Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: A Volta da Raposa | Tema: Zorro


Capítulo: 63. A Lenda do Zorro

75 visualizações Denunciar


Quando viram que Diego não permaneceria na cidade, Don Alejandro e Bernardo também montaram em seus cavalos e partiram atrás dele. Não foi preciso muito esforço para alcançá-lo, uma vez que Tornado obedecia fielmente aos comandos do seu dono, e seguia lentamente pela estrada de terra.


Diego estava contente por ter tido a sorte de conseguir sair de toda aquela situação praticamente ileso, mas era impossível deixar de se preocupar com o futuro. Ele não tinha dúvidas de que Don Luíz era um homem íntegro, e que tentaria manter sua palavra a todo custo, no entanto, não havia como garantir que isso realmente aconteceria.


Era difícil aceitar, mas somente o tempo seria capaz de dizer se todas as promessas feitas naquela manhã seriam mesmo cumpridas. Aos poucos, ele começava a compreender que nem tudo estava em suas mãos e, portanto, não haveria mal em deixar aquelas inquietações de lado, ao menos por apenas alguns instantes, e começar a pensar em outras coisas tão importantes quanto o futuro de Los Angeles, como o seu próprio futuro, por exemplo.


Ele não estava acostumado a esse tipo de pensamento e sempre que fazia isso, seu coração ficava dividido, pois sentia que estava sendo muito egoísta, contudo, também não era justo que ele tivesse que devotar toda sua vida em prol do povo. Quando o Capitão Aurellana assumiu o controle do quartel, sete meses antes, Diego percebeu que as pessoas precisavam cada vez menos da ajuda do Zorro, e pela primeira vez ele passou a cogitar a possibilidade de sossegar e levar uma vida normal. Naquela época, essa era apenas uma ideia que começava a ganhar forma, mas agora parecia que em breve se tornaria realidade. Ele tinha escolhido ajudar ao povo, mas nem por isso tinha se tornado menos humano. Por anos ele vinha se colocando em segundo plano, mas agora era a hora de voltar a ser o dono de seu destino. Ele também merecia encontrar o amor e buscar sua própria felicidade, e a cada minuto que passava, ele tinha mais certeza de que essa felicidade já havia sido encontrada.


Apenas um rápido pensamento sobre o assunto, foi suficiente para trazer um sorriso ao seu rosto, que já não se escondia mais atrás da máscara negra. Embora o sorriso de Diego tenha sido discreto, Don Alejandro o percebeu, e também se alegrou. O rapaz não havia lhe contado o que iria fazer exatamente na Fazenda Robles, mas o fazendeiro sabia que era bem mais do que apenas ver como todos estavam. Apesar da curiosidade, ele decidiu não perguntar nada, pois o filho mantinha-se em silêncio durante a cavalgada e parecia ter muitas coisas na cabeça, mas Don Alejandro não estava preocupado, porque tinha certeza de que qualquer que fosse a decisão de Diego, ela seria a mais acertada.


Então, eles seguiram pela estrada em silêncio e pouco tempo depois, o trio foi recepcionado pelo próprio Don Miguel, que ainda custava a acreditar que Diego e Zorro eram a mesma pessoa, mas lá estava o rapaz diante dele novamente, trajando praticamente toda a indumentária, não deixando sombra de dúvidas.


- Como está, Don Miguel? – perguntou Diego.


- Melhor, meu filho. E vocês? – respondeu, feliz ao ver todos reunidos ali.


- Doloridos, mas vivos e nos recuperando. – disse Don Alejandro, também feliz ao rever o amigo.


- Desculpe por não termos ido até a cidade hoje, mas é que Lupita ainda precisa de muito repouso.


- Eu entendo perfeitamente, Don Miguel. E como ela está? Eu posso vê-la? – perguntou Diego, tentando não demonstrar toda a ansiedade que sentia.


- Graças a Deus, minha filha é uma mulher muito forte e vai se recuperar logo. Ela está descansando no quarto e tenho certeza que vai ficar muito feliz em te ver. Entre, por favor!


Diego foi imediatamente ao encontro da moça, enquanto Don Miguel e Don Alejandro seguiram para a sala, onde comemorariam as boas novas. Os dois homens estavam animados porque apesar de tudo o que tinha acontecido nos últimos dias, parecia que o plano deles finalmente começava a dar frutos, e se as coisas continuassem como eles imaginavam, talvez muito em breve, eles teriam um casamento para organizar.


