Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Ps.Nunca Me Esqueça | Tema: vondy


Capítulo: 14°∆

104 visualizações Denunciar



Dedicado a Rosa.


 


Rosa : Miga, mais tu acha? Ksksks só um pouquinho, é verdade rsrsrrs
Continuando 😘🧡


 


 



∆Lembranças∆


 



Pov's Dulce..


 



Quando se bebe mais que morto de sede vendo fonte de água, não se espera lembrar de tudo que se faz enquanto bêbado, correto? Pois é..mas eu lembrava em perfeito da trouxa que fui ao expor meus sentimentos para Christopher, e ao lembrar da gravação a apaguei de imediato.


Sentada na cama, senti minha cabeça doer, e latejar. Eu sempre fui fraca quando se trata de bebidas, isso era um fato, desde meus 14 anos quando quis beber o conhaque da minha avó.


Peguei o meu celular no criado mudo e vi que eram 06:35 A.M. Fala sério, que tipo de bêbado acorda as 06:35?!


Tentei dormir outra vez mas não consegui, então decidi ir correr, para esfriar a cabeça, porém antes eu iria tomar um banho bem gelado e tentar esquecer o micão que paguei praticamente implorando que Christopher ficasse comigo.


Levantei e estiquei os ossos.


— Burra, Burra, Burra! — repito, enquanto entro no banheiro.


Meu banho foi rápido, porém o meu mantra se seguiu enquanto eu me vestir no quarto.


Burra, Burra, Burra.


Apesar de saber que iria suar, passei colônia e desodorante, não gostava de andar sem cheiro quando ia suar, e vesti uma calça moletom branca com um cropped rosa bebê que combinou com o que eu calcei, um tênis rosa claro, com detalhes brancos.


Saí do quarto e fui em direção a cozinha, onde tomei um copo de suco de maçã e comi uma banana.


Fui na geladeira e peguei uma garrafinha de água mineral, depois fui até a área da lavanderia onde procurei por uma toalhinha branca pequena que havia visto ontem. A encontrei secando, mas quando peguei estava seca.


Me encaminhei para a porta e lá me alonguei quando fechei a mesma atrás de mim.


Corri tanto mas tanto que quando dobrei o quarteirão achei que mimhas pernas iriam cair duras no chão.


{...}


— Bom dia, querida. Onde você estava? — Christian pergunta, quando eu entro em casa novamente.


Ele e Maite tomavam café da manhã na mesa de refeição, onde tinham a visão perfeita do corredor que levava até o meu quarto.


— Bom dia Chris, fui correr. — respondo, simplesmente.


— Está se sentindo bem? — Mai pergunta. — Você me disse que detestava fazer corridas.


— Eu não gosto, mas hoje precisava estravazar, não acordei muito bem. — embromei, indo até a geladeira e guardando a garrafinha. — Mas eu acho que vou dormir mais um pouco. Não tenho nada para fazer mesmo..— digo, sem muita importância.


Mai sorriu.


— Hoje não, Dulce. — ela disse, levantando-se. — Aproveitando que já está acordada, vá tomar um banho e se trocar bem rapidinho, querida. Eu vou te levar em um lugar. Você vai adorar, garanto. — ela piscou.


— Hum..tudo bem. — dou um sorrisinho sem gosto, mas antes de ir até o meu quarto, me voltei para frente a eles novamente e falei. — Christian, será que você poderia levar e entrgar uma caixa para o Christopher?


— Posso fazer melhor, vou levar vocês até onde a Maite quer te levar, e como é caminho, posso te levar até a empresa dele, o que acha? Daí você entrega pessoalmente. — sugeriu.


— Pode ser. Vou indo me trocar então. Volto logo. — digo, indo pelo corredor.



Eu não estava nem um pouco animada com a ideia de encontrar Christopher, mas seria bom para esclarescermos o assunto de ontem a noite, e tentar fazer ele pensar que não sou uma oferecida trouxa. — penso, quando entro no quarto.


Separei uma roupa para vestir e coloquei na cama, depois peguei a caixa e guardei as jóias e o vestido para levar para ele.


Ao observar o vestido, enquanto guardava, lembrei do gosto do seu beijo, e do seu corpo colado no meu. Eu queria tanto sentir mais daquilo..— penso, sentando na cama. 


Colocando o vestido mais perto, percebi que havia seu cheiro nele, e comecei a sentir aquele cheiro gostoso de madeira, vinho e cheiro masculino próprio, misturados.


— Ah Christopher..o que eu faço, meu amor? — suspiro, deitando na cama com o cheiro em minhas narinas.


Após um tempo, me levantei e tomei um outro banho rápido, então passei alguns cremes que Maite me ajudou a comprar, com aroma de cereja e rosas, sequei o cabelo e passei um desodorante, depois vesti uma calcinha e sutiã preto.


Enquanto eu abotoava o sutiã, me olhei no espelho.


Eu até que tinha um corpo bonito...


Toc Toc!


— Dulce? — ouvi Maite me chamar.


— Entra. — digo, indo pegar a roupa na cama para vestir.


— Vim te ajudar a escolher seu look. — entrando. Ela olhou para a minha mão e negou, pegando a roupa. — Vestido rosa? Ném pensar. — negou, observando a roupa que eu querida vestir.


— Vestido rosa não? — Pergunto, chateada. Eu queria usar o vestido rosa.


— Não. Você vai conhecer umas pessoas hoje, e tem que ficar belíssima. — vasculhando as roupas.— Além do mais, você tem um corpaço, precisa mostrar um pouquinho.


— Por que? — pergunto, sentando na cama, enquanto ela procurava a tal roupa belíssima.


— A aparência fala mais do que o que pensamos. Você ter um corpão desses e não mostrar, é quase o mesmo de ter um carro e não dirigir. Passa uma visão muito ruim sobre a sua beleza. — disse, e eu ri.


