Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Minha Melhor Amiga Virgem (Adaptada) Hot | Tema: Vondy


Capítulo: Trinta e sete

150 visualizações Denunciar


— ela diz a palavra apaixonada quase separada em sílabas, cada facada doendo mais do que a anterior. 


 


— Apaixonada? — grito. — Por ele? 


 


 


— Psiu! Quer parar de gritar? 


 


 


— Pelo amor de Deus, Dulce, não me diga isso nem de brincadeira. — De repente parece que estou sem força, e quase sem ar. Eu nunca fico doente, não entendo o que está acontecendo.


 


 


 — Ei, você está bem? — ela pergunta preocupada aproximando-se de mim e me amparando. 


 


 


— Passar um tempo que já me enlouquece com ele eu estou sendo obrigado a suportar, mas ver você amar um cara como ele? Dulce! Nem brinca com isso!


 


 


 — Christopher, às vezes as pessoas que menos esperamos, são as mais dignas de serem amadas.


 


 


 — Ai! Pare! Você está tentando me matar! — Coloco a mão no peito e me sinto ainda mais fraco, mas ela começa a rir. Ela apaixonada, ele mandando flores agradecendo pelo presente e essa cantoria de quem finalmente conheceu um orgasmo, não é possível! Preciso ter certeza antes de morrer por causa disso, é do Pablo que estou falando, ele não seria capaz de dar um orgasmo que deixasse uma mulher tão feliz assim. Se bem que a Dulce não teria como comparar porque nunca teve um orgasmo na vida. Aí me sinto um amigo egoísta por deixar que minha melhor amiga chegue aos dezenove anos sem saber o que é um orgasmo. Em minha defesa ela era uma menina até alguns dias atrás, e desde que descobri que ela é uma mulher, o que mais quero na vida é dar um orgasmo a ela. Um risinho conhecido me faz ficar de pé e sair de cima da Dulce para encontrar Carter, seus olhos negros nos avaliando e um sorrisinho inocente no rosto. 


 


 


— Vocês fizeram as pazes. Dulce, já que não vai ser minha namorada, vocês podiam se casar e serem meus papais, não é? Engulo em seco e Dulce aproxima-se dele, beijando sua cabeça e pegando-o no colo. 


 


 


— Ah, meu amor! Tenho certeza que Papai do céu tem os melhores papais do mundo para dar a você, só precisa esperar um pouquinho. Ele a abraça de volta e não escuto mais o que dizem porque estou ocupado sentindo raiva da vida e das injustiças que crianças tão inocentes, como ele, têm que viver. Dulce volta calada e não tem mais aquela felicidade radiante de mais cedo. Pergunta se vou fazer o jantar ou pedir algo, e decido pedir alguma coisa, então ela vai tomar banho. E eu fico remoendo e remoendo. Se ela deu esse passo com ele, se ele vai ficar se gabando disso no clube com aqueles retardados que o seguem como cachorrinhos. Se ele deu o valor que isso merecia, se fez direito. Parece que estou entrando em curto. Um mundo de emoções confusas passando pela minha mente e aí me lembro de ela estar apaixonada por ele. Ela quase derreteu nos meus lábios ontem à noite, como pode estar apaixonada por ele? Ele teria que ser muito pica para apagar da mente dela o que sente quando a toco. Será que ele a faz sentir-se melhor do que sou capaz de fazer? Sem me dar conta do que estou fazendo, acho a chave reserva do banheiro e abro a porta com tudo. Dulce se assusta e grita: 


 


 


— O que está fazendo aqui? Christopher, saia daqui.


 


 


 Mas não a estou ouvindo, abro o box e entro nele, a água molhando minha roupa imediatamente, e ela está nua. Avisto com clareza a perfeição de seu corpo pequeno e curvilíneo. Seus seios cheios, com os mamilos rosados apontam em minha direção, sua cintura fina, as coxas mais grossas e sua boc/eta como eu imaginei que seria. Branquinha, lisinha, e ela tenta escondê-la com as mãos. Ela continua gritando, mas não escuto, estou perdido nela. É tão perfeita, que quase não consigo me controlar. A água escorre por seu corpo e tudo o que quero agora é ajoelhar-me diante dela e beber essa água com seu gosto. 


