Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Trouble | Tema: Original, Romance


Capítulo: Roqueiro cuida da Anjo.

49 visualizações Denunciar


 


A festa de comemoração foi em grande estilo. Todos foram levados a uma boate e continuaram a comemorar com muita bebida e música. Emily estava bastante feliz que ate dançou nos braços de Liam e depois de Noah quanto chega ao fim. O dia ia começava a surgi. A cabeça de Ryan latejava de uma ressaca, olha para o lado vê que a única que não mostrava sinais era Emily que sorria para ele.


— Bom dia garotão. – Ele geme de leve de dor e ela ri mais-


— Você não é deste mundo.


— Ora, mas por que?


— Você bebeu tanto quanto eu se não mais e esta com esta cara.


— Bem pelo que sei sempre foi minha cara. – Ela ri mais-


— Ai minha cabeça juro que não vou beber tanto assim. – Diz Nick se encostando em Ryan.


— Como já está amanhecendo vou convida-los para um café da manhã reforçado por minha conta.


— Está me convidado gata?


— Sim senhor, e vamos rápido antes do lugar fique cheio. – Começa a puxar Ryan e Nick-


— Como assim Anjo?


— Tenho uma amiga que tem um café maravilhoso, com panquecas cheias de cobertura.


Anjo não fale assim porque já tá dando água na boca. - Diz Noah a sorri-


Emily os leva até uma cafetaria bastante modesta numa área comercial da cidade, com cores bem vivas, já tinha pessoas trabalhando e clientes comendo. O cheiro da comida despertava o apetite. Quando uma mulher os vê abre um sorriso e vai até eles.


— Emily amiga que bom te ver, como está você?


— Vou bem obrigada. - Olha o lugar e assobia impressionada. - Ficou melhor do que eu esperava.


— Obrigada. Onde está o Liam?


— Foi para casa dormi, mas hoje trouxe amigos para comer o especial do dia.


— Eles são da banda que está?


— Sim alguns são, os outros são de outra banda. Vou apresentar a eles, gente está é Amanda. Amiga estes são Ryan, Noah, Jayden da banda Dark Angel e Nick Jared, David Hetfield, Evelyn White e Alex White da banda New Shadow.


— Olá!


— Oi


— Amiga eu elogiei muito sua comida então queremos o especial da casa em dobro e eu quero o meu especial.


— Pode deixar o que querem para bebida? - Ela anota os pedidos e não demora muito e volta com as bebidas. Ryan pega sua bebida um café preto forte toma um grande gole ficando admirado com o gosto bom.


— Então Emily como conheceu a Amanda?


— Bom foi no bazar da igreja, ela vendia doces provei um e me tornei uma fã. Ela juntava dinheiro para ter um lugar próprio.


— A Emily me ajudou e agora tenho meu lugar graças a ela e Liam.


— Eu só dei um empurrão para ir mais rápido você ia conseguir mais cedo ou tarde. Agora, cadê o meu precioso?


— Precioso? - Ryan pergunta curioso é vê um grande bolo de chocolate com cobertura de chocolate e recheio de chocolate em frente a Emily. - Ah agora eu entendo. Não acha que tem muito chocolate ai?


— Não. Está na medida certa. E Jayden se você tentar roubar um pedacinho corre o risco de perder o dedo. - Jayden fica surpreso e ri.


— Recado entendido Anjo.


— É Jayden, ninguém mexe com chocolate de uma mulher


— Eu vou querer também. Conte para mim querida, como conheceu os caras? – Pergunta Evelyn curiosa. -


— Bom de vez em quando eu vou à gravadora visitar o Liam, um dia deste fazia um teste dê áudio e o Ryan me ouviu e gostou, o resto foi só confusão, mas agora estamos bem.


— Antes da banda era o quê?


— Secretaria.


— Oquê? Pensei que se dedicava a música.


— Tentei, mas não deu muito certo no início. Não me achavam adequada.


— São uns idiotas.


— Não sou muito de concordar com minha mana, porém ela tem razão desta vez.


