Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: FAKING IT | Tema: Rebelde


Capítulo: Mentira

60 visualizações Denunciar


No Karaoke


Pov Anahi


Chegamos todos juntos no Karaoke, eu conhecia bem o lugar, aquele local representava algumas coisas em minha vida, foi ali que tudo começou, quando descobri o que queria para minha vida. Thais tinha razão, havia pouquissimas pessoas ali, algumas delas nos pediram fotos, mas tudo muito tranquilo, alguns pareciam nem nos conhecer…


Thais: Vão cantar né?-animada


Chris: Vamos! -animado também


Anahi: Não agora né?


Dulce: E você, não vai cantar?-arqueando as sobrancelhas


Thais: Eu não, passa vergonha na frente de vocês…-rindo e bebendo sua cerveja para disfarçar


Poncho: Você canta também Thais?-sorrindo


Thais: Sim, sou uma ótima cantora de chuveiro.-rindo


Anahi: Ta tudo tão diferente por aqui! -olhando em volta encantada


Mai: lugar bem confortável…-sorrindo


Anahi: Foi reformado né?


Thais: Claro né prima, é só olhar em volta que dá pra ver que a nova proprietária tem um ótimo gosto.-sorrindo


Anahi: Você a conhece?


Thais: Sim, somos muito íntimas…-sorrindo


Mai: Ai eu amo essa música…-animada


Dulce: Vai cantar Mai?


Mai: Só se alguém aqui for…tenho vergonha! -rindo


Thais: Eu vou com você...-se levantando


Anahi: Isso vai ser bom…-rindo


Poncho: Eu vou também..-sorrindo


Thais: Ah...-sorrindo forçado- então vamos!


Foi bastante divertido a noite, cantamos com o pessoal musicas do próprio karaoke e algumas nossas. Saimos bem tarde de lá, Dulce estava toda alegrinha assim como Poncho, eu não havia bebido e por isso estava plena. Chegamos no hotel e Chris me ajudou a subir com Dulce que dormiu dentro da Van, Mai e Ucker ajudaram Poncho.


Chris: Quer que eu fique aqui com vocês Any?


Anahi: Não precisa Chris, do jeito que ela ta, duvido muito que vá acordar.-rindo


Chris: Então vou pro meu quarto, qualquer coisa me chama.-dando um beijo em seu rosto e fazendo o mesmo em Dulce- Se comporta hein.


Dulce: Ta tudo rodando…-rindo


Chris: Eu imagino…-rindo junto


Na sacada


Enquanto Chris conversava com Dulce aproveitei para olhar meu celular, eu nem estava esperando nada, mas querendo ou não, Ucker e eu haviamos combinado de nos encontrar para conversar, e já que não rolou por causa do karaokê, porque não depois?. Mas ele não tinha mandado nada, então fiz o mesmo.


Anahi: Ué, Cadê o Chris? -entrando no quarto


Dulce: Foi embora…-a chamando para perto de si


Anahi: Que foi? Rsrs…-indo até ela e sentando ao seu lado- Ta mal né?


Dulce: Não, só enjoada…-a olhando nos olhos


Anahi: Quer dormir…-dando um beijo em seu rosto


Dulce: Não estou com sono…-com dificuldade em se sentar


Anahi: Ainda bem que você não está mal né? Rsrs- a ajudando


Dulce: E não estou mesmo! - ofendida


Anahi: Ah sim! Claro! -irônica


Dulce: Você está com sono?


Anahi: Não…-lhe fazendo carinho


Ficamos em silêncio por alguns minutos, enquanto eu lhe fazia carinho senti a respiração dela um pouco mais forte e pensei que ela havia dormido, ja estava me levantando para tomar banho quando sinto ela me abraçar.


Dulce: Fica…


Anahi: Achei que tivesse dormido rsrs


Dulce: Não…Any, a gente precisa conversar.