 


 


— Sai daqui, Christopher! Você está louco? 


 


 


— Você transou com ele, Dulce? — pergunto ainda desnorteado, mas me lembrando que toda essa perfeição pode ter sido dele na noite passada, e isso me faz sentir uma raiva incontrolável. 


 


 


— Eu não vou discutir isso com você.... 


 


 


— Você transou com ele? — grito e a encosto à parede, prendendo seus braços acima de sua cabeça. Olho bem em seus olhos e ela se cala, fixando seu olhar no meu.


 


 


 — Ele tocou você? — Eu já disse que não! 


 


 


— Se eu tocá-la, Dulce, se eu enfiar o dedo em você agora, vou encontrar alguma resistência? Ela parece pensar na pergunta por tempo demais e quando responde, quase me tira o chão. — Não. Vai encontrar a resistência que está pensando que perdi, mais nenhuma outra. Ela vai me deixar tocá-la, vai me deixar comê-la aqui mesmo, agora. 


 


 


— Mas vai querer isso sabendo que vou me sentir culpada amanhã? — pergunta baixinho.


 


 


Merda! Encosto minha testa na dela, tentando colocar ordem nos meus pensamentos, tentando controlar meu corpo que só quer tê-la agora. 


 


 


— Você não o ama, Dulce, não está apaixonada. Caso vá se esquecer disso daqui a pouco quando estiver com ele, só quero que se lembre disso. Solto sua mão e a puxo para mim, beijando sua boca com todo o desejo acumulado que estou suportando. A beijo com força, quero deixá-la sem ar, quero dominá-la. Quero que ela nunca mais queira beijar outro homem, porque nenhum vai possui-la desse jeito. Sugo sua língua enquanto a aperto ao meu corpo, à minha ereção que quase rasga a calça, domo sua boca até que a escuto gemendo, se desmanchando em meus braços. Então, com muita dificuldade, a deixo. Bem devagar vou diminuindo o ritmo e a força dos meus lábios sobre os dela, afasto meu rosto e continuo a segurá-la. Beijo seu pescoço molhado de leve, e sinto seus seios pressionados em meu peito. Sinto seu coração acelerado como o meu.


 


 


 — Lembre-se disso, Dulce. E se ele não a fizer se sentir desse jeito com um beijo, não serve para você. Então a deixo ali e saio de casa. Com a roupa molhada, uma ereção pulsante e os pensamentos mais desgovernados do que já me lembro de terem estado algum dia. Ela teria sido minha, teria se entregado a mim. E essa agora é a minha meta de vida, não vou sossegar até que ela peça que eu seja o seu primeiro.


 


 


 Não vejo a Dulce desde a hora do banho, no final da tarde. Vim direto para o clube, tomei banho e me arrumei aqui, e tive que fazer algo que não fazia há anos para saciar a ereção que insistia em não ceder sem ela. Mas foi pensando nela que gozei com força, pensando estar dentro dela, ela vai me deixar louco! Minha luta é a primeira da noite, serão três lutas hoje, a seguinte é a do Pablo, mas não pretendo ficar para vê-lo. Só quero sair daqui e beber. Por isso, pretendo acabar com meu adversário bem rápido, para sumir daqui direto para um bar. Vejo o clube lotado e não me sinto animado com o espírito da competição. Hoje nada vai me animar. Como será que ela vai reagir quando eu vencer a luta e beijá-la no ringue? Será que vai me pedir para não fazer isso? Eu disse a ela que não faria se ela pedisse, espero que este não seja o caso, porque eu preciso beijá-la. Devagar e com cuidado para que ela veja que a maneira como se sente quando a beijo, não é apenas quando a seduzo, não é só quando o faço com tanta força que ela não tem como escapar. Quero que ela sinta meu beijo em cada segundo para entender o que é ser realmente beijada. O locutor inicia a noite arrancando gritos ensandecidos da plateia, olho por todos os lados, mas não a vejo. Ela está atrasada. Não presto atenção no que ele diz, e apenas quando a luz me ilumina me dou conta de que já fui chamado. O exterminador, essa merda vai acabar pegando. Subo no ringue e meu adversário já se encontra lá, sequer ouvi o nome dele. Olho de novo a multidão procurando a Dulce. Talvez eu não precise derrotá-lo tão depressa, para dar tempo a ela de chegar. Enrolo o máximo que posso e só quando me dou conta de que ela não vem, decido acabar de vez com isso. Derroto o adversário em poucos minutos e quando o locutor levanta meu braço, vejo a plateia gritando e o dinheiro rolando pelas mãos, ele me pergunta pela minha Sorte. Apenas nego com a cabeça e desço do ringue com o lenço da vitória. Passo pela multidão feminina que tenta chegar até mim, hoje não estou com paciência para conversar com ninguém.


