Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Juntos pelo casamento – vondy | Tema: Vondu rbd


Capítulo: Capítulo 17

63 visualizações Denunciar


Capítulo 17


 


Dulce tinha duas entrevistas de emprego à primeira era na pousada que ficava a quase 45min. Do apartamento, assim que Christopher saiu ela foi se arrumar, lavou os cabelos e secou, fez uma maquiagem nova com os produtos que tinha comprado, vestiu uma calça social com blusa, se olhou pela última vez no espelho. A imagem dela parecia profissional e segura, chamou um Uber e desceu até o hall. 


 


Durante o caminho evitou pensar na noite anterior tinha que se focar no emprego e conseguir sua independência econômica, chegando lá percebeu que era bem longe e meio velha, entrou e foi até a recepção. A entrevista foi rápida a senhora dona da hospedagem queria alguém para cuidar e organizar as estadias, era idosa e provavelmente não sabia mexer em computador. 


 


O salário era baixo e ela trabalharia todos os dias manhã e tarde, a senhora deu 24h para a resposta de Dulce que agradeceu e foi embora. Não era exatamente o que esperava, além do mais era muito afastada e não teria nem vale transporte, chamou outro Uber que demorou quase 15min. Para chegar, resolveu procurar informações sobre o curso, recebeu um sms de Christopher.


 


Chris recebido ás 10h22min:


 


Dul, consegui remarcar sua consulta com meu amigo psicólogo amanhã a noite, pensei em depois sairmos para jantar. Topa? 


 


Dulce Maria 


 


Christopher me chamando para jantar? Sorri feito boba, eu queria muito evitar criar qualquer expectativa a respeito de Christopher, eu tinha feito o presente do outro dia com tanto carinho e ele não me deu nem um obrigado. Às vezes eu não o entendia. Aceitei seu convite e disse que a primeira vaga de emprego não era boa, ele me disse que conversaríamos para ver a melhor opção. 


 


Nós parecíamos um casal, tomávamos decisões juntos eu gostava da opinião dele a respeito das coisas me fazia sentir mais segura. Eu estava virando dependente de Christopher Uckermann e isso era uma bela porcaria, pois em breve ele voltaria com a noivinha e eu tomaria no meu rabo. 


 


Decidi não pensar nisso enquanto entrava na faculdade para ver os cursos disponíveis e os preços, tomei um susto era caro demais. Merda! Logo abaixo as datas das provas para conseguir bolsa, era em três meses e hoje seria o último dia de inscrição. Não pensei duas vezes peguei o celular e fiz, e paguei com o cartão de crédito mesmo. Peguei os editais com a lista de conteúdos, eu faria a prova e com minha nota eu poderia ver em que cursos eu entraria, seria interessante.


 


Caminhei para fora ainda lendo no celular quando trompei direto com alguém, se essa pessoa não tivesse me segurado eu iria de bunda ao chão. 


 


-ai, desculpa eu estava distraída e... – eu parei de falar. Uau! Que homem lindo puta merda. 


 


- não tem problema, eu também não te vi. – ele me soltou e deu uma piscadinha, senti o calor subir que isso. 


 


- tranquilo. – coloquei o celular na bolsa e estendi minha mão. – prazer sou Dulce Maria. – ele pegou minha mão e puxou me trazendo de encontro a ele e deu dois beijinhos na minha bochecha. UAU! Ele era muito cheiroso e charmoso.


 


- prazer é todo meu, Dulce Maria eu sou Klebber Toledo. – ele falou pertinho do meu ouvido, deus do céu. 


 


- bom, eu tenho que ir foi um prazer Klebber, até qualquer dia. – ele me deu mais dois beijinhos, me dando mais uma oportunidade de sentir seu perfume. 


 


Eu segui andando orando para não parecer uma besta que não via homem bonito, segui para fora e coloquei minha mão no peito e soltei o suspiro que tinha prendido. Aí isso não acontece todo dia, chamei outro Uber para ir até o Hotel Lotus onde seria minha segunda entrevista, da faculdade até o destino era perto uns 10min. Com o transito da hora do almoço, como não queria me atrasar almocei no restaurante do hotel mesmo e depois fui ao banheiro onde escovei os dentes e retoquei a maquiagem. 


