Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Mentira Perfeita - Vondy - adaptada | Tema: vondy adaptada


Capítulo: Capítulo 67 - Christopher

76 visualizações Denunciar



  Ao sair da casa de Dulce, tive de abrir os dois primeiros botões da camisa.
  Respirar estava difícil. Joguei a cabeça para trás, mirando o céu, tentando não pensar, apenas respirar. Não conseguia me obrigar a ir em frente, então fiquei ali, no portão da casa dela, vendo o sol de fim de tarde ser engolido por nuvens cinzentas. Do mesmo jeito que Dulce desaparecia da minha vida.
  Esfreguei o peito, tentando me livrar da maldita ardência. Aquilo nunca iria embora, não é? A ausência sempre estaria ali, me lembrando de que a vida pode ser muito mais do que cruel.
  Pensei em quais seriam as chances de meu irmão me levar para minha casa, onde eu poderia decidir o que preparar para o jantar: miojo ou Doritos? Doritos, claro. Cai melhor com tequila. E eu pretendia me encharcar disso até meu cérebro adquirir a consistência e a função de massinha de modelar, e não queria ninguém por perto para testemunhar o estrago.
  Poncho me viu atravessar o portão, e bastou uma olhada em meu rosto para que ele soubesse.
  Eu a perdi.
 Fui idiota o bastante para perder a melhor coisa que já me aconteceu, porque... bom... eu tinha sido um grande e completo babaca.
  Meu irmão balançou a cabeça, sofrendo também. Ele queria que desse certo tanto quanto eu. Ele desceu do carro para me encontrar.
  — Ela não quis te ouvir?
  — Pior, Poncho. Ela me ouviu. — Soltei uma lufada de ar. — Mas eu fiz o que ela mais temia. Eu a abandonei. Ela nunca vai me perdoar.
  — Nunca é muito tempo — ele respondeu.
  — Não nesse caso. A Dulce se afasta de tudo que pode colocá-la em risco, que a faça se sentir ameaçada. E eu sei que ela se sente assim comigo.
  — Porque ela te ama, Christopher.
 — Talvez. Mas eu apostaria a minha bola esquerda que ela vai dar um jeito de me esquecer.
  — Nem sempre... — Ele se interrompeu, olhando para trás de mim. — Ela está vindo aí.
  — O quê?
  — Vou voltar para o carro. — Ele se inclinou um pouco, pousando a mão em minha nuca. — Escuta, Christopher... Implore, rasteje se for preciso. Mas não a deixe escapar de novo!
  Ele atravessou a rua enquanto eu me virava. Dulce corria de um jeito meio  desengonçado, quase infantil, e por pouco não me fez sorrir. Mas se deteve a poucos passos e me encarou, o peito subindo e descendo, as bochechas coradas.
  Linda.
  Ela era tão linda...
  E ficou muda feito o poste logo atrás dela. Seus olhos estavam vermelhos. Ela havia chorado. Mas também vi neles algo que eu desejava mais que tudo nesta vida.
  Por favor, Deus. Não brinque comigo agora.
  Ela abriu a boca.
  — Eu... — começou, mas se deteve, incerta de como continuar.
 — Sim? — Apenas mais duas palavras. Diga, implorei em silêncio. Pelo amor de tudo o que é mais sagrado, apenas diga.
  — Eu... desenvolvi uma estranha obsessão por velas — ela disse, por fim.
  Pisquei algumas vezes.
 — Como?
  — Toda vez que passo em frente a uma loja e vejo uma vela, acabo entrando e comprando. Cheguei até a roubar uma da Magda. Depois eu devolvi, mas mesmo assim. — Ela corou. — Acho que preciso de ajuda profissional.
  — Humm... Eu...