Anahi: Sobre o que? -estranhando


Dulce: Sobre a gente…-falando baixo


Anahi: Sobre o que? -sem entender


Dulce: Sobre a gente…-no mesmo tom


Anahi: Dulce, você ta bem? -ascendendo a luz- fala pra fora neu anjo.


Dulce: Sobre a gente Anahi!


Anahi: Como assim?-estranhando


Dulce: Apaga a luz ai vai…-fazendo uma careta


Anahi: Ta..-apagando a luz- mas o que você quer falar?


Dulce: Quero saber…-desviando o olhar


Anahi: Saber o que? -confusa


Dulce: O que você sente por mim? - a encarando


Senti algo diferente na voz dela, não sei se era por causa da bebida, mas seu tom estava diferente ao fazer a pergunta, aquilo me confundiu, a verdade é que desde que começamos a "ficar" eu sempre enxerguei o que tinhamos apenas como uma amizade colorida, eu não era lésbica, nem bi, eu apenas a via como minha amiga, por isso não queria rotular aquilo e deixar as coisas rolar.


Anahi: Como assim? -estranhando


Dulce: O que você sente…?- fazendo carinho em seu rosto- quando estamos…juntas.


Anahi: Que papo é esse Dulce? -rindo


Dulce: Não ria…-suspirando- to falando sério.


Anahi: Você tá beba…


Dulce: Não estou…-pegando em sua mão- me responde vai.


Anahi: Ai Dul…-se levantando- eu não estou entendendo.


Dulce: A pergunta?


Anahi: O sentido dela…-suspirando- Porque isso agora?


Dulce: Bom, nunca falamos sobre isso…


Anahi: Porque não tem sobre o que falar Dul…-voltando a sentar do seu lado-não tinhamos combinado?


Dulce: Eu sei Any...-suspirando- mas as coisas mudaram para você?


Anahi: Dulce, você é minha melhor amiga…-suspirando- sei que te enfiei nessa mentira toda, mas daqui a 2 meses quando a poeira baixar e sairmos do centro dos holofotes, nós "terminamos" e voltamos a vida normal…


Dulce: A gente foi além, estamos ficando de verdade.


Anahi: Estamos curtindo o momento, como combinamos...isso torna nosso combinado mais real.


Dulce: Anahi! Tenta pensar menos nessa história de fake! - irritando-se- Você não sente nada?


Anahi: Sinto o que eu sempre senti, desde o inicio…somos amigas Dul, colorida.-sorrindo- mas ainda sim, amigas!


Pov Dulce


Eu sabia que não devia, mas como dizem por ai, o que a gente esconde o álcool expõe, eu precisava perguntar a ela, por mais que a resposta pudesse doer, e eu não estava errada. Ela não viu, a luz estava apagada, mas quando ela me disse aquelas palavras, lagrimas se formaram em meus olhos, nem eu conseguia entender o porque, ela não disse nenhuma mentira, éramos amigas, mas eu senti um aperto em meu coração, no fundo eu esperava outra coisa.


Depois disso não disse mais nada, me deitei e resolvi tentar dormir, senti ela se ajeitando atrás de mim e me abraçando, de tanto pensar, e com a ajuda da bebida, acabei pegando no sono.


~celular tocando~


Pov Anahi


Depois daquela conversa com Dulce, nos deitamos e dormimos, bem, na verdade ela pegou no sono primeiro do que eu, senti que a mesma havia ficado estranha, mas resolvi não perguntar, me deitei e quando estava pegando no sono, ouvi meu celular tocar, corri para atender e não acorda-la.


Any: Alô? -sem olhar no visor


Ucker: Any…tava dormindo?


Any: Ucker? -cochichando- não estava…eu…o que foi?


Ucker: Eu…bom, a gente combinou de se encontrar, ainda ta de pé?


Any: Encontrar? -indo pra varanda- eu…eu…ta meio tarde né?


