Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Melhor Que Já Tive - Vondy (finalizada/adaptada) | Tema: Vondy, HOT


Capítulo: Capítulo 5

346 visualizações Denunciar


MAIO 24 / 9:15 PM


Dulce Espinoza


Eu estava naquele estágio da minha vida. Eu não deveria achá-lo sexy. Todas aquelas tatuagens e esse cabelo bagunçado e louco. Não. O último cara que namorei que parecia com ele acabou na prisão. Ele achou que fugir da polícia era uma boa ideia, em vez de encostar e pegar a multa. Eu tive que ligar para meu irmão para me pegar depois que minha carona foi presa.


Caminhando diretamente para o bar, me servi de um copo de uísque de malte e fui para as escadas. Por mais tentador que tenha sido assistir o novo Christopher lidar com sua família enfurecida, tive medo de que minha atração por ele piorasse. Eu já fui atraído por ele o suficiente quando ele era do tipo limpo e confiável. Isso, no entanto, era muito mais intrigante. O que era típico de mim. Fiz escolhas terríveis quando se tratava de homens. Christopher tinha me deixado vê-lo. Ele não se encolheu quando nossos olhos estavam trancados. Eu vi a diferença lá. Ele não era o mesmo cara. Estremeci um pouco ao me lembrar do olhar assombrado que ele nem tentou esconder. O câncer de sua avó causou uma dor tão óbvia? Eu não conseguia entender, mas não achava. Havia um conhecimento lá. Um que quase avisou aqueles que se aproximaram o suficiente para manter distância.


"Está na hora da maldição." A voz do pai de Bliss me fez parar e eu fechei meus olhos com força por um momento. Lutando pela opção de ficar e assistir a isso ou fugir dela. O cara que eu acabei de conhecer lá fora não era quem eles pensavam que ele era. O feliz e tranquilo Christopher se foi e eu queria avisar a todos para terem cuidado. O que parecia bobo, mas ao mesmo tempo achei que Christopher e os outros precisavam de uma introdução adequada. Eles não conheciam esse Christopher, e eu me perguntava se ele se lembrava deles. Se ele se lembrava de como eles sempre foram importantes para ele. Porque o cara do lado de fora não parecia nem pensar que estava machucando a todos por sua ausência.


"É bom ver você também, Cage", o sotaque de Christopher era profundo, e eu mordi meu lábio inferior pensando que a escuridão dele fez coisas comigo das quais eu deveria ter vergonha. Eu precisava continuar subindo as escadas e esquecer esta noite. Esqueça Christopher e todos os seus problemas ocultos e sensualidade.


"Vovó saiu há uma hora", acrescentou uma voz feminina.


Nenhuma resposta de Christopher. Fiz uma pausa e esperei que ele falasse. Quando alguns segundos se passaram sem nada, desisti do bom senso e me virei na escada para ver o que estava acontecendo. A irmã de Christopher, Crimson, estava olhando para ele com uma mão no quadril. Ela estava esperando por uma resposta. Era um impasse que ela iria perder porque Christopher levantou uma sobrancelha para ela e esperou. Se ela queria uma briga entre irmãos, ela não ia conseguir uma com ele.


Todos na sala permaneceram em silêncio. Como eu, todos estavam assistindo a cena se desenrolar. Possivelmente esperando uma explicação de Christopher, eu sabia que eles nunca conseguiriam. O silêncio deles, sua expressão quase entediada e vazia confundia todos eles e isso estava me deixando nervoso por ele ou talvez eu estivesse nervoso por eles. Inferno, eu não sabia com quem se preocupar, o que era ridículo.


"Não me deixe interromper", disse Christopher, levantando o olhar da irmã para dar uma olhada no resto da sala. Então ele passou por sua irmã em direção à comida ainda em cima da mesa. Bliss se moveu rapidamente e foi encontrá-lo. Todo mundo voltou a conversar, mas ainda estava muito mais silencioso do que antes, parecia forçado agora. Como se todos ainda estivessem focados em Christopher. Tentando entendê-lo e confuso com o que eles tinham acabado de ver. Eu estava lá com eles. Talvez eu não tenha crescido conhecendo ele por toda a minha vida, mas já estava com ele o suficiente para saber que tudo isso era inesperado. Mas então ele também fugiu depois do casamento. No começo, eu assumi como todos os outros que tinha sido sua maneira de lidar com Bliss se casando com meu irmão. E ainda pode ter sido. Seja qual for o motivo de sua fuga, ele não estava retornando o mesmo cara. Aquele que amava Bliss desde criança se fora. Isso não era sobre Bliss.


