Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: DESTINADOS/ Adaptada/ VONDY | Tema: VONDY


Capítulo: E agora?

365 visualizações Denunciar


A tarde pareciainterminável. Marlon, que havia ficado com elas e padre Gowan, andava inquieto de um lado para outro sem tirar os olhos de Dulce, temendo que tentasse sair.


Lady Marian não apareceu no salão durante a tarde toda. 


Entre Dulce e Anahi havia se criado uma muralha de indiferença que parecia imposs[ivel de exixtir algum dia, visto que até pouco tempo antes, ambas compartilhavam confidências e  risos.


Com as feições embrecidas pela ira, Dulce olhava para fora. Gotas de água frias e intermináveis batiam nos vidros das janelas. Um trovão fez todas  as pedras do castelo tremerem. A tarde passava se notícias de Lucca.


Quando a noite chegou, entraram no salão Christian, Christopher, Alfonso e Robert encharcados e morrendo de frio. Dulce cravou o olhar em seu marido.


-Disse que o traria de volta!


-Eu tentei, e continuarei tentando -sussurrou Christopher, abaixando-se junto a ela.


Tocando com sua mão gelada o rosto de sua mulher, sentiu-se um inútil.


Os homens se entreolharam, chateados por não terem encontrado o menino. Haviam procurado por todo o lado, mas não encontraram nem sinal dele.


-Oh, meu Deus! -soluçou Anahi, sentindo a angústia de sua irmã.


E olhando para seu marido, gritou:


-Quero que encontre Lucca! -Agora mesmo!


-Estamos procurando meu tesouro -respondeu cabsbaixo.


-Fique tranquila, Lady Anahi -disse padre Gowan, pegando-lhe as mãos -Lucca vai aparecer. Tenha fé.


-Temos mais de duzentos homens ali fora procurando por ele -informou Robert -Não tenha dúvidas de que o encontraremos.


-ELe vai aparecer -prometeu Christopher a sua mulher -Não pode ter ido muito longe.


-Muito bem -disse Dulce, levantando-se e deixando todos boquiabertos -Terei que sair para procurá-lo.


-Por todos os santos, mulher! -bradou Christopher. -Não entende que continuam procurando e que não pararemos até encontrá-lo? -Dê-nos im pouco de tempo!


-Não há tempo! -gritou Anahi, arrasada pelas palavras que antes havia dito a Dulce -Lucca está ali fora, está frio e chovendo!


-Anahi, meu tesouro -disse Alfonso, aproximando-se dela, inquieto por seu estado -Precisa tere paciência.


-Mas como quer que eu tenha paciência sabendo que meu irmãozinho está ali fora?


Dulce arrasada e confusa quese não conseguia falar.


-Acompanhe-me! -disse Christopher, pegando sua mulher pelo pulso.


Ela se deixou levar sem protestar. Quando chegaram ao quarto, ele fechou a porta e a atraiu para seus braços.


-Meu amor, não se preocupe. Eu prometo que vou encontrá-lo. Não vou parar até trazer esse diabinho de volta para casa.


-Creio... que vou vomitar!


Conseguiu chegar até a bacia e vomitou somente bile. Christopher preocupado. Ela estava pálida e com olheiras.


-Não parece bem. -Por que não se deita um pouco e tenta descansar? -disse ele, conseguindo fazê-la deitar sem que protestasse -Descanse meu amor, eu trarei Lucca.


Sem conseguir falar, ela o viu desaparecer pela porta. Vomitou de novo. Acabada pelas cólicas que sentia, deitou-se. O quarto girava e ela fechou os olhos, até que conseguiu adormecer.




O retumbar de um trovão fez Dulce acordar, sobressaltada. 


Kieran! Lucca havia ido em busca de Kieran. Sentindo-se melhor, levantou-se, lavou o rosto e saiu para o corredor para dirigir-se ao salão. Do alto da escada, Dulce olhou por uma das janelinhas. Parecia não haver ninguém. Começou a descer a escada, até que umas vozes chamaram sua atenção.


Assomando por outra janelinha, viu Christopher e Marian conversando perto da lareira.


-Então quer que eu vá embora? -perguntou Lady Marian com voz sinuosa.


-Sim -assentiu Christopher, pondo a capa para sair. -É o melhor que pode fazer.


-Você sabe que eu poderia fazê-lo mais feliz do que ela. -Nós dois nos  demos muito bem. -Não recorda os bons momentos que vivemos? -sussurrou ela.


Um movimento atraiu sua atenção, e ela viu Dulce escondida atrás da janelenha.


-Isso pertence ao passado -murmurou Christopher preocupado com sua mulher.


