Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Segure-se Firme - Vondy (adaptada) | Tema: Vondy, HOT


Capítulo: Capítulo 34

168 visualizações Denunciar


Dulce


— Mais, - eu sussurrei para o quarto escuro. — Por favor, Christopher, eu quero mais. Faça-o mais duro, - eu implorei. Meus olhos estavam fechados com força, como Christopher segurou seu corpo em cima de mim, deslizando mais e mais fundo. Eu levantei minhas pernas por suas costas e enterrei meu rosto no travesseiro ao meu lado enquanto eu gritava de quão bom ele se sentia. Como é belo o seu corpo era como ele trabalhou em cima de mim. Suas palavras feias me contaram como sexy eu era e como eu me sentia bem.


Eu trabalhei meus dedos com mais força, deixando a fantasia jogar fora até que meu corpo estremeceu com a liberação. Era a mesma fantasia que eu vinha usando desde que Christopher tinha andado em minha casa, no primeiro dia que tinha voltado. Foi ficando cada vez mais detalhado. Como hoje à noite, ele me disse que eu cheirava bem quando ele me provou e passou a língua onde ninguém tinha passado.


Eu estava ficando excitada novamente e eu precisava dormir. As fantasias com Christopher poderiam continuar por horas. Eu não tinha vergonha na escuridão do meu quarto. Ele estava aqui comigo, e eu amava tudo o que ele fazia. Quando ele me perguntou hoje se eu me dava prazer, eu tinha certeza que estava em todo o meu rosto. Eu não podia ficar longe dele rápido o suficiente.


Se ele soubesse que estrelava o meu recreio noturno, seria humilhante.


O fato de que eu tinha a fantasia com ele dentro de mim era interessante, uma vez que até o retorno de Christopher a minha vida, eu normalmente  fantasiava sobre outras coisas. O ato sexual real, nunca tinha sido satisfatório para mim. Mas a ideia de Christopher estar sobre mim e entre as minhas pernas me fez quente e incomodada. Talvez eu estivesse velha o suficiente para apreciá-lo agora. Eu tinha sido tão jovem.


Meu celular apitou e eu o peguei. Nunca ninguém me mandou uma mensagem tão tarde.


Christopher: Você está acordada?


Por que ele estava me mandando mensagem de texto? Oh, Deus, se soubesse de alguma forma que eu tinha acabado de usar o seu corpo para dar prazer a mim mesmo?


Eu deixei meu dedo pairar sobre as teclas do telefone um momento, então finalmente cedi e respondi.


Eu: Não


Christopher: Você está na cama?


Por que ele estava fazendo isso?


Eu: Sim


Eu deveria ignorar isso.


Christopher: Você dorme nua?


Ok. Espere um minuto. Isso não estava nos termos de amigável. E eu não poderia lidar com ele fazendo essa coisa quente e fria.


Eu: O que você quer? Essa conversa está indo na direção errada.


Ele não respondeu de imediato. Eu pensei por um momento que repreendê-lo o tinha feito recuar. Então meu telefone acendeu novamente.


Christopher: Eu sei. Sinto muito.


Era isso. Por que me sinto tão decepcionada?


Christopher: É só que se você vai brincar com você mesma, eu quero saber. Eu quero vê-la. Ou, pelo menos, você pode dizer-me sobre isso.


Caramba. O formigamento entre as minhas pernas me assustou. Ele só estava me escrevendo e eu estava reagindo a ele. Eu deveria desligar meu telefone e esquecer essa conversa. Amanhã ele iria se arrepender e me afastar. Ele provavelmente estava bêbado.


Mas talvez ele não se lembrasse disso... Talvez.


Eu: Eu já cuidei disso.


Eu apertei enviar antes que eu pudesse me parar.


Christopher: Filho da puta. Faça novamente. Fale-me sobre isso. Ou deixe-me vê-la no Facetime e ver seu rosto. Deus deixe-me ver o seu rosto.


Oh Uau. Ele estava bêbado. Ele tinha que estar. Este não era o Christopher cuidadoso.


Eu: Eu não acho que é uma boa ideia.


Christopher: Eu sei que é uma má ideia. Mas caramba, Dulce, você está me deixando louco. Eu só quero um pouco de sabor. Se você espalhar as pernas para mim e me deixar provar que você acabou de uma vez, então nós poderíamos ser amigos. Eu só preciso de um gosto, baby. Eu sei que vai ser doce.


Oh. Meu. Deus.


Olhei para o telefone na minha mão e todo o meu corpo tremia. Talvez eu pudesse fazer para ele. Se ele continuar falando assim, eu ia pedir-lhe para vir saborear tudo o que ele queria.


Eu: eu não sei o que dizer.


Christopher: Deixe-me vê-la no FaceTime, ver você tocar essa buceta. Eu quero fazer sexo, enterrar meu rosto dentro.


