Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Encontros Proibidos - Vondy | Tema: Rebelde, Romance, Drama


Capítulo: Adeus

106 visualizações Denunciar


― Annie, não. ― Eu também me levantei. ― Você precisa me prometer que não vai fazer nada.


― Por quê? ― Ela voltou a se sentar. 


― Porque se você fizer qualquer coisa e o meu pai descobrir, ele pode fazer algo contra o bebê. ― Eu abaixei o olhar e também me sentei. ― Annie, eu estou morrendo de medo que ele tire o meu bebê. 


― Calma, Dul. Tudo bem, não vou fazer nada ― a loira disse em um suspiro e depois se aproximou de mim, passou seus braços ao redor do meu ombro e me abraçou, confortando-me. ― Mas eu não vou desistir de tentar achar uma solução. 


― Eu já desisti, não tem nenhum outro jeito. ― funguei o nariz quando nos separamos do abraço e logo senti algumas lágrimas escorrerem pelo meu rosto. 


― Não Dul, você precisa manter a esperança. ― Ela acariciou meu braço em um sinal de carinho.  

Eu balancei a cabeça, olhando para baixo, sem vontade. Não tinha como bolar um plano, eu estava presa a esse casamento por status que meu pai tanto sonhou. 

A Annie tentou me animar, mesmo depois de eu ter insistido que não era possível vencer essa guerra contra o meu pai. Ela continuou dizendo que iriamos encontrar alguma solução, mas sinceramente eu havia desistido. Não tinha mais forças para pensar que eu iria ter a minha felicidade: ser livre. Livre das ameaças do meu pai e poder, finalmente, ser dona de mim.  

Quando cheguei em casa naquela tarde, eu desejei poder voltar no tempo. Mas infelizmente eu não tinha esse poder. 


― Que bom que chegou filha, eu tenho uma notícia para você ― meu pai mal esperou eu entrar em casa para falar. ― Pode arrumar as suas coisas que amanhã será o seu casamento ― ele disse contente. ― Ah e mais uma coisa, seja lá o que você tenha com aquele moleque é melhor desfazer tudo. 

Ah que maravilha! Como que a Anahí podia querer achar alguma solução a essa altura do campeonato? Ao passar por ele, eu resmunguei alguma coisa e subi direto para o meu quarto. Quando entrei no cômodo, tranquei a porta atrás de mim e me encostei na superfície de madeira. Fechei os olhos com força, para logo em seguida levar as minhas mãos até o rosto, chorando compulsivamente. 

No momento em que retirei minhas mãos do rosto, observei o Manchinha me encarando com a cabeça para o lado, sua testa estava franzida e me olhava com um ar desconfiado. Eu caminhei até a cama e me sentei lá com a sensação de ter sido derrotada. 


― Também não precisa ficar me olhando assim ―, virei o rosto para falar com o cachorro. ― eu sei que estou péssima ― falei dando uma leve fungada. 

Manchinha apenas virou a cabeça para o outro lado, ainda desconfiado de algo e por fim deixou escapar um latido muito fino. 


― Pois é, eu estou mal. ― Suspirei tristemente e em seguida resolvi ir até o guarda roupa e procurar por uma mala. ― Mas pode ficar tranquilo que você vai comigo, não vou deixar você para trás. ― Eu me abaixei para acariciar o cachorro que tinha vindo ao meu encontro. 

Enquanto eu arrumava as minhas coisas, percebi que uma mala seria pouco. Por isso, decidi que levaria só o essencial, por enquanto, e só mais tarde eu pegaria o resto. Coloquei as roupas que eu mais gostava na mala, na verdade eu enchi ela toda só de roupas e notei que precisaria de uma mochila, pelo menos para as outras coisas. Então botei nela alguns acessórios, minha necessaire com produtos de higiene, um pouco das minhas maquiagens e quando olhei para os sapatos meu coração se apertou. Peguei a minha pantufa de cachorrinho na mão e senti meus olhos se encheram de lágrimas, eu ainda tinha que dar uma explicação para o Christopher. Nós não nos falávamos há algum tempo, ignorei todas as mensagens, ligações e tentativas de contato com ele. O Ucker deveria estar muito preocupado, levei uma mão na testa e depois balancei a cabeça tristemente. Ele provavelmente estava pensando que eu sou um monstro e eu não o culpo por achar isso. 


― Ai, ele não merece isso. ― Voltei a chorar novamente, dessa vez com as pantufas em minhas mãos. 