Ucker: 1:30 pra ser mais exato…rsrs, o Poncho deu um pouco de trabalho…mas eu conheço um lugar que podemos ir…


Anahi: Não sei Ucker…-encarando Dulce que dormia profundamente.


Ucker: Por favor Any…-suspirando


Fiquei alguns segundos em silêncio, eu não sabia se devia ir ou não, mas haviamos combinado, Dulce não acordaria tão cedo, então não teria problema em sair, afinal eu estava interessada em saber o que ele tinha para me dizer.


Ucker: Any..?


Anahi: Vou me trocar e te encontro.-suspirando


Uns 20 minutos depois eu já estava pronta, não sabia para onde iamos, então coloquei algo mais básico, apenas uma blusa de alça branca, uma jaqueta preta e uma calça da mesma cor, coloquei um salto fechado e soltei o cabelo. procurei não enrolar muito no quarto e tentei fazer o minimo de barulho possível para não acorda-la. Desci e o encontrei no Hall do hotel, assim que me viu ele sorriu e veio ao meu encontro.


Ucker: Uau, se eu soubesse tinha me arrumado melhor! -sorrindo


Anahi: Não tem nada demais Ucker…-sem graça


Ucker: Qualquer coisa que você vestir, você sempre ficará linda Any.-sorrindo


Anahi: Obrigada…-envergonhada- vamos?


Ucker: Vamos! -sorrindo


Fomos com o motorista da banda até o lugar, me surpreendi ao ver onde era, era o mesmo karaoke que estavamos horas antes, a casa já estava fechada, mas logo apareceu um homem que nos recepcionou, fiquei meio na dúvida, mas o mesmo pediu para que eu confiasse, foi o que fiz.


Anahi: Como que você conseguiu que ficasse aberto?


Ucker: Eu conversei com o gerente, ele disse que falaria com os donos, e como eles não se opuseram…-puxando a cadeira para Any sentar- aqui estamos...está com fome?


Anahi: Mas é seguro..?-olhando ao redor


Ucker: Relaxa…-pegando em sua mão


Anahi: De qualquer forma…-desfazendo o contato- está tarde.


Ucker: Poxa…-sorrindo- eu achei que a gente pudesse jantar, enquanto conversamos…-chamando o garçom


Anahi: Ucker, eu só aceitei sair porque você disse que tinha algo pra me dizer e…


Ucker: Eu sei…-a cortando


Garçom: Pois não! -simpático


Ucker: Você pode trazer o pedido por favor.-sorrindo


Garçom: Claro...o vinho também?


Ucker: Claro…prefere o branco ou o tinto? Pedi os dois.-esperando uma resposta


Eu estava incrédula com aquilo tudo, primeiro pelo fato dele ter preparado tudo isso em tão pouco tempo, segundo porque aquilo estava parecendo um encontro e pelo que eu entendi não era a proposta que eu aceitei, terceiro, eu brigava com meu eu interior para não transparecer o quanto sua atitude fazia o meu coração acelerar.


Ucker: Hãm...-encarando Any- Pode ser o tinto..-sorrindo para o garçom


Garçom: Com licença.-saindo


Ucker: Any…-chamando sua atenção


Anahi: Ah…oi.-saindo de seus desvaneios


Ucker: Tá tudo bem?-estranhando


Anahi: Tudo ótimo! -pigarreando- desculpa!


Ucker: Eu pedi o vinho ta, e bom, a comida eu tive que encomendar visto que aqui não se prepara, espero que goste e…


Anahi: Espera Ucker! -fazendo sinal que ele parasse de falar e assim que o mesmo parou- Desculpa, mas sua intenção foi ótima, realmente eu agradeço, mas quando você disse que queria conversar, eu não sei o que você entendeu quando concordei, mas acho que…


Ucker: Any, acalme-se…-suspirando- desculpa, eu não queria dar uma impressão errada! Mas vim com a melhor imtenção possível, eu errei com você, e resolvi fazer tudo isso como forma de me desculpar, apesar de achar ainda pouco, nunca imaginei que você pudesse entender isso de outra forma…mas se você se sentir mais confortável, nós voltamos para o hotel.


