Fanfics Brasil - Capítulo 10 Grávida Por Acidente AyD *Intersexual

Fanfic: Grávida Por Acidente AyD *Intersexual | Tema: Portinon


Capítulo: Capítulo 10

433 visualizações Denunciar


Como estão?? Demorei para atualizar, mas vamos ao capítulo.


Boa leitura.❤️


...



Pov. Anahi


Ainda estou sem acreditar que a Maria é Dulce Savinón, a mulher cujo está esperando um filho meu. Minha paixão quase esquecida da adolescência. A gente conversou bastante durante aquela tarde de domingo, conversamos e nos beijamos muito também, fazia tempo que não me sentia tão bem assim. Nem mesmo com a Danna Paola.


Por falar nela, quando ocorreu aquele incidente com a Dulce causado pela Munguía, decidi que seria melhor terminar com o noivado, se ela não consegue respeitar a mulher que carrega meu filho, nem mesmo a vida dele não tem porque continuarmos juntas, porém não foram só esses motivos que me levaram a tomar essa decisão. Claramente Danna não aceitou amigavelmente, e disse que se casaria comigo não importa como fosse. Mas apenas ignorei. Dinah ficou feliz quando soube, Normani mais ainda e já deixaram claro que querem conhecer a outra mãe do meu herdeiro.


Estou me sentindo radiante, hoje Dulce completa dezesseis semanas, ou seja, vamos conseguir saber o sexo de nosso filho e escutar seu coração, a ruiva tem ultrassonografia marcada com minha tia e eu não perderia esse momento por nada.


Passavam das três da tarde quando terminei de assinar os últimos papéis referente ao próximo lançamento da CK, e soltando um suspiro após relaxar os ombros me peguei pensando na ruiva e sorrindo para o nada. Como pode um amor de verão me deixar assim, tão boba apaixonada. Outro suspiro escapou sem que eu percebesse, mas fiquei seria rapidamente ao cruzar o olhar com o de Danna Paola. Ela ainda frequenta a empresa porque tem contrato com marcas parceiras, e infelizmente não posso impedir. Fui a primeira a quebrar o contato visual, salvei o que estava fazendo no computador desligando-o em seguida, tranquei a gaveta importante de documentos após guardar-los, levantei já com minha pasta em mãos, peguei chaves, carteira, celular e saí de minha sala trancando-a em seguida. Sentindo o olhar de Danna queimando sobre mim.


– Está indo ver sua amante. — Me alfinetou e revirei os olhos para a idiotice que ela acabou de dizer. Mas resolvi entrar no seu joguinho, se ela quer provocação ela terá.


– Na verdade, estou indo ver minha futura esposa e meu filho. — Sorri ladino e pisquei, ela ficou boquiaberta então pus-me a caminhar em direção ao elevador.


– Isso não vai ficar assim. — Era nítida sua raiva em cada palavra. – Você não vai casar com aquela pobretona. E muito menos criar o NOSSO filho com ela!! — Ainda estava perto de Danna, parei de caminhar e a encarei totalmente seria desta vez.


– A Dulce é a mãe do meu filho. Seus óvulos não foram implantados nela, então não a trate como uma barriga de aluguel, pois ela não é. O bebê terá características tanto minhas quanto dela, e suas terá nenhuma. — Eu via raiva, revolta e vingança em seu olhar, mas se ela pensa que por isso pode sair falando o que quer, e principalmente ofendendo a Dulce, ela está muito enganada. Não irei permitir isso. – Então Danna Paola, poupe-me desse seu discursinho sem nexo.


Virei-me e continuei meu caminho até o elevador, querendo apenas ir logo ao encontro da minha ruiva e nosso pequeno grãozinho de esperança.


...


Após aquele encontro desagradável com a Danna, passei em casa para tomar banho e trocar de roupa, preferi vestir algo menos formal. Depois de devidamente vestida e perfumada fui até a casa de tia Verônica buscar a Dulce, eu já tinha a avisado no caminho e ela disse que já estava pronta e muito ansiosa. Tia Verônica está nos esperando na clínica com tudo pronto.


Assim que desço do carro Dulce vem ao meu encontro, linda de morrer dentro de um vestido midi canelado cinza, mangas curtas, nos pés vans branco, uma pequena bolsa, cabelo magnificamente lindo caindo em cascata sobre os ombros dela, e um sorriso meigo que chegou a aquecer meu coração.


– Oi Anahi. — Sorriu grudando o corpo no meu, trocamos um intenso olhar antes de dar início ao beijo. Dulce beija tão bem que foi impossível não soltar um gemido, assim que ela prendeu meu lábio inferior entre os dentes, e quando ameaçou se afastar puxei-a de volta para mim e nos beijamos novamente. Mais intenso, e com mais pegada. Me dei conta do que estava fazendo quando dessa vez Dulce foi quem gemeu, minhas mãos apertavam a bunda dela em encontro ao meu pênis, este que já encontrava-se parcialmente duro.


– Caralho. — Rosnei tencionando a mandíbula.


– Anahi você... — Ela se afastou um pouquinho e eu apenas concordei roubando um selinho seu. – Melhor irmos logo.


Concordei outra vez, já tendo minha respiração sobre controle. A ruiva ficou linda demais com as bochechas vermelhas. Queria apenas beijá-la mais e mais.


– É, vamos logo antes que eu desista e te leve para o quarto, e aí você só sairia de lá implorando. — Dulce arregalou os olhos, porém eu podia ver perfeitamente o desejo em seus olhos.