— Obrigada Alex.


A comida chega em grande quantidade: bacon, ovos, salsicha, panquecas e torradas. Começam a comer e ter uma conversa agradável, para pagar a conta chegou ao entendimento de dividir por todos.


Dias se passam e o celular toca acordando Ryan de um sonho quente, com uma mulher que nunca esperava sonhar. Olha o identificador de chamadas é vê que era Jayden.


— Oi Jayden, sei que estou atrasado para a seção de fotos mais chego ai já, já.


— Não é isso, vem para gravadora agora!


— O que aconteceu? Seu tom de voz me preocupa, o que foi?


— A Anita está aqui! E ela procura Emily e quer fazer confusão.


— Que merda, a tire dai!


— Já tentamos, porém ela disse que vai fazer escândalo. Vem logo, só você sabe controlar ela.


— Estou indo o mais rápido que posso. Tente controlar as coisas.


— Vou tentar mano, mas ela é impossível.


Ryan desliga o telefone rapidamente e decide por lavar o rosto e mudar de roupa, pega o capacete e corre em direção a sua moto. Chega em tempo recorde na gravadora e vê algo que o deixa bastante preocupado, o carro da Emily estava no estacionamento. Estaciona sua moto e sai correndo para o prédio, chegando à porta escuta a voz da Anita.


— Eu pensei que fosse mais esperta, porém fazer o quê? Sua condição a deixa com limitações.


— Eu posso não andar, porém não sou surda. O quê quer comigo Anita?


— Você não entendeu meu recado? Está banda é minha! Eu que fiz a banda ficar famosa, eu...


— Tá, tá chega deste lenga, lenga, tudo bem que fez a banda ficar famosa e depois? O quê você fez sua vadia? – Anita fica surpresa e da um passo para traz- Quando a banda conseguiu um contrato, você os abandonou para ter uma suposta carreira solo. Que jeito interessante de tratar a sua banda.


— Sua...


— Ah querida, não venha ficar ofendida. Você veio aqui procurando confusão. Cresça, fez sua burrada e agora quer voltar? Só que eles não a querem. – Anita sorri de forma cínica-


— Querida se tá querendo ir para cama com algum deles para se manter, não vai conseguir. O Ryan é meu namorado e a música que ele canta com você, ele fez para mim.


— Para sua informação Anita, você é minha ex, eu nem sei se posso dizer que foi minha namorada. Infelizmente a música que te fiz fez sucesso, mas não se preocupe no mesmo cd tem uma boa resposta para o que fez.


— Eu te amei tanto e você me trata assim.


— Me amou tanto que me largou e abriu as pernas para o primeiro... – Ela dá um tapa nele-


— Seu desgraçado, eu vou conseguir meus direitos. Eu fiz a banda, eu mereço o que é meu.


— E isso seria, você ser acompanha até a saída. – Todos se surpreendem, viram e olham Weitz, que tinha acabado de chegar e ao lado dele tinha dois seguranças.


— Senhor Weitz.


— Bom dia rapazes e Emily.


— Senhor Weitz, eu vim aqui falar com você para dizer... – Weitz levanta a mão fazendo-a se calar-


— Não precisa falar nada, boa parte eu ouvi e resto eu sei. Deixe dizer como faço as coisas. Eu não aceito contrato sabendo que vai me prejudicar de uma forma que eu não possa resolver. Você não tem direito sobre a banda, a Banda é do Ryan, Jayden e Noah eles que a formaram. Você e Aiden são contratados, saindo ou sendo demitidos não tem direito a nada.


— Mas...


— Você não criou uma música, sua voz perde muito para da Emily, que combina muito mais com o Ryan. Então eu recomendo você para de bater na minha porta e fazer cena, agora saia daqui. Por que se tentar algo vou te processar e te deixa sem nada.


— Senhor?


— Mostre para ela a saída.


— Não precisa, eu sei a saída. – Ela se aproxima de Emily e fala ao pé do ouvido num sussurro- Não pense que ganhou isso não vai ficar assim.


