Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: DESTINADOS/ Adaptada/ VONDY | Tema: VONDY


Capítulo: acontecimentos

411 visualizações Denunciar


-Milady - sussurrou Sara ao entrar no castelo -Creio que por fim conseguiu amigas.


-Sim e também um belo resfriado -respondeu ela, fazendo Sara rir.


Morgana mandou levarem uma banheira ao quarto de Dulce. Quando a mulher estava desfrutando de um bom banho quente, a porta abriu de supetão. Atrás dela apareceu Christopher, com uma expressão que pressegiava tudo, menos bom humor.


-Por favor, feche a porta -murmurou Dulce ao sentir entrar uma corrente de ar.


-Não entendo! - gritou ele, plantado diante dela -Eu me afasto de você e, quando volto, tenho que ouvir que minha mulher já aprontou mais uma das suas. -Que ideia foi essa de entrar sozinha no lago? -E, especialmente, que ideia foi essa de tirar a roupa em plena luz do dia?


-Meu irmão e duas crianças precisavam de  ajuda -respondeu Dulce, mergulhada na banheira -Christopher, se eu entrasse com a capa, o vestido, os sapatos e o resto, o peso da roupa teria me feito afundar. _o que pretende? -Que eu veja meu irmão em perigo e não o resgate?- Ou que seja idiota e entre com roupa e me afogue?


-Nunca masi diga isso! -Eu só pretendo que peça ajuda quando necessário. -Algum dos meus homens poderia ter entrado no lago atrás das crianças. -Não você sozinha, e seminua, como fez! -Não percebe que agora é a senhora de Donan e que não pode se despir como se não fosse nada?


-Não pensei nisso -assentiu ela, recordando as palavras de Morgana -Mas de verdade, não tive tempo de avisar ninguém.


Furioso, o Highlander deu um tapa na lareira e gritou:


-Não pensei.... não pensei! - imitou-a fazendo o sangue de Dulce ferver -Quando é que vai usar a cabeça? -Talvez eu tenha que começar a pensar que só a tem para  ostentar esse maravilhoso cabelo azulado. -Mas se esse for a caso, minha decepção será enorme.


-Um cabelo azulado que adora, lembre-se! -Dulce tentou brincar para fazê-lo rir, mas conseguiu o contrário.


-Sem dúvida, seu cabelo é a única coisa que não me decepciona -respondeu ele com amargura -Porque, sinceramente, de outras coisas não posso dizer o mesmo. -No fim, serei obrigado a pensar que é como todas. -Uma mulher vulgar que adora se despir na presença dos outros!


-Maldito seja, Christopher Uckermann! -Por que me insulta assim? -gritou Dulce, levantando-se da banheira bruscamente, sem se dar conta do maravilhoso espetáculo que  estava oferecendo a seu marido.


Por alguns instantes ele ficou sem fala.


-Quer fazer o favor de parar de me olhar, babando como um cachorro no cio?


-Recorde esposa! -exclamou ele, afastando os olhos dela -A prudência ao falar a engrandecerá. -Escialmente porque uma  mulher decente sabe medir suas palavras.


-Vá para o diabo, você e sua decência! - exclamou Dulce, saindo da banheira e jogando com força o sabão nele.


Christopher o pegou no ar.


-Pretendo ensiná-la a me respeitar, nem que seja a última coisa que eu faça nesta vida -grunhiu ele, jogando o sabão de volta na banheira.


Dulce mal-humorada, vestiu o roupão.


-Oh.... acaso com suas palavras quer dizer que tenho que ter medo de você, meu senhor?


-Dulce -sussurrou Christopher, tentando controlar os instintos assassinos que sua mulher às vezes lhe provocava quando o olhava com aqueles olhos desafiadores -Devia ter medo de mim e aprender a calar-se quando me vê assim.


-Pois sinto muito, meu esposo -respondeu Dulce, dando-lhe as costas para pegar sua camisa de linho para dormir. -Não pretendo nem o temer, nem me calar. Nem agora nem nunca!


Christopher amaldiçoou. Quando Dulce ficava assim, não a suportava.


-Agradeça porque amanhã parto em viagem -sibilou ele, aproximando-se -E ficarei fora o suficiente para que meu mau humor se aplaque, porque senão pagaria caro por tudo o que está dizendo.


"Oh, não... não quero que viaje", pensou ela. Mas gritou:


-Como? Amanhã viaja? Desde quando sabe que vai viajar? Por que não me disse nada?


-Faz perguntas demais, mulher -disse ele com amargura ao ver o desconcerto nos olhos dela.


Sentia-a se culpado por não lhe ter dito, dias atrás, que teria que partir para um reunião com Robert de Bruce.


-Não pretendo responder, por que sou um animal que a olha como um cachorro no cio, e porque não estou com vontade de responder para uma bruxa boca dura como você.


Essas palavras duras feriram o coração de Dulce, que gritou:


-Saia do meu quarto agora mesmo! Estúpido arrogante! -Por que está tão brabo comigo?


-Como? -riu ele.


E plantado diante dela, sussurrou:


-Se alguém vai sair desse quarto, será você, não eu. -Não esqueça que estou em minha casa e em meu quarto.


Isso feriu a alma de Dulce. O desprezo de Christopher partiu-lhe o coração


-Está bem -aceitou ela pondo uma capa de pele em cima do roupão e dirigindo-se à porta -Eu vou!


-É o mais sensato que ouvi de sua boca esta noite -murmurou ele, sentando-se na cama e levantando um pé para tirar a bota.


