Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Minha Melhor Amiga Virgem (Adaptada) Hot | Tema: Vondy


Capítulo: Quarenta e três

150 visualizações Denunciar


Christopher


 


— Eu vou convencê-la, Dulce. Você será minha. Ouço o imbecil falar para ela quando está se despedindo. Isso significa duas coisas, uma: ela ainda não perdeu a virgindade com ele. E duas: ainda tenho tempo de impedir. Ela se assusta ao dar de cara comigo perto da porta, leva a mão ao coração e sorri para mim. Então tenta defendê-lo, mas o faz sem convicção: 


 


— Ele não sabia que eu seria a sua Sorte. 


 


— É, ele preferiu não correr o risco — respondo e vou para a cozinha. 


 


— Você ainda está bravo comigo? Nem me dou ao trabalho de responder. Culpada ou não por não ter sido a minha Sorte, eu tentei alertá-la sobre ele e ela não quis me ouvir. 


 


— Você já se convenceu de que ele não serve para você? 


 


— Christopher, você só faz o que sabe que é o certo a se fazer?


 


 


Olho para seu rosto risonho e contenho a vontade de rir também. 


 


— Você está querendo me zombar? — pergunto para entrar em seu jogo, sei bem onde ela quis chegar. 


 


— Pois é, não me julgue. — Recado recebido, senhorita Saviñom E ignorado. Ela deixa as coisas sobre a bancada e dá a volta, aproximando-se de mim. Para ao meu lado e me estende os braços. 


 


— Vamos fazer as pazes? — pede. 


 


 


— Está me oferecendo seu corpo como pedido de desculpas? Dulce, você é a melhor amiga do mundo. Largo o pimentão e a abraço, levantando-a com facilidade, rodopio com ela que ri como uma menina e aquela coisa escondida no meu peito, esperando para dar as caras, parece diminuir um pouco. 


 


— Na verdade, só te ofereci um abraço — ela diz, e a coloco no chão imediatamente. A dor esperando para fo/der com a minha cabeça diminuiu um pouco. Só porque abracei a Dulce e a ouvi sorrir. — Merda! Merda! Merda!


Vou para o meu quarto como um imenso bundão e a deixo ali sem explicação. Eu teria que mentir de novo e isso não vai se tornar um costume. Melhor não falar nada do que não falar a verdade. E neste momento estou considerando sacudir a doutora casamenteira até que ela desfaça a maldita praga que rogou em mim. Ligo para ela que me atende no terceiro toque. Nem dou tempo de ela me dizer nada, já a ameaço: — Não é a dor, é a cura — imito sua vozinha fina de mulherzinha. 


— Papinho furado de merda, desfaça essa por/ra agora mesmo! Ela fica em completo silêncio e acho que não me ouviu, ou está chamando a polícia. Mas então ela ri, dá gargalhadas e me diz que ganhou sua noite antes de desligar o telefone na minha cara. Durante esses dias tenho evitado muito contato com a Dulce. Ela entrou em semana de prova e isso facilitou para que não nos víssemos tanto, mas nos momentos em que estamos juntos em casa, a trato com educação e me afasto. Vejo que isso a machuca, mas até que essa dor escondida aqui suma totalmente, terei que afastá-la. Preciso ser eu mesmo a sumir com essa coisa, não ela. Sei que durante essa semana ele não vai convencê-la a fazer nada, pois ela fica pilhada e entra no modo Dulce zumbi quando é semana de provas. E as bolas negras em volta de seus olhos deixam isso bem claro. Acho que prefiro impedi-la de perder a virgindade com o babaca do Ryan sem que ela acabe na cama comigo no percurso. Abro a porta do meu quarto para me preparar para minha segunda luta no campeonato e a vejo na cozinha, com fones no ouvido e tomando sorvete direto do pote. Este é seu ritual para quando as provas acabam, e como hoje é sexta, foi seu último dia de martírio. Ela sempre fez isso, mas eu nunca tinha reparado em como ela fecha os olhos e geme enquanto enfia a colher na boca, e a imagino fazendo isso no meu pa/u, enquanto o enfio bem devagar na boca carnuda dela, meu pa/u logo dá sinal de vida e aproximo-me dela devagar. Paro atrás dela e respiro o cheiro de seu cabelo, ela geme mais uma vez e encosto meu corpo ao dela. Ela se assusta, mas está cercada por meus braços enquanto tiro a colher de sua mão, mergulho no pote de sorvete e a levo até minha boca, minha cabeça pouco acima de seu ombro. Um pouco do sorvete cai em seu ombro no percurso e o lambo imediatamente. — Hum, chocolate — comento como se não fosse nada demais tê-la lambido e levo a colher à boca ao mesmo tempo em que me recosto mais nela, deixando que ela sinta minha ereção pressionada em suas costas, logo acima de sua bunda.


