Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Como Uma Mémoria - Vondy(Adaptação/finalizada) | Tema: Vondy, HOT


Capítulo: Capítulo 46

379 visualizações Denunciar


Christopher


HAVIA UM Bentley champanhe estacionado na casa dos meus pais. Não fui visitá-los em poucos dias. Quando voltei para minha casa, coloquei distância entre mim e todo mundo. Isto estava preocupando minha mãe de acordo com Ophelia e meu pai ligou para me informar. Antes que meu pai aparecesse em casa para chutar minha bunda por não ir ver minha mãe, decidi visitá-la.


Mamãe tinha companhia e não estava com vontade de ver ninguém. Mas eu estava aqui agora e era necessário acabar logo com isso. Enfrentar outras pessoas acabaria por acontecer. A menos que comprasse uma ilha deserta e me mudasse para lá.


Eu não bati. Nunca batia. Esta tinha sido minha casa por 19 anos. Entrei e segui as vozes. Estavam na sala de estar. Enquanto entrava ouvi a voz do convidado e embora só tivesse estado perto da mulher poucas vezes sabia quem era.


Meus olhos passaram da madrasta de Octavia para minha mãe. Por que ela estava aqui?


“Christopher, eu estou feliz que esteja aqui. Saylor está aqui para te ver,” disse minha mãe. Como se eu fosse querer ver qualquer pessoa relacionada com Octavia.


“Por quê?” Foi minha única resposta.


“Porque ela tem algumas informações que achou que você deveria ouvir. Concordo com ela.”


Minha mãe não era alguém de ouvir algo que não acreditava. Por isso permaneci no lugar. O que queria fazer era ir até a porta e não olhar para trás.


“Sente-se, Christopher,” disse minha mãe. Não um você quer sentar? Ela estava me dizendo que eu estava ficando e ouviria. O que significava que ficaria e escutaria.


Fiz como mandado, mas tomei o assento mais próximo da rota de fuga. Se ela começasse a falar sobre coisas que não queria discutir eu iria embora. Ambas precisavam estar preparadas para isso.


“Saylor me ligou ontem e perguntou se poderia vir falar com você. Disse a ela que poderia vir falar comigo primeiro. Depois de ouvi-la, estava pronta para ligar. Eu vejo que seu pai falou com você.” Ela se virou para Saylor. “Continue.”


Saylor já foi uma modelo de lingerie. Conheceu o pai de Octavia durante uma sessão de fotos em sua loja de departamentos. Eles ficaram atraídos. Ele começou a fodê-la e sua esposa descobriu. Esse casamento terminou. Este veio um mês depois. Ela ainda era jovem e bonita logo após a idade de modelo. Octavia e Saylor haviam se dado bem. Octavia simplesmente não se importava com quem seu pai estava contanto que lhe desse dinheiro.


“Eu sei o que lhe disseram. Pelo que foi culpado. No começo pensei a mesma coisa. Mas então aconteceram algumas coisas que me fizeram questionar o que a carta de Octavia dizia. Claro que ela tinha problemas. Todos sabíamos disso. Ela foi estragada além de reparação. No entanto, quando um psiquiatra veio ao funeral e nos disse como estava triste por nossa perda e que tentou ajudar Octavia nos últimos anos o melhor que podia, seu pai exigiu os registros ou seria acusado de algo e sua licença para praticar seria suspensa. Então ele os pegou. Octavia foi molestada quando criança por um amigo íntimo de seu pai. Continuou por anos até Octavia ter idade suficiente para fugir. Dois anos atrás, ela pagou um homem para matá-lo. O desaparecimento de Vincent Brooklyn está agora resolvido. Ele está morto há dois anos e seu corpo está no fundo do rio Mississippi.”


Ela fez uma pausa e tentei envolver minha cabeça em torno disso. Estive na casa do homem antes com seu pai. Quando desapareceu, Octavia estava realmente chateada ou agido como se estivesse. Ela o chamara de Tio Vincent.


“A culpa de seu assassinato estava tornando sua depressão mais grave. Ela estava se afastando e trabalhando na loja como uma maneira de se distrair. Sabia que estava grávida a três meses. Estava considerando um aborto e dizendo que não queria ser mãe. Meses antes de terminarem as coisas. O que ela queria falar com você era que precisava confessar o crime. Ela pensou que lhe dizer aliviaria sua culpa. Ela nunca planejou dizer que estava grávida. Ela não manteria o bebê. O aborto estava agendado. Você não é a razão que ela se enforcou ou matou seu filho. Ela nunca ia dizer que estava grávida.”


Tudo que eu podia fazer era sentar. Foi mais uma vez como se estivesse ouvindo uma história de horror que não era real. Desta vez não tive culpa em meus ombros. Mas o horror era o mesmo. Octavia viveu uma vida muito mais escura dentro da cabeça do que eu imaginava.


Ela sofreu e mentalmente não era estável. Ela nunca foi. Perdi isso. Pensando que sua indiferença e distância eram uma coisa boa. Ela era assim para proteger seus segredos. Não mudou o fato que perdi meu filho. Eu o teria perdido de qualquer jeito e nem sabia disso. Ela nunca me deixaria tê-lo. Ela não queria uma criança. Disse isso muitas vezes.