  — Também comecei a gostar de música antiga. — Ela abaixou o olhar para as mãos, entrelaçadas na altura da barriga. — De Marvin Gay e especialmente, o que é bem esquisito, porque a coisa mais antiga que eu gostava até então era Nirvana. E comecei a gostar de motos. Nunca vi muita graça, mas agora eu gosto. — Ela espiou por entre os cílios longos e escuros e sorriu com doçura. — Não vejo a hora de subir em uma outra vez. E eu nunca mais dormi de luz acesa. Ainda penso em fantasmas, um em específico, mas já não tenho medo. E eu vou me matricular num curso de natação em Munique. E... e... — Ela parou para tomar fôlego. — Você disse que queria ser o meu herói. E você é faz tempo, Christopher, só que não percebeu ainda. Não aquele tipo de herói de capa e cueca por cima da roupa, mas aquele que faz a gente se sentir protegida e querida e... desejar viver a vida. Ser uma pessoa melhor. Aprender a lidar com os medos.
  Ela estava dizendo o que eu achava que estava?
 — O que... o que você está querendo me dizer? — perguntei, temendo estarentendendo tudo errado.
  Ela revirou os olhos, bufando com nervosismo.
 — Estou dizendo que eu amo você, seu cretino! Francamente, Christopher, você continua sendo a pessoa inteligente mais burra que eu conheço.
 Algo em meu peito explodiu feito uma supernova, me tirando o fôlego, deixando todo o meu corpo dormente. Por anos eu esperei sentir aquilo. A sensação de estar completo outra vez.   Mas não tinha percebido que não eram aspartes do meu corpo que me trariam a felicidade plena, e sim aquela garota tímida, de olhar inocente, sob o qual se abrigava um vulcão voluptuoso. Eu havia depositado minhas esperanças no lugar errado.
  Eu me aproximei dela sem hesitar, estendi a mão, enroscando os dedos em sua camiseta, e a puxei até ela estar em meu colo. Passei o braço por suas pernas, segurando-a onde eu queria.
  — Eu acho que você tem razão, por isso vai ter que falar de novo para que eu possa entender. —   Espalmei seu rosto, tão lindo e amado.
  Seus olhos me encontraram e sorriram, como imaginei naquela tarde na piscina.
— Eu amo você, Christopher. — Ela virou o rosto para depositar um beijo em minha palma calejada.
  Fechei os olhos, me sentindo grato a Deus, à vida, às plantas que cresciam, aospássaros que piavam, às formigas que... faziam coisas de formigas. Aquele era o milagre pelo qual eu havia ansiado. Dulce retribuir o meu amor era o presente mais precioso com o qual eu poderia ter sido agraciado.
  Deslizei a mão por sua bochecha suave, seguindo em direção aos cabelos bagunçados. Enrosquei os dedos ali, puxando-os levemente para trás, para que seu pescoço ficasse exposto.
  — Repete — falei, beijando sua garganta.
 — Eu amo você, Christopher. Mas vou te matar se mentir para mim outra vez.
  — Às vezes é tão frustrante falar com você... — Ri em sua garganta. Ela estremeceu de leve, enroscando os dedos em meus cabelos. Eu amava quando ela fazia aquilo.
  — Imagino que seja. — Ela puxou minha cabeça para trás, para que pudesse olhar em meus olhos. — Deixa eu facilitar as coisas pra você. Eu te amo,
Christopher. Com suas limitações, cicatrizes, piadas ruins e essa teimosia de jumento. Por isso, nunca mais minta para mim. Eu posso lidar com a verdade, seja ela qual for, tá?
  Meus olhos começaram a pinicar, o nó na garganta me fez pigarrear e eu precisei de duas tentativas para fazer minha voz sair direito.
 — Jumento, é? — tentei brincar, ou acabaria... suando pelos olhos. — Mais alguma parte minha te lembra um jumento?
  — As orelhas. São imensas e peludas. — Ela correu o dedo por minha orelha,me observando com todo o amor do mundo.
  Afundei os dedos ainda mais naquela cabeleira castanha e trouxe sua boca para junto da minha. E me dei inteiro a ela. Eu me entreguei a Dulce e àquele beijo sem nenhum medo, sem nenhum mas, sem senão ou e se. Dulce havia sido minha tábua de salvação no meio do meu oceano de agonia. Ela era meu maior e melhor sonho. E a melhor parte? Ela também se entregava a mim semnenhuma ressalva, medo ou insegurança.
  Cacete. Se amasse mais aquela mulher, eu morreria.