 


________________________________________


Mais um capítulo para vocês, espero que gostem. 


Ah obrigada àqueles que favoritaram.. 


COMENTEM!! 


FAVORITEM!! 


BJS!! 


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): dmsaviñom

Este autor(a) escreve mais 3 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

Estou indo em direção ao vestiário, mas ouço o locutor anunciar o Pablo e volto para ter certeza de que ela não está ali, mas ela está. A vejo procurando por mim na multidão, o rosto vermelho e a respiração acelerada. Seu olhar encontra o meu, mas saio dali, vou direito para o vestiário. Entã ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 239



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • linevondy Postado em 12/11/2019 - 23:46:30

    Aaaa quero mais. Continua Amore

  • Ellafry Postado em 12/11/2019 - 20:54:35

    acho q é a dulce al

  • Manuzinhaa Postado em 12/11/2019 - 18:21:14

    vai postar hoje de novo? sem problemas te entendemossss, sera que a dulce ta ai??

  • Manuzinhaa Postado em 08/11/2019 - 15:25:48

    Ahhhh tô cada vez mais apaixonada :3 continua

    • dmsaviñom Postado em 12/11/2019 - 16:05:39

      continuando....

  • camilaaya Postado em 08/11/2019 - 11:24:52

    Desculpa ñ ter mais comentando na fic. Tava sem internet e fiquei sem poder ler e comentar Já favoritei a outra fic Desejo que tudo se resolva na sua vida Ñ se preocupe com a fic, quando vc puder realmente aí vc posta

    • dmsaviñom Postado em 12/11/2019 - 16:05:23

      Obrigada, pela compreensão, sem problema nenhum, espero que goste desse capítulo, fortes emoções estão por vim,continuando...

  • Ellafry Postado em 06/11/2019 - 23:28:09

    vacilo dela ter ido embora

    • dmsaviñom Postado em 12/11/2019 - 16:02:44

      E MAIS JÁ JÁ AS COISAS SE RESOLVEM.

  • cliper_rafa Postado em 06/11/2019 - 22:09:26

    Carl... Como tu faz isso comigo?! Continua logo please, ah e fica feliz em saber que tá conseguindo resolver as coisas aí...

    • dmsaviñom Postado em 12/11/2019 - 16:02:12

      Obrigada, pelo apoio, continuando....

  • aleaff Postado em 06/11/2019 - 13:05:08

    Oie leitora nova s2 adorei a história então pf posta mais kkk s2s2s2

    • dmsaviñom Postado em 12/11/2019 - 16:01:36

      Seja bem vinda flor, que bom que gostou, continuando..

  • linevondy Postado em 06/11/2019 - 12:40:21

    Continua

    • dmsaviñom Postado em 12/11/2019 - 16:00:59

      continuando...

  • linevondy Postado em 06/11/2019 - 12:39:53

    A Dul foi embora aaaa :'( e o UCKER todo apaixonado <3

    • dmsaviñom Postado em 12/11/2019 - 16:00:41

      E, agora ele esta sofrendo as consequências.



AVISO

BAIXE O APP PARA ANDROID - https://fanfics.com.br/download/FanficsBrasil.apk

 

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

Não conseguimos todo o dinheiro necessário para pagar o DataCenter.


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...