Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: ATARI: The End Game | Tema: BTS, Lemon, Yaoi, ação, drama, violência, tortura psicológica


Capítulo: Capítulo 1: Who is him?

851 visualizações Denunciar



 










Capítulo 1 - Capítulo 01 : Who is him?





Olá, me chamo Kim Taehyung, tenho 22 anos e trabalho para a IQA Investimentos e incorporações S/A. Uma importante e mega empresa no ramo financeiro, com sua sede em Wall Street, possuindo filiais em todos os quatro cantos do mundo, Hong kong, shangai, Seoul, Dubai entre outros... Uma empresa gigante com um retorno financeiro líquido histórico e em crescente ascensão. Sou coreano e acabo de assumir a posição de CEO da IQA aqui na américa, o mais jovem CEO de uma empresa tão bem sucedida, ouso dizer e sem querer ser pedante, o mais jovem CEO bem sucedido da história, como eu cheguei até aqui? É uma longa história, que deixo para contar em outra oportunidade.


- Senhor Kim, já estão postos, a equipe de investimentos da Blue House o aguarda na sala de reuniões. – Falava Jenie, minha secretaria, me acompanhando enquanto eu saia do elevador e andava apressado e sem muita paciência, em direção à minha sala.


- Eu sei Jenie, peça que aguardem, eu tive um imprevisto.


- Mas Sr. Kim, já estão aguardando há meia hora.


- Eles não vão embora Srta Jenie, fique tranquila. – Falava impaciente encarando Jenie enquanto tirava meu terno e a entregava em mãos. – Por favor, só mais 10 minutos, ok?


- Mas antes, - me virei para Jenie franzindo a sobrancelha – qual minha agenda para hoje? Srta. Jenie?


- Começa com a reunião da Blue House, logo após o Sr. Terá uma coletiva de imprensa para a divulgação do nosso novo índice de rendimentos e... – terminou a frase receosa em continuar.


- E o que? – Arqueei a sobrancelha esperando ..


- Não sei se devo dizer Sr. Kim, sei que o Sr. Não toca em assuntos pessoais nessas coletivas, mas devo alertá-lo de que, meio sem querer, ouvi uma pauta da imprensa.


- Meio sem querer? – Falei sorrindo, pois sei que Jenie seria uma ótima detetive se não fosse minha secretária. E sei bem que não foi nada sem querer, ela sempre me consegue algumas informações privilegiadas.


- Eles querem informações pessoais do mais novo CEO a sair na capa da FORBES. – Terminou jogando uma revista da FORBES em minhas mãos com o meu rosto estampado e o titulo: Who is him?


- Lamento mas.... vão continuar curiosos – falei impaciente e intrigado.


Entrei na minha sala, fechei a porta com a revista em mãos ainda sem acreditar como a imprensa pode ser tão invasiva, quem autorizou o uso da minha imagem? Não importa agora, preciso relaxar, o dia será longo e minha noite foi muito curta.


Observei minha sala, no último andar de uma das torres mais altas de Wall Street. Sempre admiro o quanto tenho uma sala exageradamente espaçosa e luxuosa, mas não poderia ser por menos, afinal, o retorno financeiro que tenho dado a essa empresa daria para adquirir milhões de salas como essas. Mas o que mais me encanta nessa sala é essa paz silenciosa, quase sepulcral.


Sentei na minha poltrona tentando relaxar, fechei os olhos e lembrei do sonho estranho que tive. Fazia tempo que não sonhava, mas ultimamente tenho sonhado sempre com um rosto peculiar, eu não sei, eu não conheço, eu nunca vi, por que está sempre nos meus sonhos? Curioso..


Bem, hora de trabalhar Sr. Kim Taehyung, hora de fazer o que mais gosto nessa vida, ou uma das coisas que eu mais gosto..


Ao entrar na sala de reuniões, uma extensa mesa e todos a postos se levantaram para me receber de uma forma respeitosa. Cumprimentei a todos e me direcionei ao projetor apresentando o nosso mais novo índice de rendimentos, um record superavitário.