Meia hora depois de muita angústia eu terminei de arrumar as coisas, deixei a mala e a mochila em um canto e encarei meu celular. Eu precisava resolver minha situação com o Christopher, sentei na beirada da cama e peguei o celular que estava por ali. 

Eu vi que a Annie tinha me enviado uma mensagem e dei graças a Deus por isso. Eu não estava com coragem para falar com o Ucker.


Annie: Oi, como você está? Estou um pouco preocupada com você. Na nossa conversa você parecia tão desanimada. 


Dul: Oi, eu não estou acreditando que tudo isso está acontecendo. E sim, estou desanimada, arrasada e convencida de que esse é o futuro que me reserva.  


Annie: Ai Dul, você precisa continuar tendo esperança. 


Dul: Ah, é porque você não sabe da última. Meu casamento é amanhã. 


Annie: O quê!? :o


Dul: É isso mesmo, agora você consegue ficar otimista com essa notícia? 


Annie: Eu estou tentando pensar em algo aqui. Mas você pode anular o casamento depois, né?  


Dul: Não quero parecer muito pessimista, mas tenho uma leve impressão de que o meu pai vai dar um jeito nisso. Ainda mais agora que eu estou grávida :(  


Annie: Hum, eu vou continuar pensando aqui. Ainda não desisti. 

A loira continuou argumentando algumas coisas e eu sabia que ela continuaria cheia de esperança, porque lá no meu interior eu gostaria muito de encontrar uma saída. Porém, nesse momento eu havia entendido que não poderia fazer nada agora. Nós continuamos conversando e eu lembrei que precisava resolver a minha situação com o Ucker, por isso enviei uma mensagem para ele me encontrar. 


---  
Ouvi a campainha tocar e me remexi apreensiva no sofá, levantei para ir atender a porta, porém meu pai havia se adiantado e já estava abrindo a mesma. 


― Dulce, posso saber o que esse moleque tá fazendo aqui? ― ele me olhou com uma cara ameaçadora. 


― Eu o convidei. ― Olhei séria para o meu pai enquanto passava perto dele. ― Não se preocupe, papai, eu vou desfazer tudo ― eu tinha falado baixinho só para ele ouvir. ― Vamos conversar lá fora, Christopher. 


― Dulce, eu estava apavorado. Pensei mil coisas, liguei para o Marquinhos para saber de você, eu nem te vi andando pela praça nessas semanas. O que está acontecendo? ― Eu pude perceber o quanto ele estava preocupado. 


― Você falou com o Marquinhos? ― eu disse assustada. 


― Sim, ele me garantiu que estava tudo bem. Mas vendo você agora, não tenho tanta certeza. 


― Christopher, eu vou me casar amanhã. 


― O quê!? Por que não me contou antes? Qual vai ser o plano dessa vez? Fingir que a gente se brigou pra valer? 

Coloquei uma mão na minha testa, como eu iria falar para ele que eu tenho que casar com o Marquinhos? Olhei tristemente para ele e balancei a cabeça negativamente. O Ucker estranhou, enrugou as sobrancelhas e ficou esperando a minha resposta.


― Não tem plano, amanhã eu vou me casar de verdade. ― Suspirei para tomar coragem para falar a pior parte. ― Eu não posso prender você em algo assim, a gente precisa terminar. ― Senti meus olhos lacrimejarem. 


― Não Dulce, isso não pode ser real. Tem alguma coisa acontecendo? O que o seu pai fez agora? 


― Não fez nada. ― Eu menti, tentando segurar as lágrimas.


― Eu não acredito ― ele falou convicto. ― Nós não podemos terminar, eu sinto que você me ama e eu amo você. ― Ele pegou na minha mão. 


― Eu sinto muito, mas não tem outro jeito. ― Puxei a minha mão de volta. ― Eu quero que você seja feliz. ― As lágrimas que eu tentei segurar, caíram pelo meu rosto. 

Antes de entrar em casa, enxuguei minhas lágrimas com a manga da blusa e espiei de relance o rosto do Christopher por uma última vez. Ele estava desapontado, chateado e sem entender muita coisa. Eu caminhei até a porta de casa e quando estava quase pegando na maçaneta escutei a voz dele, um pouco alta para que eu ouvisse.  


― Eu não posso ficar aqui e assistir tudo isso de camarote. Amanhã às quatro e meia da tarde eu vou embora da cidade. Eu estarei na rodoviária caso você mude de ideia.


