Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Melhor Que Já Tive - Vondy (finalizada/adaptada) | Tema: Vondy, HOT


Capítulo: Capítulo 3

219 visualizações Denunciar


MAIO 24 / 6:45 PM


Dulce Espinoza


Meu plano de sair as três não tinha saído de acordo. Eu arrumei minhas coisas, limpei o apartamento, tirei todo o lixo e, quando finalmente entrei no carro, a luz do óleo do motor acendeu. Eu nunca fui bom em lembrar de trocar meu óleo. Olhando para o adesivo no canto esquerdo da minha janela, percebi que estava a três mil milhas de atraso. Que droga!


Houve uma espera no Lube Express e levou quase uma hora para que meu carro fosse consertado. Naquela época, eu estava morrendo de fome e fui pegar um embrulho de frango para levar comigo, mas novamente havia pessoas. Tantas pessoas. Era a época do ano em que as sextas-feiras ficavam ocupadas em Rosemary Beach. Veranistas que chegam para a semana na praia. Nada foi rápido ou fácil pelos próximos três meses.


Depois de pegar um pouco de comida e ir em direção a Sea Breeze, eram quase cinco horas e liguei para avisar Bliss que eu estava atrasada mais uma vez e que chegaria a tempo para a festa ou o que quer que fosse. Não achei que a festa fosse uma boa descrição. Não sob as circunstâncias. A menção a Christopher Uckermann me lembrou o casamento de Bliss e Nate. Bebemos um pouco de uísque do frasco dele e conversamos brevemente.


Christopher não era do meu tipo, mas ele estava bêbado, então estava mais descontraído. Isso me fez ver um lado dele que eu gostava. Mas eu duvidava que esse lado tivesse surgido quando ele estivesse sóbrio. Christopher estava muito tenso. Eu gostei de mais aventura. Não os meninos maus, mas os que têm uma vantagem. Christopher era bom demais. Quando ele deixou o casamento na moto de Cruz Kerrington, fiquei impressionado, mas essa foi honestamente a última vez que pensei nele até Bliss o mencionar no início desta semana. Agora eu me perguntava o que havia acontecido com ele depois do casamento. Eu sabia que Cruz não tinha mais a moto. Lila Kate mencionou seu alívio por ele o ter vendido algumas semanas após o casamento, mas ficou surpresa que Christopher tenha sido quem o comprou.


Meus pensamentos foram de Christopher para minha irmã, e então me preocupei com as más escolhas de Phoenix. Papai me mandou uma mensagem com o número de telefone dela, como ele prometeu. Eu liguei para ela três vezes nesta semana e tudo o que ela fez foi me enviar uma resposta. O último tinha sido Não é da sua conta!!! então eu me afastei e a deixei. Não pude forçar Phoenix a falar comigo. No entanto, meus pensamentos ficaram nela o resto do caminho. Quando parei na frente da casa de Nate e Bliss, estava cheia de carros lá fora. Luzes caíam de todas as janelas e levei um momento para apreciar o belo lugar que meu irmão agora chamava de lar. Ele começaria uma família aqui. Um dia eu visitava e havia crianças me chamando de tia Dulce. Bliss não conseguiu engravidar, mas eles já conversaram sobre adotar no futuro. Meu peito estava quente com o pensamento de tudo o que um dia viria para eles.


Então, com a mesma rapidez, senti a melancolia seguir, porque nunca pensei que conheceria a felicidade deles. Eu namorei homens suficientes para perceber o que eles tinham era raro. Toda vez que eu pensava que havia encontrado alguém, ficava ruim. Ele não era o que ele me levou a acreditar. Ele mudou. Talvez tenha sido eu quem os fez mudar. Já tinha acontecido tantas vezes que eu estava disposto a me culpar por isso. Obviamente, eu era o denominador comum.


No fundo, eu temia que minha aparência os atraísse, mas uma vez que eles realmente me conheciam, foram afastados. Eu estava encarando o fato de que devo ser falha. Havia algo na minha personalidade que os homens pensavam que podiam me considerar um dado adquirido, me tratar mal e depois desinteressar-se.


