Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Pecados e Desejos *AyA*Ponny* | Tema: Ponny, AyA


Capítulo: Uma Ligação Começa a Acontecer

146 visualizações Denunciar


— E ele disse pra mim que ia se afastar. E acho que fez mesmo. Ela ficou com raiva e os meninos não falaram mais nada.


— Mas... Ele disse mais alguma coisa para você? Foi bruto ou debochado?


— Não. Foi educado. Prometeu que a deixaria e... — calou-se.


— E o quê?


— Me pediu desculpa, falou que não queria me magoar. Foi só isso.


— Mas então, por que parecia ter raiva dele quando o cumprimentou na livraria?


— Não foi raiva. Mas ele não podia ter namorado minha mãe. Não com meu pai vivo.


— Entendi.


Fiquei muito surpresa com tudo aquilo. Mas principalmente por Alfonso ter respeitado tanto Nate, não esperava isso.


Mostrava um decência, uma melhora de caráter que desmentia sua fama de sedutor barato e mulherengo.


Ele tratara Nate não como uma criança boba, mas levara seus sentimentos em consideração.


Pisquei, confusa.


Comecei a achar que não era tão mau quanto eu tinha julgado.


Tinha se envolvido sim com Letícia, mas pulara fora quando percebera estar magoando uma criança. E mesmo que já estivesse com a intenção de terminar tudo, tratou Nate bem, como um igual.


E só isso já o elevava muito no meu conceito.


Perturbada pela nova descoberta, por sentir que parte de minhas reservas com Alfonso se derretia, eu o busquei novamente com o olhar.


E senti um baque ao me deparar com ele sentado de frente para mim com os braços cruzados no peito, olhando-me fixamente.


Meu coração passou a bater descompassadamente e todo meu corpo reagiu, sem controle.


Fiquei quente, ardi, o desejo e a atração que despertava em mim vieram como rojão, tirando meu ar e meu chão.


Não consegui me mover. E então sorriu devagar e moveu de leve a cabeça em um cumprimento.


Fui invadida por sensações e sentimentos avassaladores.


Nunca tinha me sentido assim, tão viva e pulsante, tão extraordinariamente feminina.


Movi de leve minha cabeça também, tentando não demonstrar o quanto mexia comigo. Mas logo desviei o olhar, pensando que Nate estava ali, ao meu lado.


Virei para ele e minha voz saiu mais rouca do que gostaria:


— Quer beber alguma coisa?


— O que você for beber. — ele me fitou, um pouco mais à vontade. — Lembra do nosso acordo?


— Lembro. — sorri. — Essa pipoca está bem salgada. Um guaraná seria uma delícia, mas refrigerante não faz bem.


— Mas nem tomamos mais em casa... Vai ser só aqui e hoje.


— Então, está bem. — e pedi ao dono da barraca dois guaranás.


Enquanto Nate tomava o seu e observava as outras crianças, senti comichões de olhar na direção de Alfonso, mas lutei o quanto pude.


Mas quando menos esperava, como se meus instintos tivessem vida própria, meus olhos se voltaram para ele.


Fiquei decepcionada ao ver que não me encarava, mas estava num papo bem animado com a bela morena ao lado.


Fechei a cara, muito irritada.


Por que tinha me surpreendido com ele? Continuava sendo um baita de um mulherengo.


Na certa sairia daquela noite carregando alguma mulher a tiracolo. Bem provável que fosse aquela índia sensual que parecia bem disposta desde a noite anterior.


Se é que já não eram amantes.


Desviei o olhar, vários sentimentos ruins se atropelando em meu interior, dando-me mal estar.


Pensei nele ficando nu, mostrando seu membro grande para ela, despindo-a, fazendo tudo que fazia comigo. Talvez bem mais. Ela devia ser fogosa e experiente e deixá-lo à vontade para ser bem tarado.


Com certeza não era travada como eu. Nem era tão magra e sem graça.


Sem poder me conter, busquei novamente Alfonso.


Ele agora falava com um dos homens, mas, como se soubesse que era observado, voltou aqueles lindos olhos verdes para mim, levemente divertidos e sensuais ao mesmo tempo. Um sorriso lento brincava em seus lábios.


Tremores percorreram meu corpo.


Fingi desinteresse e continuei passando os olhos pelas pessoas, o mais fria possível.


Só estando dentro de mim para saber que estava em ebulição, com uma raiva desconhecida me fazendo borbulhar.


— Já estou ficando com sono. — disse Nate, se virando para mim. — Podemos ir embora, tia?


Geralmente não falava meu nome nem me chamava de tia. Mas ultimamente vinha se tornando mais próximo e confiante e às vezes o "tia" escapava.


Sorri para ele.


— Se quiser, podemos sim.


— Eu quero. Durmo cedo.


— Eu sei. Então, vamos. Gostou de ter vindo?


— Gostei muito.


Nós nos levantamos. Joguei a garrafa de guaraná, os copos e restos da pipoca no lixo ali ao lado.


— Podemos voltar amanhã.


— Tá bom. — concordou, sorrindo também.


Deixei que passasse a minha frente.


Eu o segui, doida para olhar para trás, ver Alfonso só mais uma vez.


