Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Mentira Perfeita - Vondy - adaptada | Tema: vondy adaptada


Capítulo: Capítulo 60 - Christopher

167 visualizações Denunciar



Acompanhei com o olhar Dulce e o maldito Christian desaparecerem na rua de mãos dadas.
Se ela achava, ainda que por um momento, que estar com aquele cara me faria recuar, era melhor pensar direito. Não havia nada que me detivesse. A vida se encarregara de me tirar tanta coisa, mas dessa vez eu não ia permitir. Eu a
queria de volta, e faria de tudo para ser bem-sucedido.
Ela não poderia fugir para sempre. E sua resposta corporal dentro daquele banheiro me disse muito mais do que ela queria ter deixado transparecer.
Ela me odiava, com toda a razão. E odiava ainda mais o fato de seu corpo parecer discordar disso.
Diabos, seria uma longa batalha fazer aquela mulher parar para me escutar e acreditar em mim.
— E então? — Poncho perguntou assim que voltei para nossa mesa. — Falou com ela?
— Parece que foi uma conversa boa — Breno acrescentou, malicioso.
— Muito boa! — enfatizou Paulo, um dos amigos mais antigos do meu irmão.
— Ele fez muito mais que falar. Olha o estado dele. — Nicolas bebericou seu chope, os olhos na gola amassada de minha camiseta.
— Ela não quis me ouvir. Ela me odeia — falei, cansado. — Não acredita em nada do que eu digo.
— Ah, cara. — Nicolas estalou a língua.
Meu irmão me encarou, muito sério.
— Nem precisa se dar o trabalho de dizer nada, Poncho. — Peguei minha caneca. — Já sei que eu fui um idiota...
— Grande idiota — ressaltou.
— ... que fiz tudo errado e blá-blá-blá. Pode acreditar, eu sei de tudo isso.
— Como você pretende convencê-la a mudar de ideia? — Paulo quis saber.
Tomei um longo gole de chope.
— Eu vou ter sorte se conseguir fazer com que ela fique no mesmo ambiente que eu, Paulo. Ela não quer me escutar. E eu não sei o que fazer agora. Só sei que não vou desistir dela.
Meu irmão esfregou o polegar na sobrancelha, tentando conter o riso.
— Por que diabos você está sorrindo? — exigi saber.
Ele fixou os olhos nos meus, a diversão aumentando exponencialmente.
— Desculpa, Christopher, mas te ver assim é reconfortante.
— Vá se ferrar, Poncho.
— Estou falando sério. Você andou tão deprimido que eu cheguei a pensar que... bom... você sabe — ele disse. É, eu sabia. Ele pensou que eu estivesse tão desiludido que desistiria de tudo. — Por isso é um alívio te ver assim. Você despertou.
— É, eu despertei. E quero recuperar o tempo perdido. E isso inclui ter a Dulce na minha vida outra vez. Estou aceitando sugestões de como conseguir esse feito.
Ele deu risada.
— Vamos pedir alguma coisa. Você não pensa direito de barriga vazia.
— Excelente sugestão. — Breno ergueu a mão, chamando o garçom.
Pedimos alguns aperitivos e mais bebidas. Quando ficamos sozinhos, meu primo se virou para mim.
— Me conta em que pé anda o seu relacionamento com ela — ele quis saber.
— Nick, sem ofensas, mas você entende tanto desse lance de relacionamento quanto um peixinho dourado.
Ele deliberou por um momento.
— É verdade. Mas também sei que fazer uma mulher acreditar que foi traída é um caso sem volta.
Revirei os olhos, rebatendo a vontade de socar alguma coisa. Ele, basicamente.
— Numa escala de zero a dez, meu relacionamento com ela agora é de menos dois — acabei confessando.
Ele me analisou com um sorriso besta na cara.
— Suas roupas não dizem isso. Você a beijou ou ela te bateu?
— As duas coisas. Ela me bateu, depois me beijou.
— Falou com ela sobre as suas motivações? —Poncho questionou. — O que te fez agir como um grande babaca. Você contou para ela?
— Poncho, ela não quer nem olhar para mim, quanto mais me ouvir por trinta segundos. Eu mal consegui dizer que gosto dela.
— Ela falou alguma coisa sobre o cara da joalheria?
Eu sabia que conhecia o Christian de algum lugar. Diabos! E não podia acreditar que eu tinha deixado aquele cara me ajudar a escolher o anel para Dulce . Eu queria muito, muito mesmo socar alguma coisa.
— Ela não disse uma palavra sobre ele — contei. — Eu a arrastei para dentro do banheiro e tentei fazer com que ela me ouvisse.
— E então ela te bateu? — Paulo se intrometeu.
— Pois é.
— E depois te beijou? — Breno estreitou os olhos.
— Pelo seu estado, foi um beijo e tanto. — Nicolas riu.
— É. Eu já disse que foi assim, cacete. Por que vocês não vão pro inferno?
Os quatro se entreolharam.
— Ela está pensando demais. — Poncho abanou a cabeça.
— E muito furiosa porque ainda se sente atraída pelo Christopher  — concordouBreno. 


