Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Mentira Perfeita - Vondy - adaptada | Tema: vondy adaptada


Capítulo: Capítulo 66 -Dulce - parte III

235 visualizações Denunciar


  Ergui os olhos para ele, com raiva.
 — Passou pela sua cabeça que o problema é meu, por não saber nadar, e não seu, por não poder andar?
  Ele aceitou o desafio, empinando o queixo, a fúria inflamando seu olhar.
  — Mas o problema é meu, Dulce. É meu problema porque eu te amo, porque eu quero você só pra mim. É problema meu quando tudo o que eu mais quero é correr até você, te apertar em meus braços e depois fazer amor com você até a sua cabeça rodar e não restar nada dentro dela a não ser eu. É problema meu quando eu quero ser o seu maldito super-herói, o cara com quem você sempre vai poder contar pra tudo. Você precisou de mim e eu falhei! Isso acabou comigo, porque quando nós estávamos juntos a vida ficava... fácil de novo. — Sua voz se embargou. Ele clareou a garganta. — Com você eu me sinto eu mesmo de novo.
  Balancei a cabeça, incapaz de compreender o que ele dizia. Não fazia sentido. Nada daquilo fazia sentido para mim.
  — É isso que eu não entendo, Christopher. Porque, se você me dissesse que eu te fazia mal, que eu te lembrava da época em que você andava e tudo o mais, eu até compreenderia. Mas, se não é assim, como você pode me mandar embora? Lamento muito que você continue nessa cadeira, mas não por mim. É por você, pela tristeza que isso te causa. A maneira como você se locomove nunca importou para mim.
  — Eu sei, Dulce. Acho que eu sempre soube disso, mas fiquei com medo de acreditar. — Ele fechou os olhos e balançou a cabeça, parecendo tão perdido, tão devastado. — Se você pudesse estar dentro de mim, entender o que eu sinto por
você, Dulce, talvez compreendesse. — Ele abriu os olhos, que chispavam com intensidade. — Eu amo você. Amo tanto que não sei o que fazer com esse sentimento. Amo tanto que meti os pés pelas mãos. E foi por te amar demais que eu acabei te perdendo.
  Soltei o ar com força, parte de mim tremendo na ânsia de me atirar em seu colo. O problema era aquela outra parte, a lógica, que gritava que apenas isso não bastava.
Tomei fôlego.
  — Você mentiu pra mim mais de uma vez, Christopher. Se julgou no direito de decidir por mim. Mas sabe o que mais me dói? É ter a consciência de que você passou por tudo isso e decidiu me deixar de fora. Eu... não consigo mais confiar em você. Não quando você decide o que é o melhor para mim e age feito um idiota. Não se você diz que me ama em um momento, mas no outro me diz que foi só um lance sem importância. Você é como o deus grego Jano. Dois rostos idênticos, só que um sempre diz a verdade, e o outro mente. E eu nunca sei com qual deles estou lidando.
  Ele trincou o maxilar, uma sombra enevoando seu rosto.


