Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro

Fanfic: Recomerçar - Portiñon - finalizada | Tema: Portiñon


Capítulo: 131

599 visualizações Denunciar


--Também, mas eu morro de medo de engravidar, por conta da diabetes tenho medo de ter alguma complicação, você pensou em engravidar?


--É, eu não sei as vezes eu ate penso, mas outras fico com medo você viu o quanto eu corro de agulhas.


--É eu vi você se borrando com medo de uma injeçãozinha – Sorriu.


--Não é pra tanto


--É sim, mas sei lá vamos dá tempo ao tempo e veremos isso mais no futuro.


--É isso ai, mas nem pense que vai me enganar muito tempo, sou uma mulher de família. – Abraçou a ruiva.


--Por mim já seria essa semana – Dulce sorriu


--Isso vamos ver... – Sorriram


--Mas serio, eu pedir minhas férias para daqui a dois meses, você acha que já tem voltado ao trabalho?


--Acho, pois tenho uma férias vencida, se voltar posso pedi-la


--Ótimo, agora mãos a obra, já que está em casa de boa, vai ficar procurando uma casa para nós.


--Isso é bom, não aguento mais ficar em casa.


--Não faz muito tempo assim.


--Mas já estou impaciente e outra acho que vou começar a estudar para o concurso de delegada, fazer um proparatorio, o que acha?


--Que bom amor eu também vou estudar, faz um tempo que abandonei meus estudos.


--Para a promotoria?


--Isso mesmo, espero conseguir no próximo concurso.


--Vou adorar ter uma mulher promotora – Anahí beijou o pescoço da ruiva.


--E eu vou adorar ter uma delegada pra chamar de minha.


 


Elas sorriram e passaram o resto do domingo assim trocando carinhos.


 


--Olha ai quem é vivo sempre aparece, saiu da hibernação? – Maitê perguntou assim que viu Anahí em sua porta


--Eu estava curtindo minha pré lua de mel . – Entrou na casa. – Bom dia Angelique.


--Bom dia Anny, estamos indo para a fisioterapia, nos acompanha? – Perguntou sentada na mesa


--Na fisioterapia ou no café?  - Sorriu olhando para Maitê


--Para de frescura que sei que você veio atraída pelo cheiro do café dá minha esposa – Deu um selinho em Angelique


--Vim mesmo, acho que isso é um vicio- Pegou o café e começou a se servir


--Isso é preguiça de fazer comida isso sim é você e o... – Parou de fala,r pois a campainha tocou. –Olha ai parece que advinha – Maitê levantou e foi abrir a porta.


--Ola sapinhas do meu coração – Ucker entrou sentando na mesa.


--Olha ai, esse é outro que se aproveita dos dotes culinários da minha esposa.


--Quem manda ter uma mulher prendada, agora tem que dividir com os amigos.


--Eu não vou dividir nada. – Fez cara feia


--Não liga amor, só sai assim gostoso por que faço pensando em você – Angelique disse fazendo um carinho no braço dela.


--AI que fofo – Ucker disse fazendo carinha fofa


--É agora corre ai por que temos que ir.


--Vamos com vocês – Anahí disse


--O que vão fazer lá? – Angelique perguntou


--Eu vou ver o Juninho. – Ucker disse logo


--E depois iremos procurar esses endereços aqui – Jogou um jornal cheio de rabisco na mesa


--Classificados?


--Sim, vamos procurar uma casa


--Sim, mas pra que? – Maitê perguntou


--Para se morar horas, eu e a Dulce queremos uma casa.


--Vão se mudar? – Maitê fez uma cara triste.


--Vamos sim, não fica assim aqui é caminho do DP, passo aqui todos os dias para tomar café – Jogou um guardanapo na amiga


--Sua boba, come logo que o Junior está esperando. – Quando ela falou o nome do fisioterapeuta Ucker deu um suspiro.—Tá sufocado bambi? – Maitê debochou.


--Não sua boba estou apaixonada – Ele sorriu


--Mas já rolou?


--Mais ou menos, ficamos na sexta, mas não passou de beijos, ele é duro na queda.


--Então insiste e vai à luta – Anahí incentivou.


--Se eu fosse você desistia, quando é muito difícil não é legal – Maitê queria desmotiva-lo


--Deixem o Ucker em paz e vamos – Ana disse já sabendo o que elas estavam aprontando, após deixar Angelique com o fisioterapeuta saíram os três atrás de uma casa, rodara por duas horas e não gostaram de nenhuma.


--Vamos voltar a seção de Angelique está para acabar.


-- Vamos Maitê, amanhã veremos outras – Anahí disse e logo entraram no carro e saíram para a clinica.


--Então acharam a casa? – Angelique perguntou assim que entraram


--Nada, infelizmente. – Anahí disse.


--Estão procurando casa? – Junior perguntou


--Estou Junior – Anahí respondeu


--Tem umas casas em um condomínio perto de onde eu moro, é um daqueles condomínios que preservam o ambiente sabe, tem arvores em volta, é bem tranquilo e outra, parece que eles financiam.


--Me passa o endereço amanhã vamos lá – Anahí anotou e logo saíram de volta para casa, no outro dia seguiram da mesma forma, porem o Ucker não foi, pois estava trabalhando.


--Olha ali a entrada – Maitê disse guiando o carro tinha o porteiro que pediu alguns dados delas para depois autorizar a entrada delas, encaminhou-as ate o sindico que estava responsável pela venda das casas.


--Bem tem segurança, é bem arborizado – Anahí ia falando como se estivesse fazendo notas mentais.


