Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: DESTINADOS/ Adaptada/ VONDY | Tema: VONDY


Capítulo: travessura

371 visualizações Denunciar


Certa manhã, jogou uns troncos no lago, e ele e mais duas crianças se sentaram em cima e adentraram as águas. Christopher havia saído para caçar com Christian e vários homens, dentre os quais se encontrava Evan. Enquanto escolhia um tecido que usaria para confeccionar vestidos, pois precisava ammpliar seu vestuário pessoal. O castelo permanecia tranquilo, até que vozes alarmadas de mulheres a fizeram correr para saber o que estava acontecendo.


-O que foi, Sara? -perguntou ao ver a criada ir ao seu encontro e várias mulheres falando em gaélico tão depressa que lhe era impossível entendê-las.


-Milady, seu  irmão e os filhos de Fiorna e Edwina estão no meio do lago.


-Como assim no meio do lago? -rugiu Dulce.


E ao ver as mães daquelas crianças, que a  olhavam com cara feia, acrescentou:


-Não preocupem, eu os tirarei dali.


Nesse momento, apareceu Morgana.


-O que as crianças estão fazendo ali? exclamou, indignada.


Dulce não soube o que dizer, emenos ainda quando as mulheres arremeteram contra ela.


-Se algo acontecer com meu filho, senhora -disse Fiorna muito nervosa -Será culpa de seu irmão. -meu filho nunca se aproximou do lago. -Está proibido. Ele não sabe nadar.


-Fiorna, não é justo que diga isso á senhora -Sara tentou mediar.


Mas os nervos das mulheres estavam à flor da pele.


-Cale-se, amiga  dos sassenachs! -grunhiu Edwina fora de si.


Isso atraiu o olhar de Dulce. Ela viu a raiva nos olhos da mulher, e entendeu que, se algo acontecesse com aquelas crianças, ela seria a culpada.


-Não se preocupem -respondeu Dulce.


Tentou se aproximar delas, mas elas desprezaram seu toque.


-Eu os tirarei imediatamente do lago.


Recolhendo a saia azulada com a mão, Dulce correu, seguida por Sara, Morgana e as outras duas mulheres. Ao chegarà margem do lago, viu seu irmão e as crianças, que brincavam sobre os troncos sem ter consciência do perigo que corriam.


-Vou chamar a guarda -disse Morgana -Eles vão tirá-los dali.


-Não é preciso -disse Dulce, afundando os pés no barro -Eu os tirarei.


-Christopher vai se aborrecer quando souber. A senhora do castelo não deve fazer essas coisas -censurou Morgana.


Farta de que todo mundo a julgasse, Dulce gritou:


-Escute, Morgana! -disse com raiva, enquanto Fiorna e Edwina as observavam. -Quem está ali é meu irmão, e as outras crinças não sabem nadar. Por isso, não vou esperar que a guarda  venha para tirá-los enquanto eu fico aqui sem sem fazer nada. -E se Christopher se aborrecer comigo, isso é problema meu, não seu.


-Muito bem... -Eu a adverti. -assentiu a mulher, contrariada, afastando-se para o lado.


-Lucca! -gritou Dulce, atraindo o olhar do seu irmão.


Ao ver a cara de sua irmã, o menino soube que havia se metido em uma bela confusão.


-Não se mexa até que eu chegue aí.


Nesse momento, as crianças se deram conta de  onde estavam.


Estou com medo! -gritou ulsen, o menor dos três.


Ao ver sua mãe na margem, agarrou-se no tronco e começou a tremer.


Sem perder um instante, Dulce tirou a capa, o vestido e os sapatos, ficando só com a camisa de linho.


-Por todos os santos, que está fazendo? - escandalizou-se Morgana.


Dulce, sem perder tempo nem para olhar para ela, respondeu:


-O que fiz minha vida toda. Tirar esse diabinho de confusões. E, sem mais, pulou na água. Seu corpo estremeceu devido às águas frias do lago.


-Milady! -gritou Sara -Não sei andar, mas diga-me o que posso fazer para ajudar.


-Seria bom se ficasse perto de mim na água enquanto der pé. assim, poderei lhe passar as crianças para que as tire , sem que eu  precise fazer várias viagens.


-Está bem -assentiu a moça, olhando com apreensão as águas escuras.


-Sara -disse Dulce, avançando no lago -tire um pouco de roupa. Senão, não conseguirá se mexer pelo peso.


Sara sem hesitar um só instante, tirou a roupa. Se ela pudesse ajudar sua senhora, ajudaria. Fiorna e Edwina, paralisadas de medo, observavam-nas.


-Estão em plena luz do dia! -Sua atuação é indecorosa -escandalizou-se Morgana -Vou buscar peles. -Irão necessitá-las quando saírem da água.


-Por São Fergus, que água fria! -queixou-se Sara, observando com valentia seus pés e depois seus joelhos, irem ficando debaixo d'água.


Quando não dava mais pé, Dulce lançou-se na água e começou a nadar energicamente até chegar aos troncos que as crianças haviam utilizado para flutuar.


-Lucca! -gritou para seu irmão, tentando puxar os troncos para a margem -Prepare-se para o castigo que vou lhe dar. Como lhe ocorreu uma ideia dessas?


-Mas não aconteceu nada! - queixou-se o menino.


-Lucca! -sibilou Dulce com raiva,  tremendo; o lago estava congelado. -Essas crianças não sabem nadar e se  caírem na água podem se afogar. -Em que confusão se meteu?


-Mas... -protestou o menino.


-Cale-se e não se mexa! -ordenou Dulce praguejando.


