Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Irmãos Lobo (Wolf Children) | Tema: Wolf Children


Capítulo: 005 - A missão de Ame.

20 visualizações Denunciar


Sohei e Yuki


A caminhonete começou a diminuir a velocidade, mas mesmo assim freou de forma seca o que quase fez com que o garoto batesse contra a cabine – “Chegamos?” – Pensou ele enquanto esperava que os sujeitos não resolvessem pegar nada onde ele estava ou caso contrário teria de ataca-los e pensou se conseguiria se transformar em lobo antes de ser visto como humano. Esperou um bom tempo, primeiro ouviu as portas do carro serem abertas e fechadas logo em seguida, passos rodeando o veículo.


 - Vamos, temos que organizar tudo... – Um dos sujeitos disse, era o mais velho.


 - Temos tempo... relaxa – O outro parecia despreocupado.


 - Temos que deixar a casa em ordem para quando o caminhão vier, o chefe não quer que percamos tempo aqui temos que mandar tudo pra fronteira – Explicou, suas vozes começaram a ficar mais baixas e os sons dos passos também, mas os sentidos de Ame não o enganavam, ele podia ouvi-los ainda muito bem enquanto entravam na casa, o garoto ficou aliviado e enfim saiu de baixo da lona pulando para o lado do carro se escondendo, olhou e não viu nenhum sinal dos homens, logo ele foi a passos lentos em direção a parte de trás da casa.


Ele se movia devagar e mesmo na forma humana conseguia manter o caminhar de um lobo, a ultima coisa que precisava era chamar a atenção desnecessária e logo chegando ao fundo da casa ele notou a entrada para um porão com uma porta de madeira que estava trancada com correntes de ferro que ele não via a menor chance de quebrar – “O que estão escondendo?” – Logo ele olhou a volta, uma pequena cabana de madeira mais a atrás, uma mesa com algumas garrafas e pratos velhos – “Não parece um lugar que alguém iria querer morar...” – então se aproximou de uma janela ao lado da entrada do porão, estava escuro lá dentro, mas na parte que era iluminada pela luz de fora ele notou algumas prateleiras – “Eu sabia... tem algo lá embaixo” – Tentou ver o máximo que podia, havia alguma coisa nelas, mas não conseguiu identificar mesmo com sua visão mais aguçada que a de um humano normal, então ele se afastou um pouco da janela quando pode notar algo a mais, ouviu passos lá dentro.


Então voltou a se aproximar da janela discretamente para não ser notado caso ele acabasse fazendo sombra lá dentro, logo uma luz se acendeu e ele pode notar diversas gaiolas e armações de ferro, correntes, os animais presos eram os mesmo que estavam na floresta quando ele foi atingido e estavam todos lá dentro aparentemente inconscientes, exceto pelos pássaros, viu que o filhote de urso também estava lá.


 - Tem que manter o sedativo enquanto coloca a comida ou isso vai virar bagunça Fukuo... – O primeiro chamou a atenção, mas, Ame não avistou o parceiro dele – Droga, isso já tá uma bagunça que rapaz desorganizado... EI FUKUO! Desce aqui...


 - Qualé Takashi... to comendo – Ame podia ouvir o outro gritar.


 - Mas que droga tenho que fazer tudo sozinho e... hmm, o que é isso?


Ame se assustou quando o sujeito olhou na direção da janela, o garoto rapidamente saiu de vista ainda sem saber se tinha sido avistado e logo começou a se afastar andando de costas até que esbarrou na mesa o que fez com que derrubasse algumas garrafas fazendo um grande barulho quando uma delas se quebrou.


 - “Essa não...”


 - FUKUO... Você ouviu isso... – O garoto pode escutar o chamado e logo começou a acelerar os passos, primeiramente se escondendo ao lado da caminhonete quando notou que o primeiro dos sujeitos saiu pela porta da frente.


 - Quem tá ai!? – Ouviu questionar, mas continuou escondido.


 - Então... o que houve... – O segundo apareceu olhando a volta – Atrás, o barulho veio de lá, vamos logo...


Os dois foram para a parte de trás da casa enquanto o garoto aproveitou para continuar se afastando rumo a estrada sempre de olhos e ouvidos abertos para não ser pego de surpresa e ainda pode escutar alguma coisa ser dita.


 - Será que foi um bicho... ou o vento derrubou essa garrafa?