"Ninguém vai mencionar, porra, toda a maldita tinta e cabelo?" A voz profunda veio do canto da sala de estar. Jimmy Taylor estava apontando para Christopher com o copo de uísque na mão e sorrindo como se quisesse brindar a Christopher ou rir. Eu não tinha certeza.


Prendi a respiração. Jimmy Taylor estava um pouco decepcionado. Nunca é sério. Ele estava tentando aliviar o clima, mas eu não tinha certeza de que era possível aliviar o humor de Christopher.


Voltei-me para Christopher e lutei contra o desejo de fechar os olhos. Tudo isso pode ficar muito ruim muito rapidamente.


“Você quer um pouco disso. Não aja como você não,” respondeu Christopher e, apesar de não sorrir. O que foi uma pena, porque eu sabia que Christopher tinha um grande sorriso, ele parecia relaxado. Não é de confronto.


Jimmy riu e a tensão na sala diminuiu. “Foda-se sim, eu faço. Bom garoto ficou mal. Sexy como o inferno.”


Christopher encolheu os ombros. "Eu fiz tudo por você", ele disse a Jimmy e isso riu de outras pessoas na sala.


Soltei um suspiro de alívio. Por que eu me importava tanto com tudo isso acontecia, eu não fazia ideia. Isso não me afetou. Estes não eram o meu povo. Eu mal os conhecia. Alguns mais que outros. Tentei lembrar a maioria dos nomes deles, mas isso foi difícil. Em seguida, descobrir quem foi com quem e foi relacionado a quem... Isso era uma merda e eu precisava de uma árvore genealógica para guardar no bolso como uma folha de dicas.


Um dos irmãos de Bliss se levantou e eu não conseguia lembrar o nome dele. Todos eram parecidos e tinham nomes que começavam com C. Era igualmente confuso. "Acho que todos devemos agradecer que a Saffron não esteja aqui por isso", anunciou em voz alta. Como se ele estivesse falando com uma multidão muito maior do que as pessoas na sala.


"Amém!" um dos outros caras da idade dele chamou. Não sabia quem ele era, mas ele tinha cabelos loiros e surfistas.


"Vocês não começam com Saffron quando ela não está aqui para se defender", repreendeu a mãe de Bliss, Eva. Ela estava dando um olhar de advertência ao filho.


"Eles diziam a mesma merda se ela estivesse aqui. Todos sabemos que ela merece isso,” disse Jimmy com um encolher de ombros. Eu ouvi histórias sobre Saffron da Bliss. Eu a vi uma vez no casamento e ela era deslumbrante, mas ela sabia disso. Eu a vi injetar sua beleza injustamente, o que achei que a tornou menos atraente. A gêmea que ela tinha era seu completo oposto. O que, na minha opinião, fez da gêmea verdadeiramente bonita.


As várias conversas começaram a recuar como se nada tivesse acontecido. Eu deixei meu olhar voltar para Christopher que estava conversando com Nate. Meu irmão não parecia satisfeito com Christopher, mas Bliss estava lá no braço direito de Nate. Ela estava dizendo algo para o meu irmão. Ao contrário do resto das risadas e conversas descontraídas na sala, as delas pareciam tensas. Nate não se importaria com a diferença em Christopher. Sua carranca escura e humor mais sombrio apenas irritariam mais Nate. Porque, aos olhos de Nate, Christopher estava incomodando Bliss e meu irmão não deixou sua esposa chateada. Eu vi meu pai reagir a situações que envolveram minha mãe a vida toda. Os homens da minha família eram ridiculamente protetores de suas mulheres. Christopher não sabia disso, eu tinha certeza e fiquei tentada a salvá-lo.