Eu era um caso perdido. Isso era demais. Eu queria isso, tão idiota quanto parecia.


Eu: O que acontece amanhã?


Christopher: Continuamos sendo amigos e esquecemos que fizemos isso. Apenas me dê esta noite. Eu preciso de algo. Eu passei tempo demais imaginando. Preciso ver.


Ok. Uma vez. Eu poderia fazer isso. Gostaríamos de esquecer amanhã. Levantei-me, fui para fechar a porta de Micah, depois fechar a minha, antes de voltar para a cama.


Eu: Ok.


Meu telefone tocou quase que instantaneamente. Era uma chamada FaceTime de Christopher Uckermann.


Oh merda. Eu não podia acreditar que eu estava para fazer isso. Era tão ruim. Mas emocionante. E eu confiava em Christopher. Eu sempre confiei nele.


— Olá, - eu disse, olhando nos olhos de Christopher. O brilho da luz da luminária iluminou seu rosto. Eu estava no escuro.


— Acenda uma luz. Eu preciso ver você.


Eu não estava usando maquiagem, mas eu acho que ele tinha me visto assim antes. Estendi a mão e acendi o abajur ao meu lado.


— Porra, isso é melhor. Muito melhor, - disse ele em um estrondo satisfeito.


Eu não tinha certeza que eu poderia fazer isso agora.  Ele não estava escondido atrás de mensagens de texto mais. Ele estava bem ali na minha frente.


— Você tem certeza que devemos fazer isso? - Eu perguntei a ele, na esperança de que ele mudasse de ideia e aterrorizado ele fizesse ao mesmo tempo.


— Tire sua calcinha, Dulce, - foi sua resposta.


— Ok, - eu respondi, e estendi a mão para tirá-las.


— Eu quero ver, - disse ele com uma voz profunda.


Tudo bem. Eu segurava o telefone com uma mão para que ele pudesse ver-me tirando minha calcinha com a outra mão. Eu não estava completamente depilada. Eu fiz manter apenas uma pequena faixa de cabelo lá porque eu odiava como se sentia quando estava nua.


— Porra, você tem cachos vermelhos, - ele murmurou.


— Eu quero enterrar meu nariz em você e inalar. Tão malditamente profundo, você ficaria comigo por dias depois.


Eu soluçava. Era tudo que eu podia fazer. Toda a conversa impertinente que eu imaginava em minhas fantasias, nunca foi tão bom. Ele era muito melhor nisso do que o meu Christopher imaginário era.


— Deslize o dedo nela, baby. Deixe-me ver.


Eu estava tão ligada, que eu nem sequer o questionei. Fiz o que ele me disse, e sabendo que ele estava me olhando me fez gemer de prazer. Era quase como se fosse ele me tocando.


— É isso. Foda-se, sua buceta está molhada. Eu posso ver os cachos colando. Seu clitóris está inchado, precisa de atenção. Dê-lhe alguma atenção. Fácil e lento, - disse ele em um rosnado baixo.


Eu fiz exatamente como ele disse.


— Fácil... Foda sim. Agora me deixe ver você chupar o dedo.


Oh meu. Nunca me tinha provado. Eu não tinha certeza se eu queria.


— Vamos lá, Dulce. Eu preciso de você para provar sua buceta doce para mim. Eu quero comer isso tão ruim. Faça para que eu possa assistir baby. Faça isso por mim.


Quando ele disse isso assim, eu tinha certeza que eu faria qualquer coisa. Eu segurei o telefone de volta para o meu rosto e vi seu rosto quando eu coloquei o dedo em minha boca.


— Chupe o dedo, baby, - disse ele, com a respiração pesada. Então eu vi o braço em movimento.


— Você está... Você... - Eu não poderia mesmo perguntar a ele.


— Sim, Little Red, eu estou porra pegando sobre isso. A melhor maldita punheta que eu já tive. Agora me deixe ver como você está molhada.


Sabendo que ele estava gostando tanto que ele estava batendo punheta, eu abri minhas pernas e segurei o telefone lá em baixo para que ele pudesse ver exatamente como ligada eu estava.


Eu o ouvi amaldiçoar e gemer. — Toque-a para mim. Foda toque. Os lábios da sua buceta, droga, são rechonchudos e são do rosa mais lindo que eu já vi.


Sim, Christopher era o rei de conversa suja.


Enfiei outro dedo para baixo até que meu dedo tocou a entrada que eu tinha pedido para o Christopher da minha fantasia foder mais duro, pouco tempo atrás.


— Foda a sua buceta para mim. Deus sabe o que eu quero estar dentro dela, tão ruim que eu não consigo pensar direito. Parece tão apertada. Quase porra nova. Toque-a para mim, baby.


Eu comecei a bombear um dedo dentro e fora de mim, e o nome de Christopher saiu da minha boca.