– Anahi... — Ela resmungou desviando o olhar do meu.


– Que foi? — Sorri ladino.


– Pára de falar essas coisas, me deixa sem graça. E além do mais nós nunca... — Fez gestos com as mãos.


Obviamente que entendi o que ela quis dizer, a Dulce é tão forte, tão meiga, e ao mesmo tempo tão frágil. Quero cuidar dela, protegê-la, tanto ela quanto nosso filho. Os quero na minha vida para sempre.


– Mas juro para você Candy — segurei sua mão esquerda deixando um beijo ali. – Isso só irá acontecer quando tiver um anel de noivado aqui, quando aceitar ser minha esposa, a senhora Portilla. 


Sua expressão de surpresa não passou despercebida por mim, e logo mais vi seus olhos marejarem, em seguida me abraçou. Acariciei suas costas enquanto afundava o nariz na curvatura de seu pescoço, me embriagando no cheiro maravilhoso dela. Ficamos alguns minutos assim até que Dulce se afastou, mas ainda estávamos próximas.


– Eu sei que pode parecer cedo para dizer isso, e eu de verdade não me importo, porque é o que sinto. Você é e continua sendo meu grande amor, aquele da adolescência que me tirava o chão, e que apesar do tempo continua fazendo a mesma coisa. — Acariciou minha bochecha e sorriu. – Eu amo você Anahi Portilla.


– Candy... — Sussurrei lhe dando um beijinho de esquimó. – Juro que vou te fazer muito feliz, agora que entrou na minha vida não sairá tão fácil.


Sorrio e ela fez o mesmo.


– E quem disse que quero sair Anahi, a única pessoa que pode me fazer desistir de nós é você mesma. — Acariciei sua cintura percebendo a mudança que nosso bebê está fazendo em seu corpo, e isso me fez sorrir ainda mais.


– Não vou desistir de você nunca Dulce, nunca. — Voltei a beijá-la e dessa vez inverti as posições, colocando a ruiva contra o lataria do carro, grudei meu corpo no dela e gemi ao senti-la morder meu lábio inferior. Nossas línguas se tocaram e uma onda de excitação tomou conta de todo meu corpo respondendo diretamente no meu pau, gemi novamente apertando a bunda um tanto farta e avantajada de Dulce, tal movimento acabou por fazer nossas intimidades se roçarem e aí foi a vez dela gemer e quebrar o contato logo em seguida.


– Chega... — Disse ofegante com a testa colada na minha. – Você me deixa tão quente e...


– E? — Ergui uma sobrancelha, Dulce balançou a cabeça negando.


– Nada, esquece. — Suspirou passando as mãos no cabelo. – Vamos logo porque já estamos atrasadas.


Se afastou de mim cautelosamente e foi inevitável não perceber por seu caminhar que as pernas dela estavam bambas.


– Quer ajuda para chegar até a porta? – Reprimi um sorriso.


– Anahi! Vamos logo. — Disse bravinha, gargalhei enquanto entrava no carro e colocava o cinto de segurança, esperei Dulce fazer o mesmo e dei partida no carro.


...


Até o próximo.😘



Compartilhe este capítulo:

Autor(a): @Jhamy_22

Este autor(a) escreve mais 6 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

Boa noite pessoas como estão? Tentei muitas vezes postar a foto nesse capítulo, porém infelizmente não consegui. Então é isso. Boa leitura.❤️ ... Pov. Dulce Anahi me falou aquelas coisas e eu fiquei sem acreditar, ela pensa mesmo em casar comigo e sei que não é apenas pelo fato que estou carregand ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 76



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • raphaportiñon Postado em 29/04/2022 - 14:57:48

    Continua, por favor ! Que minha baby Dul consiga escapar bem, linda, maravilhosa, grávida e feliz com Annie

  • raphaportiñon Postado em 29/04/2022 - 14:56:31

    Clntinja, please ! 🙏🏻 Você voltou com tudo ... Aí que agonia com minha bebê Dul.

  • nanda_reys Postado em 14/02/2022 - 20:00:13

    Continuaaaaaaaaa!!

  • nanda_reys Postado em 14/02/2022 - 19:59:25

    Alguma coisa tem que acontecer!! Alguém tem que impedir esse CASAMENTO!!!!!!!

  • nanda_reys Postado em 14/02/2022 - 19:56:59

    AAAHHHH fala serio, nao acredito que a Any vai casar com a Danna Paola!!!!

  • siempreportinon Postado em 12/02/2022 - 18:53:56

    Só continua por favor! Amo essa fic

  • candy1896 Postado em 11/02/2022 - 10:44:58

    Continuaa

    • @Jhamy_22 Postado em 11/02/2022 - 12:22:03

      Continuando.<3

  • candy1896 Postado em 02/02/2022 - 13:54:20

    Continuaa

    • @Jhamy_22 Postado em 11/02/2022 - 12:20:25

      Continuando.<3

  • siempreportinon Postado em 29/01/2022 - 00:19:24

    Oba! Continua

    • @Jhamy_22 Postado em 11/02/2022 - 12:19:44

      Continuando.<3

  • Bia_Fagundes Postado em 28/01/2022 - 13:53:40

    Continuaaaaaaa

    • @Jhamy_22 Postado em 11/02/2022 - 12:19:04

      Continuando<3




Nossas redes sociais