Eu não necessariamente achei que ele merecia. Estar atrasado hoje à noite foi uma jogada idiota. Mas eu não tinha tanta certeza de que ele tinha feito isso para ser um idiota. Havia mais nessa mudança. Era possível que ele estivesse lidando com o diagnóstico de sua avó à sua maneira e ele precisava de espaço para aceitá-lo. Seja qual for o motivo, não achei que meu irmão estivesse considerando nada disso enquanto falava com Christopher.


Bliss estava dizendo algo para os dois e Christopher parecia como se ele estivesse em outro lugar. As palavras dela nem se registraram. A expressão desinteressada disse mais do que ele percebeu. Mesmo sabendo bem e bem, deveria subir e ler um livro... Em um banho de espuma... Sozinha, cuidando dos meus próprios assuntos, desci as escadas que subi.


Voltei pela sala e estava quase no pequeno grupo quando Christopher chamou minha atenção e ele voltou sua atenção totalmente para mim. Eu já tinha percebido o quão incrível seus olhos eram antes desta noite? Não... Eu acho que não. Até conversarmos lá fora, eu nunca tinha olhado Christopher de verdade. Ele acabou de ser o melhor amigo de Bliss. Seus olhos nunca eram algo que eu queria explorar. O jeito que eles me trancavam agora era um pouco perturbador. Se eu fosse uma mulher mais fraca, teria me virado e saído para o quarto. Os segredos que eu não tinha certeza de querer saber trancados dentro daquelas piscinas verdes eram muito intrigantes para me afastar. Também não parecia feliz por me ver. Caramba, ele nem parecia aliviado.


O homem podia pelo menos apreciar o fato de eu estar aqui para salvá-lo de uma situação em que ele não queria estar. Eu podia ver isso do outro lado da sala. Não era como se eu tivesse vindo aqui para flertar com ele ou chamar sua atenção. Mesmo se ele não me perturbasse um pouco com seu comportamento estranho, eu não consideraria ele potencial de relacionamento.


Christopher Uckermann não era uma opção. Ele era o melhor amigo da minha cunhada ou ele tinha sido. O novo Christopher, que eu não tinha tanta certeza, sentia o mesmo. Mas ele estava apaixonado por ela quando conheceu Nate. Ele pode não ter amado Lila Kate quando eles namoraram, mas ele estava muito ligado a ela quando eu o conheci. Essas duas conexões o deixaram fora dos limites. Não achei que houvesse um código de garota para algo tão complicado, mas tinha certeza de que seria um grande NO se alguma vez fosse dissecado.


"Ei, vocês estão monopolizando a pessoa mais interessante da sala", eu disse com uma voz leve e provocadora enquanto me aproximava do meu irmão e a poucos centímetros de Christopher.


Nate me lançou um olhar como se decidisse o que eu estava fazendo. Eu podia ver seus olhos me estudando muito. Eu pisquei para ele, em seguida, voltei minha atenção para Christopher. “Todos eles deram uma olhada em você. Seus pais foram embora com sua avó. Quer me levar pela praia para que eu possa descansar de todas essas vozes?”


Os olhos dele se estreitaram por um breve segundo. O flerte era um pouco demais para mim, mas eu o aceitava pelo bem da plateia na sala. Certamente Christopher podia ver isso.


"Ou você pode ficar aqui e ouvir a minha irmã cadela, possivelmente ser repreendida verbalmente por sua irmã novamente." Fingi olhar ao redor para ver quem mais estava aqui, embora eu já soubesse. “Há também sua tia Larissa que eu vejo por aqui. Ela vai martelar seus ouvidos também, imagino.”


Christopher seguiu meu olhar para ver que eu não estava mentindo sobre Larissa. Ela estava indo nessa direção.


"Foda-se", ele murmurou.


"O que você esperava?" Bliss sussurrou.


Christopher virou a cabeça e seus olhos voltaram para mim. Antes que ele pudesse dizer qualquer coisa, Larissa estava lá. “Quando você se tornou uma merda? Hendrix sempre reservou esse papel na família.” Larissa parecia mais decepcionada do que qualquer coisa. Eu não tinha ideia de quem era Hendrix, mas Christopher não parecia insultado.


"Ele ainda é uma merda", respondeu Christopher.


