Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: De repente babá - Vondy | Tema: Vondy; DyU


Capítulo: Capítulo 37 — Dulce

555 visualizações Denunciar


Olhei para Alfonso sem saber ao certo o que dizer. Ele disse que o filho de Dennis, Jason, estava de volta com tudo, e o garoto estava descontrolado procurando a garota que possivelmente o deixou órfão. O pior era que mesmo contando o motivo de ter feito isso, eu sabia que ele me mataria depois de me torturar incansavelmente. E, só de pensar nisso, me dava um nervoso que eu nem sabia colocar em palavras.


— E o que nós vamos fazer? — Perguntei quando vi que Alfonso ficou calado por tempo demais. Eu não sabia qual era o plano dele, e, sinceramente, se dependesse da minha mente brilhante, eu já estaria mortinha.


— Você precisa conversar com o Christopher, Dul. Contar a ele o que aconteceu lá. — Alfonso disse e eu traguei o cigarro nervosamente. — Ele parece gostar de você.


— Você não entende, Poncho. — Suspirei. — Ele gosta do meu corpo, assim como todos os homens em Tampa. Só isso. Ele está preso à Sophie de um jeito tão forte que eu não sei se um dia ele vai conseguir se libertar.


— Você está gostando dele? — Perguntou cauteloso, quase com medo.


— Não sei... Eu gosto do que temos, gosto de estar com ele e das crianças. Eu nunca senti essas coisas, então não sei definir essa... — Gesticulei com as mãos, procurando a palavra certa. — Essa coisa na boca do estômago. Eu não posso competir com a esposa falecida. Basta olhar para ele. As crianças. Eu tenho certeza que eles iriam me odiar e pensar que eu quero ocupar o lugar da mãe... E eu estou conseguindo entrar na vida deles de mansinho.


— Na de Christopher também. — Olhei para ele e senti os olhos arderem. — Me diz exatamente como você se sente, Dul. Eu sei que vocês já transaram. Está na cara de vocês dois. Vocês são péssimos para disfarçar, inclusive. Sorte que as crianças não percebem certas coisas.


Ri fracamente, me concentrando no que responderia a ele. — Eu não sei... É tudo muito confuso. Eu gosto do sorriso dele e de como ele cuida das crianças quando quer... Meu estômago fica dando mil nós quando ele está perto e quando ele me toca eu fico toda arrepiada. — Ri nervosamente. — Ah, e quando ele fica perdido ou triste com alguma coisa, eu quero dar colo para ele até tudo ficar bem. Viu só como é tudo confuso?


— Não estou vendo nada confuso, Dul. — Alfonso gargalhou. — Só o que eu vejo é uma mulher apaixonada.


— Você ficou maluco? Usou cocaína antes de vir para cá? Sem chances, Alfonso. — Balancei a cabeça veementemente. Ele tinha cada ideia. Joguei a bituca do cigarro no cinzeiro. — Olha, eu sou a babá dos filhos dele, só isso.


— Não vamos esquecer que você abriu as pernas para ele também, né? — Debochou e se ele não estivesse todo ferrado, eu mesma daria um soco na cara dele. — Dulce, olha só... Você quer ficar com ele, não há mal nisso. Só vá devagar. Como você disse, ele ainda está apegado à ex-esposa, mas isso não precisa ser para sempre. Você está aqui e louca por ele, por mais que não admita. Mas talvez seja bom você contar a verdade a ele.


Balancei a cabeça e fechei os olhos, sentindo as lágrimas em minhas bochechas.


— Não posso, Alfonso. Ele não vai me perdoar e não vai querer que uma assassina fique perto dos filhos dele.


— Você foi estuprada, Dulce. — Me encolhi ao ouvir a palavra. Mesmo sabendo o que, de fato, tinha acontecido, era doloroso ouvir isso. — Você só se defendeu.


— E acabei com a vida do Dennis. Eu não sou uma assassina, Alfonso. — Perdi o controle completamente e comecei a chorar. Tentei falar, mas os meus soluços estavam descontrolados demais para eu fazer qualquer coisa a não ser deixar tudo aquilo escapar. Toda vez que eu pensava em Dennis sem vida aos meus pés, só conseguia pensar em qualquer outra forma de resolver a situação que não deixasse minhas mãos sujas de sangue.


