Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: DESTINADOS/ Adaptada/ VONDY | Tema: VONDY


Capítulo: os clãs

329 visualizações Denunciar


Dois dias depois do confronto com Dulce, Christian e Miles, desesperados, sem intenção de sair dali, esperavam notícias de Christopher, que estava demorando a voltar da  Inglaterra. Kieran foi para Alberdeen prometendo voltar o mais cedo possível.


Enquanto isso Lucca, que havia sido escoltado por vários guerreiros Uckermann até Urquhart, abraçava e beijava Anahi gordíssima, que estava em seu  sétimo mês de gravidez e que ficou sem palavras ao escutar o que o menino lhe contou.


-Dulce está grávida?! -gritou, levando as mãos a cabeça.


-Sim, está ficando tão gorda como você -assentiu ele.


De barriga cheia, ele queria ir para a cama, mas Anahi, com suas perguntas constantes,não lhe  permitia.


-E o pior de tudo é que não para de chorar e vomitar.


-É normal Lucca -disse Briana, com seu filho Brodick, de cinco meses, no colo.


-Oh...minha pobre irmã! -lamentou Anahi, tocando sua própria barriga e olhando Lucca. -Mas por que ela não quer voltar para Christopher?


-Ela disse que o odeia -informou o menino, vencido pelo sono -E não sei o que mais, e que espera que Christopher seja feliz com a francesa.


-Por todos os santos!! -amaldiçoou Anahi


Ao ver que Lucca estava adomecendo, comentou:


-Milie, acompanha Lucca a seu quarto. Está morrendo de sono. Boa noite, meu tesouro, bons sonhos!


-Não creio -sussurrou o menino, triste, seguindo Milie -Sem Dulce por perto, vai ser difícil


-Maldita francesa! -gritou Anahi quando Lucca saiu -Tomara que apodreça no inferno!


-Fique calma Anahi! -disse Briana, tomando-lhe o braço.


Naqueles meses, havia pego muito carinho por ela. Quando Alfonso fora a Inverness dizer a Anthony que precisavam de sua ajuda para entrar na Inglaterra, ele não hesitara, e levara sua mulher e seu filho para Urquhart até que voltasse.


-Tome umas ervas, vão lhe fazer bem.


-Não fique assim -censurou-a Rona carinhosamente.


Ela adorava aquela jovem que havia levado a felicidade para Urquhart.


-Pense no bebê!


-Como vou pensar no bebê se minha irmã está sofrenso? -Avise Mael que prepare uma carroça. -Vou buscar Dulce.


-Está louca Anahi? -exclamou Briana, deixando seu bebê em um bercinho -Em seu estado não deve viajar.


-Não diga isso milady -espantou-se Rona ao vê-la tão decidida -Se meu Lord souber que a deixei viajar em seu estado, vai se aborrecer demais.


Com um sorriso divertido, Anahi respondeu:


-Não se preocupe com ALfonso, Rona. Ele não pode me proibir porque está com Christopher procurando minha irmã.


E sorriu ao ver Lucca entrar de novo no salão.


-Eu vou com vocês -disse o menino.


Ao ver sua irmã assentir, saiu correndo em busca de Mael.


-Mas... -sussurrou Rona desconcertada -Em seu estado não é prudente...


-Brodick e eu a acompanharemos também -informou Briana, decidida a não deixar Anahi sozinha e a ajudar Dulce no que necessitasse.


Rona, contrariada com a situação, repetiu:


-O Lord a matará quando souber. -vai ficar muito aborrecido. Ouça o que eu estou dizendo.


-Fique tranquila, Rona. -Duvido que me mate! -respondeu Anahi, marota. -Minha irmã, fosse qual fosse seu estado correria em meu auxílio. -Portanto, está decidido.


Naquela mesma noite, Anahi, o mais confortávelmente que pode, subiu em uma  carroça acompanhada por Briana, o pequeno Brodick e Lucca. Seguiram, escoltadas por Mael e vários homens Herrera, para o lugar onde estava sua irmã.


Passado vários dias sem que ninguém a incomodasse, Dulce começou a acreditar que Christian e Miles lhe haviam obedecido e que Christopher havia se esquecido dela. Apesar do mal-estar que sentia ao pensar em Christopher, à noite conseguia dormir, embora atormentada pela lembrança daqueles olhos dourados e seu sorriso sensual.


Ansiava afundar os dedos naqueles cabelos castanhos com reflexos, mas tinha que tirar esses pensamentos absurdos da cabeça. Nunca mais  veria seus olhos, nem seu sorriso, nem tocaria seus cabelos...


Durante os dias de solidão, Dulce escovava Stoirm e Lord Draco, que a acompanhavam nos passeios pelo bosque. Ela ainda gostava de caçar, por isso, muitas vezes conseguia alguma presa maravilhosa para o almoço e jantar.


Com extremo cuidado, Christian e Miles a observavam sem ser vistos e, apesar de conhecerem a habiilidade dela para a caça, não paravam de se surpreender.


Certa noite, quando os guerreiros tentavam dormir no chão enrolados em suas mantas, ouviram ruído de cavalos. Levantando-se rapidamente esconderam-se atrás das árvores.


Mas logo saíram do esconderijo quando reconheceram Kieran e Mael no caminho.


-Voltou rápido, amigo -saudou Christian.