"Foram os comentários dele esta manhã no café da manhã que impediram que você aparecesse como um ser humano decente hoje à noite?" Larissa perguntou.


Fiquei intrigado e talvez um pouco intrometido. Se Christopher não parecia tão desconfortável, eu deixei isso continuar para descobrir quem era Hendrix e o que ele havia dito a Christopher. No momento, eu estava em uma missão de resgate, mesmo que não quisesse.


"Christopher, você pode me levar nessa caminhada agora?" Eu perguntei a ele e todos os quatro pares de olhos se voltaram para mim. Eu os ignorei, exceto Christopher, é claro. Eu sorri docemente para ele. "Você prometeu", acrescentei.


Nate não gostou que eu me envolvesse. Eu poderia dizer sem olhar para o meu irmão. Ele poderia superar isso.


"Sim", respondeu Christopher, e ele acenou com a cabeça para eu começar a andar e seguir.


Consegui um sorriso brilhante que era tão falso que era ridículo para os outros três que estavam ali, depois me virei nos calcanhares e fiz o meu caminho para as portas francesas com vista para o golfo. Antes de chegar à saída, Christopher se moveu na minha frente e abriu uma porta, depois recuou para que eu pudesse sair. Havia o cara que eu lembrava. O cavalheiro que todos amavam. Mas tão rapidamente quanto ele apareceu com a abertura da porta, ela se foi. Sem sorriso Não, obrigado pelo resgate. Nem mesmo contato visual silencioso.


Tirei os calcanhares e os deixei no topo da escada, depois desci em direção à areia descalça. A brisa estava quente, então meus braços não estavam gelados. O verão não estava oficialmente aqui até o solstício, mas no sul do Alabama, definitivamente havia chegado.


A lua estava cheia e caminhar ao lado de Christopher no silêncio era agradável. Não havia necessidade de conversar se ele não quisesse. Já fizemos isso. Eu não o trouxe aqui para conversar de qualquer maneira. Eu estava cansado de falar hoje. Eu fiz mais do que costumava fazer. Além disso, Christopher tinha pouco a dizer. Não há necessidade de forçá-lo a falar.


A casa era apenas uma luz à distância quando ele finalmente falou.


"Porque você fez isso?" ele perguntou.


Eu levantei um ombro para dar um meio encolher de ombros. Ainda não, obrigado. Nem mesmo o som de gratidão. "Você parecia precisar de uma fuga."


"Eu fiz", ele concordou.


“Eu estava subindo as escadas para me escapar. Mas não pude ignorar minha mentalidade de herói e deixar que um pobre rapaz seja comido vivo por mulheres raivosas."


"Hmmm", foi sua única resposta. O que isso significava? E por que isso parecia tão rouco e sexy? Eu deveria estar aborrecido com a falta de resposta dele. Não excitado por um estrondo profundo e rouco.


Afaste-se de Dulce. Não vá lá. Você já discutiu isso com você mesmo. Ele está fora dos limites. Código de garota sem script ou alguma merda.


"Eu devo-te uma." Sua voz e palavras me surpreendem. Isso foi o mais próximo de um agradecimento que eu receberia, mas eu aceitaria. Além disso, se ele estivesse jorrando de mim e agradecido, eu ficaria tão atraída por ele? Eu sabia a resposta e fingia que não. Isso me fez parecer superficial. Eu odiava superficial. Precisando sair da minha cabeça, eu decidi que faria a conversa fiada. Ou tente com ele.


“Não, acho que estamos quites agora. Eu devia uma a você,” eu disse a ele.


Eu senti seu olhar em mim então. Encontrar esse olhar foi uma ideia estúpida. Eu fiz de qualquer maneira. Porque hoje à noite eu estava sendo todo tipo de idiota. Mesmo aqui ao luar, aqueles olhos dele eram alguma coisa.


"Por que você me deve?" ele perguntou, e de repente eu estava tão hipnotizada por seus lábios quanto por seus olhos. O que eu estava fazendo? Saia dessa, Dulce! Eu desviei o olhar dele e olhei para frente novamente.


