Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: O Desafio(adaptada) | Tema: Vondy


Capítulo: Capítulo 12

122 visualizações Denunciar


Maite estalou os dedos na frente do rosto de Dulce.


— Ei, você ouviu alguma coisa do que eu disse?


Dulce sentiu as bochechas ficarem coradas enquanto tomava um longo gole do vinho.


— Claro, você estava falando sobre o trabalho. — Não era nenhuma novidade. O trabalho de Maite, que era química em um laboratório médico, sempre rendia histórias sem graça.


— E?


Dulce pôs a taça na mesa, pegou o garfo e espalhou um pouco da salada pelo prato.


— E? Continue!


Maite suspirou.


— Sério? Acabei de listar os elementos da tabela periódica, e você ainda quer mais?


Dulce soltou uma risada curta e se inclinou para a frente.


— Não me surpreende o fato de eu ter parado de ouvir.


— Onde você está com a cabeça? Hoje é a noite das garotas! Lembra? Comida? Bebida? Diversão?


Ah, você sabe! Onde a cabeça de qualquer outra garota estaria. Beijando Christopher, tocando seu peito musculoso, passando a língua por seu lábio inferior e...


— Alguém disse “noite das garotas”? — Uma voz conhecida se fez ouvir no restaurante. Dulce se virou e deu de cara com vovó. Bem, vovó e uma jaqueta dourada ofuscante, com pele de leopardo no colarinho. A calça jeans skinny era realçada por sapatos de salto com estampa de oncinha.


— Como você...?


— Ah. — Vovó a calou com um gesto e se sentou à mesa. — Hoje em dia existem aplicativos para tudo. Sabia?


— Sim, mas...


— De qualquer forma... — Vovó acenou para um garçom e pediu três shots de tequila. Era melhor ela beber aquilo sozinha: de jeito nenhum Dulce tomaria shots com a avó de Christopher! — Tem um aplicativo muito útil que se chama “Encontre Meus Amigos”!


Dulce pegou o celular.


— Nem sabia que tinha isso no telefone. Nem que você era...


Vovó deu de ombros como se estivesse querendo disfarçar um segredo.


— É assim que vigio as vagabundas de Christopher.


Maite engasgou com a bebida, molhando toda a mesa, e então começou a tossir.


Vovó bocejou e examinou as unhas, sem se deixar abalar pela reação de Maite. Dulce olhou de cara feia para a irmã e se virou outra vez para vovó.


— Tenho certeza de que o aplicativo foi criado para que ninguém se preocupasse com os amigos e os familiares, não para que as pessoas fossem perseguidas.


— Ah, bem. Cada um usa como quiser. — Vovó pôs o telefone na mesa e clicou na tela com um dedo. Depois clicou outra vez, e outra. Maite tentou dizer alguma coisa à irmã apenas mexendo os lábios, mas Dulce não conseguiu entender.


O garçom serviu os shots no instante em que vovó se endireitou, batendo palmas.


— Eu sabia!


Maite parecia estar entorpecida enquanto via a velha senhora bater palmas e erguer o celular no ar.


— Ele vai chegar logo.


— Desculpe, mas quem é você, mesmo? — perguntou Maite.


— Sou a vovó. — Aquilo foi dito com tanta normalidade, que Dulce teve de admirá-la. Quer dizer, será que havia outro jeito de descrever aquela mulher? Dizer “sou a vovó” devia cobrir todos os pecados. — Saúde! — Vovó pegou seu shot, ergueu-o no ar e então olhou para as duas irmãs.


Dulce bebeu um grande gole de água, pegou seu shot e o ergueu no ar, copiando vovó.


— Um brinde — propôs vovó. — À música que cantarei no casamento do meu neto!


— Claro. — Maite bateu o copo no dela. — Posso beber a isso.


Dulce deu de ombros e tomou seu shot no instante em que Christopher entrava no restaurante e seguia direto até a mesa delas.


Ela estava acostumada a tomar shots. Mas, por alguma razão, o modo como os jeans rasgados de Christopher envolviam suas coxas musculosas a afetou de alguma maneira. A tequila desceu queimando e ameaçou voltar, ainda mais quando ele deu uma piscadela para ela e se inclinou para beijar a avó na bochecha.


