Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: 💖Melodia💖💖Portiñon💖💖Adaptada💖 | Tema: Portiñon


Capítulo: 1 temporada - capítulo 57

63 visualizações Denunciar


Quando Anahí voltou com a sobremesa, Dulce nem mais se lembrava do que tinha acontecido em relação à Paola.


 


- Fiz uma torta, pequena, afinal viajo amanhã e não ia deixar uma travessa enorme de doce. É de chocolate meio amargo com avelã, nozes e macadâmia.


- Meu Deus! Vou malhar por meses seguidos e ter que me confessar pelo pecado da gula.


 


Anahí tirou um pedaço maior para as duas comerem juntas.


 


- Que delícia! – Dulce elogiou.


- Está boa mesmo.


- Deixa ver. – A morena beijou a boca de Anahí e lambeu o chocolate. – Uma delícia mesmo!


 


Depois de toda a ceia, as duas foram para o quarto. Dulce disse que precisava de um banho e enquanto ela estava no banheiro, Anahí entrou no closet e pegou um chapéu de Papai Noel juntamente com o embrulho do presente e ficou esperando. Quando Dulce saiu enxugando os cabelos, viu a loirinha com o chapéu na cabeça.


 


- Presente de Natal adiantado!


 


Dulce achou graça da satisfação da garota.


 


- Espero que goste, porque eu demorei horas pra escolher. Além do fato de que sou indecisa, você é exigente.


 


Dulce a olhou curiosa e olhou para o embrulho, era uma caixa um pouco grande. Pegou-o e começou a abrir, retirou primeiro o cartão e leu os dizeres.


 


“Meu amor, sei que não poderei passar o natal com você, mas se não estarei fisicamente, estarei em pensamento lhe enviando boas energias. Deus sabe o quanto você é importante pra mim e me faz bem. Te amo muito e Feliz Natal.


Anahí”


 


 


 


Dulce voltou a se emocionar, retirou depois um saquinho aveludado do embrulho e abriu. Era um colar com vários pingentes. Uma nota musical, um coração, uma medalha de Jesus e nossa senhora e um olho grego, todos em ouro branco e muito delicados.


 


- Anahí, não precisava.


- Claro que precisava e sei que gosta. Vive comprando jóias.


- Essas coisas custam caro.


- Poxa, mas será que não posso comprar um presente pra minha noiva? Ela faz tanto por mim. O mínimo que você merece é um presente que goste.


- Eu gosto é de você. – Dulce puxou Anahí, que caiu sentada em seu colo. – E não é só gostar, é amar. Sou completamente apaixonada por você, loirinha linda que apareceu na minha vida. – enchia Anahí de beijos, que sorria.


- Tem mais um presentinho aí dentro.


- Ah sim, vamos olhar. – pegou o embrulho novamente e enfiou a mão tirando um ursinho vestido com uma toga, roupa que Dulce usava algumas vezes quando ia aos tribunais. – Que bonitinho. – sorriu.


- Ele é seu colega de trabalho. – Anahí brincou.


- Ah sim, vou trocar ideais com ele depois. Adorei meu anjo.


- Gostou mesmo? – Anahí falou receosa.


- Sim, gostei de tudo, da ceia, dos presentes e principalmente da companhia.


- Só que ainda não acabou. – Anahí sorriu maliciosamente.


- Não? – Dulce já imaginava o que estava por vir.


- Tcs tcs tcs... – balançou a cabeça. – Empurrou-a para deitar na cama e sentou por cima dela.


 


Anahí pegou as mãos de Dulce e levou até a frente de seu vestido para que abrisse os botões. Desabotoando um a um, Dulce viu que a garota usava uma lingerie em tom vermelho um pouco mais escuro. Sentiu seu sexo umedecer àquela visão. Abriu todos os botões e tirou o vestido. Anahí usava um espartilho e uma calcinha completamente transparente, deixando a mostra os pelos aparados. Nunca tinha visto Anahí tão sexy, começou a respirar entrecortado, seus olhos escureceram pela excitação. Anahí se abaixou e beijou seus lábios com delicadeza, tinha os gestos suaves e era disso que Dulce gostava. Do carinho que Anahí tinha com ela, da educação, da sutileza, tudo era diferente.