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): wermelinnger

Este autor(a) escreve mais 6 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

  Quando o beijo ameaçou sair de controle e se tornar impróprio para a via pública, o som da buzina sendo acionada repetidamente fez Dulce se sobressaltar e olhar em volta. Do outro lado da rua, Poncho sorria largamente enquanto esmagava a buzina feito um maluco.— Finja que não o conhece — acabei rindo. Dulce também.  ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 202



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • Vondy Forever❤ Postado em 20/02/2020 - 19:32:55

    Nossa eu amei essa história do começo ao fim, e uma história linda de amor e de superação e bastante engraçada. Amei a tia Berê ter casado com o médico que acompanhou o seu caso no final. Abraços..

    • wermelinnger Postado em 29/02/2020 - 17:02:59

      Oii eu tambem amei esse final feliz para a tia Bere. Obrigada por ler e comentar Beijinhos

  • ana_vondy03 Postado em 18/02/2020 - 17:40:58

    Aaaaa eu não acredito que acabou! Vou dar uma passadinha lá nas outras histórias! Simplesmente adorei o final da história, bem q poderia ter uma continuação né? Kkkkk

    • wermelinnger Postado em 19/02/2020 - 07:14:38

      Pois É nem eu acredito:( passa sim tenho certeza que vai adorar

  • mari_vondy Postado em 18/02/2020 - 10:31:29

    Ai que final lindo, dona Berenice se deu bem. Vondy finalmente juntos, tão fofo. Amei a fanfic

    • wermelinnger Postado em 19/02/2020 - 07:14:06

      Pois É dona Berenice finalmente realizou seu sonho de casar. Que bom que gostou

  • ana_vondy03 Postado em 17/02/2020 - 13:19:11

    Hahahaha amei a reconciliação! Aaaa eu n qro q acabe, vou sentir mta falta de ler a história! Continuaaa amoreee S2

    • wermelinnger Postado em 19/02/2020 - 07:14:56

      Eu tmb vou sentir falta

  • mari_vondy Postado em 17/02/2020 - 10:30:22

    continuaaaaaaaaa, que reconciliação mais fofa, amei

    • wermelinnger Postado em 17/02/2020 - 13:08:55

      Gostou? Tambem achei fofo!!

  • ana_vondy03 Postado em 15/02/2020 - 12:04:59

    Naaaao cara tô chorando aqui! O Christopher eh um fofo! Espero q agora ela perdoe ele! Continuaaa amoreee S2

    • wermelinnger Postado em 17/02/2020 - 13:08:36

      Ele quando nao tá sendo um idiota É um fofo mesmo

  • mari_vondy Postado em 15/02/2020 - 08:45:02

    continuaaaaaaaaa, aí Dulce vai atrás dele logo kk ansiosa pelos próximos capítulos

    • wermelinnger Postado em 17/02/2020 - 13:08:08

      Continuando

  • ana_vondy03 Postado em 14/02/2020 - 13:10:15

    Não tinha pensado q a Dulce era o alvo da Samantha, mas do msm modo ela tava louca kkkkk continuaaa amoreee S2

    • wermelinnger Postado em 15/02/2020 - 07:40:09

      Quando eu li eu também não imaginav que era esse motivo Continuando

  • mari_vondy Postado em 14/02/2020 - 10:34:21

    continuaaaaaaaaa, tadinho do Christopher, ainda bem que Samantha vai ficar bem longe agora

    • wermelinnger Postado em 15/02/2020 - 07:39:18

      Continuando....

  • mari_vondy Postado em 14/02/2020 - 09:12:49

    continuaaaaaaaaa, posta outro sim, nem imaginei que a Samantha queria era a Dulce, Vondy tem que se acertar logo

    • wermelinnger Postado em 14/02/2020 - 09:37:13

      Prontinho... depois posto a continuação do cap



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...