Senti os braços de Alfonso me acalentando e ele sussurrando palavras doces. Eu tinha tanta coisa a perder contando ao Christopher, e o que mais doía era pensar em ficar sem ele e as crianças. Ele não admitiria que uma assassina ficasse em sua casa, eu sabia disso também.


Poncho me deitou em sua cama e saiu. Ouvi que ele conversava com alguém, e logo braços me abraçaram novamente, mas não era ele. Era Christopher. Me encolhi mais ainda, pensando na merda que eu estava me enfiando. Se Alfonso estivesse certo, eu estaria cavando a minha própria cova, com certeza.


A luz foi apagada e a porta fechada.


— Está tudo bem, querida. — Christopher sussurrou em meu ouvido, apertando-me mais contra si. — Eu estou aqui e nada vai te machucar. Confie em mim.


E eu queria confiar. Cara, como eu queria confiar.


 


 


Sentiram o medo da Dulce, né? Porque eu senti daqui, e juro que fiquei com pena dela. Ainda bem que ela tem Alfonso pra ajudá-la a descobrir esse "sentimento confuso" hahahaha. Christopher cuidando da nossa garota é, ou não é uma fofura?


Beijinhos, lindas do meu coração!


Compartilhe este capítulo:

Autor(a):

Este autor(a) escreve mais 3 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

Alfonso tinha ido embora há duas semanas e Dulce parecia cada dia mais deprimida. Ela ainda cuidava das crianças como ninguém, mas dava para ver em seus olhos que tinha alguma coisa que a assustava. Eu pensava em conversar com ela, mas se ela se fechasse, eu não tinha certeza de como faria para ela se abrir novamente comigo. Como ele não h ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 970



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • Camilinha-Ponny Postado em 20/09/2018 - 22:15:45

    Poxa, volta a postar por favor

  • raylane06 Postado em 13/09/2018 - 09:29:11

    Cadê vc continua... Espero q esteja tudo bem..

  • dulcete.vondy Postado em 01/09/2018 - 00:35:09

    posta maissss

  • Camilinha-Ponny Postado em 31/08/2018 - 12:26:38

    Poxa vc nunca mais postou, desejo que esteja tudo bem com vcs

  • thaissantospinto43 Postado em 20/08/2018 - 10:24:59

    Cade voce? Posta logo

  • carla_ruiva Postado em 17/08/2018 - 22:54:59

    Cade vc mulherrr

  • Tia_Olaf Grey♥ Postado em 07/08/2018 - 21:27:48

    Venho aqui divulgar minha primeira adaptação, se chama: No limite do seu desejo - Mal sabe Anahi que nesta casa há entre os filhos um misterioso moreno de olhos verdes sedutores, tatuado, arrogante e controlador, que segue sua vida conforme traça seus desejos. O Advogado Criminalista Alfonso Herrera será sua perdição e a fará viver dentro de seus limites. Mas será que Anahi terá amor e forças suficientes para conseguir viver no limite de seu desejo? Link: https://fanfics.com.br/fanfic/58362/adaptada-no-limite-do-seu-desejo-aya-18-anah i-alfonso-aya

  • Manuzinhaa Postado em 03/08/2018 - 22:02:34

    Alguém manda um e-mail p elaaaa aaaah, tô com saudades já

  • lukinhasmathers Postado em 31/07/2018 - 08:53:47

    Eu estou achando que Rute foi abduzida! Eu realmente não queria acreditar nessa teoria, mas é a mais provável. Por favor, se algum OVNI a levou, devolvam ela, para que ela possa terminar a história, já que está em seu final!

  • Anja Candy Postado em 29/07/2018 - 14:20:58

    Garota, eu sou uma leitora sua que reativou a conta agora e putz eu amo mesmo essa fanfic. A forma como tudo ocorre é tão dinâmico que deixa qualquer um louco. Espero que você volte logo pra eu poder comentar muito. bjs!


loading...

AVISO

Boa noite, estou reassumindo a administração do site (Ricardo Barros), o único usuário que responde pelo site é o Admin ou Ricardo Barros.