 


Faltavam ainda 20 min. Sentei para aguardar e fui ver os storis nas redes sociais, isso era a nova moda. As pessoas expunham a vida com uma facilidade, resolvi tirar uma foto e postar ali, e para minha surpresa Klebber o gostoso tinha me seguido no instagram. Carara! O cara gostou de mim era isso? Senti-me poderosa ele era lindo, eu achando que não estava com nada. Eu ai dar uma stalkeada nele quando vi o storis de Mai com uma foto dela e de Poncho. Oi? Eu perdi alguma coisa? 


 


Não deu tempo para questionamentos, fui chamada para conversar com o gerente do hotel, quando ia entrando senti a boca secar meu deus! Hoje era meu dia. O gerente era ninguém mais ninguém menos que o Klebber bonitão. 


 


- Dulce Maria que prazer reve-la. – eu sabia que tinha que responder, mas travei. – não fique nervosa eu sou gente boa. – ele sorriu. Meu deus! 


 


- desculpa, eu só não esperava te ver, eu acabei de receber a notificação que você me seguiu. – ele ria e apontou a cadeira a sua frente para eu sentar. 


 


- sim, quando cheguei aqui vi sua foto na ficha e te procurei nas redes socias, não queria te assustar. – ele falou levantando as mãos. 


 


- não me assustou apenas surpreendeu. – eu olhei ao redor era uma bela sala. – então você é gerente do hotel? 


 


- sou o dono. – além de lindo, cheiroso, charmoso, gentil, educado ainda era bem sucedido. Isso existia?  - vamos para sua entrevista? – eu assenti.


 


Começamos a conversar ele gostou de saber que eu me interessava pelos assuntos de hotelaria e que pretendia cursar sobre isso, pediu para que eu olhasse como funcionava o programa que coordenava todo o hotel, era simples e o mesmo do cassino. Tirei de letra, o salário era ótimo daria conta de uma solteira. Estávamos sentados terminando de aceitar os pontos.


 


- olha às vezes tem eventos no hotel e você pode precisar ficar até depois da meia noite, ganhará hora extra. – eu assenti madrugar era comigo. – seu marido não se importa? – eu tive que rir, ele achou que eu era casada? Puta merda eu era casada. Droga o bonitão não ia querer nada comigo.


 


- não, é bem meu casamento não é muito normal. É uma longa história só desconsidere finja que eu sou solteira. – falei normal, será que pareci oferecida? 


 


- perfeito então, melhor ainda alias. – ele pegou o celular. – você pode me dar seu número pessoal? – ele queria meu numero, meu deus!


 


- claro! – peguei o celular dele super moderno e com ar de caro e coloquei meu número. – aqui. – ele pegou e o meu apitou em seguida com uma mensagem do mesmo. – vou salvar o seu também. – quando fui salvar vi uma mensagem de Christopher dizendo que três pacientes tinham desmarcado hoje, fazendo sua agenda voltar ao normal. 


 


Eu e klebber continuamos a conversar, ele era fácil de puxar papo e flertava com sutileza. Foi emocionante tinha tanto tempo que não fazia nada disso. Ele pediu um lanche pra gente na sala, me contou sobre como o hotel que era de seu avô passou de uma pensão para o que é hoje. Eu ouvi tudo não contei sobre minha vida, apesar de tudo eu não confiava nele acabamos de nos conhecer. 


 


Ele me mostrou todas as dependências do hotel, era enorme ainda tinha uma área com piscina, quadra de tênis, futebol, basquete. A garagem era enorme e tinha uma área de funcionários onde ficavam as camareiras, tudo isso levou a tarde toda. E eu precisava ir embora, estava começando a escurecer e esfriar. Estávamos caminhando para fora. 


 


- bom eu tenho que ir, foi um prazer Klebber. – ele novamente fez aquilo de me puxar e beijar minhas bochechas. 


 


- adorei te conhecer Dulce, espero que aceite a nossa proposta você seria ideal para vaga. – fiquei contente, eu nunca imaginei que nas minhas primeiras entrevistas eu acharia algo incrível como esse emprego.


