Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Use-me - Vondy (Adaptada) | Tema: Vondy


Capítulo: Capítulo 61

154 visualizações Denunciar


Advinha quem se compadeceu das amoras mais lindas do mundo? Hahaha 


comentem, me valorizem!



— Quer que... — Maite começou a dizer exatamente quando Alexandra e Victor atravessaram as portas corrediças.


Nós três nos levantamos e eu corri para os pais de Christopher, envolvendo Alexandra em um abraço acolhedor.


— Como isso aconteceu? — Perguntou, chorando em meus braços.


Estava na ponta da língua dizer que havia sido Paco, mas segurei porque, embora meu instinto me dissesse que era ele, ainda assim, queria esperar para ter certeza. Entre lágrimas, respondi:


— Eu não sei.


Nós nos separamos, e vi Victor conversando com uma enfermeira no corredor. Eu não sabia de onde ela tinha surgido. Talvez ele a tivesse parado quando ela estava passando. Finalmente, ele voltou.


— A enfermeira disse que Christopher entrou em cirurgia não tem muito tempo e que, assim que terminar, um médico virá nos dar uma atualização.


Eu abracei Victor, e então Christian deu um passo à frente, dando-lhes um abraço enquanto eu secava minhas lágrimas.


Depois que Christian os abraçou, ele os apresentou a Maite:


— Victor, Alexandra, essa é minha namorada, Maite.


Eles apertaram as mãos.


— Sinto muito por Christopher — Maite retrucou com um sorriso singelo.


— O garoto é durão. Ele vai passar por essa — Victor respondeu com naturalidade.


Ele era durão. Mas ainda me preocupava que algo tão pequeno quanto uma bala pudesse tirar o que eu tinha de mais importante na minha vida.


— Vou ver se encontro um café pra gente — disse Maite, e eu sorri para ela. Eu a amava e estava feliz por ela e Christian estarem juntos.


— Eu vou te acompanhar — Christian ofereceu e os dois saíram.


O sentimento surreal voltou quando me sentei ao lado de Victor e Alexandra. Eu não podia imaginar o que eles estavam passando. A gente espera que os filhos tenham uma vida mais longa que os pais. E se isso não acontecesse aqui? Eu não fazia ideia de quanto tempo Christopher já estava em cirurgia, mas levar um tempo tão longo para remover uma bala já era demais para o meu gosto. Eu queria invadir aquele lugar, abraçá-lo, beijá-lo e passar as mãos pelo corpo inteiro dele, para ter a certeza de que ainda estava vivo.


Mas e se não estivesse?


E se ele tiver levado o tiro na cabeça? E se atingiu alguma artéria e os médicos não conseguiram parar o sangramento? Tantos cenários passaram pela minha cabeça repetidas vezes. Não saber das coisas estava me matando. Além disso, o que você diz aos pais do seu namorado numa situação dessas? Eu queria dizer-lhes que tudo ficaria bem, mas eu também não tinha aquela certeza, e não queria lhes dar falsas esperanças.


Maite e Christian voltaram com cinco copos de café. Observei enquanto Maite preparava o café para os pais de Christopher, da maneira como eles gostavam, e Christian retirava alguns pacotes de creme e açúcar do bolso do casaco.


— Maite — chamei, um pensamento me ocorrendo. Ela olhou para mim.


— Sim?


— Você não precisa voltar ao trabalho? — Eu não queria que ela fosse, mas nós tínhamos saído às pressas, e não tinha avisado a ninguém.


— Liguei para o Leonard e contei o que estava acontecendo. Eles me disseram para ficar e cuidar de você.      


Suspirei e minha garganta começou a fechar novamente.


— Obrigada. — Nós estávamos todos em silêncio novamente, tomando nossos cafés quando me lembrei de outra coisa. — E o trabalho de Christopher? O jogo não está acontecendo?


— Eu cuidei disso — afirmou Christian.


Assenti com a cabeça e tomei outro gole da bebida quente. Tinha um gosto horroroso, mas pelo menos me distraiu enquanto esperávamos.


Finalmente, um médico saiu.


— Membros da família O’Neill?


Foi audível o momento em que nós cinco afundamos em nossos assentos.


— Por que está demorando tanto? — Alexandra perguntou. Victor deu um tapinha no joelho.


— Vamos ver pelo lado bom. Eles ainda estão trabalhando nele, então ele não está morto.


Meu coração apertou com suas palavras.


— Não diga isso, Victor! — Alexandra exclamou.


— Eu apenas estou dizendo para pensar positivo.


— Eu só quero saber se ele está bem — ela respondeu.


Olhei para Maite e Christian. Ele tinha o braço em volta de seu ombro, enquanto a cabeça dela se apoiava na dele. Por que não poderia ser Christopher e eu assim? Eu faria qualquer coisa para estar em seus braços e saber que tudo está bem. Em vez disso, o amor da minha vida estava lutando pela sua, e talvez eu nunca consiga abraçá-lo novamente.


Enquanto continuávamos a aguardar, chegaram dois detetives.


— Sr. e senhora Uckermann? — saudou o policial.


— Sim? — Victor falou.


— Nós somos os detetives Coulson e Bailey — o detetive Coulson mostrou seu distintivo, e então a detetive Bailey nos mostrou o dela. —  Estamos investigando o tiroteio onde seu filho foi atingido — disse ele.


— Você sabe o que aconteceu? — perguntou Victor.