Ela se mexe desconfortável e se vira nos meus braços, ficando de frente para mim. Seus olhos de gata estão assustados e ela está vermelha como um tomate. 


 


 


— Você acabou de me lamber — diz num fiapo de voz. Sorrio como se fosse uma coisa qualquer.


 


 — Caiu sorvete no seu ombro. Imagina se você estivesse de frente para mim, como está agora? Teria caído no seu seio, e eu começaria a lambê-la daí. Viro a colher vagarosamente para deixar que caia sorvete em seu seio, mas ela empurra meu braço e corre para seu quarto. E eu fico aqui, sentindo falta do calor do corpo dela, imaginando por que cara/lho não joguei o sorvete em seu seio e o lambi ao invés de falar isso para ela. 


 


— Dulce, Dulce. Não é proposital, você apenas tem que ser minha. Eu juro que tento, pequena, eu queria te deixar em paz, mas o destino não colabora. Ele quer me ver de qualquer jeito dentro de você. O que eu posso fazer? — falo baixinho esperando que ela tenha ouvido pelo menos um pouco do que disse. Eu sei, sou um fracote quando se trata dela, decido e sei que é melhor não fazermos isso, pelo bem da nossa amizade, mas há algo em meu corpo, na minha cabeça e até mesmo no ar à nossa volta que não me deixa ser um cara bom. Então terei que enfiar essa dorzinha escondida o mais fundo possível, porque eu vou ser o primeiro dessa mulher. Se tenho que ser um cara mau para isso, então serei. Estranhamente, me sinto um pouco mais feliz ao aceitar isso. Essa coisa de manter as mãos longe dela estava me pesando a alma. Guardo o sorvete na geladeira mais leve e disposto, ciente que mesmo não a tendo em cima do rinque comigo essa noite, eu vou vencer. Chego ao clube pouco antes do horário da luta, mas tenho dado tão duro nos treinos durante a semana, que decidi deixar a tarde de hoje livre para descanso. Porém, me sinto mais ativo do que nunca. O clube já está enchendo, e os caras estão reunidos nos fundos, fazendo as apostas. Pablo lutou ontem e venceu, vou usar isso como um incentivo para que eu vença também, e não vou pensar no fato de que deve ter dado o maior beijão na Dulce após sua vitória de merda. Não cumprimento os caras enquanto troco de roupa, acho que eles nem veem que cheguei, fechados em sua rodinha de aposta. Enquanto me visto, escuto o teor da conversa da noite. Quero saber se estão apostando em mim, mas claro que estão. É incomum que façamos apostas no vestiário ao invés de lá fora, mas às vezes, fazemos essas apostas internas, fora das que fazemos com a plateia. 


 


— Eu aposto no Christopher 


— um deles diz e sorrio, como eu disse, apostando em mim. 


 


— Fala sério, cara, lógico que vai ser o Pablo, estão juntos há semanas! Pablo? Mas ele não luta hoje, e não luta comigo. 


 


— Mas ela deu um bolo nele ontem, você não viu? Ele ficou lá procurando por ela e ela não apareceu. Não quis vir nem para assistir a luta. 


 


 


— Mas ela também não viu a luta do Christopher, então para mim ainda vai perder a virgindade com o Pablo. 