Me levantei e saí. Não conseguia falar. Não podia fazer perguntas. Só precisava sair. Ficar sozinho. Minha mãe não veio correndo atrás de mim. Ela entendeu. Voltei para a minha caminhonete e dirigi. Ignorei meu telefone. Eu ligaria de volta. Apenas dirigi. Dirigi até a cidade mudar. Até que o cenário se tornou mais familiar. Até estar estacionado fora do bar do meu avô.


Sentado ali, deixei os fatos se medirem em minha cabeça. Eu era capaz de deixar de lado a culpa. Sair dela. Lamentei as vidas perdidas que não tinham de ser. A doença que faz com que pessoas ajam de uma maneira que arruína vidas e muitas vezes acaba com elas. Chorei pela mulher que ela poderia ter sido se não tivesse sido abusada. Eu lamentei a vida que meu filho poderia ter tido.


Mas eu já não me culpo. Estava livre. Minhas escolhas não fizeram com que Octavia tirasse a vida dela e a do meu filho não nascido. Suas escolhas e danos emocionais o fizeram. Perdi isso. Sim. Não percebi que ela estava escondendo a dor, mas então fomos conectados. Eu achava fácil. Quando, na realidade, era errado.


Eu queria Dulce.


Abrindo a porta da caminhonete, saí e fui para dentro. Meu avô estava preocupado comigo. Ligando várias vezes. Mamãe lhe disse que eu precisava de espaço. Agora precisava planejar. Decidir como abordaria Dulce. Ela não ouviu falar de mim em dois meses. Não sabia o que fazia ou se estava namorando. A maneira como nos sentimos... Pelo jeito que foi nosso tempo, não queria pensar que ela seguiria em frente tão rapidamente. Mas devia mais a ela. E queria dar tudo. Estava pronto para merecê-la. Tudo o que tinha que fazer era estar disposto a fazê-lo.


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Dulce Coleções

Este autor(a) escreve mais 52 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

Dulce HOJE TINHA SIDO um sucesso. A saída para o primeiro Teen Day na biblioteca foi maior do que esperava. Cento e onze adolescentes vieram encontrar-se com o autor e jogar trivia que separamos para eles. Estava feliz cantarolando para mim quando terminei de limpar a área que foi realizado o evento quando o diretor de mídia, Matthew Goodwin, entrou. El ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 298



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • ana_vondy03 Postado em 22/02/2020 - 10:13:43

    Aaaaaa to tão triste q acabou! Essa história n tem epílogo?? Uma pena!

    • Dulce Coleções Postado em 22/02/2020 - 15:56:30

      Infelizmente nem epílogo tem ;-;

  • Vondy Forever❤ Postado em 22/02/2020 - 02:32:03

    Ai que lindo adorei a web, chorei de rir com esse final, esses irmãos de Dulce não valem nada.

    • Dulce Coleções Postado em 22/02/2020 - 15:56:04

      A autora original podia ter colocado mais cenas desses irmãos kkkkk. que bom q gostou da fic

  • Dulcete_015 Postado em 22/02/2020 - 00:25:39

    Ameii a fanfic

    • Dulce Coleções Postado em 22/02/2020 - 15:52:34

      Que bom q gostou, fica triste não, vou tentar postar mais de uma vondy agr

    • Dulcete_015 Postado em 22/02/2020 - 00:25:56

      Estou triste pq acabou

  • ana_vondy03 Postado em 20/02/2020 - 06:59:24

    Aaa N acredito q ja está acabando! Continuaaa amoreee S2

    • Dulce Coleções Postado em 21/02/2020 - 22:53:26

      Infelizmente, mas logo logo trago outras vondy

  • Dulcete_015 Postado em 20/02/2020 - 00:46:08

    Continuaa

    • Dulce Coleções Postado em 21/02/2020 - 22:52:55

      Continuando amore

  • Vondy Forever❤ Postado em 19/02/2020 - 22:56:06

    Poxa pena que já esta no fim da web, continua...

    • Dulce Coleções Postado em 21/02/2020 - 22:51:48

      Infelizmente, mas logo logo trago outras vondy

  • Vondy Forever❤ Postado em 18/02/2020 - 18:23:17

    Amei esse capítulo, até que fim os dois vão ficar juntos, continua....

    • Dulce Coleções Postado em 19/02/2020 - 22:15:11

      Continuando amore

  • Dulcete_015 Postado em 17/02/2020 - 23:06:20

    Aaaaa finalmente estão juntos,continuaa

    • Dulce Coleções Postado em 19/02/2020 - 22:14:58

      Continuando amore

  • ana_vondy03 Postado em 17/02/2020 - 22:09:38

    Aaaaaaa que fofoooooo! Continuaaa amoreee S2

    • Dulce Coleções Postado em 19/02/2020 - 22:14:42

      Continuando amore

  • Dulcete_015 Postado em 16/02/2020 - 22:18:30

    Continuaa

    • Dulce Coleções Postado em 17/02/2020 - 22:03:16

      Continuando amore



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...