— Testemunhas disseram que ele foi baleado por um homem branco que conduzia um Mustang vermelho. Você conhece homens que se encaixam nessa descrição? — Eles olharam para mim, e eu me levantei.


— Não acho que ele conheça a pessoa que dirigia aquele carro, mas não temos certeza — afirmou Victor.


— Eu conheço.


Todos se voltaram para mim.


— Seu irmão, detetive Saviñón, mencionou que pode ser seu ex. Isso é verdade? — perguntou Coulson.


— Sim, eles têm uma história, e Paco dirige um Mustang.


— Nós enviamos uma equipe para o apartamento dele. Devemos saber mais alguma coisa em uma hora.


— Você realmente acha que aquele babaca fez isso? — perguntou Christian.


— Ele tem me enviado mensagens de texto e algumas semanas atrás, Christopher disse a ele para me deixar em paz. Ele mencionou algo sobre impedir que ficássemos juntos, mas nunca imaginei que ele tentaria matá-lo.


— Há mais alguém em quem você consiga lembrar? — perguntou a detetive Bailey.


Todos nós sacudimos a cabeça.


— Tudo bem — observou Coulson. — Vamos à procura do Sr. Álvarez, e se você pensar em outra pessoa, nos ligue. — Ele nos entregou seu cartão de visita.


— Obrigada, detetives — Alexandra finalmente falou.


— Nós estaremos de volta à primeira hora da manhã para conversar com Christopher e pegar seu depoimento. Queremos esperar até a sedação desaparecer após a cirurgia, mas não muito tempo.


Isso significava que ele ia ficar bem? Eles já sabiam daquilo?


 Enquanto esperávamos novamente por qualquer atualização sobre o estado de Christopher, eu sabia profundamente no meu íntimo que havia sido Paco quem atirou. Eu simplesmente não entendia a razão. Ele terminou comigo, mas agora que eu estava feliz e namorando outra pessoa, queria estragar tudo.


Os minutos iam passando e, finalmente, outro médico saiu. Quando ele se virou, reconheci Théo. Fiquei de pé e corri para ele.


— Théo!


— Ei, Dul. — Ele sorriu. Ele realmente sorriu apesar de eu estar no maldito hospital querendo saber se meu namorado sobreviveria. — A cirurgia do Christopher já terminou.


Dei um suspiro de alívio.


— Você quem o operou? — perguntou Victor.


— Foi.


— Ele também é meu irmão — esclareci.


— Sou, e Christopher vai ficar bem.


Alexandra ofegou.


— Oh! Graças a Deus.


Mordi o lábio, lutando contra as lágrimas que decidiram reaparecer. Desta vez, de alívio.


— A bala não atingiu nenhuma grande artéria, e conseguimos removê-la e reparar o dano ao músculo deltoide, nos tendões e ao tecido circundante. Depois de algumas sessões de fisioterapia, ele vai ter uma recuperação completa, mas vamos mantê-lo aqui por alguns dias para monitorá-lo.


— Podemos vê-lo? — perguntou Christian.


— Ele está sedado e ainda não foi transferido para o quarto. O horário de visita provavelmente já vai ter acabado quando ele acordar, mas assim que despertar e já estiver instalado, vamos permitir que um de vocês entre.


— Obrigada, Théo. — Eu o abracei.


Ele apertou a mão de Victor e depois saiu.


Christopher estava bem, mas o pensamento de que Paco ainda estava por aí à solta na rua, me deixou extremamente nervosa. Pensei que quando os policiais fossem ao apartamento dele, o encontrariam ali, e tudo isso ficaria para trás.


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Primasvondy

Este autor(a) escreve mais 15 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

Christopher Essa deve ter sido a sensação que Dulce sentiu quando acordou depois de ser nocauteada pelo éter. No entanto, quando abri os olhos, não vi ninguém conhecido. O quarto estava cheio de pessoas de branco, máquinas e luzes brilhantes. Por que as luzes eram tão brilhantes? — Como você está se sentin ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 1083



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • anne_mx Postado em 25/02/2021 - 00:04:53

    Mulher, você acaba comigo, eu jurei que isso de Dulce fazer gols era só uma desculpa e que Paco ia sequestrar a Dul, mas graças a Deus foi algo MUITO melhor, não vejo a hora de imaginar eles casados e cheios de filhos (não que eu já não imagine kkkkkkk) continuaaaa <3 OBS: PELO AMOR DE DEUS FAZ EPÍLOGO <3

  • anne_mx Postado em 25/02/2021 - 00:02:56

    MEU DEUSSSSS QUE PEDIDO LINDOOOO <3

  • anne_mx Postado em 24/02/2021 - 23:53:51

    Meu Deus, espero que encontrem o Paco logo antes que ele faça mais alguma merda, continuaaaaa <3

  • taianetcn1992 Postado em 24/02/2021 - 19:13:46

    mais mais mais

  • taianetcn1992 Postado em 24/02/2021 - 19:13:24

    melhor web

  • taianetcn1992 Postado em 24/02/2021 - 19:13:11

    mais mais mais

  • taianetcn1992 Postado em 24/02/2021 - 19:13:04

    ja quero mais

  • taianetcn1992 Postado em 24/02/2021 - 19:12:54

    lindos

  • taianetcn1992 Postado em 24/02/2021 - 19:12:38

    nao para agora nao

  • taianetcn1992 Postado em 24/02/2021 - 19:12:21

    mais mais mais



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...