"O casamento. Você salvou minha sanidade compartilhando seu uísque. Isso me fez passar o dia.” Eu também não estava dizendo isso. Eu estava falando serio. Fiquei estressado até minha pequena visita a Christopher no banco, sob o belo carvalho vivo. Ele me fez sorrir, me deu bebida suficiente para acalmar meus nervos, e eu gostei de sua companhia bêbada.


"Está tudo embaçado. Eu bebi muito desse uísque. Foi uma coisa boa eu ter compartilhado um pouco disso”, ele disse.


"Você se lembra da nossa conversa?" Eu perguntei, me sentindo um pouco desanimada por estar embaçada para ele. Não que isso importasse. Não era como se eu tivesse pensado nisso durante o ano passado. Só porque ele estava aqui comigo ao luar, andando pela praia com seu novo e misterioso apelo sexual misterioso... Nada demais.


Eu arrisquei um olhar para ele, e ele estava sorrindo. Não foi um sorriso. O sorriso nem sequer enrugou os olhos. Nenhuma diversão real em sua aparência. Mais como ele se lembrava, mas isso não tinha importância para ele e ele parecia entender que eu queria. Se isso fazia sentido.


“O jeito que você cheira. Lembrei disso. É o mesmo. "


Não é a resposta que eu estava esperando. Eu precisava dele para elaborar isso. Eu cheirei mal? Ele gostou? Ele pensava nisso com frequência? Vamos Christopher... Sou mulher, preciso de mais.


Eu esperei. Ele não disse nada.


"Isso é tudo. Meu cheiro,” persuadi finalmente.


Quando pensei que ele não ia dizer mais nada, ele parou e olhou para a lua e depois para mim. Eu também parei de andar. "Eu acredito que te disse que você parecia gostosa pra caralho." Ele acrescentou isso como se estivéssemos falando sobre o clima. Ele não se virou para ver minha expressão ou me deu um sorriso provocador. Ele parecia estar pensando em algo completamente diferente da conversa que estávamos tendo. Seu perfil era duro, masculino, e a falta de interesse que brotava dele enviou um desafio que eu não acho que ele percebeu. Adicione aquela voz grossa e profunda e ele provavelmente deixará as garotas nuas em segundos. Não, não, não... Pare com isso. Eu não ia pensar em sexo com Christopher. EU NÃO ESTAVA. Ele certamente não estava pensando nisso comigo. Onde estava meu orgulho, pelo amor de Deus? Eu era melhor que isso.


"Você disse isso", respondi, finalmente lembrando de suas palavras bêbadas e de como na época eu achava que ele era doce. Uma palavra tão estranha para o homem na minha frente agora. Não havia mais nada doce nele.


"Eu era tão ingênuo", disse ele, mais pensativo agora. Seus olhos tinham uma seriedade neles. Um conhecimento das coisas que o velho Christopher não possuía. O que Christopher viu, fez, experimentou que o mudou tanto? Sua cabeça virou-se para mim então. Nossos olhos se encontraram. Isso me assustou um pouco. Eu não tinha certeza do que ele estava procurando, mas, como antes, parecia que ele estava procurando por mais.


Eu fiquei lá deixando as ondas quebrando atrás de nós ser o único som. Embora a maneira como ele me estudou com tanta intensidade me fez sentir exposta. Eu também sabia que não havia nada que eu realmente tivesse que esconder dele. Permitir que ele procurasse o que ele parecia querer encontrar era difícil, mas eu permaneci imóvel. E eu fiz algumas pesquisas por conta própria.


Fui eu quem quebrou o contato visual primeiro. Meu peito doía por algo que eu não conseguia explicar e, por um momento, senti falta do cara que nunca conheci. Ele não estava mais lá dentro.


"Provavelmente é seguro voltar", disse Christopher. "Todos têm que sair eventualmente."


Então ele começou a voltar.


Eu não segui imediatamente. Eu o observei por alguns momentos, enquanto me repreendia mentalmente por ter sido afetada por ele tanto. Eu tinha um objetivo e que tinha sido resgatá-lo de sua família. Eu fiz isso. Tinha acabado. Não havia motivo para ansiar pela empresa dele, quando ele obviamente não estava desejando a minha.