 


- Te amo muito! – Anahí falou em seu ouvido.


 


Dulce não respondeu, apenas a tomou nos braços e girou na cama, ficando sobre seu corpo. Beijou o pescoço e subiu até chegar aos lábios, mordeu-os, voltou novamente para o pescoço, chupou e desceu para os seios. Tirou a lingerie que lhe impedia ver aquele corpo que tanto amava e a jogou longe. Beijou um seio, depois o outro, lambeu devagar, arrancando gemidos de Anahí. Desceu mordendo sua barriga e arrancou a calcinha rasgando-a. Anahí abriu as pernas e deixou que Dulce saboreasse seu sexo, como sempre fazia. E ela não teve pressa, passava a língua sorvendo cada gota, sentia as pernas de Anahí contraírem e quando seu corpo começou a tremer, percebeu que o gozo estava chegando. Enfiou dois dedos e sugou com vontade o clitóris, fazendo a loirinha gritar de prazer. Quando sentiu seu corpo relaxado, subiu novamente com beijos molhados até chegar àquela boca arfante. Anahí tinha as bochechas rosadas e os olhos semi cerrados, era uma visão maravilhosa.


 


- Quem a ama sou eu. Eu que a desejo, que adoro sentir seu olhar, morro de vontade de tê-la só pra mim e só você consegue me satisfazer em tudo! Meu amor, minha luz, minha metade. Nunca se esqueça disso Anahí. Você é minha razão.


 


Anahí olhava para Dulce e sentia o coração acelerar a cada palavra.


 


- Você também é tudo isso, me faz tão bem que às vezes nem acredito que a tenha ao meu lado. – Anahí falava suavemente.


 


Ficaram um bom tempo em carícias e promessas amorosas. Anahí tirou o roupão de Dulce e a calcinha, resolveu explorar aquele corpo que pedia por carinhos. Beijava cada parte, mordia, sugava, suas mãos exploravam por onde passavam. Anahí era meiga e sabia o que fazer mesmo sem ter muita experiência com outras mulheres. Dulce relaxava e sentia o prazer que ela lhe proporcionava. Fizeram amor a noite toda e só pararam porque o sono as venceu. Dormiram por poucas horas e quando o relógio despertou Anahí acordou e foi para o banho, deixando Dulce dormindo.


 


Estava perdida em pensamentos quando sentiu um abraço e um beijo em sua nuca.


 


- Por que não me chamou?


- Achei que estava cansada, ia chamar só quando fosse a hora de ir.


- Cansada estou, mas quero curtir você mais um pouquinho. – virou Anahí e a beijou nos lábios.


- Eu também estou cansada, acho que vou dormir a viagem toda.


- Isso não é novidade. – riu. – Você é dorminhoca mesmo. – mordeu o lábio inferior dela.


 


Namoraram debaixo do chuveiro e só saíram porque Anahí estava em cima da hora. Dulce a levou até a rodoviária e antes de descerem do carro ela pegou as duas mãos de Anahí e falou seriamente.


 


- Amor, faça boa viagem, diz para sua família que desejei um feliz natal e uma boa passagem de ano. E quando voltar estarei lhe esperando morrendo de saudade. Feliz Natal viu?


- Pra você também amor, muito juízo e cuidado quando for para Mauá. Diz pra dona Blanca que mandei um abraço e um beijo de natal para ela. Te amo.


 


Beijaram-se e desceram para o terminal. Anahí entrou no ônibus e dormiu como um bebê. Dulce voltou para o apartamento e resolveu ajeitar suas coisas e ir embora para Mauá de uma vez, não esperaria Paola. Ficar no Rio sem Anahí não era uma boa coisa. Estava arrumando as malas quando alguém tocou a campainha, achou estranho o porteiro não avisar. Quando abriu a porta Christian irrompeu pelo apartamento quase a jogando no chão.


 


- Eu vou matar você! – bateu a porta e foi encarando a morena com altivez. – Você prometeu que não faria mal a Anahí sua sem-vergonha, cara de pau. Quantas vezes você vai ter que perder a confiança das pessoas para aprender a dar valor a elas?


 


Dulce conseguiu se recompor do susto e perguntou:


- Do que está falando? Isso é jeito de entrar na minha casa?!