 


- bom, tchau. – eu me virei quando ele me chamou. 


 


- já deu minha hora também, quer uma carona? – eu estava pronta para dizer não, afinal ele podia ser tudo de bom, entretanto era um estranho. Quando uma voz soou. 


 


- não precisa eu vim buscá-la. – Christopher passou por fim e estendeu a mão de forma simpática para Klebber. – sou Christopher Uckermann.


 


- ah. – ele deve ter relacionado o sobrenome. – sou Klebber o gerente do hotel, a Dulce fez uma ótima entrevista hoje. Gostaria que ela aceitasse a vaga. 


 


- que bom, fico feliz. Com certeza ela vai escolher a melhor opção para si mesma. – ele se virou e sorriu para mim, Klebber também e ainda piscou. Deus! Eu deveria ter uma cara de idiota. – bom vamos Dul, tchau Klebber foi um prazer. – os dois apertaram as mãos novamente enquanto eu mandava um tchau.


 


Pessoal eu acho o Klebber Toledo muito bonito por isso coloquei ele na história kkkk. Enfim ultimo do dia, Dul mostrando que não ta morta. 


 


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Allita

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).

- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

Hello hoje eu vou postar apenas dois capítulos bem mais compridos do que os de antes, por serem apenas dois. Obrigada pra quem comenta, love a vocês. Falando nisso o tamanho dos capítulos está bom? Eu sou acostumada a postar pelo Wattpad e em média escrevo de 4 a 5 mil palavras. Aqui tô na casa das 1500, se quiserem maiores o menores ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 342



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • thailavondy Postado em 27/05/2020 - 13:58:34

    Homem é um bicho bem burro, ao invés de aproveitar e marcar território com a Dulce, agradando dando beijos e tal o que ele faz? Cu doce

    • Cellyvondy Postado em 27/05/2020 - 17:10:15

      Pois é, capítulo postado.

  • thailavondy Postado em 27/05/2020 - 13:57:38

    – cuide de sua negócios que do nosso relacionamento cuido eu e ela... Ucker fechou e deu

    • Cellyvondy Postado em 27/05/2020 - 14:01:26

      Aquela soco na boca do estômago.

  • Primasvondy Postado em 27/05/2020 - 12:32:32

    Ah que chato... Meus sentimentos. Fiquem bem

    • Cellyvondy Postado em 27/05/2020 - 17:31:28

      Pois é, mas consegui escrever umas coisinhas.

  • dada Postado em 26/05/2020 - 21:43:00

    Meus pêsames

    • Cellyvondy Postado em 27/05/2020 - 12:13:42

      Obrigada

  • thailavondy Postado em 26/05/2020 - 21:07:06

    Sinto muito pela perda da família! Que Deus conforte a todos

    • Cellyvondy Postado em 27/05/2020 - 12:13:22

      Obrigada...

  • Primasvondy Postado em 26/05/2020 - 19:37:30

    A última cena hot foi com a azeda. Nós estamos merecendo um hot descente bem maravilhoso

    • Cellyvondy Postado em 26/05/2020 - 19:44:27

      Perdoem por aquele cena péssima

  • Primasvondy Postado em 26/05/2020 - 19:36:54

    Espero que role o hot Vondyblogo, pra sossegar meu coração

    • Cellyvondy Postado em 26/05/2020 - 19:44:49

      Que safadeza! Ainda essa semana

  • Primasvondy Postado em 26/05/2020 - 19:36:30

    Espero que a coitada não fique mal falada no ambiente de trabalho. Isso seria péssimo

    • Cellyvondy Postado em 26/05/2020 - 19:45:10

      Seria horrível né, as pessoas falam demais

  • Primasvondy Postado em 26/05/2020 - 19:36:04

    Ain gente, esse chefe vai causar. Já Tô vendo

  • Dulcete_015 Postado em 26/05/2020 - 19:22:55

    Agr Christopher surta kkkkkkkkkk,continuaa

    • Cellyvondy Postado em 26/05/2020 - 19:45:33

      Ciúmes é você ?



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...