A margem do lago estava se enchendo de mulheres.


-Agora, preciso que não se mexam. -Tentarei levá-los em cima dos troncos até a margem. Não sabem nadar, não é?


As crianças, com excessão de Lucca, negaram com a  cabeça.


-Está bem. Se alguém cair na água, a primeira coisa a fazer é mexer as mãos e os pés e procurar um tronco para se agarrar, entendido?


Com toda a tranquilidade que pode, Dulce empurrou os troncos por alguns metros em direção à margem, onde as mulheres os esperavam. A operação parecia transcorrer tranquilamente, até que súbito Ulsen se mexeu, os troncos se desnivelaram e os três caíram na água.. Então, foi o caos, tanto na água quanto na  margem, onde as mulheres começaram a gritar histéricas.


Dulce, ao ver que Lucca tirava a cabeça da água e se agarrava ao tronco, olhou ao redor. Onde estavam  os outros dois meninos? Nervosa, pegou fôlego e pôs a cabeça embaixo d'água, até que viu um dos meninos esperneando. Mergulhando, aproximou-se, pegou-o pelo cabelo, levando-o á superfície, fez com que se segurasse no mesmo tronco que Lucca. Dando um bom empurrão no tronco, fez que chegasse até Sara, que com valentia havia entrado até os ombros na água.


Sara pegou a madeira com força e conseguiu levá-los até a margem. Fiorna abraçou seu filho, enquanto Edwina sem respirar, olhava a plenitude do lago. Dulce pegou fôlego e mergulhou de novo na água.


Apesar de seus olhares arderem e seus pulmões parecerem querer explodir, ela nadou até localizar o menino. Fazendo um enorme esforço, pegou-o por baixo dos braços e o puxou com todas as suas energias, até que conseguiu chegar a superfície.


Uma vez ali, comprevou que o menino estava inconsciente. Carregando-o nas costas, nadou com dificuldade,  até que Sara a pegou com força e a ajudou a sair. Edwina, ao ver seu filho quieto e azulado, nem se mmexeu. O medo a paralisou de tal forma que ela parou de respirar.


Dulce, indiferente ao frio, a sua nudez e aso expectadores ao redor, deitou o menino em cima de sua capa e, recordando o que seu pai lhe havia ensinado, tampou-lhe o nariz e insuflou-lhe ar pela boca. Depois de vários movimentos iguais, Dulce começou a fzer massagem no peito do menino. De súbito ele cuspiu água e começou a chorar.


-Por todos os santos! -sussurrou Sara, impressionada. -Como fez isso, milady?


-Edwina, Fiorna -sussurrou Dulce, enrolando Ulsen em sua capa enquanto a mãe se abaixava para beijá-lo - Levem seus filhos para casa, deem a eles caldos quentes e aqueçam-nos. -Amanhã estarão ótimos.


E olhando para Sara, que assim como ela estava meio nua e tremendo, sussurrou:


-Lembre-me, quando começar a época do calor, de ensinar as pessoas daqui a nadar. -Não entendo como podem viver tão perto d'água e não saber.


Morrendo de frio, mas com um sorriso triunfal nos lábios, Dulce e Sara foram com Lucca para o castelo, sob os olhares de todos os que estavam ao redor.


-Milady! Sara! -gritou Fiorna .


-Milady, espere um momento! -disse Edwina inesperadamente.


Sem dizer nada, tirou sua capa seca e cobriu Lucca e Dulce com ela.


-Muito obrigada às duas -disse, olhando também para Sara. -Estarei em dívida com vocês por toda a minha vida.


-Tome Sara -sussurrou Fiorna, pondo-lhe sua capa. -Se não se cobrir, vai congelar antes de chegar ao castelo.


E, voltando-se para Dulce:


-Graças a valentia de ambas nossos filhos estão a salvo. Obrigada!


Com um sorriso, as mulheres se entreolharam e assentiram. E sem precisar dizer mais nada, todas voltaram para seus lares.


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Lucas

Este autor(a) escreve mais 5 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

-Milady - sussurrou Sara ao entrar no castelo -Creio que por fim conseguiu amigas. -Sim e também um belo resfriado -respondeu ela, fazendo Sara rir. Morgana mandou levarem uma banheira ao quarto de Dulce. Quando a mulher estava desfrutando de um bom banho quente, a porta abriu de supetão. Atrás dela apareceu Christopher, com uma expressão que pr ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 64



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • Nat Postado em 24/01/2019 - 10:27:58

    Alguém sabe quem é a autora/autor do livro original?

    • deehsantos53_ Postado em 14/05/2020 - 18:13:57

      Megan Maxwell- desejo concedido

  • Soyvondy Postado em 19/08/2018 - 14:41:32

    Continua por favor!!

  • bels Postado em 19/08/2018 - 10:13:08

    continua por favor!!!!!!!!!!!

  • samira17 Postado em 18/08/2018 - 20:28:44

    Continua por favor

  • oioioi Postado em 18/08/2018 - 19:58:40

    Continua

  • samira17 Postado em 18/08/2018 - 14:46:51

    Continua por favor

  • Soyvondy Postado em 17/08/2018 - 19:28:39

    Continua!!!! TT-TT

  • samira17 Postado em 17/08/2018 - 15:37:51

    Cadê você continua

  • Soyvondy Postado em 17/08/2018 - 06:18:54

    O melhor soco da vida!! Anahí virou uma idiota, aff.... Continue!!!

  • samira17 Postado em 16/08/2018 - 22:31:47

    Continua por favor



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...