Dulce tossiu.


Maite suspirou.


Dulce chutou a irmã por baixo da mesa.


Vovó pediu mais shots.


— Hã... — Dulce soltou uma risada nervosa. — Estamos comemorando alguma coisa?


— A noite das garotas! — anunciou vovó, sacudindo os seios para a frente e para trás, alegre.


Christopher desviou os olhos e corou.


Era estranho que um homem como ele, que não tinha moral alguma, fosse capaz de corar.


— Mas Christopher está aqui. — Dulce apontou para o homem pecaminosamente cheiroso e rezou para que ele se inclinasse só um pouquinho para a frente, de modo que ela pudesse sentir o calor que emanava de seu corpo sem parecer uma doida no cio.


Vovó olhou o neto de cima a baixo.


— Ele não conta.


— Obrigado, vovó — respondeu Christopher, tenso.


— Oi. Eu sou Maite. — A irmã de Dulce estendeu a mão sobre a mesa e o cumprimentou. — Teria me apresentado no avião, mas você estava todo inchado.


— Agradeço a lembrança.


— Não há de quê. Bem-vindo à noite das garotas.


— Tenho certeza de que essas foram as últimas palavras de muita gente. — Christopher apertou a mão de Maite, depois se virou para a avó. — Bem, dá para ver pelas suas roupas que você não foi atropelada por um caminhão nem está sofrendo uma concussão ou de escarlatina. Essa é nova, aliás. — A última frase fora dirigida a Dulce. — Ela costuma deixar as doenças raras para pessoas mais ingênuas, como meu irmão. — Então se dirigiu outra vez à avó. — Que foi que houve?


Vovó ergueu um dedo e começou a procurar alguma coisa na bolsa gigante.


— Tenho certeza de que tem crianças perdidas dessa bolsa. Dá para contar logo, para não precisarmos esperar? — Christopher reclamou.


Vovó fez um gesto pedindo a Christopher que ficasse quieto.


Ele pegou dois shots na mesa e os virou.


Dulce deu tapinhas consoladores em suas costas. Coitado. Ela quase sentia pena dele. Vovó levaria qualquer um a beber demais.


— Achei! — Vovó puxou um pedaço de papel e, com as mãos trêmulas, começou a lê-lo. — Vocês dois ainda precisam completar algumas tarefas da lista que lhes entreguei hoje mais cedo, aliás. — Ela colocou o papel na mesa. — Onde será que está?


Vovó começou a revirar a bolsa outra vez, da qual puxou um par de óculos com diamantes incrustados.


— Onde será que está o quê? Sua cabeça? — perguntou Christopher. — Deve estar na bolsa.


Maite limpou a garganta para esconder a risada.


— Não, seu idiota! — retrucou vovó.


Dulce pediu mais drinques. Ofensas. Isso não era nada bom.


— A lista que eu dei a vocês hoje de manhã! Tinha um monte de pendências a ser resolvidas antes do casamento. Onde está?


— No carro — respondeu Christopher.


— Perdemos — explicou Dulce, falando ao mesmo tempo que Christopher.


Os dois trocaram olhares irritados.


— Eu vou só... — Maite se levantou da mesa.


— Sente-se! — gritou Dulce.


Maite obedeceu.


— A lista está com Christopher. — Dulce apontou para Christopher e sorriu de um jeito doce.


Um músculo da mandíbula dele tremeu quando ele se inclinou sobre a mesa e respirou fundo algumas vezes.


— Certo, ela está... em segurança.


— Em segurança. — Vovó bufou com desdém. — Tudo bem. Só não se esqueça de cuidar das últimas tarefas.


— Por que você mesma não faz isso? — perguntou Christopher. — Está aposentada, não pode... sair por aí com um dos meus carros e resolver tudo?


Vovó fez silêncio, muito concentrada na própria respiração. Então virou a cabeça bem discretamente na direção de Christopher. Um sorriso frio surgiu em seu rosto antes de ela pegar a lista com cuidado e colocá-la na bolsa.