Emily observa Anita sair furiosa, deixando para lá todo toda a confusão, Ryan se aproxima para falar com ela, porém foi ignorado por ela indo trocar de roupa para seção de fotos. Liam já a esperava para ajudar vestir as roupas que ele tinha prontamente escolhido para ela arrasar. Estando vestida e maquiada, vai em direção ao local que havia sido preparado para as fotos. Os meninos a olham e ficam admirados. Vestida num bom estilo rockeiro, uma bota cano longo, calça Jens, uma jaqueta de couro e estava com os cabelos soltos.


— Meu deus, você está linda.


— Obrigada Jayden.


— Anjo você está perfeita.


— Obrigada Noah, o Liam deve ter credito pela escolha das roupas. Ele sabe escolher. Não sei como vamos tirar as fotos para banda, eu... eu...


— Anjo não se preocupe e a gente da um jeito.


O fotografo se aproxima, olha para Emily com ar duvido e começa as fotos, no começo estavam tensos principalmente ela, então Noah a pega no colo e joga para alto fazendo ela ri. O fotografo gosta e manda continuar assim. Depois de algum tempo ele da uma breve pausa, Emily estava sentada numa poltrona de veludo vermelha muito bonita, para relaxar as pernas. Ryan se aproxima levando garrafas d'agua, ela agradece e bebe um pouco.


— Porque está me evitando?


— Não estou não chefe. Porque acha isso?


— Eu estou tentando falar com você e você me evita.


— Não tenho nada para falar. – Ele suspira e senta ao lado dela- Ryan não precisa me dizer nada.


— Tenho sim, Emily você faz parte da banda e tem que saber. A Anita e eu namoramos.


— Deu para notar. – Ele sorri de leve-


— É verdade. Foi no começo da banda, eu a conheci e o Aiden estava com uma ideia de forma uma dupla, achei que seria legal uma mulher cantando e no começo achava que cantava bem. Ela era bem diferente no passado.


— Eu acho que ela sempre foi assim, você que nunca notou.


— Deve ser, antes deste contrato, ela nos largou quando recebeu uma proposta solo.


— Deixe-me adivinhar, o cara a queria na cama e fez está proposta enganando-a.


— Sim. Agora que ela vê que estamos indo bem ela quer voltar.


— Eu vi Ryan, ela está no meu pé querendo que eu saia da banda.


— O quê? Quando isso aconteceu, porque não me contou?


— Calma, calma ela apareceu primeiro na garagem daqui e depois no camarim antes do show, na mente louca dela acha que é melhor.


— Como ela viu que você canta melhor tentou por outros meios. Desculpa, nunca pensei que ela ia te incomodar.


— Sem problemas, isso faz parte de ser famoso.


— Está nervosa?


— Muito. – Ele sorri e pega a mão dela nas suas e beija entre os dedos deixando ela vermelha-


— Vai ficar tudo bem.


— Gostei muito disso, pensei em modelos para interagir com os meninos, mas acho que a senhorita Emily é perfeita. – Diz o Fotografo-


— Concordo com você. – Ele a pega e a senta em seu colo deixando ela surpresa. – Emily ganha de qualquer uma. – Fotos são tiradas. –


— Ryan, eu acho que isso não é certo.


— Está perfeito Anjo e você é muito leve.


Ryan sorri quando a vê ficar mais encabulada, o dia transcorre muito bem para alegria Ryan, a noite ele tenta procurar por Anita no apartamento dela, só que ela não estava. Os dias se passam e começa a turnê das novas bandas, o senhor Weitz da um ônibus personalizado para duas bandas.


A turnê parava em cidades famosas onde tendas e os palcos eram montados e os shows aconteciam. Além dos dois tinham mais 8 bandas, com apenas integrantes masculinos que queriam fazer sexo com qualquer mulher e se embebedar muito. Muitos ao verem Emily ficaram a debochar e a riu muito, foi quando ela os deixou de boca aberta quando cantou. O problema é que agora tentavam entrar nas calças dela, isso se Noah deixasse, porque ele era superprotetor junto com Liam.