- Estou falando do que vi. Ontem, na garagem do prédio, dentro do seu carro. – a olhava com raiva.


 


Dulce arregalou os olhos e sentiu a vergonha lhe tomar o rosto.


 


- Eu... Aquilo não...


- Vai negar? Claro que vai! Cara de pau do jeito que é. Sabe Dulce, eu mesmo estou estranhando o fato de estar com raiva do que vi. Nunca liguei para seus relacionamentos e sempre achei suas namoradas fúteis e vazias. Mas com Anahí é diferente, ela é nova, tem uma vida pela frente, pode encontrar pessoas muito melhores que você. E não merece o que está fazendo. Há quanto tempo? Desde aquele beijo em São Paulo? Fala!


- Não está acontecendo nada. Paola entrou no meu carro e se jogou em cima de mim! – Dulce alterava a voz.


- E você, muito solícita, deu um jeito de apagar o fogo dela.


- Eu não queria. – passava as mãos pelo cabelo. – Juro que não queria. Agi sem pensar e estou muito arrependida. Não sabe como me sinto depois daquilo. Mandei Paola sair e desaparecer da minha vida. Isso você não viu.


- Vi sim, mas não importa. O que vale é o que você fez antes. Não pensou em Anahí? No quanto ela te ama e faz tudo por você? Não respeita os sentimentos dela?


- Claro que respeito, Anahí é a melhor coisa que aconteceu na minha vida.


- Pois quando ela souber vai ter certeza de que tê-la conhecido foi a pior coisa que podia ter acontecido a ela.


 


Dulce ia falar, mas se calou assustada. A ideia de Anahí saber o que tinha acontecido deixou seu coração apertado e o medo tomou conta.


 


- Você não vai falar pra ela.


- Eu? Imagina. Quem vai falar é você.


- Você contou pra mais alguém?


- Poncho e ele não vai contar essa vergonha pra ninguém.


- Chris, por favor, deixe esse assunto morrer, não vai acontecer de novo. Eu juro, quero Paola longe de mim e assim vai ser.


- Eu conheço Paola muito bem. Ela vai lhe tentar, vai atrás de você com aquele joguinho de quem não quer nada. E quando menos esperar, ela estará em cima de você e de pernas abertas. Por isso você gosta, porque as duas são diferentes, Anahí é uma garota ainda e Paola é mulher. Ela faz o que Anahí não faz, se oferecer, se rebaixar. Essa é a diferença, educação e respeito. Não é todo mundo que tem e dinheiro nenhum compra.


 


Christian saiu batendo a porta e deixou a prima atônita na sala, sem saber o que fazer. Dulce andava de um lado para outro, como se quisesse resolver o problema, mas não tinha jeito. Ficou com medo de Chris falar, mas pelo menos agora Anahí estava a caminho de casa. Juntou suas coisas e foi pra Mauá.


 


Assim que pôs os pés em casa, Blanca a olhou desconfiada.


 


- Vai me contar agora ou quer esperar passar o Natal?


 


Dulce se virou para a mãe com um rabo de olho e sentou no sofá, suspirou e começou a contar. Blanca apenas escutava sem qualquer julgamento.


 


- Minha filha, mas por que fez uma coisa dessas?


- Não sei mãe, Paola é um inferno na minha vida. Se soubesse que conhecê-la me traria tantos problemas eu juro que voltaria atrás.


- No início achei que vocês iam se dar bem, afinal, ela é juíza, bem sucedida, tem pose. Depois vi que era fútil que nem as outras. Ser juíza não lhe deu o principal, conteúdo e respeito.


- Christian veio com o mesmo papo.


- Ele sabe?


- Ele viu.


- Minha nossa!


- Disse que não vai contar, mas eu não confio. Preciso conversar com Anahí, resolver isso, não sei. – repetiu as últimas palavras com os olhos perdidos.


- Se acalme, vou conversar com ele. – Blanca pegou as duas mãos da filha e falou olhando em seus olhos. – Dulce, me prometa que não vai mais encostar um dedo nessa mulher. Caso contrário essa história não vai acabar bem.


- Não quero vê-la mais. Aliás, até agora ela quem tem me procurado.


