Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro

Fanfic: Admirador Secreto- Adaptada Vondy | Tema: Vondy


Capítulo: Capítulo trinta

121 visualizações Denunciar


— Nunca. É agradecimento, você estava num fogo. Hoje à noite quero você brigando feio viu? Enquanto eu te pegar de jeito, precisa usar essa boquinha para me chupar e morder.
Ela beija meu braço, volta a segurar minha mão e sussurra: — Você fala umas coisas selvagens...
— Eu sou selvagem gata, não estou vendo nenhum Santo Christopher aqui. — Um brilho divertido passa pelos olhos dela enquanto me encara avidamente. — Quando o pau e o coração falam a mesma língua, acaba nessas conversas doidas e obscenas.
— Ah Christopher! — Dul tenta prender todo meu corpo em um abraço. — Te amo um pouquinho mais a cada hora.
Levanto o queixo dela levemente, desço meu indicador pelo pescoço e acaricio com toda minha mão, em seguida, agarro a garganta dela, e minha outra mão segura o rabo-de-cavalo, vou com meu corpo ao encontro dela enquanto mantenho-a imobilizada, de olhos cravados nos meus. Amo os olhos dela. Esse ar sempre assustado e entregue. Vejo nos olhos dela a confiança imensa que ela tem em mim.
— Também te amo minha namorada aprendiz aplicada. — Pontuo cada palavra pausando sensualmente, e termino abaixando meu rosto e prendendo a boca dela contra a minha. Dulce agarra meus braços, geme e se derrete toda enquanto abre a boca esfomeada pelo meu beijo. É um beijo tão erótico que fico com medo de esporrar minha sunga e bermuda. Nem nos importamos com as pessoas na praia, apenas ficamos ali, debaixo de sol, agarrados como carrapichos, engolindo um ao outro.
— Dul, você fica de calcinha molhada quando eu faço e falo essas coisas? — Afasto nosso beijo só para perguntar.
— Como sabe?
— Como eu disse: não sou Santo Christopher, mas tenho meus truques. Depois vamos testar quanto mais você pode molhar a calcinha antes de gozar.
— Fuuu...! — ela sopra, mas nem termina de assoprar. Abocanho sem piedade a boca dela e Dulce preenche cada uma de suas mãos, apertando com força meu peito e faz: — Mmmm... deli...xiiia.
Depois de conhecer uma pequena parte da ilha, pegando táxi e indo para outra praia almoçar, terminamos e voltamos ao navio para tirar um cochilo. Não saímos de lá mais. Quando o navio voltou a se mover, estávamos arrumados e ela ainda fingindo bico torcido por que tivemos uma briguinha de nada na outra praia que estava mais movimentada.


Dulce queria que eu colocasse a camiseta de volta, mas o calor estava matando e eu me recusei. Estávamos lá de boa, nas espreguiçadeiras, tomando água de coco e então eu percebi que eu estava chamando a atenção de muitas mulheres por ali e Dulce já tinha percebido e queria que eu tivesse mais pudor.


— Dul, eu não vou vestir a camiseta.


— Você gosta de se exibir. — Acusou nervosa de olho na gangue de mulheres do outro lado.


— Assim como você está mostrando essas pernas gostosas e eu preciso só aceitar que tenho uma namorada muito espetacular e não posso vestir uma burca nela.


Ela continuou muda, com seus óculos escuros e com pose de patroa que diz: “Lá em casa você me paga.” — Dul! — Chamei-a mais alto. Assim que ela me olhou eu disparei: — você também precisa aceitar que tem um namorado bem gostoso e que...


— Desde quando ficou tão arrogante?


— Desde que descobri que a tal namorada muito espetacular está caidinha por mim. Isso meio que cresce a bola do cara. Não tem jeito Dul, vamos apenas superar isso. Quer beber água no meu canudo? — Estendi meu coco para ela. — Afinal hoje a noite você vai colocar meu canudo na boca de novo.


— Ridículo. — Ela resmungou, empurrou o coco e voltou a deitar na sua espreguiçadeira. Mas acabou rindo.


Agora, vamos ao baile. Vesti um terno simples e Dulce está glamourosa num belo vestido, mas eu só consigo pensar na renda por baixo dele. Eu abri a bolsa dela e escolhi calcinha e sutiã de renda, para me enlouquecer durante a festa e mais tarde quando chegarmos aqui. Assim que ficamos prontos, ela me olhou nervosa, não do tipo irritada, mas do tipo preocupada.


— Espero não passar vergonha. Estou em desespero, Christopher. —Caminho até ela, encosto meus lábios em sua boca e ela entreabre os lábios começando a me beijar. Depois de um longo beijo, afasto e limpo sutilmente os lábios dela.


— Está mais calma?


Ela não responde. Sorri como resposta.


 


Próximos capítulos hot 


Que tal vcs comentarem mais? 


Ah deixa eu perguntar pra vcs tem outro livro que quero postar a história se chama CHEFE SECRETO. Vcs gostariam? 



Compartilhe este capítulo:

Autor(a): dynhah_2018

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).

- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

Enquanto ela retoca o batom eu abro minha mala, pego algo que comprei e trouxe justamente para hoje a noite.— Dul  — Escondo minhas mãos atrás das costas. Ela vira para mim. — Não quero birra, quero te dar uma coisa e você precisa aceitar.— Ai meu Deus! — Ela murmura já amedrontada. Tiro a mão das co ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 813



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • aninha_vondy Postado em 24/07/2021 - 19:26:50

    Querooooooooooooooooooo maisssssssssssssssssssssssss

  • carolcasti Postado em 24/07/2021 - 19:17:46

    Postaaaaaaaaa maisssssssssss

  • bia.leite Postado em 24/07/2021 - 16:35:21

    Continuaaaaaaaaaaaa plissssssssssss

  • dudinhah Postado em 23/07/2021 - 21:20:29

    Continua

  • Srta Vondy ♥ Postado em 23/07/2021 - 18:40:19

    Continuaaaa

  • dudinhah Postado em 23/07/2021 - 15:38:03

    Continua

  • dudinhah Postado em 21/07/2021 - 08:02:57

    Gostaria sim ,só que vondy

  • dudinhah Postado em 20/07/2021 - 16:45:12

    Continua

  • maria.flor Postado em 19/07/2021 - 11:20:30

    Também quero saber qual vai ser a reação dos pais da Dul... Continuaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

  • dudinhah Postado em 19/07/2021 - 10:38:57

    Quero só ver a cara dos pais dela , continua


- Links Patrocinados -

Nossas redes sociais