  — Isso acabou — falou, firme. — Isso tudo ficou pra trás. As coisas se encaixaram na minha cabeça. Eu nunca mais vou mentir para você.
— Até algum outro problema aparecer e você decidir que o melhor para mim é me afastar de novo. — Levei as mãos às têmporas, lutando para calar o zumbido confuso em minha cabeça. — Eu não posso fazer isso, Christopher. Não posso.
Ele ficou me encarando, uma emoção nova lhe dominando as feições.
Desespero? Dor? Derrota?
  — Não existe nada que eu possa dizer para fazer você mudar de ideia, não é?
  — Eu prefiro confiar no meu bom senso dessa vez. Mas fico feliz que você tenha me contado a verdade. — Eu estava a um passo de chorar, e não ia fazer isso na frente dele outra vez. — É melhor você ir agora. Tenho muita coisa para fazer ainda. Embarco amanhã bem cedo.
  Seu olhar, mortificado, devastado, destruído, quase me fez mudar de ideia. Por muito pouco não mandei tudo às favas e corri até ele. Mas eu não podia. Se ele quase me destroçara antes, o que seria capaz de fazer agora, quando dizia que
me amava e meu coração tolo queria acreditar nele?
Christopher me observou por um longo momento, como se estivesse me guardando na memória. Uma tristeza profunda, que parecia vir do fundo da alma, lhe atravessou o rosto. Um adeus, que ele não foi capaz de verbalizar.
  Ele deixou a sala, fechando a porta com um clique suave, sem olhar para trás.
Subi as escadas de dois em dois degraus, o coração retumbando nos ouvidos. O rosto devastado de Christopher girava com suas palavras em minha cabeça.
Eu amo você. Amo tanto que não sei o que fazer com esse sentimento. Amo tanto que meti os pés pelas mãos. E foi por te amar demais que eu acabei te perdendo.
Entrei no quarto sem enxergar nada, quase atropelando minha mãe.
  — Você está bem? — ela perguntou, me segurando pelos ombros.
Um soluço me escapou.
  — Não, mãe. — Joguei os braços ao redor dela e comecei a chorar.
 — Dulce, tem certeza de que está tomando a decisão certa, filha? — Ela acariciou minhas costas.
  Sacudi a cabeça.
— Não. — Solucei.
— Ah, meu amorzinho... — Ela me levou até a beirada da cama e me fez sentar. — Não chore. Você está de cabeça quente agora para julgar tudo o que ouviu. Dê um tempo a si mesma.
  Ela estendeu a mão para pegar a caixa de lenços na escrivaninha. No entanto, acabou derrubando o desodorante sobre o teclado do meu laptop, que imediatamente voltou à vida.
  Tentei não olhar para a tela. Tentei mesmo, mas o som agudo de coisas se chocando me fez olhar. Letras se entrelaçaram antes de explodir e formar o nome “CU Games”.
— Ah, Dulce, desculpe. Como eu desligo isso?
— Espera, mãe. — Eu me levantei, me aproximando lentamente do notebook.
  Na tela, um motoqueiro surgiu, serpenteando pela avenida em alta velocidade. Ele entrou em um prédio e a porta da garagem desceu, deixando tudo na penumbra. Uma luz se acendeu com um estalo e o motoqueiro entrou em foco.
  — Nossa — minha mãe comentou ao meu lado. Eu nem tinha percebido que ela havia se aproximado. Minha atenção estava naquelas imagens e em seus gráficos perfeitos.
  O motoqueiro tirou o capacete e revelou... uma longa cabeleira marrom, que combinava perfeitamente com o rosto feminino. Era uma garota. De grandes olhos castanhos e lábios fartos demais para o rosto ovalado.
  — Dul, é você! Ela é você!
  — Acho que não. — Mas a questão é que ela se parecia mesmo comigo.
  Até a pinta na lateral do pescoço.
 — Claro que é! Igualzinha! O que é isso?
  — É um... jogo. É o projeto do Christopher, acho. — Caracteres se sobrepuseram ao rosto da garota, e ela os acompanhava, assimilando as coordenadas. As letras desapareceram.
  “Boa sorte, Pin”, a voz masculina robotizada proferiu.
  Pin!
  Assisti, boquiaberta, à motoqueira recolocar o capacete e dar partida na moto.
  Ela deixou a garagem. A fase um começou a carregar enquanto meu coração retumbava. Por que ele desenvolvera um game em que a protagonista se parecia comigo e tinha o meu apelido?
Fechei os olhos, tentando controlar a tormenta que acontecia em meu íntimo.
  — Mas por quê? — murmurei para o nada.
— Não é óbvio, Dul? Você é a musa dele! — Mamãe apertou minha mão. — E ele está dizendo ao mundo, em alto e bom som, que ama você! Ah, meu Deus! Isso é a coisa mais romântica de toda a história das declarações de amor!
 Eu a encarei, boquiaberta. Era... era isso que aquele game queria dizer?
“O que tem aí?”, eu perguntara a ele. “Meus dois maiores sonhos”, fora sua resposta.
  Ele havia concluído o game. Seu sonho estava pronto. E o outro... o outro era...
  Minha mãe bufou, me olhando com as sobrancelhas abaixadas.
  — O que você ainda está fazendo aqui, menina?