Lutei comigo mesma, sentindo um arrepio na nuca, tendo certeza de que me observava atentamente.


Foi um custo, mas resisti.


E enquanto me afastava, senti o peito apertar dolorosamente ao imaginar que ele levaria uma daquelas mulheres para sua cama.


Só eu sei como voltei para a fazenda...


 


 


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Mila Puente Herrera ®

Este autor(a) escreve mais 85 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

Capítulo 8 - Um Dia No Paraíso Anahí No domingo, eu e Nate saímos para explorar uma praia perto da fazenda, de manhã. Ele foi de bermuda e blusa de malha e não quis tirar de jeito nenhum a roupa para tomar banho. Entendi que era com vergonha de sua obesidade. Não insisti e fiquei de maiô e short também. Jogam ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 156



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • ponnyforever10 Postado em 25/07/2018 - 19:01:50

    A Letícia não tinha limites e no fim teve o que mereceu :))). 5 filhos <333 aii que família mais lindaaaaa <333333. Ameii a história vamos pra próxima :)

  • sahprado_ Postado em 25/07/2018 - 17:26:41

    Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa que final lindo!!!! Letícia colheu o que plantou, mas bem que eu queria ver ela de volta no Brasil com uma mão na frente e outra atrás pedindo socorro pra Any e pro Alfonso. Ia ter sido legal. Amei a história!

  • ponnyforever10 Postado em 24/07/2018 - 12:05:49

    Ai o Nate amou o katfa *----*, ótima ideia levar ele ganhou pontos com Nate kkkk.Eu to é rindo da Letícia mulher amargurada :)))

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 25/07/2018 - 15:54:56

      Quem não se derrete por um doguinho? *--* Letícia teve oq merece :3

  • sahprado_ Postado em 24/07/2018 - 09:42:39

    Gente meu coração tá explodindo de amor com o Poncho e o Nate e a Kafka aaaaaaaaaaaaaa <3 que lindeza! Acho que o que incomodava mais o Nate sobre o Alfonso era o fato de a Letícia ainda ser casada. A Any é livre e desimpedida, então...

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 25/07/2018 - 15:54:25

      Vontade de colocar num pote né? :3 Sim, ainda mais com o pai dele, graças a Deus Any não tem nada a ver com o pai dele KKKKKKKKKK

  • ponnyyvida Postado em 23/07/2018 - 22:54:14

    Aí meu coração *_* Esse dois são muito perfeitos <3 Graças a Letícia vai embora e nunca mais vai voltar (pelo jeito). Continuaaa <3 <3

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 24/07/2018 - 03:06:45

      São sim *---* Pode ficar tranquila que ela não volta :3

  • ponnyforever10 Postado em 23/07/2018 - 11:35:11

    Sabia que Poncho não ia decepcionar :)), como o Poncho disse até os bichos tem mais sentimentos que ela !!. Aaaaaa ele pediu ela em namoro e ja sabe que ta apaixonado *------*

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 24/07/2018 - 03:05:32

      Claro que não u.u SIM!!! SIMMMMM <3

  • sahprado_ Postado em 23/07/2018 - 11:00:11

    "Não havia mais nada sensual nela. Era uma mulher amarga, rancorosa, feia. Tão feia por dentro que isso se espelhava agora, refletindo-a." Ponchito, você nunca decepciona, tão lindinhos ele e a Any <3 reta final já :( quero maaiisss poxa hahahaha

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 24/07/2018 - 03:04:35

      KKKKKKKKK SIM, ele finalmente viu a Letícia como a gnt vê :3 Um casal bolinho *--* Sim :/ Calma que tem um epílogo MARAVILHOSO :3

  • ponnyyvida Postado em 22/07/2018 - 23:57:17

    Aí senhor, que perfeição o Poncho dando um fora bemmm bonito na Letícia :) Isso mesmo Poncho, tem que ser fiel <3 Continuaaaa

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 23/07/2018 - 03:18:38

      Maravilhoso não? Anahí era pra ver isso u.u Ele é, já tá arriado os 4 pneus pela Narrí :3

  • sintiyomemuero_anahi Postado em 22/07/2018 - 16:07:28

    continuuuuuuuuuua

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 23/07/2018 - 03:17:45

      Continuandooooo :3

  • sahprado_ Postado em 21/07/2018 - 01:12:50

    Vai lá, Poncho. Tenho fé em você. Coloca essa cretina no lugar dela - com educação, porque você é um cavalheiro. Os medos da Any são tão familiares que doem, mas com o Poncho vai ser diferente! A Any ainda vai ter a oportunidade de sentar a mão na orelha dessa infeliz? Por favorrr nunca te pedi nada

    • Mila Puente Herrera ® Postado em 23/07/2018 - 03:17:23

      MORTA COM O *com educação, porque você é um cavalheiro* KKKKKKKKKKKK Sim, a bichinha... :/ OHHH SE VAI :3 KKKKKKKK Não mais, essa bruxa já vai embora, mas calma que ela vai ter o dela...


- Links Patrocinados -

AVISO

Boa noite, estou reassumindo a administração do site (Ricardo Barros), o único usuário que responde pelo site é o Admin ou Ricardo Barros.