- Senhoras e Senhores! Conheçam a mais nova IQA investimentos e incorporadora, daqui pra frente, alçaremos vôos inalcançáveis e quem estiver conosco, em nossas parcerias, como os senhores, voarão juntos! Um brinde a esse resultado histórico! – A sala explodiu em aplausos e olhares vibrantes e enérgicos.


Após 2 horas extenuantes abordando pautas e alinhando estratégias junto a Blue House, saio da sala checando meu celular, que aliás, não para, por mais que sempre tenha sido meu sonho construir essa carreira, nem tudo são flores, um grande sucesso sempre trás grandes responsabilidades. Coincidentemente meu telefone toca:


-Sr. Kim, cancele todos os seus compromissos, precisamos de você na minha sala, é urgente!. – Era o Sr. Taylor, o co-founder da IQA, quem me chamou para assumir a empresa.


Corri apreensivo e já passando ordens à jenie que cancelasse a coletiva de imprensa e demais compromissos, o que poderia ser tão urgente? Embora estivesse tranquilo com a atual situação da empresa, não dá pra confiar, no mercado financeiro tudo é dinâmico, tudo pode mudar de uma hora pra outra. É preciso ter muita resiliência, adaptação rápida à mudanças e perfil estratégico.


- Oi Sr. Taylor, o que houve? Aconteceu alguma coisa? – olhei preocupado observando que o corpo todo da alta administração estava ali, me aguardando.


- Sente-se Sr. Kim, o que tenho pra dizer pode não ser muito confortável para se ouvir de pé. – O semblante do Sr. Taylor parecia realmente preocupado.


- Nós estamos com um problema muito sério com um de nossos acionistas. Ele quer se retirar da empresa.


- Tudo bem! Qual o problema? Temos vários acionistas, não temos? E estamos saltando os olhos dos maiores investidores, nós temos...


- Sr. Kim, - Falou me interrompendo – acontece que esse não é qualquer acionista. É apenas o acionista majoritário da empresa.


- Mas.... eu sou o acionista majoritário dessa empresa – falei arqueando a sobrancelha com um ar cético de que isso não era realmente um problema para terem me feito desmarcar todos os meus compromissos.


- Não Sr. Kim, não sabemos como, mas não é o Sr. quem detém a maior parte das ações e também...


- COMO NÃO? O QUE ESTÁ HAVENDO SR. TAYLOR? EU EXIJO UMA EXPLICAÇÃO CONTUNDENTE AGORA DESSE ABSURDO QUE VC ESTÁ ME DIZENDO. – Falei me exaltando um pouco diante da situação


- Calma Sr. Kim, o Sr. ainda detém grande parte, mas não é a maior.


- E quem é que detém a maior parte??


- É o Sr. Jeon Jungkook, coincidentemente seu conterrâneo, um grande investidor, um verdadeiro tigre asiático.


- E por que ele quer sair? Vai vender suas ações? Eu compro, eu compro todas elas, assunto resolvido! Fechem a pauta, negocie pra mim Sr. Taylor, diga para esse sujeito que Kim Taehyung comprará suas ações e assunto encerrado, simples!


- Não é tão simples assim Sr. Kim, ele não quer vender as ações, na verdade... – deu uma pausa receosa e delicada - ele quer comprar todas as ações da IQA e fechar a empresa.


Olhei incrédulo no que acabava de escutar, ele está louco?? Esse Jon, Jeon, Joan, sei lá, ele é burro? Que diabos ele pretende com isso?? Comprar todas as ações pra fechar uma empresa que dá lucros exorbitantes? Só pode estar de brincadeira. Só pode ser piada! Cada louco que eu tenho que enfrentar, cada situação ridícula que eu tenho que lidar. Vai ver ele só quer atenção, basta uma conversa, mostrar a realidade e o potencial dessa empresa que ele desiste na hora dessa ideia imbecil.


- Espera Sr. Taylor, eu ouvi direito? Ele quer fechar a empresa? – falei tentando absorver a ideia mais idiota da face da terra enquanto controlava minha respiração, falando pausadamente.