Ucker parecia muito sincero, talvez eu estivesse sendo armada demais, mas no fundo eu tinha medo, ele realmente havia quebrado o meu coração, e eu tinha medo, e ainda tinha a Dulce, apesar de não termos nada, todos acreditavam que sim.


Ucker: Eu vou pedir pra eles cancelarem e…-se levantando


Anahi: Espera Ucker…-suspirando- me desculpa, eu só não esperava tudo isso…-sorrindo- mas já que estamos aqui, acho que podemos...-fazendo sinal para que ele se sentasse que assim o fez- podemos ter uma noite agradável.


Ucker: Eu garanto que sim! -sorrindo


Relamente o jantar foi ótimo, super descontraído, Ucker sempre foi um cavalheiro, isso eu não posso negar, mas sempre foi um galinha ao mesmo tempo, mas ele parecia ter mudado, e parecia estar arrependido, e isso valia muito pra mim.


Ucker: Eu fui um idiota, você não merecia nada do que eu fiz…-pensativo- antes de tudo, nós sempre fomos amigos, e agora você está com a Dulce então não podemos voltar atrás, mas nossa amizade…ei gostaria que fosse mantida.


Anahi: É…- o encarando- mas acho que podemos deixar essa história pra trás…-sorrindo- afinal, trabalhamos juntos, somos uma familia, não temos porque acabar com uma amizade.


Ucker: Isso quer dizer que fui perdoado?


Anahi: A muito tempo Ucker, eu não guardo coisas ruins, só coisas boas.-sorrindo


Ucker: Gostei disso…-sorrindo


O resto da noite foi isso, conversamos sobre vários assuntos e eu me sentia mais leve, era bom voltar as boas com ele, acabamos com a garrafa de vinho e ja estavamos bem alegres quando voltamos ao hotel, o dia já estava amanhecendo.


Anahi: Melhor você subir primeiro.-em frente ao elevador


Ucker: Ué, porque?


Anahi: Ér..não sei se é uma boa subirmos juntos.


Ucker: É a Dulce né? Ela não sabe que saimos?


Anahi: Não…quer dizer...sabe.-mentindo- mas não tem nada a ver com ela, mas é melhor assim.


Ucker: Bom, então sobe você primeiro.-lhe dando passagem- eu vou depois.-sorrindo


Anahi: Ta…-entrando no elevador- Tchau.


Ucker: Any...-segurando o elevador- obrigado!


Anahi: Eu que agradeço…-sorrindo


Ucker: Bom até mais tarde…-lhe dando um beijo no rosto


Anahi: Até...-fechando a porta


Eu estava em êxtase, tudo tinha sido perfeito, era como no começo quando saímos pela primeira vez, eu queria poder contar pra alguém sobre isso, mas a unica pessoa que sabia de tudo sobre Ucker e eu, era a ultima pessoa com quem eu poderia falar sobre essa noite, eu não queria mentir para ela, mas eu não tinha escolhas, e foi com esses pensamentos que a porta do elevador se abriu no andar do nosso quarto e foi com ela que esbarrei assim que sai.


Dulce: Any? -estranhando


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): jennyal

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).

Prévia do próximo capítulo

Anahi: Ai Dulce…-saindo do elevador- que susto! Dulce: Ué, porque? -se aproximando Anahi: Não sabia que você tava acordada…-indo em direção ao quarto Dulce: Acordei já tem um tempo…-a seguindo- onde você estava. Anahi: Eu desci..-entrando no quarto Dulce: Pra que? -estranhando- tão cedo… ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 2



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • siempreportinon Postado em 30/07/2020 - 17:14:55

    Continua!!!

  • _mariaruth Postado em 28/07/2020 - 22:30:10

    Continua



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...