— Cara. Eu quero ver seu rosto, - Christopher exigia.


Eu estava perdida na minha fantasia, mas me mudei o telefone de volta para o meu rosto, e o olhar escuro nos olhos de Christopher me fez tremer.


— Diga meu nome de novo, - disse ele, enquanto o seu braço bombeava, fazendo com que seus músculos flexionassem. Ele era lindo.


Eu gritei o nome dele e joguei a cabeça para trás.


— Olhe nos meus olhos, - ele gritou, e eu fiz. Forcei meus olhos a abrirem e corri o dedo sobre o meu clitóris, assim como eu me desfiz. Foi muito melhor do que o meu orgasmo mais cedo.


Grunhindo, o grito de Christopher seguiu o meu, e eu sorri para o conhecimento que ele tinha gostado de me olhar, muito.


— Foda-se, - ele respirou. — Você vai me arruinar. Porra vai me arruinar, - disse ele, em um sussurro baixo.


Eu estava respirando com dificuldade e não respondi. O constrangimento que me deixou quando eu tinha ficado tão excitada, voltou. O conhecimento que ele tinha saído muito ajudou marginalmente. Pelo menos eu não estava sozinha nisso.


— Amanhã nós somos apenas amigos, - ele me lembrou, e embora eu soubesse ouvi-lo dizer me doía. Doeu ruim. Porque tudo o que eu podia pensar agora estava fazendo isso de verdade. Ele, aparentemente, não estava pensando a mesma coisa.


— Certo, - eu concordei.


— Você está bem? - Ele perguntou, parecendo preocupado.


Eu tinha certeza que minha decepção estava toda no meu rosto. Eu tinha que cobrir isso, e rápido. — Sim. Mais que bem. Preciso dormir agora. Assim... Uh... Obrigada, - eu disse, com um sorriso forçado.


Ele acenou com a cabeça, mas não parecia convencido.


— Sim, está bem. Vejo você amanhã.


— Vejo você, então. Boa noite, - eu respondi, e terminei a chamada antes que ele pudesse responder.


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Dulce Coleções

Este autor(a) escreve mais 46 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

Christopher O que eu tinha feito? Como eu poderia esquecer isso? Foda-se tudo ver Dulce brincar com ela não era algo que eu precisasse. Agora eu estava cheio de asneira na cabeça. Minha atração por ela era agora, necessidade madura. Eu precisava comer sua pequena buceta carente. E era bonita. Então malditamente bonita e rechonchuda. E rosa ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 333



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • cliper_rafa Postado em 18/02/2019 - 21:56:39

    Open, coitadinho do baby Chris. Continua

  • Ellafry Postado em 18/02/2019 - 00:44:33

    maaaais

  • ana_vondy03 Postado em 17/02/2019 - 17:47:31

    Continua S2

  • rosasilva Postado em 17/02/2019 - 15:33:07

    O meu deus tadinho do Chris gente

  • cliper_rafa Postado em 16/02/2019 - 09:58:26

    Continuaaa <3<3

    • Dulce Coleções Postado em 17/02/2019 - 12:05:07

      Continuando

  • Ellafry Postado em 15/02/2019 - 11:21:53

    e o pior é que a mulher se acha certa ao contar tudo isso, sendo que ela 'largou' a filha com o filho plamor

    • Dulce Coleções Postado em 17/02/2019 - 12:04:38

      Kkkk desse jeito

  • rosasilva Postado em 14/02/2019 - 21:56:50

    Isso não é mae não ...Aiai Jesus e agora ????

    • Dulce Coleções Postado em 17/02/2019 - 12:04:21

      E agr?

  • cliper_rafa Postado em 13/02/2019 - 22:53:46

    Minina, tô de bobeira com a capacidade dessa mãe. Continue <3<3<3

    • Dulce Coleções Postado em 14/02/2019 - 21:10:57

      kkkkkkk

  • Ellafry Postado em 13/02/2019 - 15:42:26

    que mae filha da puta. veio fazer dulce sofrer, que fd´p agora dulce vai se fechar num mundo so dela e do filho ;x

    • Dulce Coleções Postado em 14/02/2019 - 21:10:02

      Tinha que vim para estragar

  • rosasilva Postado em 13/02/2019 - 07:42:07

    OH MY GOD ...... isso não é mae não... to chocada ... esse capítulo mecheu demais para mim tô em choque ... aai meu deus ela vai ficar com raiva do Chris aí meu coração ta partido ... tava tão lindo os dois em fim junto ai vem esse trem e estraga tudo o cão em

    • Dulce Coleções Postado em 14/02/2019 - 21:09:44

      Tinha que vim para estragar



AVISO

Vocês conhecem o Blog do Fanics Brasil? Lá tem dicas, tutoriais e matérias de como escrever bem uma fanfic.


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...