— Exatamente! — Paulo pegou um pastelzinho e o jogou na boca.
— Você só precisa fazer com que ela pare de pensar tanto. — Nick fixou os olhos azuis na minha camiseta, sorrindo. — E, pelo visto, você sabe como fazerisso.
Ah.
Eu poderia fazer isso? Usar a atração que ela sentia por mim a meu favor, para fazê-la realmente me ouvir?
Diabos, claro que sim!
Ela havia dito que me odiava, mas aquele beijo a desmentira. Em parte, pelo menos. Ela ainda sentia alguma coisa, e eu me agarraria a isso com unhas e dentes. Se eu conseguisse o milagre de fazê-la me ouvir e me perdoar, não voltaria a ser um grande idiota outra vez. Não de propósito, pelo menos.
Poncho abriu a boca para dizer alguma coisa, mas seu celular tocou. Por seu sorriso bobo ao relancear a tela, devia ser Anahí .
— Oi. Como foi a reunião? — meu irmão quis saber. Ele ouviu por alguns segundos antes de bufar. — Isso é mesmo necessário, Anahí? Nós já nos casamos uma vez e não fizemos ensaio nenhum. Certo, tudo bem. Que seja. — Ele esfregou a testa, o olhar subitamente preocupado procurando o meu.
Ah, cara, o que era agora?
— Quando foi isso? — ele perguntou à noiva. Fechou os olhos, a boca apertada até se tornar uma linha pálida ao sacudir a cabeça de leve. — Tudo bem. Eu faço isso. Até daqui a pouco.
Ele desligou, colocando o telefone ao lado da caneca de chope. Cruzou asmãos sobre a mesa, olhou para mim, para o tampo, para suas mãos, de volta para mim.
— Pelo amor de Deus, Poncho, desembucha logo. — Peguei meu chope e tomei um grande gole. Pressentia que ia precisar de muito daquilo em alguns instantes.
— Você vai acabar sabendo de todo jeito, e acho melhor que saiba por mim. É sobre... a Dulce.
Larguei a caneca no mesmo instante.
— Me diz que a armação toda da tal Samantha não respingou na reputação dela, porque ela é inocente. Eu acompanhei tudo bem de perto. A Dulce deu o sangue pelo site, pela empresa, e não é justo que ela seja...
— Indicada para chefiar a L&L em Munique — ele interrompeu.
— Puta que pariu — soltou Nicolas.
— Merda. — Paulo pousou a metade do pastel no prato.
— Caraaaaalho... — Breno deixou escapar.
O quê? — perguntei. Eu devia ter ouvido errado. Dulce não podia estar indo embora para a Europa.
— E ela aceitou, Christopher — meu irmão continuou, o rosto impassível. — Tinha recusado no começo, mas mudou de ideia. 


— O quê? — Júlia estava indo embora para a Europa?
— Ela ligou para o Américo não faz nem dez minutos. A Anahi disse que a Dulce, se muda para a Alemanha em algumas semanas. Alguma coisa a fez... reconsiderar.
Não. Não alguma coisa. Eu a tinha feito reconsiderar.
Eu devia saber. Devia ter imaginado que pressioná-la não era a melhor saída.
Fui burro o bastante para acreditar que poderia fazê-la me dar ouvidos, e tudo o que consegui foi colocá-la ainda mais fora do meu alcance.
Meu peito começou a latejar.
— O que você vai fazer? — Breno questionou, sério.
O quê, de fato?
Eu poderia lutar por ela. Poderia tentar fazê-la me ouvir e, com sorte, me perdoar. Podia tentar fazê-la mudar de ideia de novo.
Mas não ia.
— Nada. Não vou fazer nada. — Dulce havia me contado que seu grande sonho era ser o próximo Américo. Pareceu desconfortável ao dizer isso, como se estivesse sendo tola. E agora a chance caía em seu colo. Eu entendia tudo sobre sonhar alto e como era doloroso ver seus sonhos se dissolverem feito fumaça.
— Nada? — meu primo perguntou, descrente. — Você vai desistir dela assim?
Balancei a cabeça.
— A Dulce sonha com uma chance dessas desde que se formou. Não posso e não vou tentar impedir que o grande sonho dela se realize. Pelo menos um de nós vai continuar sonhando. — Peguei minha caneca e a esvaziei.
— Que foda, cara... — Paulo sacudiu a cabeça.
— Vou pegar mais bebida pra gente. — Poncho se levantou e pousou a mão em meu ombro, apertando-o de leve ao passar por mim.
É, boa ideia. Eu ia mesmo precisar.