Longe das confabulações dos dois fazendeiros, Diego continuou seu caminho até o quarto de Lupita, que ficava no final de um longo corredor. A porta do aposento estava aberta e ele pôde ver a moça sentada na cama, tendo a irmã mais nova na poltrona ao lado, lendo para ela e lhe fazendo companhia.


- Buenos días, Teresa. Será que eu posso falar um pouco com a sua irmã? – perguntou o rapaz ainda do lado de fora do cômodo.


Quando a menina viu Diego, ela estranhou seus trajes. Não era comum alguém se vestir todo de preto, ainda mais com uma capa e com uma espada presa à cintura. No entanto, sua timidez impediu que ela fizesse qualquer comentário a respeito. Ela apenas se levantou, pediu licença educadamente e saiu carregando consigo o livro que estava lendo. Assim que saiu, fechou a porta atrás de si, deixando-os a sós.


Tendo apenas Lupita como companhia, Diego aproveitou para se desfazer de algumas peças de sua indumentária, como a capa, a espada e o chapéu. Ele colocou os acessórios na cama, aos pés da moça, e depois se sentou na poltrona, que até pouco tempo estava sendo ocupada por Teresa.


- Como vai a minha guerreira destemida? – perguntou o rapaz, já bem mais tranquilo ao ver que ela parecia bem.


- Em processo de recuperação. E o valente vingador mascarado? – indagou ela, curiosa para saber dos últimos acontecimentos.


- Com certeza já esteve melhor. Mas como você pode ver, ele já deixou de ser mascarado.


- É, eu reparei. Isso quer dizer que nós não veremos mais o Zorro?


- Provavelmente... – disse ele sem muita convicção. - Esta foi a condição do Governador Alcazár para perdoar os “crimes” do Zorro.


- E ele vai te deixar sair dessa assim tão fácil? – perguntou a moça, incrédula com a notícia.


- Você sabe como eu consigo ser bastante persuasivo quando quero. – brincou ele. – Após uma longa conversa, Don Luíz concedeu-me anistia, contanto que o Zorro saísse de cena de uma vez por todas. Ele é um homem justo e acredito que, a partir de agora, passará a olhar com mais cuidado e carinho para Los Angeles.


A moça sorriu ao ouvir as palavras de Diego, embora estivesse um pouco desapontada por saber que justo quando ela tinha acabado de conhecer o galante vingador, já não o veria mais. Contudo, estava feliz e orgulhosa por saber que Diego tinha tido a coragem de enfrentar a tudo e a todos, mesmo arriscando sua própria vida no processo.


- Agora você admite que eu estava certa? – disse ela de supetão.


- Sobre o quê? – perguntou ele, sem entender.


- Sobre o que eu disse há alguns dias. Que o que somos verdadeiramente por dentro jamais muda.


- Ah! Isso! – disse Diego, já se lembrando da ocasião em que tinha levado uma bronca da moça. - Eu admito, você tem toda razão. Naquele dia eu tive que discordar, porque precisava manter as aparências, mas você estava certa. Aquele menino que brincava de ser herói, sempre esteve dentro de mim e cresceu para se transformar no Zorro, assim como aquela menina decidida também cresceu e se transformou na valente Lupita que está aqui diante de mim agora. Acho que nós nascemos para lutar contra as injustiças e por mais que tentemos, não conseguimos não nos envolver nas coisas...


Agora que Lupita conhecia a verdade, ela estava aliviada por saber que seu desapontamento inicial com Diego tinha sido causado propositalmente por ele para esconder suas verdadeiras intenções. Mesmo estando longe de seu amigo de infância por tanto tempo, a moça nunca tinha deixado de pensar nele. Volta e meia se pegava divagando a respeito do tipo de homem que ele teria se tornado, mas descobrir que ele era o próprio Zorro, ia além de qualquer coisa que ela pudesse ter imaginado.


- E é exatamente por isso que parece que fomos perfeitos um para o outro. Somos uma dupla de rebeldes. – disse ela, passando a mão carinhosamente em seu rosto e exibindo um sorriso doce.