Eu não era uma Bliss e não era uma Lila Kate. Ambos tinham a beleza e a bondade. Eles eram almas lindas. Os homens eram atraídos por elas. Adorava elas. Mulheres como elas foram as que ficaram felizes para sempre.


Eu pensei que alguns dias eu estava bem fazendo a vida sozinha. Eu não precisava me preocupar com mais ninguém. Basta fazer o que eu queria e tomar minhas próprias decisões. Parecia um plano sólido. Um que me faria feliz e contente. Isso durou apenas um pouco.


Quando você é criado por duas pessoas que se amam tão ferozmente quanto meus pais, que brigam, depois fazem as pazes, que riem juntos, resolvem todos os obstáculos juntos, é difícil não querer isso. Foi tudo o que vimos quando crianças e mesmo agora eles ainda se completam. Viver em uma casa como essa era a única coisa que me fazia desejar mais. Eles foram a razão pela qual eu disse sim a um encontro em que eu sabia que no fundo terminaria o mesmo que todos os outros.


Todo mundo dizia que eu era muito parecida com minha mãe. Mas eu sabia que era apenas na aparência. Eu parecia um jovem Blaire Espinoza e foi aí que acabou. Minha mãe era tudo o que eu sempre quis ser, mas eu sabia que nunca seria. Sua beleza era profunda, seu amor era forte, sua vontade era mais do que eu podia compreender. Ela lutou muito cedo e saiu por cima. Eu tinha decidido que essa era a diferença. Eu não tive batalhas.


Minha vida familiar tinha sido perfeita. Eu não queria nada. Recebi todo o amor, segurança e apoio que uma criança poderia receber. Nate era um homem, então talvez tenha sido assim que o afetou de maneira diferente. Ele aprendeu a ser o homem que nosso pai era, vivendo a vida que tínhamos. Mas Phoenix estava tão bagunçada quanto eu. Suas falhas eram diferentes. Mas nós duas lutamos à nossa maneira. Eu não trocaria minha família e a vida que eles me deram pelo mundo, mas temi que isso me impedisse de ter coragem. Não havia nada em mim de real valor.


A porta da casa se abriu e vi meu irmão, que parecia tanto com nosso pai quanto eu, nossa mãe, pisar no degrau da frente. Era uma boa distância de onde eu havia estacionado, mas mesmo daqui, eu sabia que seu olhar estava fixo em mim. Ele estava me esperando. Isso me fez sorrir. Sempre o irmão mais velho.


Peguei minha mochila Louis Vuitton. Era tudo o que eu tinha guardado para uma visita tão curta e saí do meu Audi para encontrá-lo antes que ele andasse até aqui. Ele esperou onde estava quando me viu finalmente indo para a casa. Eu me perguntei se ele tinha me visto dirigir e estava esperando que eu entrasse. Eu não tinha certeza de quanto tempo fiquei ali, perdido em meus pensamentos. Infelizmente, eram pensamentos nos quais me perdi muito ultimamente.


Fazia mais de um ano desde o meu último relacionamento. Por um tempo, fui bom em ser solteira, mas percebi que estava sozinha. Phoenix e eu não estávamos perto há anos e, especialmente, agora que ela fugiu. Lila Kate estava casada e vivendo sua vida como Sra. Cruz Kerrington agora. Eu realmente não tinha nenhuma amiga. Eu nunca gostei de outras mulheres. Eu tentei crescer, mas sempre acabava com os meninos. As meninas eram muito dramáticas. Eles eram tão competitivos. Eu simplesmente não aguentava a luta constante que parecia surgir o tempo todo.


"Eu estava indo procurá-la", disse Nate quando cheguei à escada superior. Ele estendeu os braços e eu entrei neles para retribuir o abraço. "Senti sua falta, mana", disse ele.


Todas as minhas outras preocupações desapareceram. Eu estava aqui na casa dele, onde ele achou feliz. E isso fez tudo certo no mundo. "Eu também senti sua falta", eu disse a ele.


Ele pegou minha mochila e deu um passo para trás. "Vou levar isso para o seu quarto. Bliss demorou muito tempo lá em cima, certificando-se de que estava pronta para você. Eu acho que ela até colocou algumas flores frescas na cama. Diga algo sobre eles, sim.”