― Adeus, Christopher ― sussurrei baixinho, para logo em seguida acenar com a cabeça e sem olhar para trás e entrei em casa, voltando a chorar mais uma vez no dia.




Ixi gente, nosso casal vai se separar :(


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Diva. Escritora

Este autor(a) escreve mais 8 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

― Está feliz agora? ― ao passar pelo meu pai na sala, eu despejei com raiva as palavras.  ― Para ser sincero, sim. Só para avisar que já convidei o pessoal, amanhã vão entregar o terno do Marquinhos e depois vai vir uma cabeleireira e maquiadora aqui em casa para te arrumar. Eu não parei para escutá ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 50



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • Diva. Escritora Postado em 07/08/2019 - 09:34:04

    Up!! Capítulo atualizado :)

  • kauanavondy015 Postado em 21/07/2019 - 22:11:18

    Continuaaa,espero que a Dulce chegue a tempo

    • Diva. Escritora Postado em 22/07/2019 - 19:22:23

      Oii amore, estou trabalhando no próximo capítulo e logo vamos saber se ela chegou a tempo :)

  • Gabiih Postado em 11/07/2019 - 23:40:30

    Oie nossa desculpa a demora, a minha vida tá um pouco complicada e eu ando sem tempo enfim, muita coisa aconteceu hein, menina esse pai da Dulce r um idiota, coitada da Dulce, tomara que ele encontre uma solução, se eu fugiria para longe com meu filho, olha eu sou mãe sabe, e ser mãe não é fácil rs, tomara que a dulce consiga resolver a vida dela, e esse pai dela podia deixar ela em paz, e viver a vida dela, posta mais já me atualizei rs

    • Diva. Escritora Postado em 14/07/2019 - 21:39:36

      Oii amore, eu entendo. Pode ficar tranquila, apareça quando puder :) Pois é, esse pai dela é fogo viu? Ele ainda vai aprontar mais um pouquinho. Capítulo novo postado, vamos ver o que nos aguarda. Beeijos

  • Diva. Escritora Postado em 11/07/2019 - 09:02:16

    Up! Up! Fanfic atualizada :)

  • kauanavondy015 Postado em 01/07/2019 - 00:27:42

    Continuaaa

    • Diva. Escritora Postado em 01/07/2019 - 19:31:21

      Estou trabalhando nisso, assim que eu terminar o capítulo posto :)

  • Diva. Escritora Postado em 26/06/2019 - 14:41:34

    Up! Up! Up!

  • kauanavondy015 Postado em 14/05/2019 - 17:45:19

    Leitora nova,estou amando a fanfiic,continuaa

    • Diva. Escritora Postado em 14/05/2019 - 22:07:20

      Oii amore, seja muito bem vinda :) Fico muito feliz que esteja amando <3 eu estou trabalhando no próximo capítulo, pretendo postar essa semana ainda. Beeijos ;*

  • Gabiih Postado em 16/04/2019 - 10:40:31

    Adorei o capítulo, espero mesmo que pai dela esteja acreditando nesse plano, mas creio que sim, linda á pantufa que a dul ganhou *-* curiosa para vê oque a Dulce vai aprontar posta mais !!!

    • Diva. Escritora Postado em 16/04/2019 - 22:12:37

      Oii amore, que bom que adorou <3 pois é, vamos ver nos próximos capítulos se ele ta acreditando nisso hehehehe muito legal, né? Essa pantufa de cachorrinho :) Quero uma para mim também, será que o Ucker me dá?? kkkkkk Sexta tem mais, se tudo der certo hehehe

  • Magda Postado em 09/04/2019 - 14:32:55

    ai, se for um cachorrinho... *-* AAAA. Continua!!

    • Diva. Escritora Postado em 10/04/2019 - 21:45:52

      Huum, será que é mesmo um cachorrinho? Eu ia adorar!! Acho que consigo postar sexta, se tudo der certo nos vemos sexta :) Beijos

  • Gabiih Postado em 08/04/2019 - 12:59:38

    Lindos esses dois, mas quando o pai ele descobrir tudo vai da merda rs, má espero que isso demore muito para acontecer posta mais!!

    • Diva. Escritora Postado em 09/04/2019 - 08:11:45

      Muito lindos mesmo <3 Bem, eu também espero que o pai dela não descubra hehehehe



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

Não conseguimos todo o dinheiro necessário para pagar o DataCenter.


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...