Aquele toque delicado, aquela singela demonstração de afeto, foi o suficiente para fazer o coração de Diego disparar. Naquele instante ele teve certeza de que aquela era a mulher que ele tinha esperado por tanto tempo. A moça ainda convalescia, mas estava claro como o dia que, assim que se restabelecesse, voltaria a se meter em encrencas caso visse alguma injustiça acontecer. Lupita era a única capaz de estar ao lado de Diego e de Zorro, sem fazer distinção entre eles. Ela era a companheira que ele gostaria de ter para o resto de sua vida, que com certeza, não seria nada tranquila.


- Lupita. – começou ele, pegando em suas mãos, meio sem saber as palavras certas a serem ditas naquele momento. Justo ele, que tinha sempre uma resposta para tudo na ponta da língua. –  Lupita, você aceita ser a minha parceira de enrascadas para o resto da vida?


Ela ficou confusa com a pergunta e não tinha certeza se havia entendido direito o que ele queria dizer.


- Como?


- Você aceita se casar comigo?


Ela tinha entendido direito.


- Mas é claro que sim! – respondeu ela, com um lindo sorriso capaz de iluminar até a noite mais sombria. Era tudo o que ela mais desejava.


Deixando de lado toda a dor que ainda sentia, ela o puxou mais para perto de si e o abraçou. Em seguida confirmou sua resposta com um beijo em seus lábios. Dessa vez, não havia plateia e o beijo foi mais demorado e mais apaixonado do que o anterior.


Diego nunca havia estado tão feliz, quanto naquele instante em que tinha confirmado que seu amor era igualmente correspondido, mas sentiu que ainda precisava dizer algumas coisas para Lupita, antes que pudessem seguir em frente. Ele sabia que a vida dois provavelmente não seria como a dos outros casais, e por mais que tivesse medo que ela pudesse mudar de ideia, era preciso ter certeza de que a moça realmente compreendia onde estava se metendo.


- Embora eu tenha prometido ao Governador que ele não teria mais notícias do Zorro, não sei se conseguirei manter a palavra, caso o povo volte a precisar de ajuda. Por isso, também não posso prometer a você que teremos uma vida tranquila, sem surpresas ou perigos. O que eu posso dizer nesse momento, é que eu te amo, e que farei de tudo para protegê-la e fazê-la feliz enquanto eu respirar.


Lupita se emocionou ao ouvir aquela declaração sincera de seu amado. Ela sabia que Diego não era como os outros homens, assim como ela também não era como as outras mulheres. Ao contrário do que Diego pudesse pensar, ela se alegrou em saber que mesmo deixando de ser o Zorro, ele não tinha desistido, nem por um instante, de ajudar a quem quer que fosse. Nem que isso significasse voltar a colocá-lo na lista dos mais procurados.


- Você me prometeria apenas mais uma coisa? – disse ela, deixando-o curioso.


- O quê?


- Que quando tivermos filhos, você vai tentar não ir parar na cadeia? Pelo menos, não ao mesmo tempo que eu. Vamos ter que revezar em nossas maluquices, porque eu também não posso prometer que não me meterei em problemas nunca mais.


- Eu prometo! – respondeu ele, levantando a mão direita e sorrindo. – E eu jamais pediria que você mudasse.


Eles sabiam que a vida deles como casal poderia não ser como a dos outros, mas eles tinham certeza de que era justamente isso que faria a união deles durar. A monotonia certamente não faria parte de suas vidas, muito pelo contrário. Aquelas eram almas gêmeas que haviam ficado afastadas por algum tempo, mas que agora estavam juntas novamente e jamais voltariam a se separar.


- Será que já devemos contar nossa decisão para as duas raposas velhas? – perguntou Lupita, referindo-se ao pai e ao futuro sogro.


- Acho que não precisaremos, porque os dois com certeza já escutaram tudo por detrás da porta. Não é mesmo Don Alejandro e Don Miguel? – disse Diego, elevando o tom de voz para ser ouvido melhor. - Queiram fazer o favor de entrar!


No mesmo instante, a porta do quarto se abriu e os dois pais curiosos entraram sorrindo, sem demonstrar muita vergonha pela indiscrição cometida.


- Desculpem-nos, meus filhos. Mas é que não pudemos evitar. – disse Don Alejandro.