Após olhá-lo com raiva, Dulce empurrou a porta. Sem dizer mais nada, saiu do quarto batendo a porta. Christopher, mal-humorado amaldiçoou, jogandoa bota na perede. Quando lhe haviam contado que Dulce entrara no lago, seu coração se apertara, e por alguns momentos voltaram lhe as terríveis recordações da morte de sua irmã Joana. Tentando esquecer a morte dela, Christopher se despiu e aproveitou para se lavar na banheira  que sua esposa havia usado, enquanto amaldiçoava por ter se deixado levar pela fúria.


Com o cabelo encharcado e seminua, Dulce perambulava pelo castelo.


Cruzou com vários guerreiros, que saudaram com gentileza, enquanto ela com um sorriso triste, apertava a pele contra seu corpo. Ao passar pelo quarto de Marlon, ouviu vozes. Aproximando-se com cuidado, abriu um frestinha, e o que viu a deixou perplexa: Morgana nua na cama , rindo ao lado do velho, que neste momento bebia alguma coisa de uma xícara. Com o mesmo cuidado, fechou a porta e, confusa pela briga com seu marido e pelo que havia  acabado de ver, decidiu subir até as torres.


Com certeza ali ninguém a incomodaria durante um tempo. Uma vez lá em cima, encontrou um canto escuro onde descansar, e se sentou com fingida tranquilidade para pensar no que fazer.


Pouco depois, risos voltaram a atrair sua atenção. Eram Sara e um guerreiro chamado Thayer. Escondendo-se o melhor que pode ela os ouviu rir e brincar enquanto se beijavam.


Contrangida diante do que estava, presenciando, assomou com cuidado duas vezes com intenção de sair dali, mas Sara a viu. E com a mesma rapidez com que haviam chegado, os dois se foram, deixando Dulce sozinha nas torres. Até que Sara voltou:


-Milady -sussurrou abaixando-se ao seu lado -Que está fazendoa qui? -Por que não está em seu quarto?


Com fingida indiferença, Dulce sorriu e disse:


-Quis tomar um pouco de ar.


-Não acredito milady -respondeu Sara, sentando-se ao seu lado -Thayer me disse que seu marido ficou muito bravo quando soube o que aconteceu esta tarde no lago. Por isso está aqui?


-Sim - reconheceu Dulce.


Sentia necessidade de desabafar com alguém.


-Ele me acusou de me despir em público, de não saber me comportar, de não ter cabeça e de uma infinidade de coisas que prefiro  não recordar. Por que ele ficou tão bravo comigo? - Não entendo!


-Eu creio -disse Sara, vendo a preocupação nos olhos de sua senhora -Que ainda lhe dói recordar a morte de su irmã.


-O que sua irmã tem a ver comigo? -perguntou Dulce ao recordar que Chiristopher algumas vezes já havia comentado de  sua falecida irmã Joana


-Ela morreu afogada no lago.


Ouvindo isso, Dulce suspirou. Isso explicava tudo... ou quase tudo.


-Por todos os santos, Sara! -sussurrou Dulce, entendendo a cólera de seu marido.


-Aconteceu há dois anos, e juro, milady, que pensei que o velho Marlon ía morrer de tristeza. -disse Sara -Nunca esquecerei o desespero de seu irmãos quando souberam do acontecido. Foi terrível.


Com a mão,  Sara enxugou uma lágrima que corria por sua face. Recordar Joana ainda lhe doía, mas Dulce precisava saber, por isso lhe perguntou;


-Sara... o que aconteceu?


-Joana fez 18 anos, e comemoramos, apesar de seus irmãos e mais da metade dos guerreiros não estarem. Foi uma noite divertida. Todos dançamos e cantamos; Marlon e Joana riam, felizes. Nesse dia, Joana ganhou um presente muito especial de Marlon. Ele lhe deu o broche do amor, que anos antes havia pertencido a Bridgid avó de vosso esposo. Na manhã seguinte, Joana apareceu morta boiando nas águas do lago, vestida como na noite de seu  aniversário, mas sem o broche do amor. -Ninguém viu nada, nem ouviu nada. -Realmente, não sabemos o que aconteceu.


-Que história terrível! -sussurrou Dulce comovida -Não quero nem pensar no sofrimento de Marlon.


-Para ele foi terrível, milady. joana era sua menina e sua felicidae. Uma felicidade que ele perdeu, mas que você a devolveu.


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Lucas

Este autor(a) escreve mais 5 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

Após um breve silêncio carregado de emoção, Dulce perguntou: -O que é o broche do amor? -O broche do amor é uma jóia de valor incalculável que peprtence á família Uckermann e que vai passando de geração em geração pelas mulheres da família. Como o velho Marlon era filho ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 64



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • Nat Postado em 24/01/2019 - 10:27:58

    Alguém sabe quem é a autora/autor do livro original?

    • deehsantos53_ Postado em 14/05/2020 - 18:13:57

      Megan Maxwell- desejo concedido

  • Soyvondy Postado em 19/08/2018 - 14:41:32

    Continua por favor!!

  • bels Postado em 19/08/2018 - 10:13:08

    continua por favor!!!!!!!!!!!

  • samira17 Postado em 18/08/2018 - 20:28:44

    Continua por favor

  • oioioi Postado em 18/08/2018 - 19:58:40

    Continua

  • samira17 Postado em 18/08/2018 - 14:46:51

    Continua por favor

  • Soyvondy Postado em 17/08/2018 - 19:28:39

    Continua!!!! TT-TT

  • samira17 Postado em 17/08/2018 - 15:37:51

    Cadê você continua

  • Soyvondy Postado em 17/08/2018 - 06:18:54

    O melhor soco da vida!! Anahí virou uma idiota, aff.... Continue!!!

  • samira17 Postado em 16/08/2018 - 22:31:47

    Continua por favor



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...