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): wermelinnger

Este autor(a) escreve mais 6 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

Algumas vezes, tudo o que se precisa é de uma grande mudança, algo totalmente novo, que faça você tremer só de pensar no que o futuro lhe reserva.Porque eu sabia o que o presente havia me reservado, e não estava nada satisfeita.O beijo no banheiro me disse duas coisas: a) eu não havia esquecido Christopher coisa nenhuma, e b) e ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 202



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • Vondy Forever❤ Postado em 20/02/2020 - 19:32:55

    Nossa eu amei essa história do começo ao fim, e uma história linda de amor e de superação e bastante engraçada. Amei a tia Berê ter casado com o médico que acompanhou o seu caso no final. Abraços..

    • wermelinnger Postado em 29/02/2020 - 17:02:59

      Oii eu tambem amei esse final feliz para a tia Bere. Obrigada por ler e comentar Beijinhos

  • ana_vondy03 Postado em 18/02/2020 - 17:40:58

    Aaaaa eu não acredito que acabou! Vou dar uma passadinha lá nas outras histórias! Simplesmente adorei o final da história, bem q poderia ter uma continuação né? Kkkkk

    • wermelinnger Postado em 19/02/2020 - 07:14:38

      Pois É nem eu acredito:( passa sim tenho certeza que vai adorar

  • mari_vondy Postado em 18/02/2020 - 10:31:29

    Ai que final lindo, dona Berenice se deu bem. Vondy finalmente juntos, tão fofo. Amei a fanfic

    • wermelinnger Postado em 19/02/2020 - 07:14:06

      Pois É dona Berenice finalmente realizou seu sonho de casar. Que bom que gostou

  • ana_vondy03 Postado em 17/02/2020 - 13:19:11

    Hahahaha amei a reconciliação! Aaaa eu n qro q acabe, vou sentir mta falta de ler a história! Continuaaa amoreee S2

    • wermelinnger Postado em 19/02/2020 - 07:14:56

      Eu tmb vou sentir falta

  • mari_vondy Postado em 17/02/2020 - 10:30:22

    continuaaaaaaaaa, que reconciliação mais fofa, amei

    • wermelinnger Postado em 17/02/2020 - 13:08:55

      Gostou? Tambem achei fofo!!

  • ana_vondy03 Postado em 15/02/2020 - 12:04:59

    Naaaao cara tô chorando aqui! O Christopher eh um fofo! Espero q agora ela perdoe ele! Continuaaa amoreee S2

    • wermelinnger Postado em 17/02/2020 - 13:08:36

      Ele quando nao tá sendo um idiota É um fofo mesmo

  • mari_vondy Postado em 15/02/2020 - 08:45:02

    continuaaaaaaaaa, aí Dulce vai atrás dele logo kk ansiosa pelos próximos capítulos

    • wermelinnger Postado em 17/02/2020 - 13:08:08

      Continuando

  • ana_vondy03 Postado em 14/02/2020 - 13:10:15

    Não tinha pensado q a Dulce era o alvo da Samantha, mas do msm modo ela tava louca kkkkk continuaaa amoreee S2

    • wermelinnger Postado em 15/02/2020 - 07:40:09

      Quando eu li eu também não imaginav que era esse motivo Continuando

  • mari_vondy Postado em 14/02/2020 - 10:34:21

    continuaaaaaaaaa, tadinho do Christopher, ainda bem que Samantha vai ficar bem longe agora

    • wermelinnger Postado em 15/02/2020 - 07:39:18

      Continuando....

  • mari_vondy Postado em 14/02/2020 - 09:12:49

    continuaaaaaaaaa, posta outro sim, nem imaginei que a Samantha queria era a Dulce, Vondy tem que se acertar logo

    • wermelinnger Postado em 14/02/2020 - 09:37:13

      Prontinho... depois posto a continuação do cap



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...