- Eu te conheço muito bem, Don Alejandro. – disse Diego sorrindo. - E então, senhores, já que os dois parecem já estar a par de tudo, eu gostaria de saber se vocês aprovam e abençoam nossa decisão.


- Mas é claro! Nada nos daria mais alegria do que ver as famílias De La Vega e Robles unidas para sempre. - respondeu Don Alejandro, respondendo pelos dois.


- Tem certeza de que permite que sua filha se case com um bandido, Don Miguel? – perguntou Diego, em busca de uma aprovação definitiva.


- Eu digo, sem medo de me arrepender, que ela não poderia ter escolhido um homem melhor para ser o pai dos meus netos! – respondeu Don Miguel, visivelmente emocionado. - Se não fosse por você, nós talvez não estivéssemos aqui hoje, celebrando essa união. Muito obrigado, filho.


Diego também se emocionou ao ouvir as palavras do futuro sogro, principalmente depois de receber um forte abraço de agradecimento.


- Muito obrigado, Don Miguel. Eu é que agradeço pelo senhor ter criado essa mulher incrível e me permitido compartilhar minha vida complicada com ela a partir de agora.


- Então, preparem-se, porque precisamos nos apressar. Vamos organizar a maior festa de casamento que essa cidade já viu! Vamos lá, Miguel, precisamos preparar os convites! – disse Don Alejandro, já fazendo planos para a festa e arrastando seu futuro consogro para fora do quarto para deixar o casal sozinho.


- Será que teremos que lembrar a eles que o casamento não vai ser amanhã? – perguntou Lupita a Diego. - Acho que ficaram tão empolgados que se esqueceram que nós ainda estamos nos recuperando e que eu mal consigo ficar de pé.


- Deixe eles se divertirem por enquanto, depois nós tocamos no assunto. – respondeu o rapaz, achando graça da reação apressada, principalmente de seu pai. Parecia mesmo que ele não via a hora de seu filho se casar.


Diego aproveitou que os dois estavam sozinhos novamente, e se aconchegou mais próximo de Lupita. Ele também se recostou contra a cabeceira da cama, enquanto ela deitava a cabeça em seu ombro. Naquele momento, parecia não haver mais preocupações perturbando os pensamentos do jovem casal, e os dois permaneceram ali sentados em silêncio, de mãos dadas, sem conseguir esconder um sorriso sincero, enquanto contemplavam o futuro e a bela paisagem que se avistava da janela.


Depois de anos lutando contra as injustiças, Zorro finalmente saía de cena para se tornar apenas uma lenda e deixar Diego livre para iniciar uma família com Lupita. Mas seria esse realmente o fim da raposa? Bem, isso apenas o tempo será capaz de dizer...


                                                                           FIM


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Claen

Este autor(a) escreve mais 3 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
- Links Patrocinados -



Loading...

Autor(a) ainda não publicou o próximo capítulo



Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 69



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • Diva. Escritora Postado em 05/04/2020 - 19:32:41

    Aí mulher!! E esse final? Fico imaginando os filhos do Diego e da Lupita <3 e me deixou curiosa para saber se o zorro um dia voltará kkk Clean, eu amei ler sobre o zorro e queria poder ler muitas outras histórias suas, viu. E se puder escreva mais sobre o Sherlock também <3

    • Diva. Escritora Postado em 25/04/2020 - 23:43:06

      Ah que isso amore, foi um prazer. Isso mesmo, escreva, escreva e escreva kkkk por favor só me avisa quando for postar, quero muito ler suas outras histórias :)

    • Claen Postado em 06/04/2020 - 00:32:51

      Obrigada por aguentar firme e forte até o último capítulo :) Confesso que foi um verdadeiro desafio para mim chegar até aqui, porque nunca havia escrito uma história tão longa. Tenho mais algumas ideias e comecei a escrever alguns rascunhos de temas variados (incluindo o nosso amigo Sherlock). Quem sabe em breve eu tenha algo legal para publicar. Até mais! :D

  • Diva. Escritora Postado em 02/03/2020 - 21:42:01

    Aii vou sentir saudades do zorro, viu? To com o coração apertado igual o Diego :( e to bem ansiosa para vê o encontro do Diego e da Lupita <3 esperando um beijo deles!!

    • Claen Postado em 11/03/2020 - 21:45:10

      As coisas andam um pouco corridas por aqui ultimamente e estou meio sem tempo para escrever, mas prepare-se, porque o penúltimo capítulo já está a caminho.