Conforme se distanciou o suficiente da propriedade ele parou aliviado para descansar, então sentiu sede naquele momento e fechou seus olhos, começou a sentir a natureza a sua volta a procura de alguma fonte de água, seus sentidos jamais o enganaram e ele entrou na floresta finalmente – “Não posso voltar para casa agora, preciso de alguma forma resgatar aqueles animais...” – Seus pensamentos ainda preocupados não o deixavam simplesmente voltar a casa de sua mãe. Quando ele se aproximou de um riacho de águas correntes e claras ele se ajoelhou e começou a beber água usando as mãos, sentiu-se tão bem novamente, então olhou seu reflexo na água, seus olhos marrons, suas orelhas já em forma de orelhas de lobo, seus caninos maiores, seu resto agora meio lobo, meio humano.


 


A tão esperada reunião de amigos nas férias...


 - Yuki!!!


Quando o viu e ouviu sua voz, a garota o abraçou tão contente e empolgada – Sohei! – Exclamou ela enquanto ele devolvia o abraço.


- Aí está você, já parece que faz tanto tempo...


 - Há, há... só faz uma semana Sohei – A garota riu ao terminar o abraço.


 - Pra mim pareciam meses – Ele sorriu em animação e logo notou a outra amiga – Ei... Shino!


 - Finalmente chegou... – A garota também o abraçou – A Yuki ia ter um ataque se você não chegasse.


 - Ei! – Yuki sentiu-se constrangida com o comentário quase ficando vermelha de vergonha em quanto Sohei olhava com uma expressão de “é mesmo é?” – É-é bom que você tenha vindo, Sohei, que bom que deu certo.


 - E tinha como eu não vir é? Nossa minha mãe quase não me soltava..., mas aqui estou eu, livre como um... pássaro no céu.


 - Vem, vamos guardar sua mochila, você deve estar com fome e com sede, não é? – Perguntou Yuki de forma preocupada.


 - Se estou... não lembrava o quanto o caminho até aqui é longo, mas eu to bem demais.


Eles entraram na casa e o garoto guardou suas coisas, ele parecia animado estando ali enquanto Yuki não parava de olhar para ele apesar de saber que isso só iria fazer com que Shino fizesse mais comentários, mas ela já estava acostumada com isso.


 - Sua mãe não está Yuki? Queria agradecer a ela...


 - Ela está trabalhando, além disso...


 - Além disso você não sabe da novidade Sohei! – Shino logo interrompeu Yuki, ela parecia querer contar um grande segredo – Sabe quem também apareceu nessas férias?


 - Quem? – Questionou o garoto curioso olhando para Yuki enquanto terminava de beber um copo de água.


 - O Ame... – Sohei demonstrou estar confuso ao ouvir o nome – O irmão da Yuki... lembra? Aquele que foi pra capital.


  - Isso é verdade Yuki? – Ele perguntou surpreso enquanto olhava para a garota que acenava concordando de forma pensativa – Isso é bom... sabe, eu não tive a chance de conversar com ele quando éramos mais novos...


Sohei sorriu, Yuki continuava pensativa.


 - Ele é estranho... – Comentou Shino chamando atenção do garoto que olhou para ela, Yuki também olhou – Sabe, ele tem um ar bem sombrio, parece até um galã daqueles filmes que escondem um grande segredo... aqueles que tem uma vida dupla e não releva para ninguém, exceto para sua amada no final da história... ele é sério, mal fala nada, você vai ver...


Tanto Yuki quando Sohei olhavam sérios e arregalando os olhos com as palavras e imaginação de sua amiga.


 - Tipo o protagonista de uma série que é meio humano e meio... vampiro! Há, há, há... – A garota riu enquanto encarrava os outros dois amigos.


 - Não viaja Shino... – Disse Sohei tentando quebrar o ar estranho que havia ficado e Yuki sorriu sem jeito – Ele deve ser um cara legal, ansioso para conhece-lo.


 - É, mas é verdade, precisa ver como ele agiu com a Yuki quando chegamos..., mas o jeito dele, é até bonitinho... – Ela parou ao notar os olhares dos dois sobre ela – O que foi?


 - Bom Shino, ele é só meu irmão... – Yuki tentou disfarçar, por um minuto ficou assustado com a criatividade da amiga em pensar tudo aquilo, mas também se sentiu meio mal de saber que era quase uma verdade, exceto pela parte do “meio vampiro”.


A verdade era que Yuki queria ter contato a sua melhor amiga sobre seu segredo, até então apenas Sohei que era de fora da família sabia sobre seu lado lobo e ela não tinha coragem de contar, não sabia como fazer e como sua amiga iria reagir depois de tantos anos, então olhou para Sohei que sorria, ele sabia que seu irmão também tinha sangue de lobo e que ele vivia nas montanhas e não na capital como fora contado. Yuki sentiu-se feliz em saber que Sohei guardava aquele difícil segredo a sete chaves.


 


Hana estava de volta, mas sozinha?