 


Ai gente Dulce cabeça dura né? Mas acho que agora ela vai perdoar ele


Faltam só mais dois capítulos para o fim  :(


Quem aí tbm ta triste?  


 


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): wermelinnger

Este autor(a) escreve mais 6 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

  Ao sair da casa de Dulce, tive de abrir os dois primeiros botões da camisa.  Respirar estava difícil. Joguei a cabeça para trás, mirando o céu, tentando não pensar, apenas respirar. Não conseguia me obrigar a ir em frente, então fiquei ali, no portão da casa dela, vendo o sol de fim de tarde ser engol ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 202



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • Vondy Forever❤ Postado em 20/02/2020 - 19:32:55

    Nossa eu amei essa história do começo ao fim, e uma história linda de amor e de superação e bastante engraçada. Amei a tia Berê ter casado com o médico que acompanhou o seu caso no final. Abraços..

    • wermelinnger Postado em 29/02/2020 - 17:02:59

      Oii eu tambem amei esse final feliz para a tia Bere. Obrigada por ler e comentar Beijinhos

  • ana_vondy03 Postado em 18/02/2020 - 17:40:58

    Aaaaa eu não acredito que acabou! Vou dar uma passadinha lá nas outras histórias! Simplesmente adorei o final da história, bem q poderia ter uma continuação né? Kkkkk

    • wermelinnger Postado em 19/02/2020 - 07:14:38

      Pois É nem eu acredito:( passa sim tenho certeza que vai adorar

  • mari_vondy Postado em 18/02/2020 - 10:31:29

    Ai que final lindo, dona Berenice se deu bem. Vondy finalmente juntos, tão fofo. Amei a fanfic

    • wermelinnger Postado em 19/02/2020 - 07:14:06

      Pois É dona Berenice finalmente realizou seu sonho de casar. Que bom que gostou

  • ana_vondy03 Postado em 17/02/2020 - 13:19:11

    Hahahaha amei a reconciliação! Aaaa eu n qro q acabe, vou sentir mta falta de ler a história! Continuaaa amoreee S2

    • wermelinnger Postado em 19/02/2020 - 07:14:56

      Eu tmb vou sentir falta

  • mari_vondy Postado em 17/02/2020 - 10:30:22

    continuaaaaaaaaa, que reconciliação mais fofa, amei

    • wermelinnger Postado em 17/02/2020 - 13:08:55

      Gostou? Tambem achei fofo!!

  • ana_vondy03 Postado em 15/02/2020 - 12:04:59

    Naaaao cara tô chorando aqui! O Christopher eh um fofo! Espero q agora ela perdoe ele! Continuaaa amoreee S2

    • wermelinnger Postado em 17/02/2020 - 13:08:36

      Ele quando nao tá sendo um idiota É um fofo mesmo

  • mari_vondy Postado em 15/02/2020 - 08:45:02

    continuaaaaaaaaa, aí Dulce vai atrás dele logo kk ansiosa pelos próximos capítulos

    • wermelinnger Postado em 17/02/2020 - 13:08:08

      Continuando

  • ana_vondy03 Postado em 14/02/2020 - 13:10:15

    Não tinha pensado q a Dulce era o alvo da Samantha, mas do msm modo ela tava louca kkkkk continuaaa amoreee S2

    • wermelinnger Postado em 15/02/2020 - 07:40:09

      Quando eu li eu também não imaginav que era esse motivo Continuando

  • mari_vondy Postado em 14/02/2020 - 10:34:21

    continuaaaaaaaaa, tadinho do Christopher, ainda bem que Samantha vai ficar bem longe agora

    • wermelinnger Postado em 15/02/2020 - 07:39:18

      Continuando....

  • mari_vondy Postado em 14/02/2020 - 09:12:49

    continuaaaaaaaaa, posta outro sim, nem imaginei que a Samantha queria era a Dulce, Vondy tem que se acertar logo

    • wermelinnger Postado em 14/02/2020 - 09:37:13

      Prontinho... depois posto a continuação do cap



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...