  • Diva. Escritora Postado em 27/01/2020 - 12:51:10

    Ai eu não sei se fico feliz ou triste kkk não queria que o Zorro se aposentasse mas fico feliz que ele não foi preso :) Quero casamento da Lupita e do Diego hehehehe

  • Diva. Escritora Postado em 04/01/2020 - 11:22:15

    Ai não, será que ele vai prender o Zorro? Puxa, o Zorro poderia fazer algum serviço comunitário, algo do tipo. Ele não merece ir preso!! Esperando por mais :)

    • Diva. Escritora Postado em 27/01/2020 - 12:49:04

      Oii, olha eu não sou muito chegada no tema de fantasia mas eu leio qualquer coisa que você escrever hehehe

    • Claen Postado em 04/01/2020 - 14:25:54

      O destino do Zorro já está decidido. :D Agora, respondendo a sua pergunta, eu estou tentando escrever uma história (cheia de aventura, fantasia e heróis) de minha total autoria, mas é apenas uma ideia que está tomando forma. Escrevi uns 5 capítulos, mas ainda estou analisando e vendo os rumos que ela está tomando. Se começar a fluir legal, eu publico, senão, vai ficar escondidinha aqui no meu computador. haha

  • Diva. Escritora Postado em 12/12/2019 - 20:59:22

    Ai tomara que o governador assine algum decreto de que o Zorro é um justiceiro da lei hehehehe posta mais amore e desculpa a demora.

    • Diva. Escritora Postado em 04/01/2020 - 11:20:46

      Aí só mais três, vou sentir muita saudade. E por acaso você vai começar outra fanfic?

    • Claen Postado em 14/12/2019 - 12:53:13

      Oi! Fico feliz em saber que ainda está acompanhando! Vim agradecer e avisar que a aventura do Zorro está chegando ao fim, mas continue por aí, que ainda teremos mais uns 3 capítulos pela frente. :)

  • Diva. Escritora Postado em 19/11/2019 - 14:32:39

    Eiita não esperava por essa :o cara, o Arturo tá metido nisso? Quero só vê o que vaia acontecer agora hehehe

    • Claen Postado em 20/11/2019 - 12:45:45

      :o Danadinho esse Arturo. hahaha

  • Diva. Escritora Postado em 04/11/2019 - 22:24:02

    Esses dois poderiam virar atores kkkkk ai to super feliz que agora o Monastário vai pagar pelo mal que fez ;) tenho certeza que o Governador não vai passar panos quentes nisso.

    • Diva. Escritora Postado em 19/11/2019 - 14:33:03

      Huum, vou aguardar então :)

    • Claen Postado em 05/11/2019 - 17:03:01

      Não se preocupe, porque o que é dele tá guardado. ;)

  • Diva. Escritora Postado em 20/10/2019 - 22:01:37

    Espero que o governador prenda o Monastário beem longe dali!! E que ele reconheça os esforços do Zorro em ajudar a cidade :) posta mais amore.

    • Diva. Escritora Postado em 04/11/2019 - 21:57:40

      Puxa amore que coisa chata :( mas tenho certeza que logo você vai achar outro <3

    • Claen Postado em 21/10/2019 - 17:10:50

      Oi! Eu ando meio deprê pra escrever, porque fui demitida da empresa onde eu trabalhei por 15 anos. A ficha ainda está caindo :( Mas não se preocupa não, porque essa fanfic vai conseguir chegar ao seu final! :)

  • Diva. Escritora Postado em 11/10/2019 - 20:52:39

    Maannooo!!! Ele deu um tiro na Lupita :o adorei quando o Zorro deu uma surra nele. E eu espero que o Governador mande ele ficar preso por muuuito tempo. Ahhh!!! E o Zorro e a Lupita <3 quero um casamento no casarão do Diego e com todo o povoado kkkkkkk

  • Diva. Escritora Postado em 02/10/2019 - 19:30:24

    Ai meu senhor!! O que esse monstro vai fazer agora?? Será que ele vai pegar a Lupita de refém? Posta mais Claen!!!

    • Claen Postado em 03/10/2019 - 13:37:36

      Aguarde as cenas do próximo capítulo kkkk



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...