Quando o carro parou, Hana ficou dentro dele por um tempo pensando no que ia fazer, o seu chefe a liberou mais cedo conforme haviam combinado para que ela aproveitasse o dia com seus filhos, para ela o Sr. Tendo era muito gentil e ela ficava feliz por isso, mas pensava no que diria a Yuki quando ela visse que Ame não estava com ela. Pensou em dizer que ele havia voltado para a floresta, mas só a ideia de mentir para sua filha deixava Hana preocupada.


 - Mãe... – Yuki foi até ela quando a mesma desceu do carro, Sohei e Shino estava logo atrás – Olha quem finalmente chegou...


 - Sohei, que bom ver você novamente garoto – Disse Hana com uma expressão contente em seu rosto.


 - Obrigado pelo convite, estou muito feliz de estar aqui – Sohei se curvou em agradecimento.


 - Não precisa de formalidades, os amigos de Yuki são sempre bem-vindos a nossa casa...


 - Mãe... o Ame, ele não voltou? – Yuki questionou ao notar que não havia mais ninguém no veículo e olhou para sua mãe preocupada, mas tentando não demonstrar – “Será que ele voltou para as montanhas...” – Esse pensamento a incomodava, a ideia que ele iria sumir a qualquer momento também.


 - Ele queria dar uma volta pelo vilarejo querida... – Respondeu Hana, mas ela não achava que Yuki iria acreditar naquilo – Yuki, você poderia me ajudar com umas coisas que estão aqui no carro...


 - Sim.


Yuki seguiu abrindo a porta de trás do carro, Hana abriu a outra porta, havia apenas uma pequena caixa no banco de trás e a garota olhou para sua mãe como se perguntasse o que estava acontecendo.


 - Ele... foi atrás dos caçadores – Comentou Hana em voz baixa, de onde estavam nem Sohei ou Shino poderiam escutar, por mais que já soubesse que o garoto sabia do segredo da filha e do irmão, ela tinha cautela – Não consegui impedi-lo, ele se escondeu no carro deles...


 - Essa não... mãe, ele pode estar em perigo? – Questionou Yuki a sua mãe e a si mesmo.


 - Está tudo bem... seu irmão já é grande e sabe se cuidar Yuki – Mas Hana não sentia firmeza em suas próprias palavras e olhou para Yuki que parecia pensar em alguma coisa, ela tinha medo que sua filha decidisse ir atrás do irmão, essa não seria a primeira vez afinal, mas talvez ela não faria nada com os amigos estando ali.


 - “O que eu faço... Ame realmente sabe se cuidar, passou a vida nas montanhas e se tem alguém que consegue se virar é ele, mas por que estou com essa sensação ruim...” – Pensava a garota, ela começava a ter novas dúvidas, sua vontade naquele momento era sair correndo atrás do irmão, mas tinha medo ao mesmo tempo – “Por que?” – Lembrou então que Ame já havia sido ferido pelos sujeitos e tremeu só de pensar naquilo, sua mãe parecia preocupada também mesmo que não quisesse demonstrar – “O que eu faço... o que eu faço...”


 


Seu plano tem início ao anoitecer...


Ame observava a casa e notou não avistar ninguém entretanto a caminhonete ainda estava lá e ele tinha certeza que os dois estava lá dentro por que conseguia senti-los, o garoto então caminhou sem fazer barulho para a parte de trás entrando dentro da pequena cabana de madeira e começou a procurar por qualquer coisa que fosse útil e logo encontrou uma mochila – “Vou precisar dela...” – Ele pegou a mochila e procurou por mais alguma coisa, precisava achar algo para estourar aquelas correntes, mas não viu nada exceto uma chave de fenda e um alicate, resolveu pega-los e colocar na mochila.


- “Eu tenho que fazer isso...”


Continua...


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): EdrAlmeida

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).




Loading...

Autor(a) ainda não publicou o próximo capítulo



Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 3



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • Yan.A Postado em 06/11/2019 - 21:12:42

    Adorei sua web

    • EdrAlmeida Postado em 06/11/2019 - 22:29:34

      Que bom que gostou, fico feliz :)

  • Yan.A Postado em 06/11/2019 - 21:12:23

    Olá , por favor me ajudem a divulgar a minha novela, favoritem e leiam a historia que está super interessante, agradeço a todos vocês. LINK : https://fanfics.com.br/fanfic/59974/u-s-a-entre-o-amor-e-o-poder-rbd-rebelde



AVISO

BAIXE O APP PARA ANDROID - https://fanfics.com.br/download/FanficsBrasil.apk

 

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

Não conseguimos todo o dinheiro necessário para pagar o DataCenter.


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...