Eu sorri com isso. Ele me lembrou muito o pai. Eu assenti. "Eu não sou uma vadia completa, você sabe. Eu teria agradecido a ela sem você me dizer.”


Ele sorriu. "Não, você não é uma vadia. Nossa irmãzinha ganha esse título.”


Sempre fazíamos piadas sobre Phoenix e sua personalidade ruiva. Foi tudo divertido, mas eu me perguntei se ele sabia sobre o atual movimento estúpido dela. Decidi falar com ele mais tarde. Agora não. Ele tinha uma casa cheia de gente. Aqueles que se tornaram seus amigos e família uma vez que ele se apaixonou e se casou com Bliss.


Sempre achei que o círculo de amigos de nossos pais e suas famílias eram anormalmente grande, mas Bliss e seu círculo eram ainda maiores. Eles também estavam muito mais próximos. Foi avassalador quando todos estavam juntos. Eu experimentei isso na festa de noivado, na festa de aniversário de Bliss e no casamento. Agora eu estava de volta para mais.


Comecei a entrar quando Nate disse: "Apenas levante a cabeça. Há um pouco de tensão lá. Todos estão agindo como não, mas você notará. Não pergunte sobre Christopher."


Eu parei. "Christopher não está aqui?" Isso parecia muito diferente de Christopher. Ele era responsável e estar em uma reunião na casa de seu melhor amigo com sua família na noite anterior à cirurgia de sua avó parecia um grande problema.


Nate suspirou, mas a carranca em seu rosto estava clara. Ele estava chateado e tentando esconder. O que diabos estava acontecendo?


“Ele veio aqui ontem à noite. Primeira vez que alguém o viu desde o casamento. Ele saiu cedo para ir à casa dos avós. Seu pai ligou e disse que todos estavam tomando café lá em família. Aparentemente, ele saiu de lá depois do café da manhã e ninguém o viu desde então.”


"Christopher?" Perguntei novamente, ainda tendo dificuldade em associar Christopher à descrição que estava recebendo.


Nate assentiu. "Ele mudou. De muitas maneiras. Até Bliss não o entende.”


A porta da frente se abriu novamente e Micah Falco saiu. Ele olhou para Nate com um olhar irritado, como se a festa lá dentro fosse demais para ele, depois se virou para mim com um sorriso tenso. "Ei", ele disse, em seguida, levantou um charuto. "Cerveja não é suficiente para essa besteira. Eu preciso disso ou estou invadindo o uísque filho da puta.”


Nate assentiu. "Entendido. Apenas certifique-se de fumá-lo longe o suficiente da casa para que Bliss não sinta o cheiro por dentro.”


"Eu vou." Ele estendeu a mão em minha direção. "Você é Dulce, correto?"


Apertei a mão dele. "Sim, e você é Micah, marido de Larissa."


Ele sorriu então. "Sim. Eu sabia que já tínhamos nos conhecido antes, mas sempre em eventos de comemoração e já tive muitos."


Já o vi bêbado mais do que sóbrio. Eu sorri educadamente e assenti.


"Se esse filho da puta não chegar logo aqui. Estou pronto para bater no seu traseiro tatuado." Ele desceu as escadas em direção à praia. Nate não parecia confuso com a última frase, mas eu estava. Quem mais ele esperava aparecer? Eu pensei que Christopher não estar aqui era o problema. Mas ele disse algo sobre tatuagens.


Christopher Uckermann não tinha tatuagens. A ideia de Christopher com tatuagens me fez sorrir. Era algo fora do personagem para ele. Alguém deve estar faltando. Talvez Christopher tivesse trazido um amigo?


Nate fez um sinal para eu entrar e eu estava prestes a perguntar sobre o outro hóspede desaparecido quando Bliss apareceu na porta parecendo tão perfeitamente polida como sempre. Seu sorriso suavizou quando ela me viu e novamente, eu estava sendo abraçada. Eu devolvi o abraço dela.


"Desculpe por estar atrasada", eu disse, pensando que provavelmente era melhor do que eu, já que havia drama familiar que eu não fazia parte.