Havia uma boa chance de eu não ver Christopher Uckermann novamente por meses ou anos. Nossos caminhos não tinham motivos reais para atravessar. O pensamento não era o alívio que deveria ser. Em vez disso, eu já sentia falta dele.


Ele parou de andar e olhou para mim. A escuridão sombreava seu rosto. Comecei a me mover na direção em que ele estava em direção à casa. Ele esperou até que eu o alcançasse e depois deu um passo ao meu lado. Sem palavras. Nada mais.


Era tão estranho quanto ele, mas também reconfortante. Eu não senti que tinha que dizer alguma coisa ou que era esperado falar de mim. Nós apenas caminhamos em silêncio.


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Dulce Coleções

Este autor(a) escreve mais 52 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

MAIO 25 / 10:23 AM Christopher Uckermann Distância. Eu precisava de alguma distância. Do medo de todos, preocupação, lágrimas, tudo isso. Esta manhã ainda não havia terminado e, no entanto, pareciam dias desde que estávamos na sala de espera. Ainda faltavam horas. Pelo menos foi o que nos disseram para esperar. Saindo ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 130



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • ana_vondy03 Postado em 14/05/2020 - 07:54:09

    Aaaa cheguei atrasada para o final, mas só posso dizer que amei poder acompanhar mais uma de suas histórias!

    • Dulce Coleções Postado em 16/05/2020 - 18:50:25

      Kkkk quem não é atrasada na vida kkkkk, que bom q gostou Aninha *-*

  • juliaf Postado em 13/05/2020 - 08:53:05

    nossa caiu uma lágrima aqui, final perfeito como sempre, você arrasa ♡

    • Dulce Coleções Postado em 13/05/2020 - 18:42:15

      Assim eu choro *-*, muito obrigada por ter acompanhado a história e gostado.

  • ttm Postado em 12/05/2020 - 20:11:31

    adoreeei o fim sz

    • Dulce Coleções Postado em 13/05/2020 - 18:41:48

      Fico muito feliz por ter gostado*-*

  • ana_vondy03 Postado em 10/05/2020 - 19:36:25

    Aaaaa não! Ja é o penúltimo! Vo chora! Continuaaa amoreee S2

    • Dulce Coleções Postado em 12/05/2020 - 19:51:35

      Vamos nos abraçar e chorar juntas Aninha

  • 🌹Queen🌹 Postado em 09/05/2020 - 19:22:38

    Mds o penúltimo. Vou choraaar

    • Dulce Coleções Postado em 12/05/2020 - 19:51:12

      Já estou deitada em posição fetal aqui

  • juliaf Postado em 09/05/2020 - 17:56:16

    Aaaaaaa eu sumi alguns dias e já está no penúltimo capítulo, eu to amando essa reta final,continue a escrever estou ansiosa pelo desfecho e pra ler novas fanfics suas. Bjoo sua linda

    • Dulce Coleções Postado em 12/05/2020 - 19:49:57

      Ain, vamos deitar em posição fetal e chorar cm o último capítulo... Com o fim dessa hj, hj msm já começarei outra aqui.

  • Dulcete_015 Postado em 09/05/2020 - 17:33:28

    Continuaa

    • Dulce Coleções Postado em 12/05/2020 - 19:48:48

      Continuando

  • ana_vondy03 Postado em 07/05/2020 - 19:12:57

    Aí deus! Continuaaa amoreee S2

    • Dulce Coleções Postado em 09/05/2020 - 17:16:02

      Continuando amore

  • jujuflor Postado em 07/05/2020 - 01:10:12

    Leitora nova estou lendo a sua fic mas não cheguei onde está, mas creio q mais tarde eu chego, mas já estou amando oq estou lendo... Continuaaaaaaaaaaaaaa plisssssssssssssssssss

    • Dulce Coleções Postado em 09/05/2020 - 17:15:51

      Aí q bom q esteja gostando... Pena q só falta 2 capítulos pra acabar;-;

  • ana_vondy03 Postado em 04/05/2020 - 22:48:50

    (Só espero q ele n faça a burrada de abandonar a Dul) Continuaaa amoreee S2

    • Dulce Coleções Postado em 06/05/2020 - 19:55:11

      Ele q não seja doido kkkkk



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...