namoro deles estava indo de vento e polpa, graças a Deus. Disse que era um verdadeiro príncipe. Iria começar faculdade de administração e já até conversava sobre morar junto com a Angel e casar depois que se formarem. Como para ela casamento também não era prioridade em sua vida, estava super empolgada, e não via a hora de realmente se mudar com ele para sei lá onde. Não sei se Angelique iria se acostumar com uma vida onde teria que se virar e aprender tudo sozinha, mas se estava amando aquela ideia, não seria eu a quebrar seu coração. Tia Luma ainda nem sabia disso, mas algo me dizia que não seria a favor, nem seu pai que também não era fácil de lhe dar.



Quando chegamos em sua casa, não tinha ninguém. Seus pais tinham ido com Victória almoçar em sua avó, e Edu tinha saído também, mas não avisou nada, nem mesmo mandou alguma mensagem no celular da Angelique. Bom, ele era vacinado, maior de idade e dono do próprio nariz. Pensei que talvez tivesse encontrado alguma garota por ai, ou então reencontrado os amigos que tinha antes de partir.



Angel fez brigadeiro e nós comemos enquanto assistíamos alguns filmes de comédia. Ela não me deixou chorar em momento algum, e confesso que consegui me distrair com suas palhaçadas. Consegui tirar Alfonso da cabeça, mesmo que por minutos, ou talvez horas. Meu coração parecia sorrir aquele dia. Mesmo que no fundo ainda estivesse um buraco, eu sentia-me um pouco mais contente do que nos outros dias. Acho que eu precisava disso. Me distrair e sair com a minha melhor amiga.




Eram 20h quando Christian ligou para Angelique. Ela falou com ele normal ao meu lado, mas em um momento, me olhou de soslaio e saiu do quarto sem dizer nada. Com certeza tinha Alfonso no meio. Me deixei levar pela minha curiosidade e parei com a orelha na porta, tentando ouvir alguma coisa. Não sabia se Angelique estava por ali, ou tinha descido, mas por sorte ela estava no corredor.



-A Any está aqui, amor, eu não posso dizer a ela que vou à balada com você, Alfonso e Beatriz... Ela vai surtar!



Engoli em seco. Meu coração doeu tanto ao ouvir que não pude evitar uma lágrima descer instantaneamente. Imaginar que Alfonso estava seguindo em frente, era arrasador. Eu não consegui suportar ouvir aquilo.



- Se você quiser ir, eu confio em você. Não gostaria, mas não te proíbo, Cris. – pausou- Então ta bom. Depois vemos com ele, e ai vamos juntos – pausou novamente – Hum, mas eles estão ficando? Ah, sim. Bom, não conta nada pra Any. Vamos deixar quieto amor, porque ela ainda está se recuperando e...



Sai de trás da porta e não ouvi o resto. Não precisava ouvir mais nada. Saber que Alfonso estava ficando, ou até mesmo amigo de Beatriz, já me doía o suficiente. Entrei no banheiro e fui tomar banho só para poder chorar debaixo da água sem ninguém me repreender.


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): anyeponcho

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).

- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

Alfonso narrando: Entramos na boate cerca de vinte minutos depois de encarar aquela fila enorme. Thiago e Vitória estavam no bar. Encontramos os dois e partimos para a pista de dança. Eu não estava afim de beber, pois ainda tinha que dirigir a moto para voltar para casa, e como Beatriz também não era de beber, ficamos apenas curtindo o cli ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 246



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • degomes Postado em 16/08/2019 - 07:06:00

    Contínua 🙏

    • anyeponcho Postado em 27/08/2019 - 11:29:34

      Continuei =)

  • AnaCarolina Postado em 11/08/2019 - 18:54:57

    Mas como assim gente? Me diz que esse exame foi alterado

    • anyeponcho Postado em 27/08/2019 - 11:30:28

      Será? Vamos saber o que aconteceu daqui a alguns capítulos... Só digo uma coisa: a história é AyA, então....

  • AnaCarolina Postado em 30/07/2019 - 09:17:33

    Aaaaah esse momento é todinho meeeeu Continua

    • anyeponcho Postado em 04/08/2019 - 16:52:08

      =) Foi pequenininho o poste, mas, mais tarde tem mais ;)

  • luananevess Postado em 28/07/2019 - 21:35:41

    Continua

    • anyeponcho Postado em 04/08/2019 - 16:51:23

      Continuando.... =)

  • AnaCarolina Postado em 07/07/2019 - 22:19:16

    Continuada <3

    • anyeponcho Postado em 18/07/2019 - 23:37:48

      Postei 2 vezes hoje &#128512;

    • AnaCarolina Postado em 07/07/2019 - 22:19:44

      Continua* hehehe

  • AnaCarolina Postado em 10/06/2019 - 18:36:10

    Caramba, que merda! Não vejo a hora de tudo se resolver de vez :'(

    • anyeponcho Postado em 14/06/2019 - 17:07:20

      Eu também :) Mas, infelizmente vai demorar um pouquinho pra acontecer

  • AnaCarolina Postado em 10/06/2019 - 13:59:58

    Oláaaa já já vou ler os capítulos e volto pra comentar <3

  • AnaCarolina Postado em 04/05/2019 - 00:05:27

    Cadê você?

    • anyeponcho Postado em 14/05/2019 - 20:49:51

      Volteiiiii!!! Passei por uns momentos ruins, mais agora estou de volta =)

  • AnaCarolina Postado em 09/04/2019 - 21:51:48

    Tadinha da Mai :(

  • AnaCarolina Postado em 31/03/2019 - 22:43:19

    Que bom que apesar de tudo o Ricardo entendeu e não demitiu ele... Continua



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...