— Se você não fosse um idiota, saberia: vou jogar cartas com as meninas.


— Todos os dias? — perguntou Christopher.


— Todos os dias. Pelo menos durante a manhã — Vovó deu uma risadinha, parecendo recobrar o bom humor.


— Ótimo. Então consegue cuidar das tarefas à tarde.


— Ah, Christopher! — Ela deu tapinhas no braço do neto. — Você é tão inocente!


Foi a vez de Dulce se engasgar com a bebida.


— Reservo as tardes para outras... atividades.


— Meu Deus do céu! Ao menos tente esconder o fato de que você sai por aí fazendo... coisas.


— Que coisas? — perguntou Maite de repente, inclinando-se para a frente, demonstrando interesse.


— Não pergunte. — Christopher olhou de cara feia para Maite e sacudiu a cabeça.


Vovó deu uma risadinha.


— Ah, você sabe! Coisas. — Ela pronunciou “coisas” com grande ênfase, como se a palavra tivesse um significado muito importante, então voltou a dar risadinhas. — Adoro as minhas tardes! Ah, e como adoro! — Seu olhar ficou distante.


— Vamos precisar de mais álcool — sussurrou Dulce para Christopher.


— E de “Boa noite, Cinderela” — acrescentou o homem. — Quero apagar esta conversa da minha memória. Para sempre.


— Amanhã. — Vovó se afastou da mesa e se levantou. — Christopher, me leve para casa. Estou cansada. Mas amanhã você pode encontrar Dulce... Que tal na hora do almoço, lá em casa? E vocês podem terminar o restante da lista antes de a gente viajar, na quinta-feira.


— Quinta-feira? — gritaram Christopher e Dulce.


Vovó deu uma piscadela.


— Mas é claro! Vocês precisam chegar pelo menos uma semana antes do casamento! O que é que há de errado com os jovens, hoje em dia? — Ela tirou uma nota de 50 dólares da bolsa e a colocou na mesa com um tapa. — Divirtam-se, garotas. Não façam nada que eu não fosse fazer.


— Ótimo, vovó. — Christopher praguejou. — Só falta dar permissão para que elas sejam presas.


— Foi uma vez só! — argumentou vovó.


— Você esteve em uma prisão mexicana. Tem sorte de estar viva.


— Ah, aquele Pablo era mesmo uma coisa! — Vovó apertou o colar e começou a acariciar as pérolas.


Maite ficou boquiaberta.


Dulce precisou chutar a irmã por baixo da mesa outra vez, para que ela fechasse a boca.


— Bem, tchauzinho! — Vovó acenou e puxou Christopher pela camisa até a saída do restaurante.


A mesa mergulhou em silêncio.


Havia shots de tequila por todos os lados.


Maite olhou para Dulce.


Dulce olhou para a mesa.


— Então — disse Maite, chupando um pedaço de limão. — Foi divertido.


Dulce gemeu e bateu a cabeça na mesa.


— Como vou sobreviver às próximas semanas com esses dois?


Maite riu.


— Fácil.


— Como?


— Calmante.


— Muito engraçado.


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): leticialsvondy

Este autor(a) escreve mais 14 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

Christopher andava de um lado para outro em frente à porta. Dulce enviara uma mensagem de texto dizendo que o encontraria por volta do meio-dia. Já era meio-dia e cinco. Onde ela estava? Ele precisava encontrar um jeito de recuperar o emprego e a masculinidade, preferencialmente não nessa ordem. A manhã começara quase normal: vovó f ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 43



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • nathalia_muoz Postado em 26/07/2020 - 20:07:32

    Continuaaa por favor, no dejes la historia

  • anne_mx Postado em 24/07/2020 - 02:38:15

    Por favor, me diga que a senhora não tá pensando em abandonar, foi uma das melhores fanfics, mais engracadas e construtivas que já li, continuaaa pelo amor de Deus, eu sempre vou tá aqui comentando <3