Após uns minutos procurando roupa em meu armário, ela diz.


— Essa! — me trazendo um cropped preto de alcinha com detalhe em renda, um shorts curtinho de seda e um casaco preto, detalhes em dourado com um belo bordado, cinco cm mais comprida que o shortinho, que cobria apenas minha bunda, acompanhado de um salto verde escuro.



Me vesti logo e Maite fez uma make leve.


— Você ta uma deusa! — disse, emocionada.


Lhe sorri em agradecimento, então peguei a caixa na cama e saímos.



[...]


 


— Ainda não entendo por qual razão quer devolver o vestido e as jóias. — ela me questiona, no meio do caminho. — Ficou tão bem em você! Não foi, amor? E aquele colar de rubis?! Era uma coisa de louco, deslumbrante! — ela dizia. Christian apenas sorria.


Ele dirigia concentrado, e Maite estava no banco do carona, eu estava atrás.



— Ja disse, Mai. Não posso aceitar que ele gaste tanto comigo, ainda mais sem necessidade. — digo, observando a vista da janela.



— Estamos bem perto. — Christian avisou. — Como Maite vai estar com você, vão te deixar subir. — Disse, dobrando uma avenida.



— Prometo que não demoro.



— Vou esperar você na recepção, amiga. Estou com meus pés acabados, prefiro poupar meus passos o quanto puder. — disse Maite.



Eu sorri para ela, compreensiva.



— Tudo bem.


 


Chegamos.


 


Eu desci do carro e Maite veio comigo. Observei o prédio. Era imenso!



— Sério que ele cuida disso sozinho? — pergunto, surpresa. — É maior que o prédio do meu apartamento. — reconheci.



— Ele tem dois sócios, mas a maior parte é ele quem administra. — contou, com orgulho. — Meu irmão é brilhante. Ele parece que nasceu para o mundo dos negócios.



— Surpreendente. Eu não suportaria tanta responsabilidade.



— Nem eu. — confidencia.



Nós entramos no prédio, e por dentro era mais lindo ainda, com cores amadeiradas e cheiro de pinho.


Havia algumas pessoas por alí.


Nós fomos até a recepcionista e a mesma sorria largamente para Maite.


— Mai! Como está? — ela pergunta, com seus olhos claros bem abertos e brilhantes o ver Mai.


— Estou ótima, Fê. E, esta é Dulce. Ela vai subir para entregar algo para Christopher, pode autorizar. — disse, e começou a olhar para os lados procurando algo, só quando achou percebi o que era. — Vou te esperar alí, estou cansada para ficar em pé. — disse, indo para uma tira de três cadeiras pretas, ao lado do balcão da recepção.


A loira me olhou com uma cara de poucos amigos, mas eu não liguei.


— E você, quem é? — ela pergunta, com falsa simpatia.


— Sou Dulce, Dulce María. — respondo, de cabeça erguida, a observando me avaliar.


— Katiuce vai te acompanhar até a sala do Sr. Uckermann. — disse, quando uma outra loira se aproximou.


Ela sorriu, de forma gentil, e veio me conduzindo.


— É por aqui. — indicou, mostrando um elevador.


Nós entramos e então, em poucos segundos, estávamos no último andar, onde ficava a sala de Christopher.


Ela me apontou a sala no fim do corredor, com uma porta grande de mogno.


 


 



Continua..


 


Não sei não, estou sentindo que vem merda por ae..🤔


 


Comentem! 😘😘


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): big_girl3

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).

- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

∆!Surprise!∆    Pov`s Christopher..     O início da manhã foi irritante, e para lá de cansativo, porém a pior parte da manhã foi receber a notícia de que Marco Antony, um dos meus sócios, faleceu na madrugada enquanto dormia, por causas naturais. Ele ja era um senhor de idade, e tamb&eac ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 26



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • rosasilva Postado em 14/08/2019 - 09:46:57

    Ok miga

  • bdulce Postado em 13/08/2019 - 18:26:45

    Amando!!! parabéns!

  • viciadaemfanfics Postado em 13/08/2019 - 13:48:59

    Meu Deus, eu não consigo acreditar no quanto a Dulce é trouxa, kkkkk. Continua!!

  • rosasilva Postado em 13/08/2019 - 11:23:46

    Sim nem problema com hot

  • rosasilva Postado em 13/08/2019 - 00:39:42

    Miga sua loc ponha o Pablo na história kkkk pro ucher aprender o que ele vai perder miga ....

  • rosasilva Postado em 13/08/2019 - 00:25:33

    Miga sua loca acho ele idiota sim em trancar com a bruaca sò não espero ela enventa que tá grávida pfff neh nega

  • viciadaemfanfics Postado em 12/08/2019 - 21:42:03

    Dulce é tão trouxa, aposto que vai sofrer muito! Continua!

  • rosasilva Postado em 11/08/2019 - 11:06:02

    Posta mais mais ele é um idiota esse ucher

  • viciadaemfanfics Postado em 06/08/2019 - 22:47:28

    Tinha achado tão bonitinha a iniciativa do Christopher em chamar Dulce para sair, agora que sei o motivo acho ele babaca. Tadinha da Dulce, tão entregue a ele e ele usando ela para fazer ciúmes na ex. Continua!!!

  • rosasilva Postado em 06/08/2019 - 09:42:59

    Aí que ódio do ucher fazer ciúmes para aquela azinha por favor só não me fala que essa altura a quela vaca engravidar do Cris isso não pff..... Quero que a Dulce faç o Ucherzinho sofrer se tornando umulherao e a pareça outro para ele sentir ciúmes dela



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

Não conseguimos todo o dinheiro necessário para pagar o DataCenter.


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...