Cada dia que Ryan a observava de longe, mais admirava seu talento e beleza. Cada dia de show tinha que se concentrar para não ser pego olhando ou desejando toca-la. Tinha que tirar estes pensamentos da cabeça, porque já teve problemas no passado envolvendo-se com alguém da banda e não queria que repetir-se e ela estava com Liam.


Ele confirmou isso ao vê-la dormindo nos braços dele no quarto que havia no ônibus para ela. Porém com o fim da turnê chegando, algo o preocupava, Aiden estava se perdendo na bebida, cada vez mais se drogava e via que observava Emily com olhos lascivos. Uma noite no hotel em que se hospedavam, ele tentou invadir o quarto dela estando muito bêbado, foi parado por que Noah e Jayden chegaram a tempo e mesmo sendo segurado, ele investia contra ela, isso não podia continuar, pensava em tirar ele da banda para não causar mais problemas, iria falar com senhor Weitz quando a turnê chega-se ao fim. A turnê que acabou em Nova York, com grande festa, os fãs só aumentavam para alegria de todos e a Primeira musica que lançaram, que era uma resposta para Anita fez muito sucesso, e iam ter o primeiro clipe é quando senhor Weitz chamou todos para contar as novidades.


— Hora, hora. Estão todos aqui no momento certo. Emily fique a vontade sente-se na poltrona.


— Obrigada.


— Bom meninos, eu só tenho boas noticias mesmo, a turnê foi um grande sucesso e a popularidade de vocês só cresceu. Os cds de vocês foram muito bem vendidos a música esta no top vinte de músicas mais pedida.


— Oh merda!!!! – Todos comemoram-


— Calma, calma, seus empresários já tem todos os seus compromissos que vão ter, todos querem saber quem são vocês. E...


— Ainda tem mais?


— Sim Nick, vocês vão gravar o primeiro clipe de suas músicas. Parabéns garotos e garotas agora oficialmente são rock stars.


— Obrigado senhor Weitz, pela a oportunidade que nos deu.


— Nada disso Nick, vocês só estão alcançando aquilo que merecem e estou feliz de ter sido eu a encontra-los. Curtem este fim de semana de folga, porque segunda tem muito trabalho a ser feito.


—Sim senhor!


— Vocês vão para a festa de enceramento do evento do Black?


— Sim vamos.


— Ótimo, limusines levarão vocês. Emily poderia ficar? Desejo falar a sós com você.


— Ok.


— Quer que eu fique lá fora esperando você?


— Não Ryan está tudo bem, podem ir na frente, daqui eu vou casa me preparar para a festa a noite.


— Certo, nós nos vemos a noite. – Todos saem deixando ela e o chefe, que sai de sua cadeira e senta ao lado dela na poltrona e suspira-


— Como esta Emily?


— Vou bem obrigada.


— Tem certeza?


— Claro.


— Então porque não me contou, que o Aiden invadiu seu quarto de hotel no meio da noite e que te assediou?


— O pessoal te contou?


— Não, eles são leais, mas tenho meus contatos, quando ia me contar?


— Nunca, isso é problema meu eu posso me cuidar.


— Emily quando assinou o contrato me tornei responsável por você e gosto de você e quero seu bem e segurança. Ele fez alguma coisa?


— Não.


— Emily?


— Eu falo a verdade, até o dia dele tentar invadir, apenas falava o quê queria fazer comigo na cama e tentava me intimidar.


—E porque não falou para Ryan ou para mim?


— Não tem importância, eu sei lidar com gente como ele.


— Eu sei, mas ele é imprevisível. Tome cuidado certo?


— Vou tomar, vai estar na festa hoje?


— Sim, claro.