  • anne_mx Postado em 15/07/2020 - 23:01:52

    Finalmente Christopher entendeu que a ama e ela assumiu isso tbm, só falta um assumir p outro, amém que Jace não é tão idiota como pensei, amei o momento entre irmãos entre o Ucker e o Poncho, não sei porque mas algo me diz que a Dul e o Ucker se casaram sem querer ao assinarem os documentos KKKKKKKKK continuaaaa, amo vovó Nadine <3

  • anne_mx Postado em 13/07/2020 - 00:18:44

    Puts, que cena linda essa do casamento, eles dois se amam tanto, quando vão aceitar isso e se permitirem serem felizes? Continuaaa, quero só ver em que vai dar isso tudo <3

    • leticialsvondy Postado em 15/07/2020 - 22:07:32

      Parece que o Christopher percebeu isso agora

  • anne_mx Postado em 13/07/2020 - 00:17:40

    KKKKKKKKKKKK eu amei a cena deles com as fantasias, epna que tudo que é bom dura pouco, Belinda tinha que aparecer e fazer merda né? E depois o Christopher tinha que ser idiota né? Ai ai sei não, continuaaa <3

    • leticialsvondy Postado em 15/07/2020 - 22:06:30

      Pelo menos ele não ficou com ela, amei ver ela quebrando a cara kkk

  • anne_mx Postado em 12/07/2020 - 14:58:22

    KKKKKKKK vovó Nadine achou alguém a altura dela pra estressar ela tbm, amei a chegada da beata Petunia KKKKKKKKKK meu vondy juntos se beijando é tudo pra mim, continuaaaa, quero só ver eles indo p cama de novo juntos, se é que me entende <3

    • leticialsvondy Postado em 12/07/2020 - 21:45:31

      Você vai rir muito com essas duas kkkkk Postando!!

  • anne_mx Postado em 10/07/2020 - 22:17:03

    Agora eu até entendi o Poncho um pouco, mas mesmo assim, ele ainda é meio idiota kkkkkkkkk Foi lindo a Dul indo atrás dele e conversando com ele, eu simplesmente amei, claro, até o idiota do Jace aparecer! Vovó é tudo pra mim, a véa dormindo com uma arma minha gente KKKKKKKKKK Medo de fazer isso no dia que eu for me casar e aparecer uma Nadine dessas, continuaaaa, e já tá na hora da Dul dar um fora no Jace né? O cara é um completo babaca! Amei a cena da madrugada, foi lindo ver a sinceridade do Christopher <3

    • leticialsvondy Postado em 11/07/2020 - 22:32:40

      A parte da casa da árvore é uma das minhas preferidas <3 Vovó é a melhor, ainda vai aprontar mt kkkkkk

  • anne_mx Postado em 08/07/2020 - 23:40:33

    Ai Anahí, tô quase te tornando minha favorita, pq Dulce só tá me decepcionando, obrigada por dizer o que tava entalado na minha garganta e Alfonso é um idiota em? Entre ele e Jace, acho que não sei qual me irrita mais!

    • leticialsvondy Postado em 10/07/2020 - 15:45:56

      A Annie realmente é a mais sensata dali kkkkk O Poncho pelo menos explica um pouco agora porque ele age assim né, mas... Postando!!

  • anne_mx Postado em 08/07/2020 - 23:28:23

    O jeito que eu amo Anahí é diferente <3 Esse Jace é um pé no saco, pelo amor de Deus, que macho insuportável, continuaaaa, quero ver meu vondy juntinhos <3

    • leticialsvondy Postado em 08/07/2020 - 23:33:11

      Acho que ainda vai gostar dela ainda mais kkkk

  • anne_mx Postado em 08/07/2020 - 00:00:08

    Jace é um belo de um idiota e quando Dulce souber que Christopher n fez nada com as mulheres vai amar e eu daria uma gargalhada kkkkkkkkkk Ponny vão ficar surpresos ao verem que vovó Nadine vai cantar sim KKKKKKKK n vejo a hora de Vondy ficar junto logooooo, continuaaa <3

    • leticialsvondy Postado em 08/07/2020 - 23:04:48

      Postando!!



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...