- E você tem cedido aos apelos dela. Fica difícil não se verem, pois têm trabalhos relacionados, mas não tenha mais contato com ela que não seja profissional.


- Eu gosto tanto de Anahí, eu a amo. Não sei por que isso aconteceu.


- Porque Paola tem uma coisa que Anahí ainda não tem, maturidade, opinião, decisão... Mas isso não é garantia de um bom relacionamento.


 


A morena abaixou a cabeça, estava muito chateada.


 


- Se Deus quiser essa fase vai passar, tenho certeza que você vai usar seu juízo. - abraçou a filha afagando seus cabelos


Boa noite Melodics.

 

A nossa Dul esta em mal lençois.

 

Mas n podemos deixa de acredita no amor.

 

E avisando....tera 2 temporada.

 

Xerim

Compartilhe este capítulo:

Autor(a): suzyrufino

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).

Prévia do próximo capítulo


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 60



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • Paula Portiñon Postado em 15/08/2018 - 21:37:05

    Fanfic tá muito boa, a Dulce deveria ser sincera . Enganar a Annie não é uma saída.

    • suzyrufino Postado em 17/08/2018 - 17:58:18

      Obg melodics. E concordo com vc...n gostaria de ser enganada.

  • raylane06 Postado em 12/08/2018 - 23:31:26

    Depois que ela perde a annie vai cair a ficha, e sofre demais. E coitada da annie.

    • suzyrufino Postado em 13/08/2018 - 16:07:13

      Toda ação...tem sua reação. Tem aguenta as consequencias neh. Mas...me diz...vc daria uma segunda chance??

  • raylane06 Postado em 12/08/2018 - 23:29:59

    Depois que ela perde a annie vai cair a ficha...

  • Paula Portiñon Postado em 12/08/2018 - 15:57:20

    Ansiosa. E decepcionada com a Dulce, ela se diz madura mais não é o que parece.

    • Paula Portiñon Postado em 13/08/2018 - 22:40:23

      Confesso que não daria. Uma vez e burrice agora permanecer no erro não.

    • suzyrufino Postado em 13/08/2018 - 16:05:43

      Madura so na vida profissional neh. Mas vc acha que ela merece uma segunda chance? Vc daria?

  • raylane06 Postado em 09/08/2018 - 10:27:27

    sabia ai ai

    • suzyrufino Postado em 09/08/2018 - 21:36:50

      Pensamento...positivo. :/

  • Cacheadaportinon Postado em 09/08/2018 - 09:26:21

    QUEEE BURRADA DULCE MARIA, estoy decepcionada nanana

    • suzyrufino Postado em 09/08/2018 - 21:36:03

      Uhmmm... Eu sei q é dificil...mas temos q acredita no amor.

  • raylane06 Postado em 08/08/2018 - 22:08:12

    Essa Paola ainda vai prejudica a Dul..

    • suzyrufino Postado em 09/08/2018 - 00:51:29

      N fica chateada com a dulce. Mas...tb n gosto dessa paola. Desculpa a demora.

  • laine Postado em 06/08/2018 - 19:06:05

    To prevendo desentendimento. Paola vai da o bote rapidinho. Continua

    • suzyrufino Postado em 06/08/2018 - 19:31:57

      Kkkk... Olha q eu tb to achando. Essa paola viu.

  • laine Postado em 23/07/2018 - 12:11:47

    Ta otima a fafic ja to querendo saber oque vai acontecer nesse sítio

    • suzyrufino Postado em 25/07/2018 - 21:19:54

      Kkkk... menina nem te conto... Só DR kkkk E fofuras claro.xerim :P

  • Cacheadaportinon Postado em 23/07/2018 - 04:24:33

    Aaai essa fic ta cada vez melhor, to amando demais <3 Vou esperar novos capítulos em ... Bjos <3

    • suzyrufino Postado em 25/07/2018 - 21:18:47

      Urhuuu... tb estou amando. Kkkk E olha...vai ser um pouco difícil agr... mas irei posta sempre que der. Bjs


- Links Patrocinados -

AVISO

Novidades na plataforma, na parte superior você encontra um novo ícone "B" que dá acesso ao novo BLOG do Fanfics. Tem novidades chegando lá. Corra!