A noite chega e limusines param em frente a uma boate badalada que somente os convidados na lista poderiam entrar, porém tinha tietes e fãs querendo entrar ou ver seus ídolos. Ryan e os meninos chegam ao mesmo tempo em que Nik e sua banda, o que levou todos a loucura. Entrado na boate, Ryan é recebido pelo som alto e uma batida forte. Já tinha varias pessoas, o local tinha uma decoração futurista, com grande pista de dança no centro e vários jogos de iluminação, mulheres muito sensuais e homens dançavam curtindo a batida, Ryan olhava para os lados a procura de alguém.


— Está procurando a Emily, Ryan?


— Não Nick, eu não estou.


— Sei, sei. Bom se fosse eu estaria sabe.


— O quê?


— A Emily é muito gata, mesmo não andando, isso da vontade louca para muito homem cuidar dela. E finalmente ela tem uma bela voz qualquer homem depois de conhecê-la quer entra nas calças dela. – Ryan resmunga irritado- Você está gostando dela?


— Não estou e ela esta com alguém.


— Tem certeza? Não sinto isso.


— Como assim?


— Deixa para lá é só um pensamento, vamos beber preciso de uma boa bebida e gatas e... – Ele olha em volta e vê varias mulheres interessadas neles- E isso tem muito aqui. Vamos lá.


Ryan segue Nik para o bar e vê Jayden ir para pista de dança com duas belas mulheres ao seu lado. Então algo muda no ar quando olha vê Emily entrando no bar, ela estava linda as outras mulheres ao redor já não chamava atenção ou interesse dele. Ele queria tanto ela que doía. Liam não estava com ela o que era bom, hoje ele queria ver se tinha uma chance com ela. Queria tentar tudo ou nada. Ela o olha, abre um sorriso e acena.


— Você está perdido meu amigo, está completamente fisgado. – Ele não diz nada só olhava para ela. -


— Ryan, Nick desculpa a demora.


— Sem problema, com a sua demora eu fui recompensado vendo sua beleza. Dance comigo.


— Bem que eu queria Nick, mas sabe que não posso.


— Gatinha, pegando-a nos meus braços, íamos fazer loucuras na pista.


— Sei, sei só promessas. Mas eu passo, acho que aquela ruiva está querendo. – Ele vira para olha ri-


— Bom gatinha, vai ficar me devendo. – Vai em direção à ruiva-


— Onde estão os outros meninos?


— Na pista ou pegando alguém por ai, sabe como é.


— E você? Muitas garotas não tiram os olhos de você.


— Elas só querem curti a noite com um rock star para se gabar.


— E o que você quer?


— A garota certa.


— Hum, já acho?


— Ainda não sei. Quer uma bebida?


— Adoraria.


A festa continua, Aiden chega, mas fica afastado, bebendo muito e Emily pode vê que ele já estava bêbado. Certa hora da madrugada seu telefone toca e ela resolve atender lá fora.


— Anjo aonde vai?


— Vou atende meu telefone lá fora.


— Vou com você!


— Não fique, eu volto já, já, gato.


Saindo pelos fundos da boate, ela atende o telefone e fala com Liam contando as novidades. Quando termina ligação ela sente alguém a observando.


— Ora, ora se não é a gata selvagem. – Ele sai de um canto escuro aparentando estar muito mais bêbado e uma garrafa de cerveja estava na mão – Quer uma companhia para esta noite?


— Não Aiden, eu não quero. Se quisesse, eu não ia sair com você.


— Ui, já está mostrando as garras. Vamos gata, eu vou mostrar o quanto sou melhor que aquele seu namorado.


— Cai fora Aiden! – Ela se afasta dele e volta para entrar, porem Aiden a segura e afasta da porta. - Me solte!


— Já estou de saco cheio de você. Acha que melhor que todos, só porque canta melhor ou sabe das coisas? O lugar é da Anita.


— Aquela vadia não tem direito a nada, ela abandonou a banda, agora o lugar é meu. Me solte, se não vou gritar.


— Não mesmo! – Ele tampa a boca dela, começa a arrastar para um beco escuro, ela tenta sair da cadeira e se arrastar, mas Aiden é mais rápido a pega, joga ela no chão ficando por cima dela e quando ela tenta gritar ele a beija.