--Bem temos aqui temos dois lotes a venda, vou leva-las lá – O homem levou as amigas ate o local. – Como vocês podem ver tem essa que é uma casa muito boa, três quartos grandes... – Começou a mostrar a casa que encantou Anahí. – E tem a outra que é um pouco menor, mas não menos bonita – Levou ela para a casa ao lado, que eram separadas por um pequeno muro.


--Muito obrigada, entrarei em cotado em breve. – Anahí apertou a mão dele e saíram.


--Caramba Anahí eu amei a casa, serio a menor é muito linda todo espaço bem distribuído, fiquei completamente apaixonada por ela.


--Já eu gostei da maior ela é linda, tem uns quartos grandes e uma sala bem espaçosa.


-- Agora é esperar a ruiva pra ver se ela gosta.


--É vamos lá esperar a Angelique.


 


Ao chegar lá esperaram a seção de Angelique acabar e assim que se aproximaram começaram a elogiar as casas.


 


--Amor ate parece que quem vai comprar a casa é você – Angelique disse sorrindo da empolgação da mulher


--É por que ela é linda vida, só você vendo. – Elas voltaram para casa e a noite Anahí falou das maravilhas das casas que também ficou entusiasmada, combinaram de no final de semana ir ver a casa.


 


 


-- Amor faz um favor para mim?


--Claro vida o que foi? – Maitê tinha acabado de sair do banho.


--Vai na cozinha e me traz um copo com água.


--Claro vida, já volto – Maitê saiu do quarto de toalha mesmo, quando voltou quase o copo caiu da sua mão tamanha a surpresa.


--Olha amor eu estou quase conseguindo – Angelique disse em pé perto da cama.


--Vida você tá de pé?


 


Parecia não acreditar no que estava vendo.


 


 


--Estou meu amor, ver só – Deu três pequenos passos em direção dela.


--Nossa vida como foi rápido 


 


Ela deixou uma lagrima escorrer e foi abraçar Angelique.


 


--Eu me esforcei o Maximo por você meu amor


 


Elas beijaram-se com carinho.


 


--Vem vamos comemorar


 


Elas foram para a cama e amaram-se com muito carinho e felicidade.


 


--Amor você se encantou mesmo com a casa não foi? –Angelique perguntou deitada no colo da esposa.


--Gostei vida, ela é linda demais você tem que ver, se eu pudesse a comprava pra nós.


--Mas vida não economizamos na cirurgia? Não dá ?


--Não vida ela é quase o triplo do valor.


--Poxa, mas quem sabe no futuro


--Isso mesmo, quem sabe – Maitê falou fazendo carinho na cabeça da esposa.


 


A semana logo passou, e no domingo foram ver a casa, Anahí chamou Maitê e Angelique que toparam na hora


--Realmente o lugar é lindo. – Angelique disse assim que chegaram.


--A casa também é linda, olha elas lá – foram para a casa avistando o sindico do condomínio esperando elas.


--Amor ela é linda mesmo – Dulce disse assim que saíram da casa.


--Maitê você não diminuiu em nada a beleza delas – Angelique afirmou.


--Então vamos fechar as duas? – O sindico perguntou


--Não só uma mesmo - Maitê disse.


--Mas a senhora não gostou tanto da menor, por que não fica com ela?


--O preço está fora do orçamento


--Nem se nós financiamos? Com uma pequena entrada e suaves prestações... – O homem começou a falar as facilidades para a compra da casa.


--Então Maitê vai comprar? – Dulce perguntou assim que entraram no carro


--Não sei, vamos conversar não é vida? – Olhou para Angelique que sorriu com entusiasmo da esposa


--Vamos sim amor. – Sorriu


--Bem anjinha então vamos fechar nessa mesmo?


--Vamos sim minha morena, esse será nosso ninho de amor – Dulce disse beijando a morena.


 


--Está bom já entendemos – Maitê disse separando as duas e começaram a sorrirem as quatro.



Compartilhe este capítulo:

Autor(a): suzyrufino

Este autor(a) escreve mais 3 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

Os dias passaram e no final daquele mesmo mês Anahí voltou ao trabalho, no começo encarou um pouco de preconceito dos colegas de trabalho ao saberem que ela e a delegada estavam noivas, mas soube se impor deixando as bocas maldosas caladas. --Gente eu não sei mais o que fazer – Ucker entrou na sala com cara de desespero --O que houve bambi? ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 126



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • raylane06 Postado em 13/02/2020 - 01:18:04

    Cadê você?

    • suzyrufino Postado em 10/10/2020 - 13:24:21

      Ola, flor já finalizei a fic. Bjs tudo de bom

  • Jubs Postado em 10/05/2019 - 01:16:09

    Voltaaaaa

  • Jubs Postado em 30/04/2019 - 00:57:31

    Hey não abandona :(

  • Jubs Postado em 27/03/2019 - 22:07:08

    VOLTAAAAAAAAAAA

  • Jubs Postado em 25/03/2019 - 21:07:59

    Continua

  • Jubs Postado em 20/03/2019 - 01:35:31

    Voltaaaaaaaaa

  • Jubs Postado em 16/03/2019 - 14:56:50

    Continuaaa

  • Jubs Postado em 15/03/2019 - 22:54:05

    Cadê tu

  • Jubs Postado em 14/03/2019 - 12:27:43

    Continuaaaa

  • Jubs Postado em 05/03/2019 - 10:34:13

    Continuaaa


- Links Patrocinados -

Nossas redes sociais