Kieran parecia cansado da viagem.


-Sim, e encontrei Mael e vários Herrera no trajeto -explicou -Christopher chegou?


-Não -negou Christian com preocupação -Ainda não sabemos nada dele. Se em dois dias não chegar, irei buscá-o na Inglaterra.


Nesse momento, uma voz de mulher atraiu seus olhares.


-Vai me ajudar a descer ou pretende que desça rolando? -disse Anahi ao ver como todos olhavam para ela.


-Por todos os santos, Anahi! -exclamou Christian ao ver sua barriga descomunal -Que está fazendo aqui?


-O que acha? -respondeu cruzando os braços, enquanto Lucca pulava da carroça ajudado por  Briana, que nesse momento pegava o pequeno Brodick. -Vim levar minha irmã e tentar por fim em toda essa loucura.


De súbito, ouviram mais cavalos se aproximarem. Mael, pondo Anahi atrás de si, esperou com impaciência a chegada dos cavaleiros.


-São homens de Pherson -observou Miles, confuso.


-E....Uckermann?! -exclamou Mael, deixando Anahi sair detrás dele.


-Mas...o que estão fazendo aqui? -perguntou Christian.


Ficou perplexo ao ver gregory, Pherson, seu avô, Sara, Mary, padre Gowan, Fiorna, Edwina e outras pessoas de Donan.


-Boa noite rapazes! -saudou Pherson, descendo de seu  cavalo -Tive notícias de que estavam por aqui, e viemos ver se podíamos ajudar.


Levantou a mão e indicou ao pessoal da carroça que podia descer.


Desceram Mary e Rene.


-Pherson! -Que agradável visita! -disse Kieran com um sorriso divertido com a quantidade de gente que estava se reunindo ali.


Olhando para o velho Uckermann, saudou:


-Boa noite, Marlon!


-Onde está minha mocinha? -perguntou Marlon, impaciente, desmontando com garbo de seu cavalo, enquanto da carroça que os seguia desciam Sara, Fiorna, Edwina e Susan.


-Fique tranquilo, Marlon -disse padre Gowan -Logo a verá. Tudo a seu tempo.


Ao ver seu avô ali, Christian ficou inquieto e ao mesmo tempo alegre.


-Mas avô.... -começou a rir - Que faz aqui?


-Vim levar minha neta para casa -afirmou, provocando risos dos demais.


-Mary e Rene! - saudou Anahi, feliz por ver aquelas pessoas que tão bem os  haviam tratado na fortaleza Pherson -Que alegria!


-Santo Deus, milady! -riu Mary ao vê-la tão redonda -Está imensa!


-Nem mais uma palavra! -advertiu Anahi, levantando um dedo e rindo.


-Que bebê mais lindo! -sussurrou Mary com carinho ao ver Briana com seu filho nos braços.


-Estou muito feliz de vê-los tão bem.


-Obrigada, Mary -sorriu Briana, feliz, deixando-a pegar o menino. -É Brodick, meu filho lindo.


-Que gordinho! -disse Rene, alegre por ver todas aquelas pessoas.


De novo, o ruído de cavalos os fez guardar silêncio. Todos observaram o caminho.


-Anahi! -gritou de súbito uma voz alegre que fez que o coração de Christian paralisar -Como está gorda!


-Maite?! -gritou  Anahi tentando correr, desajeitada.


Maite pulou do cavalo em movimento para abraça-la, enquanto seus olhos azuis se fixavam em Christian.


-Eu também quero um abraço -disse Alana e as duas moças se fundiram com ela em um abraço gostoso.


-Por todos os santos caolhos! -bradou Magno ao ver Marlon.


E dando-lhe um forte abraço:


-Fico muito feliz de ver que está melhor -e baixandoa voz, perguntou: Axel, Christopher e Alfonso já voltaram?


-Não ainda não se sabe nada deles -respondeu o velho.


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Lucas

Este autor(a) escreve mais 5 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

E, fazendo um gesto que só os dois entenderam, perguntou: -E você, velhaco! -Como está?! -Ansioso para que estes jovens encham o castelo de netos. Ao notar a cara com que Christian olhava para Maite,disse, ao ver sua neta erguer o queixo e se afastar: -Seu neto sempre olha para as mulheres com essa cara de bobo? -Não -respondeu Marlon, diverti ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 63



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • Nat Postado em 24/01/2019 - 10:27:58

    Alguém sabe quem é a autora/autor do livro original?

  • Soyvondy Postado em 19/08/2018 - 14:41:32

    Continua por favor!!

  • bels Postado em 19/08/2018 - 10:13:08

    continua por favor!!!!!!!!!!!

  • samira17 Postado em 18/08/2018 - 20:28:44

    Continua por favor

  • oioioi Postado em 18/08/2018 - 19:58:40

    Continua

  • samira17 Postado em 18/08/2018 - 14:46:51

    Continua por favor

  • Soyvondy Postado em 17/08/2018 - 19:28:39

    Continua!!!! TT-TT

  • samira17 Postado em 17/08/2018 - 15:37:51

    Cadê você continua

  • Soyvondy Postado em 17/08/2018 - 06:18:54

    O melhor soco da vida!! Anahí virou uma idiota, aff.... Continue!!!

  • samira17 Postado em 16/08/2018 - 22:31:47

    Continua por favor



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...