— Ele era mais forte e prendia ela e seus gritos foram abafados pelos beijos. Emily sentia o cheiro de álcool e o fedor do corpo dele, ela o empurra e da um soco na cara dele, o que deixa mais irritado, da um tapa na cara dela e depois um soco no estomago.


— Eu vou te domar hoje, você vai aprender a me respeitar!


Dentro da boate Ryan volta para mesa onde estavam e não vê a Emily, se aproxima de Noah.


— Onde esta a Emily?


— Ela saiu para atender uma ligação. E fez bem você em chegar, até agora ela não voltou. Por quê?


— Nada não queria falar com ela. – Noah sorri- O quê?


— Nada não amigo. – Noah olha em volta e fica preocupado- Você viu Aiden?


— Bom, eu o vi no bar bebendo há alguns minutos atrás. – Jayden se aproxima com — algumas mulheres- Você viu o Aiden, Jayden?


— Acho que sim vi, ele estava saindo para os fundos.


— Merda! – Ryan corre em direção aos fundos, seguido de Noah e de um Jayden confuso-


— O que acontece?


— Emily está lá no fundo e Aiden a seguiu.


— Merda!


— Sim.


Eles saem pela porta e veem o telefone de Emily no chão e uma garrafa de cerveja ao lado. Ryan xinga quando vê a cadeira de roda dela largada. Noah profere mais xingamentos que deixariam sua mãe vermelha. Eles começam a procurar e Ryan começa a escutar barulhos e gemidos abafados. Podia ser casais se agarrando, mas não custava tentar. Então ele vê algo que faz seu sangue ferver, Aiden em cima de Emily, rasgava sua roupa e a beijava. Pegando-o pela camisa joga na parede e da um soco na cara dele, um seguido de outro, depois o joga no chão e o chuta. Ele só para quando Noah chega e o segura.


— Deixa ele, eu e Jayden cuidamos. Cuida da Anjo, ela precisa de você, tira ela daqui. – As palavras dele limpam sua mente e concorda, ele vai ate Emily que tentava se cobrir com a roupa rasada, ele tira sua jaqueta e a ajuda a se vestir e vê que ela sente dor.


— Obrigada Ryan. O quê vão fazer com ele?


— Por mim, depois do que fez, ele estaria morto. Mais Noah e Jayden vão ensinar a não mexer com você.


— Certo. É melhor eu chamar um taxi e sair.


— Eu não vou deixar, você ir sozinha depois do que aconteceu, deve ir ao hospital e depois para polícia.


— NÃO! – Ele fica surpreso-


— Emily... Você quase foi abusada, ele te machucou e diz que não quer ir. Por quê?


— Ele não chegou a fazer nada, eu estou bem.


— Emily...


— Eu não posso Ryan, se eu for perderei minha liberdade. Eu não posso e não quero perder a única coisa que ainda me resta- Ela começa a chorar, ele sem saber o que fazer a abraça e conforta, pega ela no colo e entra num taxi que o Jayden arranjou. –


— Tudo bem, eu vou fazer o que quer, mas levarei para sua casa e ficarei até seu namorado chegar.


— Namorado?


— Sim, o Liam. – Ela começa a ri da cara dele e este não entende- Qual é a graça?


— O Liam não é meu namorado Ryan.


— Mas vocês são muito próximos.


— Ele é meu amigo de infância e ele é gay! –Ela volta a ri- Ah ele vai achar muita graça


— O QUÊ!!!!!!! Ele é gay?


— Sim.


— Oh merda!


— Sim. – Ela ri e ele ri com ela- Vamos Ryan, vamos para minha casa.


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Nyara Kimari

Este autor(a) escreve mais 2 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
loading...



Loading...

Autor(a) ainda não publicou o próximo capítulo



Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 0



Para comentar, você deve estar logado no site.


loading...

AVISO

Boa noite, estou reassumindo a administração do site (Ricardo Barros), o único usuário que responde pelo site é o Admin ou Ricardo Barros.