 


— De que merda vocês estão falando? — me intrometo já puto com a merda de aposta que estão fazendo. Mesmo assim pergunto, porque quero ter plena certeza antes de quebrar a cara de todos eles aqui dentro. Eles estão assustados e tentam desconversar, mas já parto para cima, sendo segurado por Thor e Christian, que nem vi de onde saíram. 


 


— Seus malditos! Eu disse para não falarem mais o nome dela! Que merda de aposta é essa? Não toquem no nome dela! Sinto tanta raiva que continuo gritando enquanto sou levado dali. Está na hora da luta, e toda minha concentração se foi, eu só sinto raiva.. 


____________________________________________


COMENTEM! 


💋


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): dmsaviñom

Este autor(a) escreve mais 3 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

— Acalme-se, filho, ponha a cabeça no lugar! Vença esse campeonato e pode quebrar a cara de cada um deles depois, mas agora, concentre-se!    — Thor tenta enquanto me leva para perto do ringue, onde o locutor já está se preparando para iniciar a noite. Mas não consigo me acalmar. A culpa disso é minha, maldita ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 275



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • linevondy Postado em 15/11/2019 - 00:10:00

    Tomara que se acertem e rolê o hot awnn continuaaa

  • linevondy Postado em 15/11/2019 - 00:09:33

    Awwwn ela afastando ele, e a Mai deu a entender que sabe de tudo kkkkk Awn ainda bem que ela deixou ele levar a Dul

  • linevondy Postado em 15/11/2019 - 00:08:37

    A Dul bêbada tentando ficar com um cara comprometido kkkkkkkk chocada estou

  • aleaff Postado em 14/11/2019 - 22:37:09

    Christian melhor pessoa .... sqn deus eterno ele tem q cuidar do próprio umbigo

    • dmsaviñom Postado em 14/11/2019 - 23:54:33

      Ah com certeza...

  • camilaaya Postado em 14/11/2019 - 21:35:24

    Um "amigo" como Christian nem precisa de inimigo. Agr que ia tudo bem

    • dmsaviñom Postado em 14/11/2019 - 23:54:07

      E infelizmente o Christian cagou mesmo no pau, mas ele não sabia dos sentimentos do Christopher, continuando..

  • cliper_rafa Postado em 14/11/2019 - 21:20:46

    Se eu pudesse ja tinha batido nele mas não valeria a pena, só espero que baby consiga conversar com ela... Tava tudo indo tão bem, continua please

    • dmsaviñom Postado em 14/11/2019 - 23:52:51

      Mais as coisas entre eles vão se acertar sim, continuando...

  • Ellafry Postado em 14/11/2019 - 11:25:36

    mano do ceu

    • dmsaviñom Postado em 14/11/2019 - 23:52:05

      Esse Christian, só Jesus..

  • Annytequila Postado em 14/11/2019 - 11:15:28

    MANO COMO MATAR O CHRISTIAN? Que fdp ....

    • dmsaviñom Postado em 14/11/2019 - 23:51:28

      Da vontade mesmo de matá-lo, atrapalhando o casal, aonde já se viu. kkkkkk.

  • mandinha.bb Postado em 14/11/2019 - 09:32:36

    Leitora novaaaaa estou adorando.... Só comentei e favoritei agora q cheguei onde vc está... Espero vc poste logo, pois estou mega ultra power ansiosa... Continuaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa Plisssssssssssssssssssssssssssss

    • dmsaviñom Postado em 14/11/2019 - 23:50:20

      Seja bem vinda querida, que bom que esta gostando, continuando..

  • Manuzinhaa Postado em 14/11/2019 - 08:31:04

    Christian é um belo de um filho da mãe, que nojooooooo, onde q a gente mata ele? Logo agr q eles tavam se resolvendo

    • dmsaviñom Postado em 14/11/2019 - 23:49:23

      Com certeza, eu acho que ele só reagiu dessa forma, porque ele não sabia, continuando..



AVISO

BAIXE O APP PARA ANDROID - https://fanfics.com.br/download/FanficsBrasil.apk

 

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

Não conseguimos todo o dinheiro necessário para pagar o DataCenter.


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...