Lady Marian ciente de que Dulce os observava, decidiu apostar tudo. Aproximando-se excessivamente, disse:


-Não vai conseguir com ela tudo o que eu posso lhe dar, sabe? -Nunca esqueci seus beijos e suas carícias quando fazíamos amor.


-Marian, já chega! -sussurrou Christopher com voz rouca, cansado das constantes insinuações daquela mulher -Não quero falar sobre isso .-Tente me esquecer, como eu tentei esquecê-la


-Disse "tentou"? -gritou Marian feliz.


Por fim havia encontrado uma forma de prejudicá-lo, pois tinha certeza de que Christopher nunca voltaria para ela porque havia se apaixonado loucamente por sua mulher. Ela insistiu, segurando um dos fortes braços do guerreiro.


-Isso quer dizer que ainda me ama. -Não pode negar! -Você me deseja, Christopher. -Não pode me esquecer porque soum mais importante para você do que sua mulher. Ela ocupa seu quarto e eu ocupo seu coração. -Não negue!


-Já chega! -exclamou ele, irritado -Você partiu meu coração uma vez. Que mais quer? -Eu a desejei e senti sua falta mais do que jamais poderá imaginar, mas isso acabou. -Você decidiu seu futuro. -Deixe-me apreveitar o meu!


-Não, meu amor -sussurrou Marian, aproximando tentandoramente sua boca de Christopher incitando-o a beijá-la.


Durante alguns intantes, ele resistiu. Ela, incapaz de aceitar tal rejeição, tomou-lhe a boca e o beijou com desespero; até que ele deu um passo atrás, enojado.


-Nunca mais se aproxime de mim! -sibilou indignado.


Christopher deu meia-volta e se dirigiu para onde seu cavalo o esperava. Foi embora.


Com a felicidade estampada no rosto, Lady Marian se voltou para a escada e gritou:


-Ouviu bem cigana? -Ele me ama e me deseja. -Você é um capricho que mais cedo ou mais tarde ele esquecerá. Por que não é mulher para ele. Por mais que tente mantê-lo a seu lado, um homem como Christopher não terdará a abndoná-la. -E irá atrás de mim.


Com um olhar inexpressivo, Dulce aceitou a  derrrota.


-A partir deste momento, francesa, ele é todo seu. -sussurrou Dulce.


E, voltando-se, subiu a escada o mais dignamente que pode.


No caminho, encontrou Anahi. Olhou-a por um instante e passou sem lhe dirigir a palavra. Ferida e humilhada, nem lágrimas mais lhe restavam.


Fora dos muros do castelo, uma terrível tempestade caía sobre as águas dos lagos que margeavam Donan.


Os trovões retumbavam e os raios caíam e iluminavam constantemente as montanhas.


Dulce abriu as frestas da janela. Deixou entrar o frio e a chuva no quarto, expondo-se à violenta tempestade com os olhos fechados.


Quando sentiu que o frio cortava suas mãos e começou a tremer, fechou as frestas e se sentou diante da lareira. Com uma imensa dor no coração, olhou ao redor e deteve os olhos sobre as mesmas coisas que havia visto da primeira vez que entrara ali.


Depois de ficar um tempo parada com a mente fervilhando com centenas de ideias, levantou-se com cuidado e se olhou no espelho. O que viu não lhe agradou em absoluto. 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Lucas

Este autor(a) escreve mais 5 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

Seu cabelo estava um desastre, e seu rosto, branco e amendrontado. Com um sorriso torto, pensou em Lady Marian. Eram duas mulheres diferentes em tudo, inclusive no amor. Pensar nela de novo consumia seu coração. Em um arroubo de fúria, tirou o anel que Christopher havia lhe dado de presente e o deixou em cima do criado-mudo. Indecisa, sentou-se na cama ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 63



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • Nat Postado em 24/01/2019 - 10:27:58

    Alguém sabe quem é a autora/autor do livro original?

  • Soyvondy Postado em 19/08/2018 - 14:41:32

    Continua por favor!!

  • bels Postado em 19/08/2018 - 10:13:08

    continua por favor!!!!!!!!!!!

  • samira17 Postado em 18/08/2018 - 20:28:44

    Continua por favor

  • oioioi Postado em 18/08/2018 - 19:58:40

    Continua

  • samira17 Postado em 18/08/2018 - 14:46:51

    Continua por favor

  • Soyvondy Postado em 17/08/2018 - 19:28:39

    Continua!!!! TT-TT

  • samira17 Postado em 17/08/2018 - 15:37:51

    Cadê você continua

  • Soyvondy Postado em 17/08/2018 - 06:18:54

    O melhor soco da vida!! Anahí virou uma idiota, aff.... Continue!!!

  • samira17 Postado em 16/08/2018 - 22:31:47

    Continua por favor



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...