- Na verdade acabo de receber a informação de que ele já adquiriu todas as ações – Disse a Sra. Wilson, diretora do colegiado da alta administração, colegiado que até então eu estava ignorando.


- Como assim já adquiriu? Eu não vendi. – Falei já sem paciência e indo em direção à porta. – Não me façam perder tempo, liguem pra esse tal de Jeon jukebox, terei uma conversa séria com esse fanfarrão.


- Sr. Kim, espere, sr. Kim – diziam tentando me alcançar – temos ordens para não incomodá-lo.


Nesse exato momento parei e totalmente incrédulo com a situação, imediatamente me virei.


- Como é que é? Temos ordens? Ordens para não incomodá-lo? Que cara é esse? Que poder ele tem? Que petulância é essa?


- Ele só tem o poder de acabar com a empresa. – Disse Sr. Bolton, membro do colegiado, não se esforçando nenhum pouco para apaziguar minha irritação. E devo dizer que ele disse até com um certo sarcasmo. Realmente, convivemos entre lobos e cobras.


Dei de ombros para todos e fui em direção à minha sala.


- Jenie, por favor, ligue urgentemente para a secretária de um de nossos acionistas, o Sr. Jeon alguma coisa..  preciso falar urgentemente com ele agora.


- Jeon Jungkook Sr. Kim – disse Jenie como se já o conhecesse.


- Você o conhece? – Perguntei desconfiado.


- Só por telefone Sr. Kim, o assessor dele sempre liga pra nós.


- Sempre liga? Pra quê? Como eu nunca soube disso? Como eu nunca soube desse cara?


- Eu sempre tentei encaixá-lo na sua agenda Sr. Kim, mas o Sr. está sempre tão ocupado e nunca pareceu dar tanta importância para esse acionista. – Jenie disse com um ar desolado.


- Eu preciso falar com ele agora, urgente! Depois falamos sobre isso – disse entrando na minha sala e me dirigindo à minha mesa.  Mal sento e Jenie me interfona:


- Sr. Kim, o assessor do Sr. Jeon Jungkook disse que infelizmente não poderá atende-lo.


- Como assim? Deixa eu falar com esse assessor.


- Sim senhor! Transferindo a ligação.


- Alô!! olá Sr. Assessor do Joan.


- Jeon, Jeon Jungkook Sr. Kim Taehyung, e meu nome é Kyu Hyuk.


- Ok, Kyu, eu preciso falar com o Sr. Jeon Jungkook por gentileza. – Falei pausadamente já me sentindo derrotado por essa imbecil falta de acessibilidade a um simples acionista da empresa. Quem ele pensa que era, eu sou o CEO, eu mando nisso aqui.


- Lamento Sr. Ele não poderá atende-lo. Está ocupado.


- FALE PRA ELE QUE O CEO DELE ESTÁ NA LINHA, É TÃO COMPLICADO ASSIM?? – falei esbravejando e totalmente impaciente com tanta petulância.


- Repito, ele não poderá atende-lo. O Sr. terá que marcar uma agenda com o Sr. Jeon, que aliás, está muito lotada.


Não acredito, que irredutível esse assessor, será que terei que viajar até a Coréia pra falar com esse cara? Eu tenho muitos compromissos. É loucura ceder a esse tipo de comportamento..... mas .. Pensando bem, eu quero ver a cara desse sujeito.


- Diga a ele que estarei aí amanhã de manhã, no primeiro horário. E é bom ele me receber. – Disse firmemente e desligando o telefone, sem dar margem para tanta audácia.


- Jenie, mande preparar o jatinho, preciso ir à Coréia,  agora!!!










Compartilhe este capítulo:

Autor(a): dunamus

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).




Loading...

Autor(a) ainda não publicou o próximo capítulo



Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 1



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • ana.army Postado em 05/06/2020 - 10:02:22

    nosssaaaaaaaa ameiii,cara,1 fanfic bts q eu vi aquiiiiiiiiii.... corre lá na minha; MEU PROTETOR não sei se vai gostar mas espero q goste



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...