"Seja feliz que você é", ela sussurrou, em seguida, deu um passo para trás. “Nate está com sua bolsa. Boa. Ele pode levá-lo para o seu quarto e eu vou pegar algo para você beber. Você precisa hoje à noite. Confie em mim."


Eu a segui em direção à cozinha e, por mais que quisesse ocupar o lugar agora que eles haviam refeito, não queria que ninguém pensasse que eu estava olhando para eles. O lugar estava coberto de gente. Bliss se aproximou do bar de mármore e olhou de volta para mim. "Champanhe, vinho ou mais forte?"


Dei uma espiada no quarto e respondi "mais forte".


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Dulce Coleções

Este autor(a) escreve mais 52 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

MAIO 24 / 8:36 PM Christopher Uckermann Caminhar dentro enfrentando besteiras de todos. Não aparecer significava besteira de todos. Foda-se isso. Desci da bicicleta e passei a mão pelos cabelos. Eu não planejava me atrasar. Mas não planejei muito. Eu tive que me afastar de tudo depois desta manhã. O medo que estava claro no rosto de todo ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 130



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • ana_vondy03 Postado em 14/05/2020 - 07:54:09

    Aaaa cheguei atrasada para o final, mas só posso dizer que amei poder acompanhar mais uma de suas histórias!

    • Dulce Coleções Postado em 16/05/2020 - 18:50:25

      Kkkk quem não é atrasada na vida kkkkk, que bom q gostou Aninha *-*

  • juliaf Postado em 13/05/2020 - 08:53:05

    nossa caiu uma lágrima aqui, final perfeito como sempre, você arrasa ♡

    • Dulce Coleções Postado em 13/05/2020 - 18:42:15

      Assim eu choro *-*, muito obrigada por ter acompanhado a história e gostado.

  • ttm Postado em 12/05/2020 - 20:11:31

    adoreeei o fim sz

    • Dulce Coleções Postado em 13/05/2020 - 18:41:48

      Fico muito feliz por ter gostado*-*

  • ana_vondy03 Postado em 10/05/2020 - 19:36:25

    Aaaaa não! Ja é o penúltimo! Vo chora! Continuaaa amoreee S2

    • Dulce Coleções Postado em 12/05/2020 - 19:51:35

      Vamos nos abraçar e chorar juntas Aninha

  • 🌹Queen🌹 Postado em 09/05/2020 - 19:22:38

    Mds o penúltimo. Vou choraaar

    • Dulce Coleções Postado em 12/05/2020 - 19:51:12

      Já estou deitada em posição fetal aqui

  • juliaf Postado em 09/05/2020 - 17:56:16

    Aaaaaaa eu sumi alguns dias e já está no penúltimo capítulo, eu to amando essa reta final,continue a escrever estou ansiosa pelo desfecho e pra ler novas fanfics suas. Bjoo sua linda

    • Dulce Coleções Postado em 12/05/2020 - 19:49:57

      Ain, vamos deitar em posição fetal e chorar cm o último capítulo... Com o fim dessa hj, hj msm já começarei outra aqui.

  • Dulcete_015 Postado em 09/05/2020 - 17:33:28

    Continuaa

    • Dulce Coleções Postado em 12/05/2020 - 19:48:48

      Continuando

  • ana_vondy03 Postado em 07/05/2020 - 19:12:57

    Aí deus! Continuaaa amoreee S2

    • Dulce Coleções Postado em 09/05/2020 - 17:16:02

      Continuando amore

  • jujuflor Postado em 07/05/2020 - 01:10:12

    Leitora nova estou lendo a sua fic mas não cheguei onde está, mas creio q mais tarde eu chego, mas já estou amando oq estou lendo... Continuaaaaaaaaaaaaaa plisssssssssssssssssss

    • Dulce Coleções Postado em 09/05/2020 - 17:15:51

      Aí q bom q esteja gostando... Pena q só falta 2 capítulos pra acabar;-;

  • ana_vondy03 Postado em 04/05/2020 - 22:48:50

    (Só espero q ele n faça a burrada de abandonar a Dul) Continuaaa amoreee S2

    • Dulce Coleções Postado em 06/05/2020 - 19:55:11

      Ele q não seja doido kkkkk



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...